skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 01:10 am

INTERBAIRROS TEM 13 JOGOS NESTE DOMINGO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Treze jogos agitam o Interbairros neste domingo - Foto: Waldyr Gomes

Treze jogos agitam o Interbairros neste domingo - Foto: Waldyr Gomes

Segue bastante disputado o Campeonato Interbairros de Futebol Amador de Itabuna. Treze jogos vão agitar as torcidas a partir das 9 horas deste domingo, pela sexta rodada do certame. O Lomanto, que lidera seu grupo e o campeonato – 9 pontos em três jogos e saldo de 13 gols -, descansa nessa rodada.

Junto com ele outras quatro equipes conseguiram os 100% de aproveitamento, e a diferença só aparece nos critérios de desempate: Novo Jaçanã, California, São Lourenço e Maria Matos embolam a ponta da tabela com os mesmos 9 pontos, mas com saldo de gols menor.

Mas, após a rodada deste domingo outros três times podem figurar nesse grupo seleto dos 9 pontos: Fátima, Nova Ferradas e Ferradas. Para acompanhar todos os detalhes do Interbairros acesse o hotsite da competição, no portal da prefeitura de Itabuna (www.itabuna.ba.gov.br) ou clique aqui. Lá você encontra notícias, tabelas, classificação e estatísticas de todos os times.

BRASIL DEFENDE INVENCIBILIDADE EM SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Brasil entra em campo nesta quarta-feira, às 22h, para defender uma invencibilidade que já dura 75 anos em Salvador. A seleção estreou em território baiano aplicando 10×4 sobre o Galícia, em 1934. De lá para cá, foram outros 16 jogos, sendo 11 vitórias e cinco empates. Hoje, o adversário é o freguês Chile, mas o Brasil não terá suas principais estrelas. Na expectativa do jogo de hoje, no estádio de Pituaçu, deixe o seu palpite de placar na seção comentários.

QUASE MEIO TIME FORA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Seleção Brasileira jogará contra o Chile mais do que desfalcada. Depois de perder Lúcio, Luís Fabiano, Kaká e Ramires, agora é Robinho quem está fora. Os dois “éles”, Kaká e Ramires estão fora por conta de cartões amarelos e o Robinho foi cortado da seleção devido a uma contusão na coxa esquerda, na partida contra a Argentina. O jogo contra o Chile será nesta quarta, no estádio de Pituaçu, em Salvador. Se contusões e cartões amarelos tiram estrelas do time, eles abrem espaço para testar a revigorada do atacante Adriano, do Flamengo.

MARADONA, O FREGUÊS HISTÓRICO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Brasil sapecou três na Argentina, na casa dos hermanos, e carimbou o passaporte para a Copa 2010, na África do Sul. Abaixo, os gols de Luisão e Luís Fabiano e do argentino Dátolo.

PALPITES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Para você, quem vence o jogo de logo mais, às 21h30min, entre Argentina e Brasil?

Aproveite e deixe o seu palpite na seção comentários.

Os nomes dos ‘acertadores’ a gente divulga logo depois da partida.

O Brasil é o segundo melhor time visitante até agora na disputa. E sabe quem tem o melhor aproveitamento de pontos como visitante? Justamente o Chile, o adversário da seleção canarinho na próxima quarta-feira, em Salvador.

NINGUÉM ACERTOU o placar do jogo, mas um leitor de sangue “argentino” chutou 3×1 para os hermanos.

E você já sabe no que deu, né? O Brasil meteu três nos argentinos, que só fizeram o de honra.

BAHIA, MORNO, PERDE DO CEARÁ

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia interrompeu a série de vitórias na Série B e perdeu por 2×1 para o Ceará, em partida disputada no Castelão, em Fortaleza (CE). O tricolor baiano perdeu a chance de se aproximar de vez do G-4, o grupo dos quatro times que ascendem à Série A do Brasileirão. O Bahia caiu de nono para décimo na tabela e o Ceará permaneceu no quarto lugar, com 40 pontos. Os baianos têm 30 pontos em 22 jogos.

O primeiro gol do time cearense foi em cobrança de pênalti. Com paradinha, Geraldo abriu o placar no Castelão, aos 33 minutos. Se a coisa estava ruim para o Bahia, piorou aos 40 do primeiro tempo. Boiadeiro cruzou na pequena área, rasteiro. Mota apenas escorou para fazer 2×0. O gol do tricolor-de-aço veio logo no primeiro minuto do segundo tempo. Nadson aproveitou cruzamento e marcou. E foi só.

LEO BRIGLIA, HERÓI GRAPIÚNA

Tempo de leitura: 2 minutos

Allah Góes | allah.goes@hotmail.com

O que define um herói, uma lenda? Seriam apenas seus atos, a forma como vive e interage com todos? Ser herói é isto e muito mais. É mais do que reunir em si os atributos necessários para superar de forma excepcional um determinado problema. É ser diferente dos demais, é ser extraordinário.

