skip to Main Content
4 de junho de 2020 | 05:25 pm

CAPITÃO FÁBIO PARA GERALDO BRIGLIA: “EU DEVIA TER METIDO A MÃO NA CARA DELE”

Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-deputado estadual Capitão Fábio disse no sábado (23) que estava debilitado na campanha de 2008, quando disputou a prefeitura de Itabuna e acabou desistindo da candidatura a menos de 48 horas do pleito. Desistiu e apoiou a petista Juçara Feitosa.

Durante a participação no programa Resenha da Cidade (Rádio Difusora), sábado (23), Fábio afirma que se não estivesse debilitado, teria “metido a mão na cara” do também candidato Geraldo Briglia, então no PSOL. Briglia acusou Fábio de esquema com ferro velho. O pleito de 2008 foi vencido por Capitão Azevedo (DEM). Confira vídeo do Blog do Tom.

AUDITORIA NA EMASA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O novo presidente da Emasa, Ricardo Campos, trouxe um retrato em preto-e-branco do que disse ter encontrado ao assumir o “abacaxi”: faltava até produto químico para tratar a água que chega à torneira as residências em Itabuna. Campos anunciou que fará auditoria na empresa e revisará todos os contratos assinados nas últimas gestões.
Segundo ele, a empresa ainda não parou porque os funcionários concordaram em continuar no batente, mesmo com a gestão de Geraldo Briglia/Capitão Azevedo tendo deixado o funcionalismo com salários atrasados. Como o PIMENTA informou mês passado, o funcionalismo ficou sem salário de novembro e dezembro e o décimo terceiro salário.

RETRATO DO CAOS: EMASA ATRASA SALÁRIOS E NÃO PAGA 13º AOS FUNCIONÁRIOS

Tempo de leitura: 2 minutos
Briglia não dá satisfação a funcionários.

Briglia não dá satisfação a funcionários.

O caos financeiro na Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) agora atinge com intensidade os mais de 300 funcionários, dentre concursados e contratados. Até agora, o presidente Geraldo Briglia não se posicionou quanto aos pagamentos dos salários atrasados nem em relação ao 13º salário, que deveria ser depositado no dia 20.

Além de não receber o décimo terceiro, os funcionários da empresa municipal ainda não receberam os salários de novembro e de dezembro, pagos sempre a cada dia 25 do mês. “Nunca pensei que fosse passar o Natal sem uma ceia nem presente pros meus filhos. Também não estou podendo pagar minhas contas”, afirma funcionário concursado da Emasa.

Os funcionários criticam a falta de sensibilidade do presidente Geraldo Briglia e do prefeito Capitão Azevedo (DEM). Eles decretaram greve branca desde a segunda, 24. “Muitos não estão indo trabalhar. Eles não estão fornecendo os vales refeição e transporte”, revela um contratado. A empresa também não está depositando FGTS nem faz repasse do INSS há quase um ano, o que só piora a situação dos funcionários.

O SILÊNCIO NO SINDAE

Concursados também lamentam o silêncio do sindicato representativo dos trabalhadores das empresas de abastecimento de água, o Sindae. “A Emasa está um caos, mas ninguém ouviu um pio dos dirigentes do Sindae. É estranho esse silêncio. Será que estão compactuando com esses desmandos de Briglia?”, questiona funcionário. Todos pedem o anonimato, por temer retaliações.

TCM RECONSIDERA E APROVA CONTAS DA EMASA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Alfredo Melo: contas aprovadas após recurso.

Alfredo Melo: contas aprovadas após recurso.

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) acatou recurso do ex-presidente da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), Alfredo Melo, e reconsiderou decisão que reprovou as contas do ex-gestor relativas ao exercício de 2011 (relembre aqui).

Melo presidiu a empresa até junho do ano passado, quando foi substituído no cargo por Geraldo Briglia. No relatório inicial do TCM, foram detectadas irregularidades como fragmentação de despesas para fugir de processo licitatório, ausência de comprovação de despesas e gastos suspeitos com publicidade.

