skip to Main Content
8 de julho de 2020 | 01:42 am

SOBE PARA 41 NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS PARA O NOVO CORONAVÍRUS NA BAHIA

Bahia registra mais de 3,7 mil casos de coronavírus
Tempo de leitura: 2 minutos

Há pouco, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) divulgou nova parcial dos casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) na Bahia. De ontem para hoje, subiu de 34 para 41 o total de pacientes que testaram positivo para a doença. Os novos casos foram identificados em Salvador (5), Prado (1) e Porto Seguro (1).

Os 41 foram confirmados em um universo em que outros 535 foram descartados. A Bahia, até aqui, não registra óbito pela covid-19. Todos os pacientes encontram-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato, de acordo com a Sesab.

Do total de confirmações, ainda segundo a Sesab, 23 foram em Salvador, 6 em Feira de Santana, 5 em Porto Seguro, 3 em Lauro de Freitas, 2 em Prado, 1 em Itabuna e 1 em Camaçari.

QUANDO PROCURAR A REDE DE SAÚDE?

O paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades da atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Leia Mais

SOBE PARA 14 O NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS NA BAHIA

Sobe para 14 o número de infectados na Bahia
Tempo de leitura: 4 minutos

A Secretaria de Saúde da Bahia divulgou, na tarde desta terça-feira (17), um novo boletim com dados atualizados com número de casos do novo coronavírus.  Um paciente de 72 anos, residente em Salvador, é o 14º caso confirmado da doença no estado.

O idoso tem histórico de viagem recente ao estado de São Paulo e atualmente encontra-se em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução respiratória e de contato.

A  Bahia já  registrou 671 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo 14 confirmados nos municípios de Salvador (5), Feira de Santana (5), Porto Seguro (3) e Prado (1). Outros 252 foram descartados e 405 aguardam análise laboratorial.

Um dos casos envolve um empresário paulista.  O homem participou de um casamento no Txai, em Itacaré, no sul da Bahia,  teria feito o exame em São Paulo, mas não esperou o resultado e viajou para Porto Seguro.  Lá, o empresário transmitiu a doença para outras duas pessoas que estavam na casa de veraneio dele.

Entre os infectados em Porto Seguro está uma mulher.  Ela também não teria cumprido as recomendações das autoridades e viajou para Fortaleza (CE), num avião comercial, colocando em risco os demais passageiros.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, até o momento, todos os casos confirmados no estado foram importados ou possuem transmissão familiar.  ” Situação diferente da encontrada em São Paulo, onde já existe transmissão comunitária, assim chamada quando as equipes de vigilância não conseguem mais mapear a cadeia de infecção, não sabendo quem foi o primeiro paciente responsável pela contaminação dos demais”, afirma.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento.  Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar. Outras informações podem ser obtidas no link: www.saude.ba.gov.br/coronavirus. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado às 17 horas de quarta-feira (18).

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA). Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Veja em leia mais algumas medidas adotadas pelo Estado.

Leia Mais

SESAB REGISTRA MAIS CASOS DE CORONAVÍRUS EM PORTO SEGURO E PRADO; BAHIA TEM 13 CASOS

Porto Seguro apresenta taxa de crescimento da covid-19 acima da média
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) confirmou, nesta manhã de terça-feira (17), mais dois novos casos de coronavírus (Covid-19) em Porto Seguro, segundo maior destino turístico da Bahia, e um primeiro paciente infectado em Prado, também no extremo-sul do Estado. Os exames que deram positivo foram feitos pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), na capital.

Agora, o estado atinge 13 casos confirmados de Covid-19. São 4 em Salvador, 5 em Feira de Santana, 3 em Porto Seguro e 1 em Prado. Os novos números foram divulgados pelo governo baiano nesta manhã.

Ontem, o governador Rui Costa anunciou medidas de combate ao Covid-19, dentre as quais suspensão das aulas, por 30 dias, na rede estadual nos municípios de Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro. A suspensão também deverá ser confirmada para a rede pública de ensino em Prado.

AULAS NA REDE ESTADUAL SÃO SUSPENSAS POR 30 DIAS EM FEIRA, SALVADOR E PORTO

Rui Costa, presidente do consórcio, enviou carta ao embaixador chinês no Brasil
Tempo de leitura: 2 minutos

O governador Rui Costa anunciou, na tarde desta segunda-feira (16), uma série de medidas para conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19) na Bahia. As ações serão publicadas em decreto na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (17). O decreto suspende as aulas, por 30 dias, na rede estadual de ensino em Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro, municípios que registraram casos de coronavírus. A suspensão vale já nesta terça.

“Ao longo da semana, iremos monitorar a situação em outras cidades e esta medida poderá ser ampliada. Continuaremos a agir com responsabilidade e serenidade para conter e garantir assistência à saúde pública aos baianos e baianas”, destacou Rui. Ainda segundo o governador, os eventos que reúnam mais de 50 pessoas em Salvador, Feira de Santana e Porto Seguro estão suspensos, sejam de cunho religioso, político ou cultural.

