skip to Main Content
29 de março de 2020 | 03:34 pm

REI DO INTERMUNICIPAL, BETO OLIVEIRA QUER MAIS TÍTULOS E TREINAR A SELEÇÃO DE ITABUNA

Tempo de leitura: 12 minutos

Poucos treinadores conquistaram tantos títulos no futebol do interior da Bahia como Beto Oliveira. São seis troféus do Campeonato Intermunicipal, três deles consecutivos (2017-2018-2019), e uma conquista com equipe profissional, no comando do Itabuna Esporte Clube, em 2002, na Segunda Divisão do Baiano.  A equipe conseguiu o acesso invicta depois de 10 anos sem disputar nenhuma competição.

Em entrevista exclusiva ao PIMENTA, o treinador fala do sonho de conquistar um Campeonato Baiano e mais três títulos do Intermunicipal. Ele também comenta sobre o sufoco que passou por conta da desconfiança dos torcedores de Itamaraju durante a temporada passada, quando teve de montar uma equipe completamente diferente da que se sagrou campeã em 2018.

Beto Oliveira afirma ainda que é louco para treinar a Seleção de Itabuna e observa que o Campeonato Interbairros deveria ser no primeiro semestre, não no segundo, como é realizado hoje. O técnico também fala de Pep Guardiola, Abel Braga, Jorge Jesus e do time rubro-negro carioca: “O Flamengo de hoje é encantador”.

Veja a íntegra da entrevista.

Blog Pimenta – Sua carreira começa na década de 80 como jogador. Exatamente quando?

Beto Oliveira- Comecei na base do Itabuna Esporte Clube em 1982 e me profissionalizei três anos depois. Atuei pelo Itabuna até 87. Rodei por algumas equipes profissionais no país. Em 91 voltei para o Itabuna e um ano depois fui para o Grêmio Maringá. Em 93 encerrei a carreira como jogador de futebol e comecei a treinar a divisão de base do Itabuna, em 94, sendo técnico do time que disputou a Copa Rio daquele ano. Fiquei como treinador da equipe por três anos seguidos.

Pimenta- E no futebol profissional?  

Beto – Comecei em 2000, quando treinei o Grapiúna nos últimos quatro jogos da Segunda Divisão do Campeonato Baiano. Vencemos o Astro, Bahia de Feira, Barreiras e Jequié, salvo engano. Uma das equipes utilizou um jogador irregular, houve alteração na classificação e perdemos a chance de disputar o título naquele ano.

Pimenta – Um início de carreira de treinador empolgante, por sinal.

Beto Foi sim. Em 2001, treinei o Grapiúna que disputou a Taça São Paulo de Futebol Júnior. No retorno, voltei à equipe profissional do Grapiúna para, mais uma vez, disputar a Segunda Divisão do Baianão. Ficamos com o vice-campeonato. Perdemos o título para o Palmeiras do Nordeste, então filial do Palmeiras de São Paulo. Eles tinham uma equipe muito forte e subiram.

Pimenta – E o primeiro título na carreira?

Beto Em 2001, fui contratado para treinar a Seleção de Coaraci no Intermunicipal. Ali, ganhei o meu primeiro título. No outro ano, voltei ao futebol profissional para comandar o Itabuna Esporte Clube na Segunda Divisão. A equipe estava há 10 anos sem participar de competições. Conquistamos o título da Série B de forma invicta e garantimos vaga na elite do futebol baiano.

Pimenta – Em 2002 a sua primeira competição nacional. Foi isso?

Beto Sim. Como treinador do Colo Colo no Campeonato Brasileiro da série C. Em 2003 voltei ao profissional do Itabuna e ficamos na terceira colocação no Baianão. Perdemos a semifinal para o Vitória, que estava na série A do Campeonato Brasileiro.

Pimenta – E o seu segundo título no Intermunicipal?

Beto – Foi em 2004, com a Seleção de Itamaraju.

 

 

Já fiz uma análise e cheguei à conclusão de que ainda é cedo para parar. Quero retornar ao futebol profissional e ganhar mais títulos.

 

Pimenta – Rodou muito como treinador…

Beto – Minha carreira foi entre equipes amadoras e profissionais. E o terceiro título no Intermunicipal também foi no extremo-sul do estado. Em 2009 fechei um contrato com a Seleção de Porto Seguro por dois anos. Ficamos em terceiro lugar, mas conquistamos o título, invicto, em 2010.

Pimenta – Sete anos depois mais um título…

Beto Em 2017, com a Seleção de Eunápolis. No ano seguinte retornei à Itamaraju, onde conquistamos dois títulos consecutivos do Campeonato Intermunicipal.

Pimenta – Beto Oliveira foi um bom jogador?

