skip to Main Content
15 de julho de 2020 | 09:41 am

PARA 49,7% DOS INSCRITOS, PROVAS DO ENEM DEVEM SER APLICADAS EM MAIO

Inscritos no Enem 2020 defendem que provas seja aplicadas no próximo ano
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgaram, hoje (1º), o resultado da enquete para a escolha do novo período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Para 49,7% dos estudantes, o Enem impresso deve ser aplicado em 2 e 9 de maio de 2021 e o Enem digital em 16 e 23 de maio.

As outras opções de data eram o Enem impresso em 6 e 13 de dezembro deste ano e Enem digital em 10 e 17 de janeiro de 2021, com 15% dos votos; e Enem impresso em 10 e 17 de janeiro de 2021 e Enem digital em 24 e 31 de janeiro, com 35,3% dos votos dos estudantes.

As provas, que aconteceriam em novembro deste ano, foram adiadas em função das medidas de enfrentamento à pandemia da covid-19.

A pesquisa com os estudantes foi aberta no dia 20 de junho na Página do Participante e 1,113 milhão de estudantes, que representam 19,3% dos inscritos no exame, responderam de forma voluntária. O Enem 2020 tem pouco mais de 5,7 milhões de inscritos.

DATA

De acordo com o presidente do Inep, Alexandre Lopes, a data escolhida pelos estudantes ainda não é a oficial, mas será levada em conta para a definição. “Mais de 80% pediram para fazer a prova no ano que vem. É uma opinião importante, mas não é a única fonte de decisão”, disse, ressaltando que poderá ser, inclusive, uma data diferente daquelas que foram colocadas na enquete.

Lopes explicou que o MEC e o Inep irão, agora, consultar o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), que estão tratando do cronograma das aulas no ensino médio, e as associações que representam as instituições de ensino superior, para saber quando pretendem começar o primeiro semestre ano que vem. “A data sairá desse processo de construção coletiva”, disse.

A expectativa é que a definição do período de aplicação da prova seja anunciado daqui duas ou três semanas. Segundo Lopes, independentemente da data, o governo está se preparando para garantir a segurança sanitária dos participantes e das pessoas que trabalham na aplicação do Enem, com a disponibilização de álcool em gel e máscaras, além de diminuir a quantidade de estudantes nas salas.

Para o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, caso o Enem 2020 seja realizado em maio do ano que vem, isso prejudicaria o primeiro semestre letivo das universidades. “É uma variável que será levada em consideração no debate com as instituições”, explicou.

SISU E ENADE

Paulo Vogel disse que o portal do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) já está aberto para a consulta de vagas para ingresso no segundo semestre deste ano, nas universidades e institutos federais de ensino. As inscrições vão de 7 a 10 de julho.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, também anunciou que a prova do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) de 2020, que aconteceria em novembro, será adiada para 2021 em razão da pandemia da covid-19 e dos problemas para a conclusão do cronograma do segundo semestre letivo. A nova data ainda será definida. O Enade avalia o desempenho dos estudantes e dos cursos de ensino superior.

ENEM 2020 TEM QUASE 2,8 MILHÕES DE INSCRIÇÕES

Prazo de inscrição no Enem é prorrogado até dia 27 de maio
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 recebeu 2.789.379 inscrições. O número foi alcançado às 16 horas desta quinta-feira ( 14), de acordo com Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que é responsável pela prova.

O maior exame de acesso ao ensino superior no país atingiu 2.693.753 inscritos para o modelo impresso e 95.626, para o digital, que começa ser aplicado parcialmente neste ano. A prova impresso do Enem será aplicada nos dias 1º e 8 de novembro, e a versão digital, em 22 e 29 de novembro. As inscrições para as duas versões devem ser realizadas na Página do Participante, no site do Enem. Os estudantes têm até o dia 22 de maio para realizar essa etapa do exame.

