skip to Main Content
6 de abril de 2020 | 08:17 am

UFSB SUSPENDE VIAGENS DE ALUNOS E DESLIGA AR-CONDICIONADO, APÓS CORTES DO MEC

Tempo de leitura: 2 minutos

UFSB sofre com o cortes feitos pelo MEC

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) suspendeu viagens de alunos, aquisição de materiais de consumo e desligou ar-condicionado dos campi após os contingenciamentos do orçamento da Educação. A instituição tem campus nas cidades de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas.

As informações foram divulgadas após um levantamento feito pelo G1. Conforme a UFSB, a medida foi tomada após o dia 5 de agosto, quando a universidade recebeu cerca de 6% do custeio discricionário. O valor equivale a R$ 868.927 e não atende às demandas contratuais da instituição.

Segundo a instituição, os materiais de consumo que tiveram as compras suspensas, como carteiras, quadros, itens de limpeza, atendem laboratórios, capacitação de servidores entre outros serviços.

O desligamento do ar-condicionado foi feito para evitar possíveis cortes de energia por falta de pagamento.

A UFSB informou que, atualmente, funciona em unidades adaptadas, locadas e cedidas pelos governos federal, estadual e municipal. As reformas e manutenções prediais, além das construções de novas salas de aulas e laboratórios, estão suspensas em todos os campi.

A Universidade Federal do Sul da Bahia tem uma dívida de mais de R$ 6,2 milhões. Conforme a instituição, a dívida é relacionada a obras de infraestrutura, como manutenção de salas de aulas e laboratórios, que foram licitadas e iniciadas em 2017, algumas têm mais de 50% de execução.

Ainda de acordo com a UFSB, para que a universidade consiga cumprir as obrigações contratuais, ela necessita de cerca R$ 1,2 milhões ao mês. Em agosto deste ano, a instituição fechará o mês com aproximadamente R$ 350 mil com notas fiscais em aberto. A situação não deve mudar nos próximos dois meses, afirmou a instituição.

A universidade ressaltou que, passados 8 meses do ano, foram liberados apenas 20% do orçamento de investimento previsto para o ano inteiro. O orçamento de emendas, também relativo a investimento, continua 100% bloqueado, informou a instituição. As informações são do G1-BA.

A UNIVERSIDADE NÃO É PARA TODOS?

Tempo de leitura: 2 minutos

Rosivaldo Pinheiro 

 

Esse novo momento na composição da Universidade no Brasil fez nascer uma série de críticas e ataques por parte de setores da elite econômica e de veículos de comunicação patrocinados e vinculados aos interesses da classe dominante e dos grandes grupos privados ligados à educação superior particular no país, agravando-se agora com a visão do governo atual e a proposta contida no projeto “Future-se”.

 

Compreender a Universidade como espaço de construção e afirmação de uma sociedade é necessário, principalmente quando assistimos ao conjunto de ataques direcionados e orquestrados com o propósito de enfraquecê-la. Ter percepção do momento atual e defender a autonomia da gestão das universidades e a sua contribuição como espaço de ensino, pesquisa e extensão – tripé principal – é tarefa urgente e imperativa para o fortalecimento desse instrumento importante à construção de uma nação.

No Brasil, a Universidade tem início com a chegada da família real portuguesa em 1808. Portanto, historicamente a universidade brasileira foi um instrumento apropriado pela elite, como um entre tantos espaços sob o seu domínio. Da sua implantação para a atualidade, muita coisa mudou, mas, ainda assim, continuou sendo um espaço onde a maioria da sua comunidade faz parte da parcela com melhor nível de renda.

Nos últimos anos, há quase duas décadas, vemos a introdução de um conjunto de políticas públicas que começaram de fato a possibilitar uma maior presença de setores mais populares socioeconomicamente falando nas universidades Brasil afora, a exemplo da nossa Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Esse novo momento na composição da Universidade no Brasil fez nascer uma série de críticas e ataques por parte de setores da elite econômica e de veículos de comunicação patrocinados e vinculados aos interesses da classe dominante e dos grandes grupos privados ligados à educação superior particular no país, agravando-se agora com a visão do governo atual e a proposta contida no projeto “Future-se”.