Beto Tenho uma família de atletas. Danielzinho começou a carreira no Itabuna e passou por equipes como Palmeiras (na base) e Bragantino, na década de 80. Guiovaldo também tem passagem pelo Itabuna, futebol de Portugal e várias equipes no Brasil. Acho que fui um bom jogador sim. Comecei como volante e depois fui atuar como zagueiro. Nas décadas de 80 e 90, tínhamos muitos craques. Era muito difícil para o profissional do interior ser contratado por um time grande do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais ou Sul do País.

Pimenta – Já pensou em parar?

Beto Já fiz uma análise e cheguei à conclusão de que ainda é cedo. Quero retornar ao futebol profissional e ganhar mais títulos.

Pimenta – Já recebeu propostas para trabalhar neste ano?

Beto Recebi uma proposta de um dos times da Primeira Divisão do Campeonato Baiano, mas não possível o acerto por questões financeiras. Ofereceram um valor menor do que eu ganhava no Intermunicipal. Entendi ser uma desvalorização muito grande. Para trabalhar no profissional, na elite do Baiano, o técnico merece ter uma remuneração melhor.

 

 

Tenho algumas propostas. Provavelmente em março, estarei treinando uma equipe da Segunda Divisão do Baiano.

 

 

Pimenta – Você não estaria em uma vitrine melhor?

Beto No futebol profissional a cobrança é muito maior. Todos da cidade exigem uma campanha excelente. A expectativa gira em torno de vencer Bahia e Vitória e conquistar o título de campeão. Tenho algumas propostas. Provavelmente em março, estarei treinando uma equipe da Segunda Divisão do Baiano.

Pimenta – Qual foi a conquista de Campeonato Intermunicipal mais fácil e a mais difícil?

Beto Não existe conquista fácil, ainda mais em se tratando do Intermunicipal, que é disputado por 64 equipes. É uma competição que dura seis meses. Enfrentamos muitas dificuldades. Às vezes, perda de jogadores importantes no decorrer da competição.

Pimenta – O título mais marcante, então?

Beto O mais prazeroso foi primeiro, conquistado com a Seleção de Coaraci. Embora tivesse sido vice-campeão da segunda divisão com Grapiúna, chegamos sem muito conhecimento sobre o Intermunicipal, que é uma competição totalmente diferente. Peguei uma seleção formada basicamente por ex-jogadores profissionais e vividos na competição e eu sem experiência.  Achei um pouco mais difícil para impor a minha metodologia de trabalho, mas tudo deu certo.

Clique em leia mais, abaixo, e confira a íntegra da entrevista.

Leia Mais

BAHIA LARGA BEM NA SUL-AMERICANA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ataque do Bahia funcionou na estreia na Sul-Americana || Foto Felipe Oliveira/Bahia

O Bahia começou a campanha na Copa Sul-Americana e venceu o Nacional-PAR por 3 a 0 no jogo de ida da primeira fase da competição intercontinental realizado hoje (12), na Arena Fonte Nova. Pressionado após a eliminação na Copa do Brasil e a derrota no clássico Ba-Vi, o tricolor começou mal, mas conseguiu iniciar a arrancada pelo resultado positivo ainda no primeiro tempo com Gilberto e Gregore.

No início do segundo tempo, Élber marcou o terceiro e ajudou o time a garantir a vitória. Com o placar elástico, o tricolor garantiu um bom resultado para administrar a vantagem no jogo de volta, marcado para a próxima quarta-feira (26), no estádio Arsenio Erico, em Assunção, no Paraguai. Do Metro1.

BAHIA ANUNCIA A CONTRATAÇÃO DO ATACANTE ROSSI, EX-VASCO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia anunciou, nesta terça-feira (14), a contratação do atacante Rossi, que estava no futebol do Rio de Janeiro. Líder de assistências do Vasco em 2019, o atleta de 26 anos assinou contrato até 31 de dezembro de 2021.

Rosicley Pereira da Silva, paraense de Prainha, foi titular em 26 dos 29 jogos que atuou no Brasileirão do ano passado. Além de garçom do time, liderou as estatísticas de dribles certos (28), roubadas de bola (50) e finalizações a gol (22) no elenco do time carioca durante o campeonato

Em 2017, Rossi disputou a Libertadores, a Sul-Americana e a Recopa continental pela Chapecoense, sendo novamente um dos destaques da equipe. Em 2018, o jogador defendeu o Internacional e foi comprado pelo chinês Shenzhen, com o qual tinha vínculo até fechar com o Bahia.

