skip to Main Content
27 de novembro de 2020 | 07:37 pm

FACULDADE MADRE THAÍS PREVÊ AULAS PRESENCIAIS A PARTIR DO DIA 16

Faculdade ilheense deve retomar aulas a partir de 16 de novembro
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Faculdade Madre Thaís (FMT), de Ilhéus, deverá retomar as aulas presenciais, de forma gradativa, a partir do dia 16 de novembro, segundo a diretora acadêmica, Taitiana Barcelos. Segundo ela, o plano de retomada “não envolve o retorno de todas as disciplinas dos cursos”.

– Caberá aos professores da FMT indicarem a necessidade de revisão de conteúdos, bem como de aulas práticas obedecendo aos protocolos de higiene e saúde e, também, resguardando os cuidados sanitários recomendados pelas autoridades da área – disse Taitiana.

Ontem e hoje (4), servidores técnicos, professores e alunos foram submetidos a testagem contra o novo coronavírus. Ilhéus possui 7.291 casos confirmados de coronavírus, com 252 mortes. Desde setembro, o município registra queda na curva de crescimento da doença. Nesta noite, havia 58 casos ativos (pacientes em recuperação) da doença.

UESC E MADRE THAÍS CRIAM GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE ENVELHECIMENTO

Tempo de leitura: 2 minutos

Grupo de estudo das instituições desenvolve pesquisas sobre o envelhecimento

A Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e a Faculdade Madre Thaís (FMT), de Ilhéus, criaram um grupo de estudos e pesquisas sobre o envelhecimento. O Grepe envolve os cursos de Fisioterapia e Enfermagem das duas instituições e se propõe a discutir, quinzenalmente, temas relacionados ao envelhecimento para subsidiar novas pesquisas na área.
De acordo com as duas instituições de ensino superior, o Grepe ofereceu aos voluntários um curso de metodologia científica, especialmente na elaboração de problema de pesquisa e busca em fontes de dados. O curso, ministrado pela professora e mestre Carla Daiane (UESC), promoveu três encontros, com carga horária total de 12 horas, que será certificado pelo Núcleo de Educação em Enfermagem (Neenf), da Uesc.

Grupo desenvolve estudos sobre envelhecimento || Divulgação

Segundo a coordenadora do curso de Fisioterapia da FMT, Karla Gresik, essa parceria fortalece a Iniciação Científica da FMT. “Principalmente pelos resultados alcançados até o momento”, ressaltou. Segundo ela, cinco projetos de pesquisa foram desenvolvidos nesse semestre e serão submetidos ao Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP), “para posterior execução”.

MEC AUTORIZA CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA NA FMT

Tempo de leitura: < 1 minuto
Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) autorizou o funcionamento do curso de Engenharia Elétrica na Faculdade Madre Thaís (FMT) em Ilhéus. A Portaria 768/2016 está publicada na edição do Diário Oficial da União da última sexta (2).

O diretor-geral da FMT, Eusínio Lavigne Gesteira, anunciou para janeiro o vestibular de formação da primeira turma do curso. A faculdade está autorizada a oferecer até 100 vagas.

Segundo Eusínio, a FMT atende a uma demanda regional por engenheiros eletricistas, pois o sul da Bahia, afirma, “chega a absorver mão de obra especializada de outros estados”.

MEC RECREDENCIA FACULDADE MADRE THAÍS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

Campus da Madre Thaís, na Avenida Itabuna, em Ilhéus (Foto Divulgação).

O Ministério da Educação (MEC) renovou o credenciamento a Faculdade Madre Thaís (FMT), de Ilhéus, após a instituição ter sido submetida a avaliação pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

A portaria 755, de 20 de julho, foi publicada na edição 139 do Diário Oficial da União, tendo validade de cino anos. Para o presidente da FMT, Isidoro Gesteira, o recredenciamento reflete “o empenho de cada um dos professores, coordenadores da instituição”.

Diretora acadêmica da FMT, a professora Tatiana Barcelo avalia que o recredenciamento significa que a instituição alcançou “ótimo desempenho, considerando-se os aspectos como ensino, extensão, responsabilidade social, gestão da instituição, corpo docente e formação do egresso”.

Back To Top