Os dois gestores teriam deixado de enviar comprovação de pagamentos em um total de R$ 366.688,63. Em contato com o PIMENTA, Alfredo Melo disse que a falta de documentação foi suprida e o tribunal reconsiderou a decisão, aprovando as contas, porém com ressalvas e multa de R$ 500,00.

MORADORES DO CONCEIÇÃO RECLAMAM DA FALTA DE ÁGUA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores da Travessa dos Eucaliptos, no Conceição, estão há duas semanas sem água. Uma das vítimas da Emasa diz que os consumidores são tratados “com desdém” quando entram em contato com o serviço de atendimento da empresa. “Não temos a quem recorrer. Não há um órgão regular nem ouvidoria”, lamenta Vanderson Rocha.

O presidente da Emasa, Geraldo Briglia, disse em entrevista à TV Santa Cruz, hoje, que a cidade tem enfrentado problemas no abastecimento de água. E culpou em grande parte a Coelba pela queda de energia na captação de água, principalmente em Rio do Braço.

ANIVERSÁRIO COM “BOLO” NA EMASA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Itabuna (Emasa) está completando 23 anos com série de festejos. Para marcar a data, o presidente Geraldo Briglia dá aos funcionários todos os meses dá “bolo” aos funcionários todos os meses: o salário é pago com atraso nunca antes visto, assim como os tíquetes-refeição.

A pindaíba é tão grande que muitos afirmam ser este o pior momento administrativo da Emasa. Outros falem até em falência da empresa de economia mista.

QUEBRADEIRA NA EMASA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os funcionários da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) estão com a pulga atrás da orelha. Os salários estão atrasando, em média, sete a dez dias. Os tíquetes-alimentação estão sendo pagos com 20 dias de atraso.

Empresas que possuem carros locados à Emasa alegam que está há três meses sem receber pelo serviço prestado. Internamente, funcionários especulam quais seriam os motivos para que o prefeito Capitão Azevedo (DEM) a manter Geraldo Briglia na presidência da empresa.

ALFREDO MELO RETORNA PARA A EMASA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Alfredo Melo é convocado.

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) divulgou nesta quarta (27)  nova convocação de aprovados no concurso público realizado em 2008. E, dentre eles, consta o nome do engenheiro Alfredo Oliveira Melo. Sim, ele mesmo, o ex-presidente da empresa.
Alfredo foi exonerado do cargo no dia 30 de junho, por se opor à ideia de privatização da Emasa. Agora retorna para assumir o cargo de engenheiro de saneamento. Sob os olhares e supervisão do substituto, Geraldo Briglia. E a lupa do arqui-inimigo, o radialista Val Cabral.
Em tempo: Outros nomes convocados pela empresa para contratação foram os de Claudino Cruz França, Sulivan Silva Sales, Gidevaldo Barbosa dos Santos, Fábio Souza Santos, Israel Boaventura dos Santos e José Menezes da Silva Filho (para a função de artífice I), Renan Oliveira Costa e Raynan Maxwell Rosa dos Santos (agente de serviços); e Melissa Bastos de Almeida Hafner (advogada). Todos têm até o dia 5 de agosto para se apresentar à Emasa.

COMITÊ EM DEFESA DA EMASA SERÁ REATIVADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O comitê em defesa da água e contra a privatização da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) será reativado na próxima segunda (18), às 18h, em reunião no plenário da Câmara de Vereadores. Membro do comitê, o ex-vereador Luís Sena disse que durante o evento será apresentado plano de trabalho pela melhoria dos serviços e para impedir “qualquer tentativa de privatização da Emasa”.
O novo presidente da Emasa, Geraldo Briglia, deixou claro em entrevista ao PIMENTA que a privatização da empresa “não está descartada”. Ainda em junho, a construtora OAS apresentou um plano para assumir o controle da Emasa, o que foi considerado estopim para a saída do engenheiro Alfredo Melo.

EMASA ACUSADA DE NEGLIGÊNCIA NO CONCEIÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto


Este buraco no meio da Rua José Bonifácio, no Conceição, Itabuna, foi aberto pela Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa) no início de maio para conserto na rede de abastecimento. O vazamento foi contido, não há mais desperdício d´água, mas a empresa não recompôs o calçamento da rua, deixando para trás um buraco de mais de metro de fundura.

Back To Top