skip to Main Content
21 de janeiro de 2021 | 05:42 pm

SESI BAHIA OFERECE 2,8 MIL VAGAS PARA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, 400 EM ILHÉUS

Há vagas para a unidade de Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Serviço Social da Indústria (Sesi Bahia) oferece oportunidade para jovens e adultos retomarem seus estudos gratuitamente. Até 30 de maio, a instituição inscreve para 2.850 vagas no Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e no Ensino Médio (1º ao 3º ano) para quem tem mais de 18 anos. As vagas são para s modalidade a Distância (EaD) nos polos EJA Sesi em Ilhéus, Juazeiro, Luís Eduardo Magalhães, Brumado, Vitória da Conquista, Teixeira de Freitas e Salvador. Em Ilhéus, são 400 vagas ofertadas.

As inscrições devem ser feitas pelo site do Sesi Bahia (www.fieb.org.br/sesi). O Sesi Bahia é a única instituição no estado que oferece o Ensino Médio e fundamental II a distância, com oferta autorizada pelo Ministério da Educação. O curso também é reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação.

Além disso, o Sesi Bahia possui a metodologia de Reconhecimento de Saberes que identifica, valida e certifica as competências e habilidades desenvolvidas nas experiências de vida e trabalho do estudante. A principal vantagem é que o reconhecimento dos conhecimentos prévios do aluno diminui o tempo de curso ao focar nas competências essenciais que o estudante precisa dominar para concluir o Ensino Fundamental ou Médio.

ESTADO ABRE 10 MIL VAGAS PARA MONITORES DE PROGRAMA DE REFORÇO ESCOLAR

Processo seletivo abre 10 mil vagas para estudantes-monitores || Foto Elói Corrêa/GovBA
Tempo de leitura: 2 minutos

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia divulgou, no Diário Oficial desta quinta-feira (20), o edital para mais 10 mil vagas do Programa Mais Estudo. O programa contemplará com uma bolsa de R$ 200, por mês, de março a maio, estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª séries do Ensino Médio, para que possam dar monitoria em Língua Portuguesa e Matemática aos colegas. A previsão é de R$ 6 milhões para o programa de reforço escolar.

Para participar, além de estar regularmente matriculado, o estudante deve ter obtido média igual ou superior a oito na disciplina que pretende atuar como monitor. Além disso, as unidades escolares precisarão fazer a adesão ao programa, preenchendo um formulário disponibilizado no Portal da Educação, mesmo site para que as escolas realizem a inscrição no período de 27 de fevereiro a 4 de março de 2020.

Também caberá à escola a seleção dos estudantes, bem como mobilizar e registrar, em documento próprio, os professores e/ou articuladores que irão atuar como supervisores dos estudantes monitores.

O governador Rui Costa falou sobre a importância do programa. “O Mais Estudo é um programa que me dá muito orgulho, uma corrente do bem pela educação. Ouvi da estudante Estefany Santos que, estudando para ensinar, se aprende mais. Eu acredito nisso e oriento os estudantes para que procurem a direção das escolas para se inscreverem”, afirmou.

MAIS ESTUDO

O programa foi lançado em 2019, quando foram oferecidas 10 mil vagas e destinados investimentos de R$ 10 milhões. As aulas aconteceram no turno diferente ao qual os estudantes estão matriculados. Com a linguagem própria da juventude, os monitores ajudaram os colegas a desenvolverem seus conhecimentos e habilidades, tanto que já há registros de melhoria nas notas dos envolvidos e de redução da reprovação. Os monitores são acompanhados por professores supervisores e coordenadores pedagógicos.

Leia Mais

PM-BA DIVULGA RESULTADO DE SORTEIO PARA 3,3 MIL VAGAS EM COLÉGIOS E CRECHE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Militar da Bahia divulgou, nesta segunda-feira (13), o resultado do sorteio eletrônico para admissão de alunos nas 15 unidades do Colégio da Polícia Militar (CPM) e da Creche da PM Nossa Senhora das Graças/CMEI para o ano letivo de 2020.

Confira o resultado aqui

A PMBA dispõe de 15 unidades do colégio em todo estado e 12.814 alunos. Além dos cinco colégios na capital (Dendezeiros, Luiz Tarquínio, Ribeira, Lobato e Cajazeiras), os CPMs estão distribuídos nas cidades de Teixeira de Freitas, Alagoinhas, Ilhéus, Itabuna, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Candeias, Juazeiro, Jequié e Barreiras.

