skip to Main Content
25 de outubro de 2020 | 12:50 am

GERALDO TEM REGISTRO DE CANDIDATURA INDEFERIDO; DEFESA VAI RECORRER

Tempo de leitura: < 1 minuto

Candidato a prefeito de Itabuna pelo PT, o ex-deputado federal Geraldo Simões é o segundo nome na disputa a ter o pedido de registro de candidatura negado pela Justiça Eleitoral. Numa decisão publicada nesta quinta-feira (22), o titular da 28ª Zona Eleitoral, juiz Antônio Carlos Rodrigues de Moraes, indeferiu o pedido do candidato da coligação PT-PCdoB-PROS e Patriota.

O juiz atendeu a pedido do Ministério Público Eleitoral que apontou rejeição das contas de Geraldo Simões quando presidente da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba). Geraldo presidiu a companhia responsável pela administração dos portos baianos em parte dos anos 2000. Em 2018, o Tribunal de Contas da União (TCU) rejeitou recursos e manteve decisão de rejeição das contas do petista.

ITABUNA: NO SARINHA, GERALDO FAZ SUA 1ª CAMINHADA DA CAMPANHA E OBTÉM ADESÕES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo fez a primeira caminhada de sua campanha no Sarinha

O candidato a prefeito de Itabuna pelo PT, Geraldo Simões, promoveu caminhada, neste final de semana, no Sarinha Alcântara, acompanhado do vice, Jairo Araújo. Os candidatos a prefeito e vice agradeceram o carinho dos moradores, das famílias e da juventude.

“Nesse momento já constatamos como aumenta a decisão de voto em quem tem experiência e é mais preparado para ajudar Itabuna a dar a volta por cima. Quem pode resgatar a autoestima das pessoas”, disse Geraldo, observando que cobrou a todos seguir protocolos para evitar contaminação pela covid-19 durante a atividade

O atleta Sival Teixeira de Melo revelou já ter escolhido o seu candidato e as razões de sua decisão de voto. “Em seus dois mandatos Geraldo fez ótimo trabalho, e agora, com o apoio de Rui Costa, vai fazer muito mais. Estou com Geraldo pelo esporte e lazer de Itabuna”, disse.

Ainda durante o evento no final de semana, Geraldo aproveitou para reafirmar seu compromisso com a abertura de frentes de geração de trabalho e renda, cuidar de que mais precisa, reativar o comércio de bairro. “Vamos abrir linhas de crédito popular, apoiar a juventude e garantir uma grande retomada no desenvolvimento com mais saúde, educação e segurança”.

GERALDO SE REÚNE COM LÍDERES EVANGÉLICOS E APRESENTA PROGRAMA DE GOVERNO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo e Jairo apresentam propostas de governo a líderes evangélicos

Lideranças religiosas das igrejas Assembleia de Deus (Ministério Madureira) e Igreja Batista Teosópolis receberam, das mãos de Geraldo Simões e Jairo Araújo, candidatos a prefeito e vice-prefeito, cópias do Programa de Governo Participativo. Os encontros, realizados na manhã dessa terça-feira (6), foram acompanhados pelo ex-prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer).

Durante as audiências com os religiosos, Geraldo e Jairo explicaram os princípios que regem as propostas contidas no documento. “Prezamos pela separação da igreja da política, defendemos a liberdade de consciência. Mas Itabuna precisa dar a volta por cima, e para isso vamos governar com as instituições sérias de Itabuna e da região”, disse Geraldo após os encontros.

O candidato afirmou que a própria Igreja Batista Teosópolis inspirou uma das propostas do Programa de Governo. “Está em nosso plano e vamos realizar a criação de uma plataforma pública, em que os pequenos produtores cadastrarão seus produtos e serviços. Vamos estimular o acesso a essa plataforma, de modo que o itabunense possa adquirir produtos de forma online, ao mesmo tempo em que estimulamos a microeconomia e garantimos renda a uma grande parcela da população”.

“SABE O QUE FAZER”

O ex-prefeito Vane do Renascer afirmou que Itabuna tem a oportunidade de dar a volta por cima e retomar o rumo do desenvolvimento com Geraldo Simões. “Fico muito à vontade para falar, que Geraldo é o melhor candidato para Itabuna”. “E isso tem um motivo simples e essencial: Geraldo sabe exatamente o que fazer quando chegar o dia 1º de janeiro. Tem um planejamento, sabe quais os problemas e as soluções, que inclusive estão nesse Programa de Governo”.

ITABUNA: CARREATAS TORNAM-SE APOSTAS DOS CANDIDATOS EM TEMPOS DE PANDEMIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Fernando adere a carreata com evento nesta quarta

A pandemia do novo coronavírus forçou os candidatos a apostar na realização de carreatas. Hoje, o prefeito e candidato à reeleição, Fernando Gomes (PTC), promove uma, à tarde (veja abaixo).Geraldo Simões (PT) tem aproveitado os finais de semana para fazer carreatas. Uma abriu, oficialmente, a campanha, no último dia 27. No domingo passado, outra carreata, desta vez envolvendo a região do Fátima e Califórnia e Pontalzinho. A campanha diz ter sido o maior evento da campanha até agora.

Geraldo, ao lado de Jairo, fez duas carreatas em dois finais de semana consecutivos

Outro nome na corrida eleitoral em Itabuna, Augusto Castro (PSD) também promoveu carreata no último final de semana, quando diz ter feito a maior carreata desta campanha. O evento reuniu apoiadores e teve a participação do vice, Enderson Guinho (Cidadania) e da esposa, Andréa Simas. Dr. Isaac, do Avante, também promoveu carreata.

