skip to Main Content
3 de abril de 2020 | 07:19 am

MARAÚ: ETAPA DO VERÃO COSTA A COSTA É CANCELADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e a Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), juntamente com o programa FazAtleta e a Litoral Esporte, informam o cancelamento da 5ª etapa do Projeto Verão Costa a Costa, em Maraú. As atividades desta etapa estavam programadas para os dias 21 e 22, em Barra Grande, distrito do município do baixo-sul baiano.

A medida foi tomada em concordância com as orientações do Ministério da Saúde, que, após declaração do estado de pandemia para o novo coronavírus (Covid-19), feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS), recomendou o cancelamento de grandes eventos para evitar aglomerações de pessoas. Nesta segunda (16), a Bahia confirmou o décimo caso de paciente com o Covid-19 (reveja aqui).

ITACARÉ: 4ª ETAPA DO VERÃO COSTA A COSTA TERÁ PROVAS DE CANOAGEM

Provas de Canoagem serão novidade da etapa do Verão Costa a Costa em Itacaré, na Coroinha || Foto José Martins
Tempo de leitura: < 1 minuto

O projeto Verão Costa a Costa chega a Itacaré no próximo final de semana, dias 7 e 8 de março, trazendo, dentre as novidades, o Torneio de Canoagem. Organizada pela Associação Cacaueira de Canoagem, a competição contará com mais de 120 atletas e cerca de 30 dirigentes das cidades de Itacaré, Maraú, Ubatã e Ubaitaba.

A disputa será no estilo velocidade – 200 metros, nas modalidades Cadete (atletas de 15 e 16 anos), Júnior (atletas de 17 e 18 anos) e Sênior (atletas entre 19 a 34 anos), tanto no masculino quanto no feminino.

Além da Canoagem, o Verão Costa a Costa leva para Itacaré outras modalidades esportivas como o Futevôlei, o Futebol de Areia e o Surf. O público poderá acompanhar tudo de graça e, ainda, brincar e se divertir em equipamentos de esportes radicais e aventura como a parede de escalada, o full pipe, o giromaster, o arvorismo e bungee trampolim.

VERÃO COSTA A COSTA

O Verão Costa a Costa é uma realização da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia (Setre) e da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) com apoio da Bahiatursa e patrocínio da Coelba, através do programa FazAtleta.

Leia Mais

ITABUNA: OBRAS REVITALIZAM CALÇADAS DA BEIRA-RIO

Obras revitalizam calçadas da Beira-Rio, região central de Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

As obras de revitalização de trecho da Beira-Rio – avenidas Aziz Maron, Mário Padre e Fernando Cordier – preveem implantação de pista de cooper e piso tátil, segundo anúncio da Prefeitura de Itabuna. A calçada está sendo ampliada, facilitando a prática de cooper e caminhadas.

A obra está sendo tocada por mais de 20 operários. A engenheira Géssica Chaussê, responsável técnica pela obra, pede a compreensão das pessoas que passam diariamente pelo local, pois há necessidade de interdição de trechos das calçadas enquanto durar a obra. O município ainda não informou o prazo de execução nem o valor da obra.

CANAVIEIRAS PROMOVE TORNEIO DE PESCA ESPORTIVA

Torneio será neste final de semana, em Canavieiras, no sul da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Clube de Pesca Esportiva de Canavieiras (CluPeCanes) promove, neste domingo (1º de março), o 1º Torneio de Pesca Esportiva de Canavieiras. Este ano, a sede da CluPeCanes será implantada na Cabana Toda Nua, na Atalaia Sul, onde serão realizadas as inscrições, pesagens e premiação.

De acordo com o presidente do Clube de Pesca Esportiva de Canavieiras, Carlos Antônio Niela, os primeiros classificados serão distinguidos com troféus e outras premiações, além de sorteio de brindes. A inscrição de cada um dos competidores custa apenas R$ 60,00 e mais informações poderão ser fornecidas por Niela (73 99996-8803) ou Juliano (73 999934040).

O torneio é o primeiro organizado pela CluPeCanes, entidade criada para promover e organizar eventos ligados a pesca esportiva em Canavieiras. A equipe da CluPeCanes possui know how na promoção de torneios em Canavieiras, antes sob a direção do Clube de Pesca Esportiva de Ilhéus (Clupesil), cujos associados já garantiram participação no evento deste domingo.

