skip to Main Content
15 de abril de 2021 | 03:30 pm

BAHIA USARÁ TECNOLOGIA CUBANA NA PRODUÇÃO DE REMÉDIO DE CONTROLE DO DIABETES

Secretário Vilas-Boas, à esquerda, durante encontro para discutir acordo comercial
Tempo de leitura: 2 minutos

Um acordo de transferência de tecnologia de produção de medicamentos e gerenciamento de saúde na área de diabetes mellitus foi definido entre representantes governamentais de Cuba e o secretário Estadual da Saúde Fábio Vilas-Boas, em visita oficial àquele país, nesta terça-feira (03). De acordo com o secretário Fábio Vilas-Boas, o Governo de Cuba desenvolveu um dos mais bem sucedidos projetos de controle do diabetes e de suas complicações, que incluem amputações e cegueira, em todo o mundo.

Segundo Vilas-Boas, o projeto de parceria com o governo cubano resulta de reuniões iniciadas pelo governador Rui Costa em visita oficial ao país em 2017 e sequenciadas pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e Fundação Baiana de Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico, Fornecimento e Distribuição de Medicamentos (Bahiafarma).

Uma molécula desenvolvida pelo Centro Cubano de Engenharia Genética e Biomolecular (CIGB) é capaz de aumentar a circulação de sangue nas pernas e pés afetados pela doença vascular do diabetes, evitando assim a amputação que afeta 4.500 baianos por ano. O medicamento está em fase final de aprovação regulatória do Brasil, sendo a Bahiafarma, junto com a Fiocruz Biomanguinhos, os primeiros laboratórios a aplicarem o novo fármaco no país.

Leia Mais

ITABUNA: EXAMES EM CRIANÇA DÃO NEGATIVOS PARA NOVO CORONAVÍRUS, DIZ SECRETÁRIO

Vilas-Boas diz que houve subida assustadora de casos de covid-19 na região
Tempo de leitura: < 1 minuto

Saiu ao final da manhã desta quarta-feira (26) o resultado de exames feitos na criança, internada no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, que apresentava quadro suspeito do novo coronavírus. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, o resultado deu negativo.

– O bebê internado em Itabuna com suspeita de infecção pelo Novo Coronavírus (Covid-19) testou positivo para OUTROS VÍRUS: Rhinovirus e Coronavírus NL-63 (variante sem importância clínica maior e não relacionada ao Covid-19). Dessa forma está excluído o caso suspeito – escreveu Vilas-Boas, por meio do Twitter.

Apesar de promover o isolamento dos pais e da avó da criança, apenas o bebê era tratado como caso suspeito do novo coronavírus. Porém, todos foram colocados em observação como medida preventiva.

Além da criança, os pais e uma avó estão sob isolamento. Os exames dos quatro, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), foram processados conforme protocolo internacional, por meio de exame PCR para Influenza e outros vírus respiratórios.

“Na amostra da criança foram detectados Rinovírus, Coronavírus NL63 e Enterovírus. Na amostra do pai foi detectado o Coronavírus NL63, na amostra mãe foram detectados Rinovírus e Coronavírus NL63, enquanto que na amostra da avó foram detectados Enterovírus e Rinovírus”, informou a Sesab por meio de nota.

“As infecções por Coronavírus causam doenças respiratórias leves a moderada, semelhantes a um resfriado comum. Os coronavírus comuns que infectam humanos são alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1”, ainda segundo a nota.

HOSPITAL COSTA DO CACAU É PIONEIRO NO IMPLANTE DE STENT FARMACOLÓGICO PELO SUS

Tempo de leitura: 2 minutos

Costa do Cacau é primeiro a fazer implante de stent farmacológico pelo SUS na Bahia

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC) é o primeiro hospital da Bahia a implantar o stent farmacológico em pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de angioplastia, conforme indicação médica norteada pelas diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). O dispositivo possui um medicamento que reduz de forma significativa a oclusão (obstrução, fechamento), ao longo do tempo, da artéria do coração.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas destacou a importância do HRCC na atuação da saúde pública do Estado. “O Hospital Regional Costa do Cacau é pioneiro em procedimentos cirúrgicos de alta complexidade, como implantação de marcapasso CDIR e revascularização do miocárdio (ponte de safena). Agora, a meta é intensificar a realização de cirurgias cardíacas pelo interior da Bahia”.