JUSTIÇA MANTÉM DATAS DE APLICAÇÃO DE PROVAS DO ENEM 2020

Justiça mantém calendário do Enem 2020
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Justiça Federal acatou os argumentos da Advocacia-Geral da União e manteve o calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano.  A AGU derrubou uma liminar proibia a aplicação das provas neste ano, por causa da pandemia do novo coronavírus.

A liminar havia sido concedida pela 12° Vara Cível Federal de São Paulo em uma ação civil pública ajuizada pela Defensoria Pública da União (DPU). A Justiça tinha determinado a readequação do cronograma do exame considerando as mudanças do calendário do ano letivo em razão dos impactos da pandemia da Covid-19 e a prorrogação, por 15 dias, do prazo de requerimento de isenção da taxa de inscrição e de justificativa de ausência do Enem 2019.

Mas a AGU recorreu ao Tribunal Regional Federal da 3° Região (TRF3) e alegou que o Ministério da Educação e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) -organizador da prova, adotaram medidas para que o candidato não seja prejudicado por conta da pandemia. As datas da aplicação da prova digital foram alteradas para 22 e 29 de novembro. A previsão inicial era elas fossem aplicadas em 11 e 18 de outubro.

Outra mudança foi a concessão da gratuidade da taxa de inscrição a todos os participantes enquadrados nos critérios especificados nos editais, mesmo sem o pedido formal do estudante, durante o período de inscrição, entre 11 e 22 de maio. O prazo anterior era de 6 a 17 de abril.

O TRF3 acatou os argumentos da AGU, suspendeu a decisão da primeira instância e manteve o cronograma e a data de aplicação das provas impressas para para 1º e 8 de novembro.

ENEM ABRE INSCRIÇÕES EM MAIO E PROVAS SERÃO APLICADAS EM OUTUBRO E NOVEMBRO

Prazo de inscrição no Enem é prorrogado até dia 27 de maio
Tempo de leitura: 2 minutos

O Ministério da Educação (MEC) informou, nesta terça-feira (31), que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano serão aplicadas em 11 e 18 de outubro, na versão digital, e 1º e 8 de novembro, impressa. As inscrições para ambas será realizadas de 11 a 22 de maio.

Responsável pela aplicação do exame, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), publicou os dois editais na edição desta terça-feira, 31 de março, do Diário Oficial da União. O do Enem Digital saiu com as datas de prova erradas e será retificado.

As inscrições podem ser realizadas na Página do Participante, no site do exame, ou no aplicativo Enem. O participante que optar por fazer o Enem 2020 impresso não poderá se inscrever na edição digital. Após concluir o processo, o candidato não poderá alterar a opção que escolher.

LOCAIS E VALOR DA INSCRIÇÃO

O valor da taxa de inscrição permanece em R$ 85. O deverá ser pago até 28 de maio, por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU) em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios. Neste ano, será obrigatória a inclusão de foto atual do participante no sistema de inscrição, que poderá ser utilizada para procedimento de identificação.

A estrutura do exame não foi alterada. Será mantida a aplicação de quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol).

A implantação do Enem digital terá início neste ano, de forma progressiva. No primeiro ano do projeto, até 100 mil pessoas poderão fazer a prova no novo modelo. A previsão é que a consolidação da prova digital seja feita até 2026.

Serão disponibilizadas 100 mil inscrições para os primeiros participantes que optarem pela edição digital. A estrutura do exame será igual à da versão impressa. Veja outras informações em leia mais.

Leia Mais

PROUNI: ESTUDANTES GANHAM MAIS TEMPO PARA ENTREGA DE DOCUMENTOS NAS INSTITUIÇÕES

Prazo para estudante entregar documentação nas instituições termina dia 20
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os candidatos interessados em participar da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) devem comparecer às instituições superior de ensino e entregar a documentação até 20 deste mês. A anteriormente, o prazo se encerraria na segunda-feira (16). O calendário foi divulgado na edição do Diário Oficial da União desta desta sexta-feira (13).

