skip to Main Content
25 de janeiro de 2021 | 07:11 am

NOVA PLATAFORMA DE COBRANÇA DE BOLETOS BANCÁRIOS APRESENTA FALHAS

Tempo de leitura: 3 minutos

Novo sistema de boletos bancários registra falhas

O cronograma de implementação da nova plataforma de cobrança de boletos bancários está chegando ao fim, mas clientes reclamam de não conseguirem fazer os pagamentos. Desde sábado (26), os boletos com valor igual ou superior a R$ 400 precisam estar registrados na nova plataforma para serem quitados.
A nova plataforma de cobrança da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) começou funcionar em julho de 2017. As mudanças estão sendo feitas de forma escalonada, tendo sido iniciada com boletos a partir de R$ 50 mil. A partir de 21 de julho, serão incluídos os boletos com valores a partir de R$ 0,01. Pela expectativa da Febraban, em 22 de setembro o processo será concluído, com a inclusão dos boletos de cartão de crédito e de doações, entre outros.
A ferramenta permite a identificação do Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) do pagador, facilitando o rastreamento dos pagamentos e permitindo o pagamento de boletos, mesmos vencidos. O próprio sistema verifica as informações em cada transação. Se os dados do boleto coincidirem com os da plataforma, a operação é validada.

Leia Mais

SECRETÁRIA RECONHECE FALHAS NA EDUCAÇÃO MUNICIPAL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Dinalva Melo compareceu hoje à Câmara de Vereadores (foto Wilson Oliveira)

Dinalva Melo compareceu hoje à Câmara de Vereadores (foto Wilson Oliveira)

Deficiências na qualidade do ensino e dificuldades com a falta de infraestrutura e equipamentos essenciais nas escolas de Itabuna foram reconhecidas nesta terça-feira, 26, pela secretária municipal da Educação, Dinalva Melo. Ela compareceu à Câmara de Vereadores, onde falou sobre as propostas do novo governo para o setor.
Afirmando que o nível da educação pública municipal “em nada difere da realidade brasileira”, a secretária disse que hoje o desempenho de um estudante que conclui a oitava série na rede é equivalente ao de um aluno de quarta série. Para mudar esse cenário, Dinalva Melo observou que há 20 programas em análise para ser implantados na rede. Citou ainda quatro centros de educação infantil, que serão instalados nos bairros de Nova Ferradas, Vila Anália, Fonseca e Novo Horizonte, cujos projetos foram aprovados pelo Ministério da Educação em 2012.
Questionada pelos vereadores sobre os dados da matrícula, a secretária informou que o relatório ainda não foi fechado, em razão de muitos pais terem matriculado os filhos de última hora. Ela acrescentou que a falta de linhas telefônicas e acesso à internet impedem as escolas de gerar relatórios diários.

FALHAS NO COMBATE À DENGUE PODEM RESULTAR EM NOVA TRAGÉDIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Membro da comissão de transição de governo, Luís Sena afirma que a dengue preocupa a futura gestão

Agentes de controle de endemias denunciam sérios problemas no combate à dengue em Itabuna. O maior deles é a falta de material de trabalho, o que inclui o larvicida aplicado em potenciais focos. Sem isso, não é quebrado o ciclo de reprodução das larvas do mosquito transmissor. Há também carência de equipamentos e pessoal.

De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia, Itabuna está entre as cidades do estado com maior risco de enfrentar uma epidemia no próximo verão (confira aqui). As falhas na ação preventiva, que já foram admitidas pelo próprio diretor do Departamento de Vigilância à Saúde, podem colocar o surto no nível de tragédia e essa situação já é observada pelos representantes do futuro governo na comissão de transição.

Um dos membros da comissão, o ex-vereador Luís Sena, afirma ter conhecimento do problema. “Não queremos ser alarmistas, mas a preocupação existe e nós vamos levá-la ao atual gestor, até porque as medidas precisam ser tomadas com urgência, antes que seja tarde”, afirma Sena.

Em 2009, primeiro ano do governo Azevedo, Itabuna enfrentou sua maior epidemia de dengue. Naquele ano, a doença matou 14 pessoas na cidade.

 

Back To Top