De acordo com o diretor assistencial do HRCC, médico Almir Gonçalves, essa intervenção era somente realizada na rede particular e por convênios privados. “A implantação desse procedimento na saúde pública baiana, aqui no hospital, tem modificado a vida de muita gente. Uma decisão acertada do governador Rui Costa e do secretário Fábio Vilas-Boas, em conseguir empreender, iniciando pelo Hospital Regional Costa do Cacau, essa oferta para pacientes do SUS, os quais não têm plano de saúde”, disse.

O diretor assistencial assegura a qualidade e eficiência da implantação do stent farmacológico no HRCC. “Hoje oferecemos serviços equiparados a grandes centros, pela nossa estrutura, equipe e materiais”, disse.

Segundo Almir, muitos pacientes eram tratados com stents não farmacológicos, principalmente diabéticos. Quando o paciente era submetido a revisão depois de seis meses, um ano, o stent já estava fechado, comprometendo a saúde. “Hoje, a gente utiliza o stent farmacológico, que é diferenciado, tem maior custo, porém eleva a qualidade de vida do paciente, isso é um grande avanço para rede pública e para a população usuária do SUS”, enfatizou.

RUI COSTA PASSA BEM DEPOIS DE CIRURGIA PARA RETIRADA DE NÓDULO NA MAMA

Tempo de leitura: 2 minutos

Rui Costa é submetido a cirurgia para retirada de nódulo

O governador Rui Costa passa bem após ser submetido a cirurgia para retirada de nódulo na mama. A intervenção cirúrgica ocorreu no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, na manhã de ontem (5). A cirurgia para retirada de nódulo mamário identificado durante investigação no mês passado, segundo o médico e secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, que é o cardiologista do governador.

Vilas-Boas disse que não havia indicação de malignidade na biópsia, mas os médicos optaram pela retirada lateral das glândulas mamárias. Cirurgião plástico do Hospital Sírio Libanês, Marcelo Sampaio informou que Rui está em plena recuperação. Rui é acompanhado pela esposa, Aline Peixoto, e uma das filhas, segundo a Secretaria de Comunicação do Estado.

DETECÇÃO PRECOCE

A identificação precoce de doenças aumenta as chances de um tratamento eficaz. Para tanto, devem ser realizados exames de rotina, bem como a busca imediata do diagnóstico médico após a identificação de qualquer desconforto ou alteração no organismo, sobretudo a partir dos 50 anos. Foi o que ocorreu com o governador Rui Costa, de 57 anos, que procurou atendimento médico após sentir dores no peito esquerdo.

Foi realizado um check up clínico e cardiovascular completo, que indicou normalidade para todas as principais funções do organismo. Já os exames identificaram um aumento benigno, porém doloroso da glândula mamária esquerda do governador, chamado de ginecomastia.

CÂNCER DE MAMA EM HOMENS

De acordo com o cirurgião Marcelo Sampaio, embora raro, homens também podem ter câncer de mama. “Para cada 100 mulheres diagnosticadas com câncer de mama, há 1 homem com o mesmo diagnóstico. Normalmente, ele aparece em homens acima dos 60 anos e pode ser mais frequente em homens cujas famílias apresentam muitos casos de câncer de mama (mesmo que em mulheres)”.

A mãe do governador Rui Costa teve câncer de mama em idade muito precoce, conforme já revelou o gestor em diversas entrevistas e discursos.

O médico Marcelo Sampaio explica que, ao primeiro sinal de uma caroço na mama, ou inchaço próximo do mamilo, ou secreção, é bom agendar uma consulta. “O aumento da mama no homem, ou mesmo o caroço, pode ser só uma ginecomastia – o caso do governador – que significa um aumento benigno da glândula mamária do homem, mas, em outras situações, pode haver risco para câncer de mama”.