Leia Mais

REI DO INTERMUNICIPAL, BETO OLIVEIRA QUER MAIS TÍTULOS E TREINAR A SELEÇÃO DE ITABUNA

Tempo de leitura: 12 minutos

Poucos treinadores conquistaram tantos títulos no futebol do interior da Bahia como Beto Oliveira. São seis troféus do Campeonato Intermunicipal, três deles consecutivos (2017-2018-2019), e uma conquista com equipe profissional, no comando do Itabuna Esporte Clube, em 2002, na Segunda Divisão do Baiano.  A equipe conseguiu o acesso invicta depois de 10 anos sem disputar nenhuma competição.

Em entrevista exclusiva ao PIMENTA, o treinador fala do sonho de conquistar um Campeonato Baiano e mais três títulos do Intermunicipal. Ele também comenta sobre o sufoco que passou por conta da desconfiança dos torcedores de Itamaraju durante a temporada passada, quando teve de montar uma equipe completamente diferente da que se sagrou campeã em 2018.

Beto Oliveira afirma ainda que é louco para treinar a Seleção de Itabuna e observa que o Campeonato Interbairros deveria ser no primeiro semestre, não no segundo, como é realizado hoje. O técnico também fala de Pep Guardiola, Abel Braga, Jorge Jesus e do time rubro-negro carioca: “O Flamengo de hoje é encantador”.

Veja a íntegra da entrevista.

Blog Pimenta – Sua carreira começa na década de 80 como jogador. Exatamente quando?

Beto Oliveira- Comecei na base do Itabuna Esporte Clube em 1982 e me profissionalizei três anos depois. Atuei pelo Itabuna até 87. Rodei por algumas equipes profissionais no país. Em 91 voltei para o Itabuna e um ano depois fui para o Grêmio Maringá. Em 93 encerrei a carreira como jogador de futebol e comecei a treinar a divisão de base do Itabuna, em 94, sendo técnico do time que disputou a Copa Rio daquele ano. Fiquei como treinador da equipe por três anos seguidos.

Pimenta- E no futebol profissional?  

Beto – Comecei em 2000, quando treinei o Grapiúna nos últimos quatro jogos da Segunda Divisão do Campeonato Baiano. Vencemos o Astro, Bahia de Feira, Barreiras e Jequié, salvo engano. Uma das equipes utilizou um jogador irregular, houve alteração na classificação e perdemos a chance de disputar o título naquele ano.

Pimenta – Um início de carreira de treinador empolgante, por sinal.

Beto Foi sim. Em 2001, treinei o Grapiúna que disputou a Taça São Paulo de Futebol Júnior. No retorno, voltei à equipe profissional do Grapiúna para, mais uma vez, disputar a Segunda Divisão do Baianão. Ficamos com o vice-campeonato. Perdemos o título para o Palmeiras do Nordeste, então filial do Palmeiras de São Paulo. Eles tinham uma equipe muito forte e subiram.

Pimenta – E o primeiro título na carreira?

Beto Em 2001, fui contratado para treinar a Seleção de Coaraci no Intermunicipal. Ali, ganhei o meu primeiro título. No outro ano, voltei ao futebol profissional para comandar o Itabuna Esporte Clube na Segunda Divisão. A equipe estava há 10 anos sem participar de competições. Conquistamos o título da Série B de forma invicta e garantimos vaga na elite do futebol baiano.

Pimenta – Em 2002 a sua primeira competição nacional. Foi isso?

Beto Sim. Como treinador do Colo Colo no Campeonato Brasileiro da série C. Em 2003 voltei ao profissional do Itabuna e ficamos na terceira colocação no Baianão. Perdemos a semifinal para o Vitória, que estava na série A do Campeonato Brasileiro.

Pimenta – E o seu segundo título no Intermunicipal?

Beto – Foi em 2004, com a Seleção de Itamaraju.

 

 

Já fiz uma análise e cheguei à conclusão de que ainda é cedo para parar. Quero retornar ao futebol profissional e ganhar mais títulos.