Quando eu era criança meu sonho, como o de qualquer criança, era ser um herói. Herói do tipo que podia voar como o super-homem, andar nas paredes e pular de prédio em prédio como o homem-aranha, ser forte como o Hulk, pois ser um herói para mim era ter super poderes.

Mas aí crescemos, deixamos de ser criança, e passamos a entender que aquele tipo de herói infantil, infalível e com super poderes, existe apenas nos gibis e na televisão. Mas, mesmo sabendo disso, ainda assim não deixamos de acreditar em heróis.

Passamos a acreditar naquele herói mais humano, mais verdadeiro. Aquele tipo que representa a condição humana, na sua complexidade psicológica, social e ética, e que, transcendendo a esta condição de homem comum, atinge com fé, coragem, força de vontade, determinação e paciência o heroísmo.

E o heroismo nada mais é que a inspiração, pois feitos humanos, principalmente se baseados em coragem e superação, inspiram modelos e exemplos à serem seguidos. Situações de guerra, conflito e de competição são ideais para se realizar feitos considerados heróicos.

E nós, como vivemos num país que já não entra em guerra há muito tempo, forjamos nossos ídolos, nossos heróis, em outro tipo de fogo. Forjamos aqueles que nos inspiram no fogo dos esportes. E assim, nos servem de exemplo: Pelé, Ayrton Senna, Oscar, Ronaldo etc.

No caso de Itabuna, até por conta da falta de incentivo de nossos poderes públicos, raro é o aparecimento de um idolo local, de um herói grapiúna. Eu mesmo, que não tive a felicidade de meu pai, tive como heróis Sócrates e Casagrande, razão pela qual torço pelo Corinthians.

Falo que meu pai foi feliz, pois em sua época, aqui mesmo em Itabuna, se forjou um herói. Mas não um herói “americanizado”, daqueles certinhos e infalíveis. Aqui se forjou um herói legitimamente brasileiro: boêmio, namorador, amigueiro, contador de estórias e excelente jogador de bola. Aqui se forjou Léo Briglia.

Léo que, apesar de filho de “coronel do cacau”, não queria ser doutor, pois quis mesmo foi ser jogador de futebol, inspirando o surgimento daquela geração que nos anos 60 foi hexacampeã baiana de futebol.

Mas o heroísmo de Léo não se resume apenas em ter inspirado o surgimento de nossos “craques”, ter sido diversas vezes campeão carioca, campeão brasileiro e ter jogado na seleção brasileira. O heroísmo de Léo reside na forma simples, acessível e carismática com que sempre trata a todos.

Léo Briglia, que no último sábado (29), completou 81 anos, foi herói tanto de meu pai, como o é para mim, por conta de ser o exemplo vivo de que é possível sonhar, ir além de Itabuna e ser um grapiúna vencedor. Por todas essas razões, Léo Briglia, além de lenda viva, é um de nossos maiores heróis.

Parabéns “Seu Léo”.

Allah Góes é advogado municipalista.

VITÓRIA, NÃO… EMPATE

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Vitória não conseguiu fazer jus ao nome – mais uma vez. Acaba de empatar em 3×3 com o Cruzeiro (MG) e chegar aos 29 pontos. Nem o fato do empate ter sido conquistado heroicamente, alivia para o time baiano. De vice-líder nas primeiras rodadas da Série A do Brasileiro, o Vitória caiu para 12º ao final da 22ª rodada do campeonato. O time está apenas cinco pontos acima da zona de rebaixamento e oito abaixo do G-4.

Jogando no Barradão, Salvador, o Vitória levou o primeiro gol aos três minutos do primeiro tempo. Gilberto deixou o dele ao aproveitar rebote do goleiro Viáfara. O jogador do Cruzeiro ainda marcou mais um, em cobrança de pênalti aos 19 minutos do segundo tempo.

A reação rubro-negra veio dois minutos depois. Roger diminuiu para o Vitória ao aproveitar cobrança de falta de Ramon Menezes. O desespero bateu na casa rubro-negra com o terceiro gol do Cruzeiro, aos 31 minutos da última etapa. Gol de Thiago Ribeiro.

O time, então, parece ter tomado vergonha. Aos 41 minutos, Ramon fez o segundo do Vitória, em lance do artilheiro Roger. E foi o Roger quem deu números finais ao jogo no Barradão, já aos 43 minutos, em um chute indefensável para Andrey.