POLICLÍNICAS REGIONAIS ATINGEM 1 MILHÃO DE ATENDIMENTOS, SEGUNDO A SESAB

Tempo de leitura: 2 minutos

Policlínica de Itabuna é uma das 15 unidades já implantadas no estado || Foto Pedro Augusto

As 15 Policlínicas Regionais de Saúde em funcionamento na Bahia atingiram a marca de 1 milhão de atendimentos. São consultas médicas com especialistas e diversos exames como ressonância magnética e tomografia. As unidades estão disponíveis para os 7,8 milhões de cidadãos de 285 municípios das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus, Teixeira de Freitas, Paulo Afonso, Juazeiro, Vitória da Conquista, Jacobina, Itabuna, Senhor do Bonfim e Simões Filho, onde estão instaladas as unidades.

Um dos pacientes que foram atendidos em uma policlínica foi o servidor público Marcos Nunes. Morador de Jitaúna, ele teve exames e consultas agendadas para a unidade instalada em Jequié. “Antes da policlínica era muito difícil passar por um especialista. Agora o atendimento é rápido e com qualidade. Fui muito bem acolhido das vezes que estive lá”, conta ele.

Nas unidades, que foram construídas com recursos estaduais, os pacientes têm acesso a uma variedade de especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia. Também serão oferecidos diversos exames, como ressonância magnética, tomografia, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, eletromiografia, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, entre outros.

As policlínicas são geridas numa parceria do Governo do Estado e municípios que integram os consórcios. Os municípios cobrem 60% dos custos de operação, sendo que o valor é dividido proporcionalmente ao número de habitantes de cada um deles, e o Estado fica responsável pelos 40% restantes.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, essa marca alcançada mostra a consolidação deste modelo de equipamento. “O conceito dos consórcios regionais tem mudado a maneira de enxergar o sistema de saúde estadual. É um modelo que tem se tornado cada vez mais uma referência de sucesso em todo o Brasil. É referência porque muda o paradigma entre os municípios, diminui os atritos e cria uma nova visão do sistema de saúde, em que todos se sentem parte do processo”, afirma.

O prefeito de Alcobaça, Leo Brito, avalia positivamente o modelo de atendimento nas policlínicas. “Além de suprir demandas na área de saúde, os pacientes têm acesso a mais informações e diagnóstico precoce, desta forma o tratamento pode ser mais eficiente”, destaca ele ao falar dos moradores de seu município que são atendidos na Policlínica em Teixeira de Freitas, no extremo-sul do Estado.

NOVAS UNIDADES

Além das 15 policlínicas que já estão em funcionamento, outras quatro unidades estão em construção nos municípios de Salvador (duas unidades), Barreiras e São Francisco do Conde. Também estão previstas para ter a construção iniciada no próximo ano outras cinco policlínicas nos municípios de Itaberaba, Brumado, Eunápolis, Serrinha e Ribeira do Pombal.

GOVERNOS ASSINAM ORDEM DE SERVIÇO PARA TRANSFORMAR O REGIONAL EM MATERNIDADE

Tempo de leitura: 2 minutos

Perspectiva da unidade materno-infantil de Ilhéus que funcionará no antigo Regional

Governos estadual e municipal assinam na próxima sexta (6), em Ilhéus, ordem de serviço para início das obras de transformação do Hospital Geral Luiz Viana Filho em unidade materno infantil de alta complexidade.

A ordem será assinada pelo prefeito Mário Alexandre e pelo secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, em horário ainda não divulgado. A ordem de serviço será assinada com quase dois anos de atraso. A transformação do Regional em maternidade foi prometida para 2018, o que não ocorreu.

O investimento anunciado para a obra de reforma e ampliação da estrutura do antigo Regional, transformando-o em maternidade, é de R$ 34 milhões. A verba, conforme o governo estadual, contempla também a aquisição de equipamentos para a unidade de saúde na Conquista. A maternidade terá 90 leitos, UTIs neonatal e pediátrica e centro cirúrgico e obstétrico, segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas.

CRISE NO ATENDIMENTO MATERNO-INFANTIL

Ilhéus e Itabuna, principais municípios do sul da Bahia, vêm enfrentando séria crise no atendimento pediátrico, ginecológico e obstétrico, com registro de mortes de recém-nascidos e crianças. Na semana passada, foram registradas mortes por falta de estrutura de atendimento ou omissão de socorro na Maternidade Ester Gomes e Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, e na Maternidade Santa Helena, em Ilhéus.