 

Pimenta – Rodou muito como treinador…

Beto – Minha carreira foi entre equipes amadoras e profissionais. E o terceiro título no Intermunicipal também foi no extremo-sul do estado. Em 2009 fechei um contrato com a Seleção de Porto Seguro por dois anos. Ficamos em terceiro lugar, mas conquistamos o título, invicto, em 2010.

Pimenta – Sete anos depois mais um título…

Beto Em 2017, com a Seleção de Eunápolis. No ano seguinte retornei à Itamaraju, onde conquistamos dois títulos consecutivos do Campeonato Intermunicipal.

Pimenta – Beto Oliveira foi um bom jogador?

Beto Tenho uma família de atletas. Danielzinho começou a carreira no Itabuna e passou por equipes como Palmeiras (na base) e Bragantino, na década de 80. Guiovaldo também tem passagem pelo Itabuna, futebol de Portugal e várias equipes no Brasil. Acho que fui um bom jogador sim. Comecei como volante e depois fui atuar como zagueiro. Nas décadas de 80 e 90, tínhamos muitos craques. Era muito difícil para o profissional do interior ser contratado por um time grande do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais ou Sul do País.

Pimenta – Já pensou em parar?

Beto Já fiz uma análise e cheguei à conclusão de que ainda é cedo. Quero retornar ao futebol profissional e ganhar mais títulos.

Pimenta – Já recebeu propostas para trabalhar neste ano?

Beto Recebi uma proposta de um dos times da Primeira Divisão do Campeonato Baiano, mas não possível o acerto por questões financeiras. Ofereceram um valor menor do que eu ganhava no Intermunicipal. Entendi ser uma desvalorização muito grande. Para trabalhar no profissional, na elite do Baiano, o técnico merece ter uma remuneração melhor.

 

 

Tenho algumas propostas. Provavelmente em março, estarei treinando uma equipe da Segunda Divisão do Baiano.

 

 

Pimenta – Você não estaria em uma vitrine melhor?

Beto No futebol profissional a cobrança é muito maior. Todos da cidade exigem uma campanha excelente. A expectativa gira em torno de vencer Bahia e Vitória e conquistar o título de campeão. Tenho algumas propostas. Provavelmente em março, estarei treinando uma equipe da Segunda Divisão do Baiano.

Pimenta – Qual foi a conquista de Campeonato Intermunicipal mais fácil e a mais difícil?

Beto Não existe conquista fácil, ainda mais em se tratando do Intermunicipal, que é disputado por 64 equipes. É uma competição que dura seis meses. Enfrentamos muitas dificuldades. Às vezes, perda de jogadores importantes no decorrer da competição.

Pimenta – O título mais marcante, então?

Beto O mais prazeroso foi primeiro, conquistado com a Seleção de Coaraci. Embora tivesse sido vice-campeão da segunda divisão com Grapiúna, chegamos sem muito conhecimento sobre o Intermunicipal, que é uma competição totalmente diferente. Peguei uma seleção formada basicamente por ex-jogadores profissionais e vividos na competição e eu sem experiência.  Achei um pouco mais difícil para impor a minha metodologia de trabalho, mas tudo deu certo.

Clique em leia mais, abaixo, e confira a íntegra da entrevista.

Leia Mais

VERÃO COSTA A COSTA LEVA ESPORTE E MUITA MÚSICA PARA O LITORAL SUL DE ILHÉUS

Garotada pôde interagir e experimentar equipamentos de lazer e diversão
Tempo de leitura: 2 minutos

Durante todo o sábado (15), moradores e turistas em Ilhéus, no sul do Estado, puderam se divertir e acompanhar disputas dos torneios esportivos de Surf, Stand up Paddle, Futevôlei e Beach Soccer na Praia do Sul. As ações fazem parte da programação do Projeto Verão Costa a Costa, que vai até amanhã (16), das 8h às 17h. Além das atividades de esporte e aventura, a iniciativa conta com apresentações musicais da banda Chicafé e do cantor Junior Santê, que fazem novamente o encerramento do primeiro dia do evento, e das bandas Papazoni e Os Barões, que se apresentam às 16h deste domingo (16), fechando com muito swing e energia a terceira etapa do projeto.

