skip to Main Content
15 de agosto de 2020 | 04:22 pm

EX-JOGADORES SE EMOCIONAM EM CAMPANHA DA LEIAUTE PARA "REESTREIA" DA FONTE NOVA

Tempo de leitura: 2 minutos

Arena fonte nova campanha publicitária“Deuses de carne e osso” indo às lágrimas e a alegria de um campeão brasileiro são dois dos “ingredientes” de uma campanha que mira o emocional para mostrar a gradiosidade de uma das praças da Copa das Confederações-2013 e da Copa 2014, a Arena Fonte Nova, reinaugurada no domingo, 7.
Os personagens da campanha são seis jogadores de Bahia e Vitória que deixaram suas marcas na Arena. Ricky, Beijoca, Raudinei, Índio, André Catimba e Zé Carlos aparecem em vídeo relembrando momentos na Fonte. E se emocionam ao conferir o novo estádio.
A concepção e execução do trabalho é da agência baiana Leiaute, que uniu em vídeos, spots, outdoors e fanpage “a emoção de vitórias, derrotas, alegrias e saudade”. Confira um dos vídeos da campanha que traz como personagens – além da Fonte – os jogadores Ricky, Beijoca, André Catimba, Zé Carlos, Índio e Raudinei.

 
Veja ficha técnica da campanha e todos os vídeos – incluindo making ofs – clicando no “leia mais”, abaixo.

Leia Mais

VITÓRIA TOMA "VIROTE" DO MIXTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Vitória foi derrotado em sua estreia na edição 2013 da Copa do Brasil. O rubro-negro perdeu para o Mixto-MT por 2 a 1. A partida foi disputada no estádio Presidente Dutra, em Cuiabá (MT). O jogo de volta será na próxima terça, 16, às 19h30min, no Barradão. Ao time baiano, basta vencer por 1 a 0 para avançar.
O rubro-negro abriu o placar aos 13 minutos de jogo. Escudero cruzou e Luís Alberto usou a cabeça para estufar a rede adversária. O time adversário obteve o empate logo no início do segundo tempo, com Soares Júnior. Outro Júnior, o Odail, cobrou falta para definir o placar: 2 a 1.

SERÁ QUE CHEGA ATÉ A COPA?

Tempo de leitura: 2 minutos

GUSTAVO HAUNGustavo Haun | g_a_haun@hotmail.com

Antes de reinaugurar os estádios das Copas que virão logo mais, tinha-se que fazer um amplo projeto de educar o povo, de conscientizar a população, de ensinar a nação a usar um bem que custou caro – quase todos ultrapassaram seus orçamentos iniciais – e que é de todos! Aliás, um bem que não é essa “coca-cola” toda!

Com a reinauguração da (Itaipava?) Arena Fonte Nova, um amigo confidenciou-me: não dou dois meses para estar tudo destruído. Fui mais otimista: no primeiro rebaixamento de ambos – Bahia ou Vitória – os torcedores destruirão os assentos, farão das barras de ferro armas e invadirão o campo arrasando com tudo!
Em primeiro lugar, é uma infelicidade tremenda chamar um estádio de futebol de “arena”. Parece um retorno à barbárie, quando nas arenas da antiguidade se esfolava, matava, queimava etc., por mera distração dos imperadores entediados, além de diversão e alienação das massas.
Mas a verdade é que nós, brasileiros, não temos a educação anglo-saxônica que a Fifa impõe em competições internacionais. Se na Europa os torcedores podem beber cerveja, assistir a jogos sem alambrados e fosso, sentadinhos e quietos em cadeiras acolchoadas, é porque tem uma Polícia eficiente, uma Justiça que funciona, uma fiscalização competente. E educação!
No Brasil, o que manda são os cambistas, a impunidade, o suborno e a falta de trato com o patrimônio público… Salvo raríssimas exceções.
Antes de reinaugurar os estádios das Copas que virão logo mais, tinha-se que fazer um amplo projeto de educar o povo, de conscientizar a população, de ensinar a nação a usar um bem que custou caro – quase todos ultrapassaram seus orçamentos iniciais – e que é de todos! Aliás, um bem que não é essa “coca-cola” toda!