MP-BA ABRE 114 VAGAS DE ESTÁGIO PARA ESTUDANTES DE DIREITO E DO ENSINO MÉDIO

Tempo de leitura: 2 minutos

MP-BA abre mais de 100 vagas de estágio para ensino médio e Direito

O Ministério Público estadual (MP-BA) realizará seleção para 114 vagas de estágio em Salvador, sendo 60 para estudantes de Direito e 54 para alunos do ensino médio. As inscrições poderão ser feitas até o dia 19 deste mês, pelo site BRB Consultoria e Concursos, responsável pelo processo seletivo, no endereço eletrônico www.brbconsultoria.com.br. Todo o processo será supervisionado pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) do MP. Do total de vagas, 19 são destinadas a pessoas com deficiência e 57 para candidatos negros optantes.

O edital da seleção foi divulgado no Diário da Justiça Eletrônico. Para interessados no estágio em Direito, são disponibilizadas 24 vagas para o período matutino e 36 para o vespertino. A carga horária é de 20 horas semanais e a taxa de inscrição é R$ 30,00. Para o ensino médio, há 24 vagas para o turno matutino e 30 para o vespertino, sendo também 20 horas semanais. A taxa é de R$ 15,00. A seleção terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

As provas serão aplicadas no próximo dia 2 de fevereiro, na capital baiana, em local e horário a serem informados no Cartão de Convocação e no Edital de Convocação, disponibilizados no endereço eletrônico da BRB na Internet. O candidato poderá acessar seu cartão informativo no site a partir de 27 de janeiro.

Aos estudantes de Direito inscritos, serão cobrados conhecimentos em Língua Portuguesa, Direito Constitucional e Legislação Especial, Direito Penal, Civil, Processual Penal e Processual Civil. Já os alunos do ensino médio responderão questões de Língua Portuguesa, Matemática e Conhecimentos Gerais.

MP-BA ABRE 114 VAGAS DE ESTÁGIO PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO E DE DIREITO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público estadual (MP-BA) realizará seleção para 114 vagas de estágio em Salvador, sendo 60 para estudantes de Direito e 54 para alunos do ensino médio. As inscrições poderão ser feitas até o dia 19 deste mês, pelo site BRB Consultoria e Concursos, responsável pelo processo seletivo, no endereço eletrônico www.brbconsultoria.com.br. Todo o processo será supervisionado pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf) do MP. Do total de vagas, 19 são destinadas a pessoas com deficiência e 57 para candidatos negros optantes.

O edital da seleção foi divulgado no Diário da Justiça Eletrônico. Para interessados no estágio em Direito, são disponibilizadas 24 vagas para o período matutino e 36 para o vespertino. A carga horária é de 20 horas semanais e a taxa de inscrição é R$ 30,00. Para o ensino médio, há 24 vagas para o turno matutino e 30 para o vespertino, sendo também 20 horas semanais. A taxa é de R$ 15,00. A seleção terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

Leia Mais

SESI ANUNCIA AMPLIAÇÃO DA REDE DE EDUCAÇÃO NO INTERIOR DA BAHIA

Tempo de leitura: 3 minutos

Após expandir a rede de Ensino Médio para o interior, o
SESI agora vai ampliar presença do Ensino Fundamental II

Escola deve estimular os estudantes a viverem novas experiências em sala de aula, no SESI, alunos têm contato desde cedo com a iniciação científica || Foto Valter Andrade/Coperphoto/Sistema FIEB

Nos últimos cinco anos, o Serviço Social da Indústria na Bahia (SESI Bahia) ampliou a oferta de vagas de ensino médio no interior. A partir de 2020, a instituição também passará a oferecer o ensino fundamental, a partir do 6º ano (clique aqui e saiba mais). A expansão do ensino fundamental começou em 2019, na Escola SESI João Ubaldo Ribeiro, do município de Luís Eduardo Magalhães, quando foram abertas 134 vagas do 6º ao 9º ano.

No próximo ano letivo, haverá novas vagas também em Barreiras, Vitória da Conquista, Ilhéus e Feira de Santana, totalizando 560 novos alunos de ensino fundamental. Atualmente, o SESI Bahia tem mais de 7.000 estudantes matriculados na capital e interior.

A gerente de Educação do SESI Bahia, Cléssia Lobo, explica que a ampliação da rede atende a uma demanda dos pais que conhecem a metodologia educacional do SESI. “Nossa intenção é levar para o ensino fundamental todo o referencial de educação que o SESI oferece, incluindo educação tecnológica com robótica, ambientes de aprendizagem inovadores, com laboratórios, metodologias ativas e atividades de cultura, já a partir do 6º ano do ensino fundamental. No 9º ano, os alunos também começam a ter aulas de iniciação científica, o que é um diferencial do SESI”, destaca a gerente de Educação.