Entre os visitantes que se divertiram na manhã de hoje estavam o estudante Ybrahim Mota, de 13 anos. Veranista em Ilhéus, o garoto, do município de Ibirataia, falou sobre a sua alegria de participar do projeto e brincar pela primeira vez em equipamentos como o bungee trampolin e o giromaster. “Evento muito legal, mais ainda por ser gratuito, o que possibilita que todo mundo possa aproveitar”, disse.

Para Davidson Magalhães, secretário estadual de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o Verão Costa a Costa chega à terceira etapa cada vez mais consolidado e alcançando seu objetivo, “que é o fortalecimento do esporte e da economia local, por meio das feiras de economia solidária e do artesanato”.

Gestor da Federação do Esporte Amador da Bahia (Unisport), José Sandes Filho afirmou que o saldo do projeto nas três primeiras etapas é positivo. “Um grande evento, espero que amanhã o público compareça em maior número, assim como vem acontecendo nos outros municípios”, disse.

Sandes Filho falou ainda sobre a capacidade de adaptação do Verão Costa a Costa à cultura local: “Percebemos que cada uma dessas três cidades tem uma cultura diferente e com isso vamos adaptando a nossa programação, para que o projeto atinja cada vez mais o público e os atletas tanto das cidades sedes, quanto das suas circunvizinhas”, afirmou.

“A gente fica feliz com essa parceria do Município de Ilhéus com o Governo do Estado. Com união, dá pra se fazer o Projeto Verão Costa Costa. Ilhéus não poderia estar fora disso na promoção do turismo, desenvolvimento econômico, emprego e renda. Com esse sol maravilhoso, essa praia linda de Ilhéus, essa estrutura montada, a parceria só tem que dar certo. Por isso que a gente fala, orgulho no peito, esporte e turismo nas ruas”, destacou o prefeito Mário Alexandre.

ARTESANATO

Cerca de 60 artesãos receberam hoje, na feira de artesanato montada no Verão Costa a Costa, a carteira nacional de artesão, que dá a eles, entre outros benefícios, o direito de expor seus trabalhos em feiras e praças de todo o território nacional e isenção de impostos sobre a importação dos seus produtos.

Leia Mais

AFRODISÍACO E PIERRE ONASSIS FECHAM O VERÃO COSTA A COSTA EM PORTO SEGURO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Neste domingo (2), às 16h, a banda Afrodisíaco, comandada por Pierre Onassis, sobe ao palco do Verão Costa a Costa, na Arena Boca da Barra, em Porto Seguro, para encerrar a segunda etapa do projeto que desembarca nesse final de semana (1º e 2 de fevereiro), na cidade. Além dos shows, o evento traz ao município competições e práticas esportivas, programas culturais e artesanato. A participação é gratuita.

De volta aos palcos depois de um período dedicado a outros projetos, Pierre Onassis, junto com o Afrodisíaco, promete agitar Porto Seguro no evento Verão Costa a Costa. A banda vai apresentar os clássicos da axé music, seus grandes sucessos, como Café com Pão e Já É e outros sucessos compostos por Pierre ao longo da sua carreira.

VERÃO COSTA A COSTA

O Verão Costa a Costa é uma realização da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia (Setre) e da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) com apoio da Bahiatursa e patrocínio da Coelba, através do programa FazAtleta.

PORTO SEGURO RECEBERÁ 2ª ETAPA DO PROJETO VERÃO COSTA A COSTA

Tempo de leitura: 2 minutos

Bungee trampolim é uma das atrações do Verão Costa a Costa || Foto Divulgação

Após passar pela Costa das Baleias, o projeto Verão Costa a Costa aportará no próximo final de semana, dias 1º e 2 de fevereiro, em Porto Seguro, na Costa do Descobrimento. Durante os dois dias, moradores e turistas poderão se divertir, gratuitamente, nos equipamentos de aventura e esportes radicais como o bungee trampolim, giromaster, full pipe, escalada e arvorismo, além de participar de oficinas de surf ou torcer e acompanhar os torneios de vôlei de praia, futevôlei, beach soccer e surf, na Arena Boca da Barra, na Avenida Beira Mar, Orla Norte, das 8h às 17h.