Leia Mais

BAHIA ANUNCIA A CONTRATAÇÃO DO ATACANTE ROSSI, EX-VASCO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Atacante Rossi é o novo reforço do Bahia

O  Bahia anunciou, nesta terça-feira (14), a contratação do atacante Rossi, que estava no futebol do Rio de Janeiro.Líder de assistências do Vasco em 2019, o atleta de 26 anos assinou contrato até 31 de dezembro de 2021.

Rosicley Pereira da Silva, paraense de Prainha, foi titular em 26 dos 29 jogos que atuou no Brasileirão do ano passado.Além de garçom do time, liderou as estatísticas de dribles certos (28), roubadas de bola (50) e finalizações a gol (22) no elenco do time carioca durante o campeonato.

Em 2017, Rossi disputou a Libertadores, a Sul-Americana e a Recopa continental pela Chapecoense, sendo novamente um dos destaques da equipe. Em 2018, o jogador defendeu  o Internacional e foi comprado pelo chinês Shenzhen, com o qual tinha vínculo até fechar com o Bahia.

Rossi começou a chamar a atenção de clubes pelo país quando defendeu o Goiás na Série B 2016, tornando-se vice-artilheiro do elenco.Também jogou no Paraná, em 2015, e na Ponte Preta, em 2014.

MANGABINHA E PARQUE SANTA CLARA FARÃO A FINALÍSSIMA DO INTERBAIRROS 2019

Tempo de leitura: < 1 minuto

Torcida compareceu ao Itabunão para os jogos das semifinais do Interbairros

Com 100% de aproveitamento na competição, a Mangabinha goleou a Seleção do São Pedro, por 5 a 0, e garantiu vaga na finalíssima do Campeonato Interbairros de Futebol 2019. Mangabinha enfrentará Parque Santa Clara, que derrotou Bananeira em cobrança de penalidades, por 4 a 3, após empate em 1 a 1 no tempo normal.

A finalíssima será disputada no próximo domingo (22), às 9h, no Estádio Luiz Viana Filho, o Itabunão. A Seleção da Mangabinha vai tentar o bicampeonato da competição. Parque Santa Clara chega pela primeira vez a uma final da competição.

O Interbairros deste ano está sendo promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) e pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esportes da Bahia (Setre-BA). Em 2019, a competição reuniu 50 equipes e cerca de 1,3 mil atletas, conforme a FICC.

ITAMARAJU VENCE NOS PÊNALTIS E CONQUISTA TETRACAMPEONATO DO INTERMUNICIPAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itamaraju conquista o quarto título do Intermunicipal

Dirigida pelo treinador itabunense Beto Oliveira, a seleção de Itamaraju conquistou, neste domingo (8), em Itapetinga, no sudoeste da Bahia, contra a equipe da casa, mais um título do Campeonato Intermunicipal de Futebol. A competição foi decidida nos pênaltis, depois do empate de 1×1 no tempo normal, o mesmo placar da primeira partida em Itamaraju.

Itamaraju derrotou a seleção de Itapetinga pelo placar de 4×1, nos pênaltis . É o segundo ano consecutivo que as duas equipes se encontram na decisão. Em 2018, a seleção do município do extremo-sul da Bahia também venceu o adversário nas penalidades. No ano passado, Beto Oliveira já comandava o time.

Com o título conquistado neste domingo, o representante de Itamaraju tornou-se tetracampeão do Intermunicipal. Além de 201 e 2019, já tinha vencido em 2002 e 2004. Itapetinga buscava o tricampeonato. Foi campeão de 95 e 96. A edição deste ano foi 62ª e contou com a participação de mais de 60 seleções de todas as regiões da Bahia.

ILHÉUS TERÁ DOIS TIMES NA SEGUNDA DIVISÃO DO CAMPEONATO BAIANO DE 2020

Tempo de leitura: < 1 minuto

Representante da FBF recebe a camisa do Colo Colo das mãos dos dirigentes do time

Ilhéus, que nos últimos anos não conseguiu sequer manter uma equipe no grupo de elite do futebol baiano, vai disputar a segunda divisão de 2020 com dois times. Além do festejado clube-empresa Barcelona, o tradicional Colo Colo de Futebol e Regatas oficializou junto a Federação Bahiana de Futebol (FBF) sua inscrição para a disputa do acesso.

São dois clubes com as mesmas cores (amarelo e azul) e o mesmo símbolo (o tigre). A mais nova, de propriedade da mesma empresa que, ano passado, tentou levar o Colo Colo de volta à primeira divisão e fracassou na tentativa.

O Barcelona chega, pelo menos no papel, com pompa de time grande. O seu principal investidor é um empresário do ramo de compra e venda de jogadores profissionais que promete investir uma respeitosa cifra de R$ 2,5 milhões nos próximos cinco anos e levar o clube à Série C do Campeonato Brasileiro.