Laís Cerqueira, de 11 anos, vem descobrindo novas formas de aprendizagem com uso de metodologias inovadoras || Foto Valter Andrade/Coperphoto/Sistema FIEB

DESAFIOS EM EDUCAÇÃO

O modelo de educação do SESI é a síntese de mais de 50 anos de tradição em educação na Bahia com base em um programa nacional que é adotado em todo o país. Aliado a isso, um processo de formação contínua das equipes pedagógicas assegura uma atualização constante dos profissionais de educação.

Na avaliação de Cléssia Lobo, a escola enfrenta um grande desafio nos dias atuais que é tornar-se atrativa aos olhos de uma juventude hiperconectada e que tem vários focos de interesse mediados pela tecnologia. “Entender o que pensam as novas gerações e conquistar o interesse dos jovens pelos estudos é um desafio que permeia todo o processo pedagógico nos dias atuais. Atento a isso, o SESI Bahia tem apostado em novas tecnologias e metodologias em sala de aula, de forma a tornar mais interessante a experiência de aprendizagem, colocando o estudante como protagonista do seu aprendizado”, reitera Cléssia.

SESI oferece ensino fundamental na sua rede há mais de 50 anos na Bahia || Foto Valter Andrade/Coperphoto/Sistema FIEB

A estudante Laís Apoena Miranda de Cerqueira, de 11 anos, aluna do 7º ano, da Escola SESI Bernardo Martins Catharino, ingressou na rede SESI em 2019. “Conhecia alunos que faziam parte da escola SESI e queria muito estudar aqui. Ao chegar, vi que a escola me oferecia muitas possibilidades e que me desafia a aprender”, sintetiza a estudante, que elogia a instituição. “Fiquei impressionada com a estrutura da escola e com a forma de ensinar dos professores, que utilizam materiais diferentes e tornam as aulas mais interessantes”, detalha.

Laís, que passou por outras escolas, enxerga que o SESI pode oferecer a ela várias oportunidades. “Aqui eu vejo que posso ampliar meus estudos e experimentar outras possibilidades para aprender”, complementa.

ENEM 2018: PIEDADE E GALILEU LIDERAM RANKING EM ILHÉUS E ITABUNA; VEJA MÉDIA POR ESCOLA

Tempo de leitura: 4 minutos

Ciomf aparece entre os melhores da rede pública no sul da Bahia || Foto Pimenta

O Instituto Nossa Senhora da Piedade puxa o pelotão dos melhores colégios do eixo Ilhéus-Itabuna em desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. Fundado há 103 anos, o colégio ilheense obteve média 637,27. É seguido de perto pelo Galileu, de Itabuna, com 632,31.

Logo após, vêm Colégio Vitória, de Ilhéus, com 624,83, e Ação Fraternal de Itabuna (AFI), com 624,00. A média é o resultado das notas obtidas nas provas com questões objetivas e de Redação.

ESCOLAS PÚBLICAS

O Colégio da Polícia Militar de Itabuna é o de melhor desempenho entre as escolas públicas, com 595,19. O campus ilheense do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia  (IFBA) é o segundo entre as unidades públicas do eixo, com 592,75. Ainda há o CPM de Ilhéus, com 531,39.

Ainda dentre as escolas públicas em Itabuna, aparece o Ciomf em segundo, com 516,12, e o Colégio Modelo, com 512,54.  Em Ilhéus, vêm o Eduardo Catalão, com 522,25, e o Colégio Modelo, com 518,20, todos eles da rede estadual.

BAHIA E BRASIL

Na Bahia, o ranking é liderado pelo Bernoulli, da rede particular, com média 743,83. Com 767,76, o Farias Brito, de Fortaleza, Ceará, é o líder no ranking nacional. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é aplicado anualmente, pelo Ministério da Educação, e envolve as escolas públicas e particulares de todo o país.

O PIMENTA montou o ranking a partir das médias divulgadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Clique no “Leia Mais”, a seguir, e confira as médias das escolas em Ilhéus e em Itabuna.

Leia Mais

ENCCEJA: PRAZO DE INSCRIÇÃO VAI ATÉ DIA 31

Tempo de leitura: 2 minutos

Inscrições vão até dia 31 e provas serão feitas em agosto || Foto Arquivo ABrasil

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019 começam hoje (20) pela internet e seguem até o dia 31 de maio. A inscrição é gratuita. Jovens e adultos que não terminaram os estudos na idade adequada podem fazer o exame para obter a certificação de conclusão no ensino fundamental ou médio.

CLIQUE AQUI PARA INSCRIÇÃO

Os interessados no certificado do ensino fundamental precisam ter, pelo menos, 15 anos completos na data da prova. Para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos.