Reagir e resistir a esses ataques é tarefa básica para não permitirmos o retrocesso e dificultarmos ainda mais a mudança da lógica dominante ao longo desses dois séculos de existência da universidade pública nacional, garantindo a construção de um modelo de educação superior público, voltado para o interesse de todos e, portanto, consagrando a Universidade como um espaço plural, um espaço para todos os brasileiros.

Rosivaldo Pinheiro é economista e especialista em Planejamento de Cidades (Uesc).

ÚLTIMO DIA PARA CANDIDATO COMPROVAR INFORMAÇÕES DO PROUNI

Tempo de leitura: 2 minutos

Os estudantes selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) têm até hoje (8) para comprovar as informações fornecidas na hora da inscrição. No site do ProUni está disponível a lista da documentação necessária.

Cabe aos estudantes verificar, nas instituições de ensino para as quais foram selecionados, os horários e o local de comparecimento para a confirmação das informações. O resultado da segunda chamada foi divulgado no último dia 2 e está disponível na página do programa.

Aqueles que não foram selecionados podem ainda participar da lista de espera nos dias 15 e 16 de julho.

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade, e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor.

Leia Mais

FIES ABRE MAIS DE 46 MIL VAGAS EM CURSOS SUPERIORES EM FACULDADES PRIVADAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Mais de 46 mil vagas são abertas

Desta terça-feira (25) até o dia 1º de julho, os interessados em concorrer a uma vaga em curso superior presencial por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) podem se inscrever no site do programa. A segunda edição de 2019 oferta 46.600 vagas em instituições de ensino privadas de todo país, segundo o Ministério da Educação (MEC).

Para participar do processo seletivo, o candidato precisa ter feito uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, e ter alcançado média igual ou superior a 450 pontos nas questões. Também deve ter tido nota superior a zero na redação.

Entre as condições, é necessário possuir renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos, além de estar matriculado em um curso superior cadastrado no programa e que seja reconhecido pelo Ministério da Educação. Candidatos inadimplentes ou que já tenham sido contemplados anteriormente não podem participar.

Leia Mais

PROUNI ABRE INSCRIÇÕES COM OFERTA DE 169,2 MIL BOLSAS EM FACULDADES PARTICULARES

Tempo de leitura: 2 minutos

Prouni é parte de programas federais de acesso ao ensino superior || Imagem Ilustrativa

Começam hoje (11) as inscrições do Programa Universidade para Todos (ProUni). Ao todo, serão ofertadas, para o segundo semestre deste ano, 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais e 101.139 parciais. O prazo para participar da seleção vai até 14 de junho. A inscrição deverá ser feita pela internet, no site do Prouni.

Os participantes podem escolher até duas opções de curso. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar as opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

As bolsas de estudo ofertadas pelo ProUni são parciais, de 50% do valor da mensalidade, e integrais, de 100%. As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. Já as bolsas parciais contemplaram os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos.

Podem se inscrever candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Além disso, os estudantes precisam ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral.

É preciso ter obtido ainda uma nota mínima de 450 pontos na média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem. O cálculo é feito a partir da soma das notas das cinco provas do exame e, depois, dividindo por cinco. Outra exigência é a de que o aluno não tenha tirado zero na redação.

Também podem participar do programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

NOTA DE CORTE

Diariamente o sistema do Prouni calcula a nota de corte, que é a menor nota para ficar entre os potencialmente pré-selecionados de cada curso, com base no número de bolsas disponíveis e no total de candidatos inscritos no curso, por modalidade de concorrência.

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), a nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento da inscrição. Ela não é garantia de pré-seleção para a bolsa ofertada. O sistema do Prouni não faz o cálculo em tempo real. A nota de corte é modificada de acordo com a nota dos inscritos.