Além de esportes, a ação conta com apresentações de grupos de dança e de música, com a participação de artistas locais e de bandas e cantores que se destacam na música baiana, a exemplo do cantor Tatau, que encerrou a etapa de Alcobaça. A atração principal de Porto Seguro ainda é surpresa! Lá, também, o público encontrará uma tenda que abriga artesãos e produtores rurais, podendo adquirir produtos e contribuir para o fortalecimento da economia solidária.

ILHÉUS, ITACARÉ E MARAÚ

De Porto Seguro, o evento segue para Ilhéus (15 e 16 de fevereiro), Itacaré (7 e 8 de março), Maraú (21 e 22 de março), Valença (4 e 5 de abril), Lauro de Freitas (18 e 19 de abril) e Salvador (25 e 26 de abril).

Leia Mais

VERÃO COSTA A COSTA LEVA 10 MIL PESSOAS À ORLA DE ALCOBAÇA

Tempo de leitura: 2 minutos

Dez mil pessoas estiveram na orla de Alcobaça, município localizado a 712 km de Salvador, segundo dados da Polícia Militar, no sábado e neste domingo (18 e 19), durante a primeira etapa do projeto Verão Costa a Costa, iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre).

A ação passará ao todo por oito cidades baianas. A próxima parada do Verão Costa a Costa será em Porto Seguro (Costa do Descobrimento), onde ocorrerá, nos dias 1° e 2 de fevereiro, na Arena Boca da Barra, e de lá vai para Ilhéus (15 e 16 de fevereiro). O calendário prevê, ainda, Itacaré (7 e 8 de março), Maraú (21 e 22 de março), Valença (4 e 5 de abril), Lauro de Freitas (18 e 19 de abril) e Salvador (25 e 26 de abril).

Nestes dois dias em Alcobaça, moradores e turistas participaram de oficinas esportivas, conheceram o artesanato e os produtos da agricultura regional, se divertiram nos equipamentos de esportes radicais e aventura e, ainda, curtiram as apresentações de grupos culturais locais e shows de Santê, Chica Fé (sábado) e de Tatau (domingo).

Tatau foi o responsável pelo encerramento do evento, promovendo uma verdadeira micareta. O cantor e ex-vocalista da banda Araketu agitou o público com grandes sucessos da sua carreira, a exemplo de PipocaOh Meu Pai e Araketu Bom Demais.

“O Verão Costa a Costa, além das atividades esportivas, gera trabalho para a população local e fortalece ainda mais o turismo”, destaca o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre), Davidson Magalhães.

Leia Mais

VERÃO COSTA A COSTA LEVA 10 MIL PESSOAS À ORLA DE ALCOBAÇA

Tempo de leitura: 2 minutos

Tatau durante show de encerramento de projeto em Alcobaça || Foto Lego Comunica

Dez mil pessoas estiveram na orla de Alcobaça, município localizado a 712 km de Salvador, segundo dados da Polícia Militar, no sábado e neste domingo (18 e 19), durante a primeira etapa do projeto Verão Costa a Costa, iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre).

A ação passará ao todo por oito cidades baianas. A próxima parada do Verão Costa a Costa será em Porto Seguro (Costa do Descobrimento), onde ocorrerá, nos dias 1° e 2 de fevereiro, na Arena Boca da Barra, e de lá vai para Ilhéus (15 e 16 de fevereiro). O calendário prevê, ainda, Itacaré (7 e 8 de março), Maraú (21 e 22 de março), Valença (4 e 5 de abril), Lauro de Freitas (18 e 19 de abril) e Salvador (25 e 26 de abril).

Nestes dois dias em Alcobaça, moradores e turistas participaram de oficinas esportivas, conheceram o artesanato e os produtos da agricultura regional, se divertiram nos equipamentos de esportes radicais e aventura e, ainda, curtiram as apresentações de grupos culturais locais e shows de Santê, Chica Fé (sábado) e de Tatau (domingo).

Tatau foi o responsável pelo encerramento do evento, promovendo uma verdadeira micareta. O cantor e ex-vocalista da banda Araketu agitou o público com grandes sucessos da sua carreira, a exemplo de Pipoca, Oh Meu Pai e Araketu Bom Demais.

“O Verão Costa a Costa, além das atividades esportivas, gera trabalho para a população local e fortalece ainda mais o turismo”, destaca o secretário estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes (Setre), Davidson Magalhães.

Leia Mais
Back To Top