skip to Main Content
24 de fevereiro de 2021 | 03:04 pm

É PRECISO CORAGEM

Tempo de leitura: 2 minutos

claudio_rodriguesCláudio Rodrigues | aclaudiors@gmail.com

 

Todos nós sabemos que a Emasa não precisa de 400 funcionários para atender bem a população. Mais de 70% do seu quadro funcional é para atender as demandas político-partidárias.

 

 

Para quebrar paradigmas, excluir vantagens, contrariar interesses e buscar o que é melhor para a comunidade é preciso coragem. Em artigo publicado neste site, o prefeito de Itabuna Claudevane Leite, não fugindo do seu script habitual, faz as lamentações de como pegou a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), para depois afirmar que não fará concessão – e muito menos privatização – da estatal municipal e que buscará empresas interessadas em realizar um Procedimento de Manifestação de Interesses (PMI) , sem ônus para o município, a fim de diagnosticar a viabilidade técnica e econômico-financeira da Emasa.

Todos nós sabemos que o município não dispõe de recursos para investir na melhoria do saneamento da cidade. Em qualquer período de maior estiagem, estamos condenados a sofrer com a falta d’água e consumir água salgada – quando esta chega nas torneiras.

O governador Rui Costa propôs ao prefeito a devolução da Emasa para a Embasa com a finalidade de viabilizar uma Parceria Público Privada (PPP) para investir na melhoria do saneamento de Itabuna. Pela declaração do prefeito em seu artigo, isso não vai acontecer, porque o nosso mandatário acredita que é melhor garantir os 400 empregos que existem na Emasa – para não contrariar interesses de Sindicato e de partidos políticos – a devolver a empresa para o Governo do Estado para que ocorram investimentos necessários no setor do saneamento. Todos nós sabemos que a Emasa não precisa de 400 funcionários para atender bem a população. Mais de 70% do seu quadro funcional é para atender as demandas político-partidárias.

A Emasa é um grande cabide de emprego, não só nessa gestão, como nas anteriores. Vão questionar: “você quer pagar uma tarifa cara?” Respondo: prefiro pagar uma tarifa cara e ter o líquido precioso na torneira do que pagar barato e não ter – se bem que nossa tarifa não é tão barata assim. Pagamos taxa de esgoto e o mesmo corre “a céu aberto”. O Rio Cachoeira recebe todos os nossos dejetos sem o menor tratamento, as estações elevatórias de esgoto estão abandonadas. Enquanto o sistema de saneamento estiver sobre o controle do município, essa situação não mudará. Para solucionar essas questões é preciso coragem. Muita coragem.

Cláudio Rodrigues é jornalista e empresário.

ESTIAGEM AFETA ABASTECIMENTO EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Nível muito baixo de volume do Cachoeira impede captação em Ferradas (Foto Divulgação).

Nível muito baixo de volume do Cachoeira impede captação em Ferradas (Foto Divulgação).

Do A Região

Itabuna começa a sentir os efeitos da estiagem. Várias localidades estão sem água. A região mais afetada é abastecida pela estação de tratamento de Ferradas, que capta água do Rio Cachoeira.

Ela abastece bairros como Ferradas, Urbis IV, Nova Itabuna e Jorge Amado. A captação de água em Ferradas não é feita desde a semana passada, segundo Ricardo Campos, presidente da Emasa.

A estação é responsável por captar e distribuir cerca de 250 litros de água por segundo. De acordo com o presidente da Emasa, a captação foi suspensa por causa do volume de água no Rio Cachoeira.

O nível do rio está cada vez mais baixo e não tem chovido nas cabeceiras. Os problemas no fornecimento de água começaram há duas semanas.

A situação ficou ainda mais complicada nos últimos dias com a quebra de equipamentos da Estação de Rio do Braço, em Ilhéus. A quebra foi provocada pelas fortes chuvas na área.

Campos diz que equipes da Emasa e da Coelba trabalham no conserto das peças. A estação de Rio do Braço capta cerca de 600 litros de água por segundo. Ele apelou à população para que economize água.

EMASA SUSPENDE ABASTECIMENTO AMANHÃ

Tempo de leitura: < 1 minuto
Estação de tratamento passará por manutenção nesta quinta, 21.

Estação de tratamento passará por manutenção nesta quinta, 21.

O abastecimento de água será suspenso por 12 horas nesta quinta-feira, 21, de acordo com comunicado da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa).
A empresa informa que a interrupção ocorrerá para que sejam realizados serviços de manutenção da Unidade de Tratamento de Água (ETA).
Segundo o comunicado da direção da empresa, a manutenção é necessária “para garantir a qualidade e constância nos serviços prestados pela Emasa”.

DESPERDÍCIO DE ÁGUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Enquanto Itabuna sofre com problema de abastecimento de água em quase toda a cidade, quem passava ontem à noite pela Praça José Bastos poderia ver um belo exemplo de desperdício. Um hidrante rompeu e, pelo menos, por mais de uma hora consumidores tentaram acionar a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) para que pudesse estancar o problema. Sem sucesso.

Cena de desperdício durou, pelo menos, uma hora e meia (Foto do leitor).

Back To Top