Leia Mais

TURMA DE NEUROPSICOLOGIA CONCLUI CURSO E FASU-UNIGRAD ABRE INSCRIÇÕES PARA URGÊNCIA EM SAÚDE

Tempo de leitura: 2 minutos

Primeira turma concluiu curso de especialização em Neuropsicologia na unidade de Itabuna

A Faculdade do Sudoeste (Fasu)-Unigrad está com inscrições abertas para uma nova turma, no polo de Itabuna, no curso de especialização em Urgência e Emergência em Saúde, que é autorizado pelo Ministério da Educação (MEC). Os interessados podem se inscrever pela internet ou diretamente na sede da instituição, no Shopping Jequitibá.

O diretor da Fasu-Unigrad, professor Amaury Carvalho, explica que a instituição é uma das que mais crescem na Bahia e recomenda que os interessados visitem o site da Fasu-Unigrad para conhecer o nível de qualificação dos professores. O candidato também pode fazer uma visita a uma das unidades da instituição para tirar dúvidas sobre os cursos não somente de especialização, mas também de graduação.

Amaury Carvalho veio de Vitória da Conquista, na sexta-feira (31), para a confraternização dos estudantes da primeira turma do curso de especialização de Neuropsicologia.  “Nesse mundo cada vez mais competitivo é importante sempre buscar atualização e qualificação profissional. Por isso, que essa turma acaba de concluir esse curso tão importante”, diz. A turma, junto com diretores, comemorou a conquista em um jantar na Churrascaria Los Pampas.

CURSOS DE ESPECIALIZAÇÃO EM VÁRIAS ÁREAS E REGIÕES

Diretor acompanhou a confraternização da 1º turma de Neuropsicologia

Além da especialização em Neuropsicologia, no polo de Itabuna, a Fasu-Unigrad oferece cursos de pós-graduação nível Latu Sensu em áreas como Arquitetura, Contábil, Direito, Educação, Engenharia, Fisioterapia, Gestão Psicologia, Enfermagem, Farmácia, Serviço Social e Nutrição. “Temos cursos com conceitos 4 e 5 na avaliação do Ministério da Educação”, destaca Amaury Carvalho.

Além de Itabuna, a instituição disponibiliza cursos de especialização em Barreiras, Jequié, Vitória da Conquista, Salvador e Goiânia. Em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, a faculdade também oferece cursos presenciais.

A partir de R$ 199 mensais é possível fazer pós-graduação na Fasu-Unigrad. Acesse o site aqui para inscrição no curso de Urgência e Emergência em Saúde.

As unidades da faculdade funcionam na Avenida Vivaldo Mendes, no bairro Recreio, e Avenida Arílio Sales, 02, Quadra E, BNH Candeias, em Vitória da Conquista (telefones 77-34218181/98837-1001); e na Avenida Aziz Maron, em Itabuna (telefones 73-36131733-988963512).

UFG DESENVOLVE MEDICAMENTO CAPAZ DE REVERTER OVERDOSE DE COCAÍNA

Tempo de leitura: 2 minutos

UFG desenvolve medicamento capaz de reverter overdose de cocaína || Foto Divulgação

A Universidade Federal de Goiás (UFG) anunciou o desenvolvimento de uma nanopartícula capaz de capturar a cocaína em circulação na corrente sanguínea e, assim, evitar os efeitos da droga, até mesmo quando consumida em quantidades que causam “overdose” e podem levar à morte.

A nanopartícula é administrada por meio de medicamento intravenoso. Testes feitos com ratos nos laboratórios do Centro de Pesquisa, Desenvolvimento Tecnológico e Inovação em Fármacos, Medicamentos e Cosméticos da UFG, o FarmaTec, indicam a capacidade de captura de até 70% da cocaína no organismo e o retorno quase imediato da pressão arterial e dos batimentos cardíacos ao estado normal.

