skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 02:49 pm

EMPREGOS: CONFIRA 73 VAGAS EM ILHÉUS, ITABUNA E JEQUIÉ PARA ESTA SEXTA-FEIRA (7)

Tempo de leitura: 3 minutos

Municípios do sul e sudoeste do Estado têm oferta de 73 vagas de emprego nesta sexta-feira (7) pelo SineBahia. São 36 oportunidades em Itabuna e 33 em Ilhéus, ambos na região sul, e 4 em Jequié, no sudoeste.

Os interessados devem procurar o SineBahia nestas localidades, munidos de carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF e comprovantes de escolaridade e de residência. É necessário laudo médico, caso seja pessoa com deficiência (PCD). Clique em Leia Mais e confira todas as vagas para hoje nestes municípios.

Leia Mais

SINEBAHIA: 52 VAGAS DE EMPREGO EM ITABUNA, ILHÉUS E JEQUIÉ NESTA TERÇA-FEIRA (4)

Tempo de leitura: 3 minutos

O SineBahia tem oferta de 52 vagas de emprego nos municípios de Itabuna, Ilhéus e Jequié nesta terça-feira (4). Existem oportunidades em várias áreas e níveis de escolaridade. São 31 oportunidades em Itabuna, 20 em Ilhéus e 1 em Jequié.

Os interessados devem procurar uma das unidades do SineBahia com carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF e comprovantes de escolaridade e residencial, além de laudo médico se for pessoa com deficiência (PCD). Clique em Leia Mais e confira todas as vagas para hoje.

Leia Mais

BAHIA REGISTRA EM JANEIRO SALDO DE 5,5 MIL EMPREGOS COM CARTEIRA ASSINADA

Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia é primeira em geração de empregos no Nordeste|| Foto Pedro Moraes

A Bahia gerou 5.547 postos de trabalho com carteira assinada em janeiro de 2018. O resultado positivo decorre da diferença entre 48.484 admissões e 42.937 desligamentos, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).
Após eliminação líquida de 145, 1.187 e 2.872 postos de trabalho nos meses de janeiro dos anos imediatamente anteriores, a Bahia exibiu registro positivo. O saldo de janeiro de 2018 foi maior que o resultado de dezembro, quando 12.457 postos de trabalho foram suprimidos, sem as declarações fora do prazo.
Setorialmente, em janeiro, cinco segmentos contabilizaram saldos positivos: Serviços (+3.685 postos), Construção Civil (+1.369 postos), Indústria de Transformação (+687 postos), Agropecuária (+476 postos) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (+126 postos). Comércio (-770 postos), Administração Pública (-14 postos) e Extrativa Mineral (-12 postos) eliminaram posições de trabalho com carteira assinada.
MELHOR RESULTADO NO NORDESTE
Em relação ao saldo de postos de trabalho, a Bahia (+5.547 postos) ocupou a primeira posição dentre os estados nordestinos e a oitava dentre os estados brasileiros em janeiro de 2018. No Nordeste, além da Bahia, apenas o Ceará (+1.653) registrou saldo positivo.

Leia Mais

ITABUNA ENCERRA SEQUÊNCIA RUIM E REGISTRA SALDO DE MAIS DE 200 EMPREGOS

Tempo de leitura: 2 minutos

Itabuna encerra sequência de resultados negativos|| Foto de José Nazal

Depois de uma sequência de três meses seguidos de resultados negativos, Itabuna voltou a registrar saldo de empregos com carteira assinada. Em novembro, as empresas instaladas no município do sul da Bahia contrataram 830 trabalhadores e demitiram 609. Com isso, o saldo ficou em 221 vagas, conforme dados do Ministério do Trabalho.

A construção civil em Itabuna voltou a contratar mais que demitir e fechou novembro com saldo de 74 empregos formais. Porém, o melhor desempenho foi da indústria de transformação, que abriu 99 postos de trabalho com carteira assinada. O setor de serviços aparece em terceiro, com saldo de 46 vagas.

A decepção ficou por conta do comércio, que contratou 273 e demitiu 257, o que resultou em saldo de apenas 16 empregos no mês passado, mesmo com as contratações para as vendas do final de ano. Nos 11 meses do ano, as empresas instaladas em Itabuna criaram 8.580 vagas e eliminaram 8.682. O saldo ficou negativo em 102 empregos formais.

ILHÉUS

Assim como Itabuna, Ilhéus registra saldo negativo no acumulado do ano, com 5.953 contratações e 6.134 demissões, o que representou a eliminação de 181 vagas.  De janeiro a novembro, a construção civil foi o setor que mais perdeu empregos formais, ficando com saldo negativo de 131 vagas. Em seguida aparece o comércio, com perda de 125 postos de trabalho no período.

Somente em novembro foram eliminadas 41 vagas na construção civil.  Já o comércio, serviços e indústria de transformação apresentaram resultados positivos, ainda que modestos.  Juntos, os três setores tiveram saldo de 75 empregos com carteira assinada.  No geral, Ilhéus fechou novembro com saldo de 19 vagas.

Back To Top