Segundo o edital, os documentos precisam ser entregues para que seja possível a comprovação das informações fornecidas no momento da inscrição e também a participação em eventual processo seletivo próprio da instituição, quando for o caso.

O registro no sistema do ProUni da aprovação ou reprovação do candidato pré-selecionado na lista de espera e a emissão do Termo de Concessão de Bolsa ou Termo de Reprovação deverão ser realizados pelas instituições no período de 23 a 27 de março.

Divulgada na quinta-feira, 12, a lista de espera é mais uma oportunidade para candidatos que não foram pré-selecionados na primeira e segunda chamadas conseguirem uma bolsa pelo programa. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019.

O prazo definido no edital era de 13 a 16 de março. Com o fechamento temporário de diversas instituições por conta do coronavírus, porém, o Ministério da Educação (MEC) decidiu dar mais tempo para os estudantes.

Leia Mais

ESTUDANTE DO SUL DA BAHIA OBTÉM NOTA PARA APROVAÇÃO EM MEDICINA EM SEIS FEDERAIS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A estudante Vitória Lima Muniz Ferreira, de 17 anos, de Ipiaú, no sul da Bahia, obteve pontuação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) suficiente para ingresso no disputado Curso de Medicina em várias instituições de ensino superior no país. A nota de Vitória Lima, na ampla concorrência, lhe permitiu escolher entre as universidades federais da Bahia, do Mato Grosso, do Rio Grande do Sul, de Campina Grande, Pernambuco e do Vale do Jequitinhonha.

Vitória Lima também obteve pontuação suficiente para ingressar no Curso de Medicina da concorrida Faculdade Bahiana de Medicina, mas a jovem optou pela UFBA. Além do bom desempenho em Redação, com 960 pontos, a jovem pontuou bem nas provas de Matemática e de Ciências da Natureza.

Lucy Lima, que é professora de Biologia, e Edilson Muniz contaram que a filha sempre foi focada e desde os oito anos afirmava que queria cursar Medicina. Vitória Lima atribuiu a conquista a Deus, ao apoio da família, aos  professores e ao ritmo intenso de estudos.

Ela estudava diariamente, elaborava constantemente redações, resolvia questões de simulados e de exames anteriores, além de treinar o tempo. Recusava convites para festas e acessava pouco as redes sociais. Parece um sacrifício para muitos, mas para ela era questão de prioridade. “Não era o sonho que me movia, mas a fé e a determinação em alcançá-lo”, resumiu a estudante. Com informações do Giro Ipiaú.

UESC: MATRÍCULA PARA CALOUROS COMEÇA NESTA QUINTA (31)

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uesc abriu mais de 1.700 vagas pelo Sisu 2020 || Foto Divulgação

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) informou, na manhã desta quarta-feira (29), a partir das 8h, no campus Soane Nazaré de Andrade, o cronograma com os prazos e procedimentos de matrícula dos aprovados para ingresso na instituição por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O ingresso nos cursos de graduação da Uesc se dá apenas por meio do sistema, o que obriga o estudante a fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior.

O atraso no período de solicitação de matrícula e entrega de documentos para calouros ocorreu por causa dos problemas na divulgação das notas do Enem de 2019. O prazo de solicitação de matrícula vai até o dia 4 de fevereiro, nos colegiados dos cursos, das 08h às 12h e das 13h às 16h.

ÚNICA REDAÇÃO NOTA MIL DO ENEM NA BAHIA É DE ESTUDANTE DE VITÓRIA DA CONQUISTA

Estudante foi único nota mil na redação do Enem na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

João Pedro Silva Bonfim, de 19 anos, é o dono da única nota 1.000 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) da Bahia. O jovem mora na cidade Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, e sonha em cursar medicina na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

Quando criança, João Pedro sonhava em ser astronauta, mas decidiu escolher ser médico, por causa da estabilidade financeira e para cuidar dos familiares. “Quando eu era pequeno eu queria ser astronauta. Era um sonho de criança, queria descobrir o espaço, porque é um local que ninguém conhece. Ia ser legal descobrir o novo, mas o tempo foi passando e eu fui perdendo o interesse, os olhos pararam de brilhar”, contou o estudante.