“A pressão arterial e os batimentos cardíacos começam a voltar ao normal cerca de dois minutos após a administração da nanopartícula que desenvolvemos”, diz a farmacêutica Sarah Rodrigues Fernandes, em material de divulgação da UFG. Ela é autora da pesquisa, que resultou em sua dissertação de mestrado defendida há três semanas no Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas da universidade.

“Ao capturar a cocaína, a nanopartícula mantém a droga aprisionada em seu interior. Não permite que a droga se difunda pelo cérebro ou outras regiões do organismo. Possibilita, então, que haja tempo para uma terapia de resgate”, explica à Agência Brasil a farmacêutica Eliana Martins Lima, orientadora do trabalho e professora de nanotecnologia aplicada à área farmacêutica.

Leia Mais

INSCRIÇÕES NO ENEM COMEÇAM NA SEGUNDA-FEIRA

Tempo de leitura: 2 minutos

Estudantes devem se inscrever a partir de segunda-feira|| Foto Divulgação

O Ministério da Educação abre, na segunda-feira (6), e prossegue até o dia 17 deste mês com as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com um novo sistema, esta edição dá a opção ao candidato de inserir o nome do pai e uma foto pessoal. A taxa de participação é de R$ 85 e deve ser paga até 23 de maio.

Quem fez todo o processo e conseguiu a gratuidade da taxa também deve entrar no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e realizar a inscrição para a prova.

O sistema do Enem permite, até o dia 17 de maio, que o candidato atualize dados de contato, troque o município onde fará o exame, mude a opção de Língua Estrangeira e altere o atendimento especializado e/ou específico. Após essa data, nenhuma informação pode ser alterada.

Leia Mais

RESULTADO DO FIES SERÁ DIVULGADO HOJE

Tempo de leitura: 2 minutos

Resultado do Fies será divulgado hoje || Foto Divulgação

O resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será divulgado hoje (25) na página do programa na internet. Ele poderá também ser verificado nas instituições de ensino participantes. Ao todo, são ofertadas 100 mil vagas na modalidade juro zero e 450 mil na modalidade P-Fies. As duas modalidades têm apenas uma chamada.

Aqueles que forem pré-selecionados para a modalidade juro zero devem complementar suas informações no FiesSeleção, no endereço eletrônico http://fies.mec.gov.br, no período de 26 de fevereiro a 7 de março de 2019, para contratação do financiamento.

Já os aprovados pelo P-Fies devem verificar os procedimentos com os agentes financeiros operadores de crédito e as instituições de ensino superior.

Na modalidade juro zero, aqueles que não forem selecionados serão incluídos automaticamente na lista de espera. Esses estudantes devem acompanhar sua eventual pré-seleção do dia 27 de fevereiro a 10 de abril, na internet.

Na modalidade P-Fies não há lista de espera.

Leia Mais

UFSB ABRE 420 VAGAS NOS COLÉGIOS UNIVERSITÁRIOS NO SUL E EXTREMO-SUL

Tempo de leitura: < 1 minuto

UFSB publica edital de processo seletivo para colégios universitários

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) publicou, nesta segunda-feira (17), edital do processo seletivo para ingresso de estudantes em cursos de primeiro ciclo na Rede Anísio Teixeira de Colégios Universitários (Cuni). O ingresso dos novos alunos ocorrerá no segundo quadrimestre deste ano. Acesse aqui o edital.

São 420 vagas para os Cunis de Itabuna, Ilhéus, Ibicaraí e Coaraci, no sul da Bahia; e Teixeira de Freitas, Itamaraju, Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, no extremo-sul do estado. A inscrição deve ser feita pela internet, no período de 18 a 21 de março. A relação de aprovados na primeira chamada será publicada no dia 4 de abril e a matrícula presencial deverá ser feita de 9 a 11.

De acordo com o edital, serão selecionados os candidatos que obtiveram as melhores notas no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) referente aos anos 2017 ou 2018. A classificação será por ordem decrescente de nota final, conforme opção de local de oferta e modalidade de concorrência. O processo seletivo terá ampla concorrência e reserva de vagas (cotas), como previsto em lei federal.

Back To Top