Familiares do pequeno Levi protestaram em Itabuna neste sábado || Imagem TV Santa Cruz

Ontem (30), familiares de uma das vítimas, Levi Messias Nonato Alves, de 9 meses, fizeram protesto no Centro de Itabuna. No início da semana passada, a criança faleceu após problemas no primeiro atendimento, em Pau Brasil. A via-crúcis continuou na Maternidade Ester Gomes, de onde foi encaminhado para o Hospital Manoel Novaes, falecendo após espera de mais de meia hora no hospital mantido pela Santa Casa de Misericórdia.

HOSPITAL MANOEL NOVAES VOLTARÁ A ATENDER PELO SUS SEM RESTRIÇÕES, DIZ SECRETÁRIO

Tempo de leitura: 2 minutos

Rui diz que atendimento pediátrico será normalizado || Foto Pimenta

Atendimento no Manoel Novaes será normalizado

O governador Rui Costa e o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, asseguraram que o atendimento pediátrico no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, não terá mais as restrições impostas pelo município em agosto. A garantia foi dada durante a inauguração da Policlínica Regional de Saúde, em Itabuna, hoje (20).

Desde o mês passado, partos e atendimentos de baixa e média complexidade na área pediátrica têm sido feitos apenas na Maternidade Ester Gomes (Mãe Pobre), por decisão da Secretaria de Saúde de Itabuna. Apenas os de alta complexidade eram direcionados, pela Central de Regulação, para o Hospital Manoel Novaes. Essa restrição cairá, de acordo com Rui e Fábio Vilas Boas.

Durante a coletiva, Rui Costa enfatizou que alguns municípios – caso de Itabuna – têm a gestão plena da Saúde e autonomia para agir, porém o governo estadual, via Sesab, está dialogando em busca de soluções. “O secretário Fábio Vilas-Boas fez reunião com toda a rede hospitalar da região [para tratar dos atendimento]”, disse em resposta a pergunta do blog.

REUNIÃO COM A REDE HOSPITALAR

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, disse que, durante a reunião, ficou decidido que o atendimento na rede hospitalar será normalizado. “Nós fizemos uma reunião ontem com todos os diretores de hospitais e com o secretário de Saúde de Itabuna, Uildson Nascimento. E chegamos a um entendimento que vai viabilizar o retorno ao funcionamento normal da rede”, disse ele ao PIMENTA.

Governador e secretário inauguraram, nesta manhã de sexta, a 13ª Policlínica Regional de Saúde do Estado. A nova policlínica atenderá pacientes do SUS de 29 municípios do sul e centro-sul da Bahia em Itabuna.

Veja também

http://157.230.186.12/2019/09/20/rui-se-nega-falar-sobre-lula-e-politica-na-inauguracao-de-policlinica-em-itabuna/


———–

ILHÉUS: REINAUGURADA UNIDADE DE SAÚDE NO MALHADO

Tempo de leitura: 2 minutos

Zé Neguinho, Marão e Fábio Vilas-Boas inauguram unidade || Foto Clodoaldo Ribeiro

As comemorações dos 485 anos de fundação e 138 anos de elevação de Ilhéus à categoria de cidade foram iniciadas com a reinauguração da Unidade Básica de Saúde Sarah Kubitschek, no Malhado, neste final de semana. A unidade oferecerá à população consultas com médicos clínico, ginecologista e pediatra, além de outros serviços prestados em postos de saúde.

As obras incluíram a construção de uma área que interliga os dois prédios, onde funcionará uma recepção. A unidade atenderá moradores do Malhado, Parque Infantil e de dezesseis bairros da zona norte de Ilhéus. A inauguração contou com a presença do secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, que destacou investimentos do Governo do Estado, como o Hospital Regional da Costa do Cacau, que atende cerca de 100 municípios, para procedimentos de urgência e emergência.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, apontou para o novo padrão de unidade de saúde, determinado pelo Ministério da Saúde e adotado no município. “Unidade como essa aqui, ninguém nunca viu em Ilhéus”, enfatizou Mário Alexandre, referindo-se à ampla estrutura do Sarah Kubitschek, que foi totalmente reconstruído e ampliado e ganhou salas climatizadas e salas de atendimento adequadas aos novos padrões exigidos pelo Ministério da Saúde.