“Ano passado eu tentei aplicar em medicina, e esse ano eu vou tentar de novo. A segunda opção é a área de linguagens, que eu gosto bastante. Pode ser Letras ou Relações Internacionais. Eu tenho visto que [medicina] é uma área valorizada no mercado”.

Leia Mais

ÚNICA REDAÇÃO NOTA MIL DO ENEM NA BAHIA É DE ESTUDANTE DE VITÓRIA DA CONQUISTA

Tempo de leitura: 2 minutos

João Pedro quer cursar medicina

João Pedro Silva Bonfim, de 19 anos, é o dono da única nota 1.000 na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) da Bahia. O jovem mora na cidade Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, e sonha em cursar medicina na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

Quando criança, João Pedro sonhava em ser astronauta, mas decidiu escolher ser médico, por causa da estabilidade financeira e para cuidar dos familiares. “Quando eu era pequeno eu queria ser astronauta. Era um sonho de criança, queria descobrir o espaço, porque é um local que ninguém conhece. Ia ser legal descobrir o novo, mas o tempo foi passando e eu fui perdendo o interesse, os olhos pararam de brilhar”, contou o estudante.

“Ano passado eu tentei aplicar em medicina, e esse ano eu vou tentar de novo. A segunda opção é a área de linguagens, que eu gosto bastante. Pode ser Letras ou Relações Internacionais. Eu tenho visto que [medicina] é uma área valorizada no mercado”.

Leia Mais

A PARTIR DA NOTA DO ENEM, CALCULADORA SIMULA BOLSAS DE ATÉ 100% NA UNIFTC

Tempo de leitura: 2 minutos

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) divulgou, nesta sexta-feira (17), as notas do Exame Nacional do Ensino Médio. Para facilitar a vida do candidato, a UniFTC disponibiliza uma calculadora online para simular bolsas de até 100% em todo o curso. Basta acessar o site e inserir sua nota para que a ferramenta já informa o valor da bolsa.

As bolsas estão disponíveis para cursos presenciais em 10 unidades da UniFTC em oito cidades.  Além da nota do ENEM 2019, os estudantes também podem usar os desempenhos obtidos em exames anteriores para conseguir vantagens e realizar o sonho da formação no Ensino Superior.

NOVIDADES

Uma das expectativas para este semestre na Faculdade UniFTC de Itabuna é o lançamento do Núcleo de Atendimento à Comunidade, que reunirá num único espaço, além de Clínicas-Escolas de Medicina Veterinária, Odontologia, Fisioterapia e de Enfermagem,  unidades de serviços e Laboratórios  dos cursos de Farmácia, Biomedicina, Nutrição e de Psicologia, bem como o Nupraj, do curso de Direito. O curso de Medicina não participa da ação.

A instituição que todos conhecem como Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) assumiu agora um novo nome: UniFTC. A adição do prefixo “uni” à sigla foi inspirada justamente no credenciamento das unidades Paralela, em Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista como Centros Universitários. Aplicada às demais unidades do Grupo, a nova marca receberá o descritivo “faculdade”. Mas a nova marca do grupo educacional representa muito mais do que isso.

“Após 20 anos de história, nos transformamos muito. E acreditamos que esse movimento de transformação – tão constante e presente em nosso DNA – precisava estar devidamente representado em nossa marca. Carregamos no nome o início de um novo tempo, um movimento para o futuro, mas também mantemos conosco o legado que já está atrelado à sigla FTC”, afirma Milena Oliveira, vice-presidente de Marketing e Relacionamento da UniFTC.

Back To Top