Nova Fonte Nova foto Manu Dias-GovBA

Reportagens do UOL de domingo e segunda, dias 07 e 08 de abril, traziam os inúmeros defeitos da recente Fonte Nova: fiações soltas, tapumes impedindo acesso, problema de estacionamento, materiais de construção largados na obra, poltronas sem parafusar, as vias inacabadas no entorno, poças de água embaixo dos assentos e, o pior, mais de 6 mil lugares com ponto cego no estádio, ou seja, o sujeito vai para assistir e não assiste!

Porque no Brasil, querido leitor, é assim, tudo feito nas coxas, afinal, aqui é terra de ninguém! Faz-se o que quer: ninguém reclama, ninguém quer se comprometer, ninguém prende os que (des) mandam!
Um espaço que custou quase 700 milhões de reais, acusado de a maioria da verba ter sido desviada do FUNDEB, e ainda mal feito. É brincadeira!
Ai, ai, ai… E ainda têm os que sonham com isso aqui civilizado! Polido! Urbanizado! Com certeza não será para esta, nem para as próximas gerações. É esperar para ver.
Gustavo Haun é professor e edita o oblogderedacao.blogspot.com

POLÍTICOS CRITICAM TIME DO BAHIA; DEPUTADA MANDA JORGINHO TREINAR NO "INFERNO"

Tempo de leitura: 2 minutos

DIANTE DO VITÓRIA, BAHIA SOFREU GOLEADA: 5 A 1

JORGINHO NÃO É MAIS TÉCNICO DO TRICOLOR

Geddel desliga telefone para não ouvir gozações (Foto ABr).

Geddel desliga telefone para não ouvir gozações.

A derrota do Bahia por 5 a 1 para o rival histórico, o Vitória, provocou crítica de políticos baianos, como Geddel Vieira Lima e Lídice da Mata, à diretoria do Tricolor de Aço.
Agindo como torcedor ainda sentido pela goleada histórica, o ex-deputado e ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) soltou um palavrão no Twitter para descrever a qualidade técnica do elenco: “Esse time do Bahia é ruim para c……”.
Lídice pede a cabeça do presidente do Bahia.

Lídice pede a cabeça do presidente do Bahia.

Ex-prefeita de Salvador e senadora baiana, Lídice de Mata (PSB) direcionou suas críticas ao presidente do Bahia, o deputado federal Marcelo Guimarães Filho (PMDB).
– Abaixo Marcelinho! Não adianta tirar Jorginho q [que] ñ [não] tem culpa se ñ [não] tem jogador.
Logo após o apito final, Geddel informou que iria desligar os telefones para não sofrer gozações de políticos e amigos torcedores do Vitória.
A deputada estadual Luiza Maria (PT), diante do resultado, soltou um “só (ric) rindo pra não chorar”. Antes, foi mais incisiva, jogando a culpa no treinador do Bahia:
– É seu Jorginho, vá treinar no inferrrrnoooo!!!!
O técnico pediu demissão logo após o jogo. O anúncio foi feito durante entrevista coletiva.
Torcedor ilustre do Bahia, o governador Jaques Wagner foi ao estádio para assistir ao jogo histórico. E, de um dos camarotes, viu o seu time levar sapecada também histórica (veja matéria abaixo).
O ex-deputado federal Emiliano José (PT), hoje na suplência, defende realização de eleições abertas para escolha de dirigentes dos clubes de futebol, numa crítica indireta ao método que manteve Marcelo Guimarães Filho na presidência do Bahia.
TEMPORADA DESASTROSA
O Tricolor de Aço tem um dos piores inícios de temporada dos últimos 20 anos. Em fevereiro, o time foi eliminado ainda na fase classificatória da Copa do Nordeste e ficou mais de 40 dias sem jogar. No Baianão, o time lidera o Grupo 2, mas tem apenas 5 pontos em quatro jogos. No grupo do Vitória, o último colocado, o Vitória da Conquista, tem a mesma soma de pontos do tricolor.
O resultado de hoje levou torcedores a fazer troça do Bahia. Troça e trocadilho:
– A Páscoa já passou? Não tem problema, o Jahia acabou de garantir o seu chocolate… – brincou Victor Marcel Costa, que torce para o Vitória. Mas houve torcedor do Bahia que brincou com a situação do time.
O comunicólogo Luiz Carlos Júnior relacionou o nome do estádio (Arena Itaipava) à “sede” dos jogadores para explicar o fraco desempenho do time.