Rui ainda determinou a higienização especial para todos os transportes públicos na Bahia. “A medida irá valer para o transporte municipal de cada cidade, intermunicipal, interestadual e mesmo para todos os transportes escolares, sejam eles privados ou públicos feitos pelas prefeituras”.

Leia Mais

COVID-19: BAHIA DEFINE REGRAS ESPECIAIS DE HIGIENIZAÇÃO PARA O TRANSPORTE PÚBLICO

Higienização do transporte público deverá ser intensificada || Foto GazetaWeb
Tempo de leitura: 2 minutos

O governo baiano baixará decreto no qual determinará, em caráter de urgência, estratégias de higienização especial de ônibus, metrô, trens, ferry boat e lanchas numa ação contra o coronavírus (Covid-19). Segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, a medida “visa intensificar a prevenção” no transporte público.

As medidas de higienização foram anunciadas para a capital baiana, mas deverão ser adotadas por demais municípios. A capital baiana confirmou 4 casos desde o início da pandemia, enquanto Feira de Santana, segundo município mais populoso do Estado, confirmou outros 5 casos, todos eles de pessoas que viajaram à Itália ou aos Estados Unidos ou de familiares ou pessoas próximas a elas.

O decreto, que será conjunto com a Secretaria de Saúde da capital baiana, estabelece as seguintes medidas:

1. Os transportes de massa (ônibus, metrô, trens, BRT) devem manter uma política de limpeza diária e frequente com produtos saneantes nas superfícies de contato dos passageiros.

2. Proceder a limpeza com água e sabão, ou álcool a 70%, pelo menos uma vez ao dia de superfícies que são tocadas com muita intensidade tais como maçanetas, interruptores de luz, telefones, teclados e torneiras;

3. Intensificar os procedimentos de limpeza e desinfecção nos terminais e meios de transporte, reforçando a utilização de EPI – Equipamento de Proteção Individual, conforme disposto na Resolução da Diretoria Colegiada – RDC nº 56, de 6 de agosto de 2008. Os trabalhadores que realizam esta atividade devem ser alertados para terem maior atenção ao disposto nesta resolução.

4. Reforçar o uso de EPI para os trabalhadores que realizam esgotamento sanitário dos meios de transporte e fossa séptica.

5. A administradora dos terminais de ônibus e metrô deve considerar a ampliação da quantidade dos locais para a higienização das mãos ou disponibilizar pontos com álcool gel a 70%. É importante que os locais disponham de sabonete e água corrente para estimular a correta higienização das mãos.

6. A autoridade local deve estabelecer regras próprias para portos, aeroportos e rodoviárias com triagem e testagem de passageiros oriundos de cidades onde já se saiba da ocorrência de transmissão comunitária da COVID-19.

SOBE PARA SETE O NÚMERO DE CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS NA BAHIA

Bahia registrou 156 casos e um óbito até este domingo (29)
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia já registrou 289 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo sete confirmados (4 em Feira de Santana e 3 em Salvador). Outros 153 foram descartados e 129 aguardam análise laboratorial. Até esta sexta-feira (13), 26 municípios baianos fizeram notificações ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA).

Os casos confirmados em Salvador são de uma mulher de 52 anos, sua filha de 11 anos, com registro de viagem recente à Espanha (estes em isolamento domiciliar); um homem de 72 anos com viagem recente à Itália, internado em hospital privado, evoluindo bem.

O novo caso registrado em Feira de Santana é de um homem de 73 anos, com ligação familiar com os primeiros casos, também em isolamento domiciliar. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado às 17 horas de segunda-feira (16) pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA).

Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

A fim de ampliar as medidas de prevenção contra infecções virais como Coronavírus, H1N1, H3N2 e Influenza B, as autoridades sanitárias municipais e estadual vêm sensibilizando a sociedade sobre a importância da higiene regular das mãos. Além disso, a LEI 13.706/2017 determina a disponibilização de álcool gel por parte de estabelecimentos comerciais que prestam serviços diretamente à população.

SESAB CONFIRMA TERCEIRO CASO DE CORONAVÍRUS; MAIS UMA MULHER DE FEIRA DE SANTANA

Coaraci registra o segundo caso de coronavírus; Aurelino Leal tem o primeiro
Tempo de leitura: 2 minutos

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou, nesta quarta-feira (11), o terceiro caso do novo coronavírus de Feira de Santana. Trata-se de uma mulher de 68 anos, que teve contato domiciliar com a segunda paciente do estado com COVID-19, quando ainda estava sintomática. A paciente encontra-se com sintomas leves, em isolamento domiciliar, adotando as medidas de precaução de contato.

Este é o segundo caso de transmissão local do vírus, já sendo considerado circulante no estado. As amostras foram coletadas na residência e analisadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), que a partir desta semana foi autorizado a realizar os exames para detectar diretamente o Covid-19, sem necessidade de contraprova em laboratório de referência nacional. O resultado confirmando o diagnóstico foi concluído na tarde de hoje.

De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, caso haja necessidade, enfermarias podem receber mais equipamentos e serem transformadas em leitos de Terapia Intensiva. “O Estado tem trabalhado no sentido de entender como a epidemia tem se comportado e tentar diminuir a possibilidade de transmissão da doença”, afirma.