No próximo dia 29, um coquetel apresentará o projeto ao público torcedor e autoridades de Ilhéus. Um dos nomes de peso contratado para tocar o projeto é o o ex-presidente do próprio Colo Colo, José Maria Almeida de Sant´Anna, campeão estadual de 2006. Leia mais no Jornal Bahia Online.

 

FLAMENGO É BICAMPEÃO DA LIBERTADORES DA AMÉRICA COM VIRADA ÉPICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Flamengo é bicampeão da Libertadores da América em 2019 || Reprodução

Numa virada histórica, o Flamengo acaba de faturar a Libertadores da América de 2019 diante do argentino River Plate, por 2 a 1. O bicampeão chegou ao título depois de sofrer um gol antes dos 15 minutos de jogo e virar a partida no finalzinho, com Gabigol marcando duas vezes, aos 43 e aos 46 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO E RIVER PROTAGONIZAM FINAL INÉDITA – E HISTÓRICA – DA LIBERTADORES

Tempo de leitura: 2 minutos

Flamengo e River Plate fazem final inédita e histórica da Libertadores || Fotos Reuters/Agência Brasil

Neste sábado (23), a partir das 17h (horário de Brasília), Flamengo e River Plate, da Argentina, escreverão mais uma página da longa história de conquistas e glórias do futebol sul-americano, protagonizando uma final inédita de Copa Libertadores da América, no Estádio Monumental de Lima (Peru).

O ineditismo do jogo está no fato de as duas equipes se enfrentarem pela primeira vez na decisão da competição. E a importância histórica se dá porque esta é a final de número 60 da Libertadores, torneio que, pela primeira vez, terá uma final em partida única.

Uma decisão de Libertadores entre um time do Brasil e outro da Argentina não é uma novidade na história da competição. Elas já aconteceram em 14 oportunidades, com cinco vitórias brasileiras e nove argentinas. O Flamengo nunca esteve nesta situação, enquanto o River já encontrou um time brasileiro em confrontos decisivos, há mais de 40 anos. Foi em 1976. E deu Brasil. O Cruzeiro acabou campeão.

O rubro-negro carioca e os millonarios já se enfrentaram em quatro oportunidades na história da Libertadores. No ano de 1982, em uma semifinal em formato triangular que também contava com o Peñarol, o Flamengo derrotou o River Plate em duas oportunidades, por 3 a 0 jogando em Buenos Aires, e por 4 a 2 atuando no Rio de Janeiro.

As duas outras partidas aconteceram em 2018 pela fase de grupos da competição. Elas terminaram empatadas, 2 a 2 no Rio de Janeiro e 0 a 0 em Buenos Aires. Com informações d´Agência Brasil.

SETE SELEÇÕES SE CLASSIFICAM PARA PRÓXIMA FASE DO INTERBAIRROS DE FUTEBOL DE ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

Sete seleções se classificam para a próxima fase do Interbairros

As seleções do Parque Santa Clara, Vila Anália, Jaçanã, Mangabinha, Rua de Palha, Pontalzinho e Pedro Jerônimo se classificaram para as oitavas de finais do Campeonato Interbairros Futebol de Itabuna. As vagas foram conquistadas nas partidas de volta no domingo (17).

A seleção do Parque Santa Clara se classificou ao derrotar o Novo São Caetano por 2 a 1. O Vila Anália não saiu do zero a zero contra o Sarinha, mas ficou com a vaga por causa da campanha na primeira fase. O Jaçanã aplicou 2 a 0 no Banco Raso e carimbou o passaporte para as oitavas de final do Interbairros.

A lista de classificados inclui ainda as seleções da Mangabinha que na partida de ida goleou o Núcleo Habitacional da Ceplac por 6 a 0, e venceu o jogo de volta por 1 a 0; Rua de Palha, que bateu Itamaracá por 1 x 0 no confronto de domingo; e Pontalzinho, que mesmo perdendo por 3 a 1 para a Nova Califórnia, passou para as oitavas de final, pois tinha vencido a equipe rival pelo mesmo placar na ida e jogava com a vantagem do seu desempenho na primeira fase da competição.

Quem também perdeu, mas acabou se classificando em função do regulamento, foi a Seleção do Pedro Jerônimo, derrotada por 1 a 0 pela Vila Zara. As demais classificadas para próxima fase serão conhecidas no próximo domingo (24).

Os confrontos serão entre Santo Antônio x Bananeira, Parque Boa Vista x João Soares, São Roque x Santa Inês, Manoel Leão x Santa Catarina. Também se enfrentam Sinval Palmeira x Gabriela, São Pedro x Vale do Sol e Alto Mirante x Parque Verde.

Back To Top