skip to Main Content
29 de maio de 2020 | 01:47 am

TCM APROVA CONTAS DE ARATACA

Tempo de leitura: < 1 minuto

ferluPela primeira vez em três anos, a Prefeitura de Arataca tem suas contas aprovadas pelo TCM-BA. O parecer prévio favorável à gestão municipal foi emitido nesta quinta-feira (23) pelo conselheiro Paolo Marconi, e acatado por sete votos a zero.
As contas aprovadas são as de 2013, quebrando uma série de dois anos (2011 e 2012) nos quais o tribunal procedeu a tomada de contas especial da gestão. O prefeito Fernando Mansur (Ferlu), do PMDB, comemora o resultado no TCM e diz que tem procurado realizar uma gestão que “prima pela aplicação rigorosa dos recursos públicos”.

JUSTIÇA ORDENA QUE FERLU PAGUE SALÁRIO DE VICE-PREFEITA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Ferlu foi condenado a pagar salário de vice-prefeita.

Ferlu foi condenado a pagar salário da vice.

A Justiça determinou ao prefeito de Arataca, Fernando Mansur, o Ferlu (PMDB), que retome o pagamento de salário da vice-prefeita Juliana Chagas (PP) a partir de outubro.
O juiz da Vara Cível da Comarca de Camacan, Fábio Mello Veiga, impôs multa de R$ 100 mil ao prefeito, caso descumpra a liminar em mandado de segurança impetrado pelo advogado de Juliana, Marcos Alpoim Andrade.
Ferlu suspendeu o pagamento do salário da vice-prefeita desde junho deste ano por perseguição política.
Outra ação será movida contra o prefeito para que ele pague os salários atrasados, segundo disse ao PIMENTA o advogado Marcos Alpoim.
O magistrado também determinou abertura de investigação por crime cometido por Ferlu, caso ele insista em não pagar os subsídios da vice-prefeita. A decisão foi tomada ontem.
Ferlu não foi encontrado para informar se seguirá a decisão judicial.

FROTA MAIOR , CONSUMO MENOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Criticado por opositores em função de gastos supostamente excessivos com a compra de combustíveis, o prefeito de Arataca, Fernando Mansur, o Ferlu (PMDB), defendeu-se apresentando uma comparação entre números de sua gestão e da anterior, que tinha à frente Agenor Birschner.
Segundo a planilha apresentada por Mansur, os gastos com combustíveis na gestão passada oscilaram de R$ 810.000,00 a R$ 966.775,00 por ano, enquanto em 2013, primeiro ano de seu mandato, as despesas com o abastecimento da frota ficaram em R$ 739.300,00.
O prefeito diz que há dois detalhes a serem considerados: a redução dos gastos ocorreu mesmo com o aumento da frota e dos preços dos combustíveis.

CARGO DEFINIDO NO VOTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os administradores de distritos da pequena Arataca, no sul da Bahia, foram definidos por meio do voto. Os cargos são de livre nomeação, de confiança.Só que o gestor de lá, Fernando Mansur, conhecido como Ferlu, quis fazer diferente. Com muita gente de olho em um salário de R$ 1,1 mil, ele passou a decisão para os moradores de Anuri, Prata e Vila Jequié.
A escolha no voto foi à moda antiga, na cédula. Nada de urna eletrônica. Por enquanto, ninguém reclamou de compra de voto ou favorecimento. Ferlu diz que a forma de escolha dá legitimidade aos novos administradores. José Zózimo de Oliveira, o Zé de Sota, foi eleito em Anuri, Elias Reis de Matos levou em Pratas e em Vila Jequié o Cláudio da Silva, o Dingola, foi o ungido.

VENCEDORES E PERDEDORES

Tempo de leitura: < 1 minuto

A conquista da União dos Municípios da Bahia (UPB) pela prefeita de Cardeal da Silva, Maria Quitéria (PSB), mereceu comemorações e também provocou lamentos no sul da Bahia.
Entre os prefeitos da região que festejaram o resultado, estão a de Uruçuca, Fernanda (PT); o de Ibicaraí, Lenildo Santana (PT); e o de Itabuna, Vane do Renascer (PRB).
No time dos perdedores, estão, entre outros, Gilka Badaró (PSB), de Itajuípe, Almir Melo (PMDB), de Canavieiras, e Ferlu (PMDB), de Arataca. Eles apoiaram Wilson Cardoso (PSB), prefeito de Andaraí, que bateu chapa com Quitéria.

Back To Top