BA-VI E SHOWS NA INAUGURAÇÃO DA FONTE NOVA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nova Fonte Nova foto Manu Dias-GovBA
É hoje! Após dois anos e meio de obras e uma inauguração oficial na última sexta, 5, a Fonte Nova será reaberta hoje com shows de estrelas da música baiana e partida envolvendo os dois principais times do futebol baiano. O BA-VI começa às 16h, mas bem antes, Ivete Sangalo, Cláudia Leite e outras feras se apresentam no maior palco esportivo da Bahia. A foto é de Manu Dias.

ELES NÃO PARAM DE ZOAR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Após eliminar o Flamengo nas semifinais, ontem o Botafogo levantou o troféu da Taça Guanabara ao bater o Vasco da Gama (1 a 0). E não é que o vice do Vasco foi mais comentado nas redes sociais do que o título do Bota…
vicedagama

FLU DE FEIRA E ATLÉTICO REBAIXADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Flu de Feira é rebaixado para a Segundona e poderá fazer companhia ao Itabuna, que tenta subir ainda em 2013 (Foto Luiz Tito).

Flu é rebaixado e poderá fazer companhia ao Itabuna (Foto Luiz Tito/Arquivo).

Definidos os times da próxima fase do Baianão 2013 e os rebaixados. E no quesito cai-cai, surpresa: o Fluminense de Feira não resistiu à nova fórmula do campeonato e acabou rebaixado para a Segundona, onde hoje chafurdam os sul-baianos Colo-Colo e Itabuna. O Atlético de Alagoinhas também caiu
Cinco times avançaram para a próxima fase, quando entram no Estadual 2013 os times do Vitória, Bahia e Feirense – trio que disputou o Nordestão. Os times que carimbaram passaporte para a nova fase foram Bahia de Feira, Botafogo, Juazeirense, Juazeiro e Vitória da Conquista.
Os times serão divididos em dois grupos com quatro times cada. Bahia, Feirense, Botafogo e Juazeiro foram o Grupo 2. No 3, estão Vitória da Conquista, Bahia de Feira, Juazeirense e Vitória.

UM ESPETÁCULO!

Tempo de leitura: < 1 minuto
Com 99% das obras prontas, Fonte Nova receberá BA-VI em abril (Foto Manu Dias).

Com 99% das obras prontas, Fonte Nova receberá BA-VI em abril (Foto Manu Dias).

O consórcio que administra a Arena Fonte Nova entregou na última sexta-feira, 8, a obra ao governo baiano e à Fifa. O estádio de Salvador (sede da Copa das Confederações e Copa 2014) será inaugurado no dia 7 de abril com shows de músicos baianos, como Ivete Sangalo e Pitty, e um jogo válido pelo Baianão 2013 entre Bahia e Vitória, com ingresso a R$ 30,00 (meia).
O estádio vai receber três jogos da Copa das Confederações, que começa em junho. O mais esperado deles é o confronto Brasil x Itália, no dia 22 de junho.

ÁGUA NO CHOPE DE ZICO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Neste domingo, o craque Zico fez 60 anos, mas a festa não foi completa: o Flamengo, que entrou em campo com camisa em homenagem ao maior jogador da história rubro-negra, perdeu a semifinal contra o Botafogo, por 2 a 0. O Kibeloco fez esta homenagem ao sessentão famoso.

botafogo-zico-julio-cesar kibeloco

_____
E para quem gosta de bom futebol, aqui vai um pouco do que o ídolo rubro-negro, o “Galinho de Quintino“, fazia em campo.

Back To Top