Vilas-Boas também citou a Policlínica Regional de Itabuna, com obras em fase de conclusão, que vai atender 31 municípios do sul da Bahia. A unidade de saúde oferecerá uma série de especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia.

MARÃO ANUNCIA CONCURSO PARA CONTRATAÇÃO DE MÉDICOS E ENFERMEIROS

Tempo de leitura: 2 minutos

Ao lado do titular da Sesab, Marão anunciou concurso na saúde || Foto Clodoaldo Ribeiro

O prefeito Mário Alexandre anunciou que o município está preparando concurso público para contratar profissionais para a área de saúde, principalmente médicos e enfermeiros. “O objetivo é fortalecer a atenção básica e a média complexidade, a fim de desafogar o fluxo de pacientes no Hospital Regional Costa do Cacau”, disse ele. O prefeito não estipulou data para lançamento do edital para definir banca organizadora do certame nem início das inscrições.
O anúncio do concurso foi feito durante inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (PA) da Conquista, que passa a funcionar nesta segunda (17). A unidade, na Avenida Brasil, funcionará 24h, com serviços de urgência e emergência, tendo capacidade para 150 atendimentos por dia. De acordo com o prefeito, a meta é chegar ao final do governo com 70% de cobertura da atenção básica. “Encontramos [o município] com o vergonhoso índice de 16% [de cobertura] em janeiro de 2017”, assinalou.
A abertura da unidade 24h é resultado de ação do município e do estado para reforçar a atenção básica e de média complexidade. Durante a inauguração do PA da Conquista, o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, disse que os trâmites estão adiantados, com o Ministério da Saúde, para a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Malhado, além da instalação de mais 16 equipes do Programa Saúde da Família (PSF) no município.
“Liberamos o anexo do antigo Hospital Luiz Viana Filho para a instalação de um PSF e a sede do Samu”, revelou. A meta do Governo do Estado, segundo Vilas Boas, é transformar a região de Ilhéus e Itabuna em uma referência de atendimento público de saúde para todo o Brasil.

VILAS-BOAS E FG INSPECIONAM OBRAS DA POLICLÍNICA REGIONAL DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Fábio Vilas-Boas fará inspeção de obras nesta sexta || Foto Mateus Pereira/GOVBA

O prefeito Fernando Gomes e o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, vão inspecionar as obras de construção da Policlínica Regional de Saúde, nesta sexta (10). A unidade de saúde está sendo construída na Avenida J.S. Pinheiro, no Lomanto, em Itabuna.
Da inspeção, também participa o prefeito de Itacaré e presidente da Amurc, Tonho de Anízio. A visita está marcada para as 9h30min. Quando estiver em funcionamento, a policlínica atenderá pacientes de 31 municípios sul-baianos em várias especialidades.
COSTA DO CACAU
Vilas-Boas deverá visitar, ainda, o Hospital Regional Costa do Cacau, que deverá mudar de gestão nos próximos meses. Uma licitação está sendo feita. Hoje, o hospital é administrado pelo Instituto Gerir.

DEPOIS DA GUERRA VERBAL, A RECONCILIAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jabes, o secretário Vilas-Boas e o deputado Eduardo Salles

O ex-prefeito Jabes Ribeiro se reuniu, ontem (21), com o secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, em Salvador. O encontro foi uma espécie de reconciliação.  Jabes e Vilas-Boas travavam guerras verbais publicamente, enquanto o ex-prefeito estava no poder em Ilhéus.
Por meio de sua assessoria, Jabes diz ter apresentado sugestões de ajustes para tornar o acesso ao Hospital da Costa do Cacau mais ágil, além de manutenção do apoio da Sesab às Santas Casas de Misericórdia de Ilhéus e de Itabuna. “A experiência e visão políticas de Jabes serão muito úteis na condução desse processo de reestruturação da Saúde de Ilhéus”, teria dito Vilas-Boas.
Vilas-Boas faz fortes críticas a Jabes Ribeiro. O ex-prefeito é acusado de ter sucateado a rede de atenção básica do município. Para se ter ideia, menos de 20% da população é coberta pela rede básica (postos e unidades de Saúde da Família).
O encontro em Salvador foi acompanhado pelo deputado estadual Eduardo Sales (PP), que agendou o encontro.