BAHIA, DE JAEL, VENCE A TERCEIRA SEGUIDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O tricolor-de-aço engrenou? Se é para valer, ninguém sabe, mas o Bahia venceu a terceira partida seguida. O time bateu o São Caetano, por 3×1, no estádio Pituaçu, em Salvador. A torcida lotou o estádio e empurrou o tricolor. A equipe está agora em nono lugar, com 30 pontos.

O primeiro gol foi marcado por Jael, aos 18 minutos do primeiro tempo. O segundo e o terceiro foram marcados pelo atacante Nadson, ex-Vitória. O atacante ampliou para o Bahia aos 25 minutos do primeiro tempo. Aos 17 minutos da segunda etapa, Nadson marcou o terceiro.

O São Caetano teve uma forcinha do Bahia para fazer o de ‘honra’. Wendel, atacante do time azulão, chutou e a bola deu uma resvalada em Bebeto. Gol. O próximo jogo do Bahia será contra o Ceará, no sábado, às 16h10min (estádio Castelão). O São Caetano enfrentará o Vila Nova (GO), no Anacleto Campanela.

Abaixo, os gols da vitória do tricolor, embalado por 31 mil torcedores.

VAI GOZANDO, RAIMUNDO…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da Coluna Tempo Presente, A Tarde:

Já está certo que o Ilê Ayê e outros blocos afros vão se apresentar no Estádio de Pituaçu pouco antes do jogo da Seleção contra o Chile. Será a Bahia mostrando ‘sua cara’. A CBF disponibilizou dois mil ingressos para os chilenos, que já se esgotaram. Ontem, o secretário Domingos Leonelli (Turismo) pediu a Virgílio Elísio (diretor da CBF) que disponibilize mais bilhetes para as operadoras do Chile. As razões, segundo ele, são óbvias: – Devemos tratar os chilenos bem. Eles são e serão nossos fregueses duas vezes, no futebol e nos hotéis.

BAHIA E VITÓRIA (OLHA SÓ!) VENCERAM

Tempo de leitura: < 1 minuto
.

As duas maiores torcidas baianas estão em festa. O Vitória avançou à próxima fase da Copa Sul-Americana ao bater o Coritiba em disputa de pênaltis. O rubro-negro venceu a primeira partida, na semana passada, por 2×0 e perdeu o jogo de hoje pelo mesmo placar. Nos pênaltis, 5×3 para o time baiano, que agora enfrentará o River Plate ou o Blooming.

O Bahia também ‘se armou’ em cima de um time paranaense. O tricolor-de-aço meteu dois gols no Paraná e subiu para a 11ª colocação na Série B do Campeonato Brasileiro. Esta é a segunda vitória consecutiva do time. Jael, do Bahia, foi o nome do jogo. Ele fez os dois gols do time baiano. João Paulo descontou. A próxima partida do Bahia será contra o São Caetano, no estádio de Pituaçu, sábado, às 16h10min.

GOVERNO NÃO VAI IMPOR JOGOS NA FONTE NOVA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O chefe de gabinete do governador Jaques Wagner, Fernando Schmidt, afirma que o Estado não vai impor que Bahia e Vitória realizem seus jogos na nova Fonte Nova.

Segundo Schmidt, o consórcio que reconstruir o estádio, e que deverá administrá-lo conforme as regras das Parcerias Público-Privadas, terá que firmar entendimentos com os clubes, a fim de que haja vantagens para todas as partes.

O secretário de Esportes da Bahia, Nilton Vasconcelos, acrescenta que a realização dos jogos na Fonte Nova será fundamental para a viabilidade econômica do projeto. Diz, no entanto, que deverão ser observados os interesses dos times, como bilheteria e publicidade de campo.

ITABUNA APOSTA NO SÓCIO-TORCEDOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Conselheiros e diretores do Itabuna Esporte Clube aprovaram, na quarta-feira (19), a campanha do sócio-torcedor, apresentada pela agência de publicidade Art 3, sob encomenda da diretoria executiva do clube. O ousado projeto se propõe a garantir um fluxo de caixa permanente no IEC, e assim possibilitar a manutenção de uma boa estrutura durante todo o ano.

O sócio-torcedor é a grande aposta do Itabuna para chegar ao primeiro título no baianão, de acordo com o presidente, Ricardo Xavier. “Nossa meta é o título do campeonato baiano de 2010, ano do centenário de Itabuna. Todo funcionário, jogador e a comissão técnica que vamos formar para o próximo ano, chegarão sabendo desse objetivo”.

A campanha será apresentada ao público no dia 15 de setembro. Mas já é possível saber que quem aderir à proposta vai ter diversas vantagens, desde a camisa oficial a convênios com clínicas e até o sorteio semanal de uma caderneta de poupança. “O sócio-torcedor será nosso grande parceiro. E uma parceria implica em vantagens para os dois lados. A idéia é: você ganha, e o azulino também”, emenda o publicitário Tião Barros, da Art 3.

Back To Top