O primeiro caso importado do novo coronavírus (Covid-19) na Bahia é de uma mulher de 34 anos, residente em Feira de Santana, que retornou da Itália em 25 de fevereiro, com passagens por Milão e Roma, onde aconteceu a contaminação. A paciente veio manifestar os sintomas depois de ter chegado ao Brasil.

Já o segundo caso é o de uma mulher de 42 anos, trabalhadora doméstica, que teve contato domiciliar com a primeira paciente do estado com COVID-19, quando ainda esta ainda estava sintomática. As pacientes confirmadas para o Covid-19 são monitoradas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com a Vigilância Municipal de Feira de Santana.

NOTIFICAÇÕES

A Bahia registrou 187 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo três confirmados, todos em Feira de Santana. Outros 133 foram descartados e 51 aguardam análise laboratorial. Ao todo, 25 municípios da Bahia fizeram notificações oficiais ao Cievs-BA.  Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado às 17 horas desta quinta (12).

É importante pontuar que o paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades primárias de atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

FEIRA DE SANTANA, ITABUNA E JEQUIÉ OFERTAM 77 VAGAS DE EMPREGO PELO SINEBAHIA HOJE (10)

SineBahia suspende atendimento ao público em todo o estado
Tempo de leitura: 3 minutos

As unidades do SineBahia nos municípios de Itabuna, Jequié e Feira de Santana ofertam 77 vagas de emprego nesta terça-feira (10). São 38 oportunidades em Itabuna, 37 em Feira de Santana e 2 em Jequié.

Os interessados devem se dirigir ao SineBahia destes municípios, munidos de carteiras de Trabalho e de Identidade (RG), CPF e comprovantes de residência e de escolaridade. Caso seja pessoa com deficiência (PCD), necessário apresentação de laudo médico. Clique em Leia Mais, abaixo, e confira quais são as vagas hoje.

Leia Mais

38 CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS SÃO INVESTIGADOS NA BAHIA; EXAME DE UMA MULHER DEU POSITIVO

Coaraci registra o segundo caso de coronavírus; Aurelino Leal tem o primeiro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Bahia registrou, até esta sexta-feira (6), a notificação de 93 casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, sendo 25 excluídos por não se enquadrarem no protocolo do Ministério da Saúde, 33 foram descartados laboratorialmente e outros 38 aguardam análise laboratorial. Um caso foi confirmado. Trata-se de uma mulher de Feira de Santana que retornou de viagem da Itália no dia 25 fevereiro.

Os municípios que notificaram casos suspeitos foram Camaçari, Candeias, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Jacaraci, Jequié, Lauro de Freitas, Lençóis, Porto Seguro, Salvador, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas, Tucano e Vitória da Conquista. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia. Os casos suspeitos no sul da Bahia estão entre os descartados.

No Brasil, 13 casos de coronavírus foram confirmados. Atualmente, em todo o País, são 768 casos suspeitos monitorados pelo Ministério da Saúde. Os dados são repassados diariamente pelas Secretarias Estaduais de Saúde.

PAÍSES MONITORADOS

São 37 países monitorados pelo Ministério da Saúde por apresentarem transmissão ativa do coronavírus. Com isso, os critérios para a definição de caso suspeito enquadram agora, as pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar e tiveram passagem pela Alemanha, Argélia, Austrália, Bélgica, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina.

A lista inclui ainda quem, nos últimos 14 dias, passou pelo  Canadá, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Croácia, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Equador, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Japão, Líbano, Malásia, Noruega, Reino Unido, Romênia, San Marino, Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia, Vietnã, além da China

BAHIA REGISTRA PRIMEIRO CASO IMPORTADO DE CORONAVÍRUS

Feira de Santana registra novos óbitos por covid-19 e mais de 360 casos confirmados
Tempo de leitura: < 1 minuto

Por meio do Twitter, o secretário estadual de Saúde (Sesab), Fábio Vilas-Boas, confirmou o primeiro caso importado do novo coronavírus (Covid-10) na Bahia. A mulher, de 34 anos, reside em Feira de Santana, conforme Vilas-Boas.

– Trata-se de uma mulher de 34 anos, residente na cidade de Feira de Santana, que retornou da Itália em 25 de fevereiro – escreveu na rede social às 8h30min desta sexta-feira (6).

O secretário disse que a paciente está em casa, com quadro assintomático e orientação para permanecer em isolamento, “adotando as medidas de precaução de contato”. O monitoramento é feito pela Vigilância em Saúde da Bahia e pela Secretaria de Saúde de Feira de Santana.

– Importante ressaltar que não há qualquer motivo para pânico. Esse é um vírus que causa quadro gripal, assim como diversos outros já existentes. Em verdade é até menos letal que o H1N1 – afirmou Vilas-Boas na rede social.

CASOS SUSPEITOS

Até o final da tarde de ontem, a Bahia tem mais de 2o casos suspeitos do Covid-19 aguardando resultados laboratoriais. No País, além da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo confirmaram casos do Covid-19.

Back To Top