BOA RELAÇÃO PRESERVA DIÁLOGO COM O ESTADO E FAVORECE AS CONQUISTAS NA SAÚDE

Tempo de leitura: 3 minutos


Alcides Kruschewsky
 

Na mesa onde o atual  governo municipal senta com a comunidade e lideranças, não tem havido espaço para vaidades. Estas ficaram isoladas no início de 2017, quando iniciou o governo Mário Alexandre.

Diferente do azedume que interrompeu os entendimentos na área de saúde entre o governo da Bahia e o governo de Ilhéus,  especialmente após a nomeação do médico Claudio Moura Costa para a direção do Hospital Regional LVF, de quem o ex-prefeito é desafeto, a relação respeitosa entre os representantes estaduais e municipais favorece o diálogo e a população já consegue sentir os resultados positivos. O governo do estado vai investir mais 15 milhões de reais para reestruturar a saúde em Ilhéus.
Paralelamente a esse anúncio,  fruto da parceria entre estado e município,  a Prefeitura de Ilhéus contratou mais 20 médicos e convocou 14 profissionais concursados para melhorar o atendimento à população. Vai, também, reformar com recursos próprios-  1,1 milhão de reais-  10 postos de saúde na cidade. A expectativa é atingir a meta de 60% da atenção básica ainda em 2018.
Ilhéus ganhará uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento,  no bairro do Malhado, totalmente construída pelo Estado e custeada 50% pelo mesmo, e um Hospital Materno/Infantil com UTIs Neonatal e Infantil, após a reforma total do Hospital Regional, onde serão investidos 9 milhões de reais.
Enquanto a UPA não fica pronta, a Policlínica Halil Medauar, na Conquista,  atenderá como pronto atendimento médico, a emergências, 24 horas. Com isso, Ilhéus  passará a contar com 4 PAs 24 horas: Zona Sul,  Hospital São José,  COCI e a Policlínica. O Estado da Bahia ainda cederá 200 servidores para reforçar a atenção básica do município.
Tudo isso tornou-se possível graças ao distensionamento  das relações políticas e pessoais entre os gestores das diferentes esferas governamentais. Com diálogo, mesmo com divergências de pontos de vista,  os resultados aparecem e a população será beneficiada.  Isto quer dizer que na atual gestão municipal o interesse público foi colocado acima das questões de preferências pessoais, políticas, gostos e simpatias ou antipatias. Acontece que, quando questiúnculas são colocadas acima das dores da população,  o bem comum sai da mesa de entendimentos e o diálogo fica truncado, e as “tabelinhas”, por vias não recomendáveis, também se revelam incapazes de produzir efeitos positivos.
Hoje, o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas Boas, se sente à vontade para debater sobre a problemática de Ilhéus com o também médico Mário Alexandre. Mas se isso está acontecendo,  todos reconhecem que o perfil de Marão contribui muito para essa fluência. O próprio governador já demonstra que a relação entre os governantes se estreitou e ultrapassou o limite apenas institucional.
As discordâncias existem. Mas a lealdade e postura do prefeito de Ilhéus,  que tem sido duramente atacado nesse momento de transição na saúde, mas que em nenhum momento expôs o governador e o secretário Vilas Boas ou mesmo o governo do estado, bancando o ônus do desgaste com as mudanças, arrancam elogios da esfera estadual, pela serenidade e foco nas soluções dos problemas, jamais alimentando choques frontais e embates,  caminho que outras lideranças preferiram.
Assim, o perfil de Marão, expansivo, bem humorado, trabalhador e avesso a polêmicas desnecessárias, ao contrário dos que o criticam acidamente, vai dando sua inestimável contribuição para as conquistas como há muito não se via na área de saúde em nossa cidade.  O bonachão,  festivo, riso fácil,  vai comprovando a eficácia de sempre colocar o aspecto positivo na condução da gestão. Então, é aí que os efusivos abraços que distribui ao encontrar as pessoas, se revela consistente e fundamental para inaugurar outra forma de se relacionar com os poderes,  sem a mesma pretensão e a presunção que sempre nortearam as mesmas relações,  anteriormente, colocando as vaidades dos figurões acima do sofrimento e anseios da sociedade.
O tema  “tempo de alegria e trabalho” traz em si o espírito que norteia a atual gestão municipal e sintetiza com propriedade o conteúdo para o entendimento, exatamente como já tinha ocorrido com os servidores municipais, cujo diálogo com o município também se encontrava deteriorado, inexistente. Assim demonstra-se que o azedume e os choques frontais com diversos setores, aí podendo ser incluído o comércio, longe de serem esporádicos, era uma prática de governo.
Na mesa onde o atual  governo municipal senta com a comunidade e lideranças, não tem havido espaço para vaidades. Estas ficaram isoladas no início de 2017, quando iniciou o governo Mário Alexandre.
Alcides Kruschewsky é secretário de Comunicação de e ex-vereador de Ilhéus.