As provas serão aplicadas no dia 25 de agosto em 611 municípios. Serão quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. A nota mínima exigida para obtenção da proficiência é de 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação.

Leia Mais

PLÁGIO NO ENEM: QUESTÃO DE MATEMÁTICA JÁ HAVIA SIDO APLICADA EM VESTIBULAR DA UFPR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Questão já havia sido aplicada em vestibular da UFPR

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou hoje (12) que uma das questões da prova de Matemática e suas Tecnologias do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foi anulada por já ter sido usada em um vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em 2013, descumprindo os requisitos de ineditismo e sigilo do exame.
“A questão foi elaborada em 2012 para o Inep, por um professor que, à época, estava vinculado à UFPR. No entanto, posteriormente, em 2013, a questão foi utilizada no vestibular da própria Universidade, para ingresso em 2014, o que não deveria ter ocorrido”, informou o órgão por meio de comunicado à imprensa.
Segundo o Inep após constatar a repetição, o Ministério da Educação (MEC) instaurou uma sindicância para apurar responsabilidades, que pode resultar em processos administrativo, cível e até criminal.
O reitor da UFPR, Ricardo Fonseca, colocou a Instituição à disposição para colaborar com a apuração. A Universidade tem um Acordo de Cooperação Técnica assinado com o Inep para integrar o processo de elaboração e revisão de itens do Banco Nacional de Itens (BNI).
A questão anulada tem número diferente a depender do caderno de prova do Enem 2018. Nos cadernos amarelo, laranja e verde, é a número 150. No caderno Azul, 163, no Cinza, 170 e no Rosa, 180. Com informações da Agência Brasil.

PROFESSORES DÃO DICAS PARA O SEGUNDO DOMINGO DE PROVAS DO ENEM 2018

Tempo de leitura: 2 minutos

Segundo dia de provas do Enem será neste domingo (11)

O segundo e último dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será neste domingo (11), quando serão aplicadas as questões de Matemática e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. Mais uma vez os estudantes terão que ficar atentos para os horários de aplicação das provas em função do horário de verão. Na Bahia, os portões serão abertos às 11h, fechados às 12h e as provas terão início às 12h30min no horário local. O diferencial com relação ao primeiro dia de provas é que neste domingo a aplicação será até às 17h30min.
Também é importante observar as regras estabelecidas. O candidato deve se dirigir ao local indicado no cartão de identificação e apresentar um documento de identificação original, com foto, a exemplo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e das cédulas de identidade expedidas por Secretarias de Segurança Pública, Forças Armadas, Polícia Militar e Polícia Federal. Caso tenha perdido os documentos, será preciso apresentar um Boletim de Ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação.
Para fazer as provas, também só é aceita a caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente. É proibido, na hora da prova, o uso de borracha, corretivo, lápis, lapiseira, impressos e anotações, fones de ouvido e dispositivos eletrônicos, a exemplo de relógios, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones e tablets.
ORIENTAÇÕES
Para auxiliar os estudantes nesta reta final de provas, dois professores da rede estadual de ensino destacam algumas dicas importantes e que podem otimizar a resolução das questões. Enoilma Silva, professores de Matemática no Colégio Estadual Luiz Robério de Souza, de Salvador, fala sobre a interpretação das questões.
“As questões de Matemática vão exigir do candidato um bom hábito de leitura dinâmica, compressão, interpretação e raciocínio lógico. Uma dica importante é que algumas questões podem ser resolvidas sem precisar de cálculos, somente pela lógica”, revelou, ao destacar alguns dos assuntos comuns na prova de Matemática. “Os conteúdos mais cobrados são operações com números racionais, estatística, porcentagem, regra de três, equações e geometria”, enfatizou.
O professor de Matemática Sérgio Correia Silva, que leciona no Colégio Estadual da Polícia Militar Luiz Tarquinio, localizado no bairro de Boa Viagem, em Salvador, também destaca algumas dicas para os estudantes. “Neste último momento, os estudantes devem fazer pequenas revisões focando em assuntos de Matemática básica como ‘equação do 1° e 2° grau’, ‘as quatro operações’, ‘função do 1° e 2º grau, ‘juros simples e compostos’, ‘geometria espacial e plana’, além de análises de gráficos e tabelas”, ressaltou.
Para a resolução das questões da prova, o educador também destaca algumas dicas importantes. “O estudante deve ler toda a prova com bastante atenção e responder primeiro as questões mais fáceis para ele, pois as questões mais complexas requerem mais tempo. Uma dica essencial é responder o que de fato a questão pede e, assim, chegar na resposta correta após interpretar o enunciado da questão e aplicar o cálculo correto”, concluiu.

Back To Top