PEDIATRIA DO HOSPITAL DE ILHÉUS ATENDERÁ PELO SUS; PREFEITURA E SESAB SELAM ACORDO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Autoridades e servidores em negociação de acordo com o Hospital de Ilhéus

Ainda neste mês, o Hospital de Ilhéus, entidade privada, oferecerá atendimento pediátrico pelo SUS, segundo acordo fechado pela Prefeitura de Ilhéus e a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), ontem (17). As negociações envolveram o titular da Sesab, Fábio Vilas-Boas, e o prefeito Mário Alexandre (Marão).
De acordo com o diretor do Hospital de Ilhéus, Jorge Viana, o contrato será assinado nesta semana e a unidade passará a ofertar consultas ambulatoriais e de urgência, além de internação em enfermarias.
O investimento anual em custeio será da ordem de R$ 5,2 milhões. Para o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, esse contrato garantirá segurança e qualidade no atendimento pediátrico durante o período em que o Hospital Regional Luiz Viana estiver sendo reformado para tornar-se uma unidade materno-infantil de alta complexidade.

COMPANHEIRO FERNANDO…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Fernando Gomes durante encontro do Lide, em Itabuna

O prefeito Fernando Gomes participava de reunião do Fórum de Líderes Empresarias (Lide), na semana passada, no Restaurante Empório.

Falava de saúde num encontro em que Fábio Vilas-Boas (titular da Sesab) e Jadelson Andrade, cardiologista renomado e diretor do Hospital da Bahia, eram as principais atrações.

De todo o discurso do prefeito, o que mais chamou a atenção foi o finalzinho, quando tascou uma palavra de ordem bem à esquerda:

A luta continua!

Provocou risos e até houve quem pensasse em entregar uma ficha de filiação do PT ao ex-DEM…

APÓS LEVAR PUXÃO DE ORELHA, JABES ATACA SECRETÁRIO ESTADUAL DE SAÚDE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Jabes ataca secretário estadual de saúde.

Jabes ataca secretário estadual de saúde.

Depois de receber um puxão de orelha do secretário de saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, no início desse mês, por deixar unidades básicas de saúde sem médicos e a população acabar indo parar no Hospital Regional, o prefeito Jabes Ribeiro resolveu devolver o “carinho”.

Em entrevista ao radialista Vila Nova, na Conquista FM, nesta segunda (28), JR partiu pra cima de Vilas-Boas, ao atacar o diretor do Regional, Cláudio Moura. Para Ribeiro, a indicação de Moura para o cargo “é uma vergonha”.

O prefeito lembrou que, no último fim de semana, o vereador Dr. Jó denunciou a falta de clínico no plantão noturno.

Essa foi a deixa para JR dizer que “a atual direção, indicada pelo secretário de estado, presta um desserviço à comunidade”, por não conseguir gerir a equipe médica e assegurar o atendimento às “pessoas que chegavam e saíam sem ser atendidas”.

Back To Top