Augusto, de branco, durante carreata no final de semana

MAIS CARREATA

Com o sucesso das carreatas promovidas por adversários, Fernando Gomes decidiu não aguardar o final de semana. Nesta quarta, fará mobilização envolvendo carros, motos e bicicletas, com concentração na Avenida Manoel Chaves, em frente ao Colégio da Polícia Militar. A concentração começa às 14h.

De acordo com a organização, o evento vai obedecer às normas de segurança sanitária e de distanciamento social preconizadas pelas autoridades de saúde e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O percurso inclui as principais ruas e avenidas dos bairros e do centro da cidade. Antes da atividade, o prefeito e candidato à reeleição promoveu adesivaço no último final de semana.

PARA GERALDO, “ITABUNA SÓ DARÁ A VOLTA POR CIMA COM O APOIO DAS UNIVERSIDADES”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo entregou suas propostas de governo ao reitor da Uesc, Alessandro Santana

Ao entregar cópia do seu Programa de Governo ao reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Alessandro Santana, o candidato a prefeito de Itabuna pelo PT, Geraldo Simões, disse que Itabuna dará a volta por cima com o apoio das universidades. O encontro ocorreu nessa quinta e dele participaram o candidato a vice-prefeito, Jairo Araújo, o vice-reitor da Uesc, Maurício Moreau, e o professor Valter Nascimento, que é dos quadros da Uesc e ajudou a fundar o Banco do Povo de Itabuna, em 2001.

Geraldo afirmou que essa parceria Município-Universidades, que já existiu em suas duas gestões, será ainda mais forte. “Já tivemos uma grande experiência de gestão com parcerias com a Uesc, e queremos retomar essa parceria, porque entendo que Itabuna só vai dar a volta por cima com apoio da Academia, especialmente a Uesc e a UFSB”.

O reitor Alessandro destacou a importância do gesto, e garantiu que a Uesc estará ao lado da gestão municipal. “Estaremos à disposição do Município de Itabuna, respeitando a vontade popular. Mas destaco o gesto de extrema simpatia do candidato, de procurar nossa instituição. Temos muito a contribuir, e estaremos juntos, institucionalmente, com a gestão municipal”.

Para Jairo Araújo, a parceria entre a Uesc e gestão municipal irá garantir que as decisões do Poder Público tenham um direcionamento preciso, uma vez que o saber científico, aliado à experiência política e espírito público dos gestores garante a excelência na prestação dos serviços públicos. “Entendemos que o povo merece não menos que a excelência dos serviços, e estamos comprometidos com esse objetivo”.

ITABUNA: BISPO RECEBE PREFEITURÁVEIS E ACONSELHA AMAR A TODOS E ABRAÇAR PERIFERIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Bispo Dom Carlos Alberto recebe Geraldo e Jairo e Augusto Castro

O bispo diocesano Carlos Alberto Santos recebeu dois dos candidatos a prefeito de Itabuna ontem (28) e hoje (29). Augusto Castro (PSD) foi o primeiro dos prefeituráveis recebidos pela autoridade máxima da Igreja Católica no município. Hoje, o bispo se reuniu com Geraldo Simões (PT) e o vice do prefeiturável, Jairo Araújo (PCdoB).

Do bispo, Augusto e o vice, Enderson Guinho, ouviram o conselho. “Sendo votado ou não você será prefeito para um povo e não para alguns. Portanto, ame a todos e trabalhe em favor de todos. Isto é agradável a Deus”. Antes, fez votos para que a cidade escolha o melhor. “Que possamos eleger o melhor, para que possa trabalhar para a família que somos todos nós. O cristão é cidadão, faz parte dessa família e não pode ficar lateral”

O candidato a prefeito pelo PSD apresentou proposta e projetos para Itabuna. “Desejamos compartilhar com Vossa Excelência, os fiéis católicos e a sociedade as propostas e projetos que reunimos para transformar a realidade do nosso município. A proposta foi elaborada com a participação voluntária de colaboradores, técnicos, militantes, simpatizantes e interessados no desenvolvimento sustentável do município”, disse Augusto Castro.

“ABRACE AS PERIFERIAS”

A audiência do bispo Dom Carlos Alberto com o prefeiturável de Itabuna pelo PT, Geraldo Simões, ocorreu na Cúria Diocesana. Ao candidato, Dom Carlos aconselhou a criação de programas de educação de tempo integração e o fomento ao esporte e lazer.

“Acredito que Itabuna necessite de indústrias, de geração de empregos. Mas precisa de cuidado com as periferias, abrace as periferias. Cuide das ruas, porque tudo no fim ajuda a combater outro grande problema, a violência”, disse o bispo, conforme relato do petista.

Geraldo disse ter sido uma honra participar do encontro com o bispo diocesano. “Entregamos a ele uma cópia de nosso Programa de Governo, que foi construído coletivamente e sistematizado com muito cuidado e carinho por uma grande equipe. Pudemos ouvir muitos conselhos do nosso bispo, sobre nossa futura gestão, se assim for a vontade de Deus e dos itabunenses”, disse Geraldo.

CARREATA NA REGIÃO DO SÃO CAETANO ABRE CAMPANHA DE GERALDO E JAIRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Ato de Geraldo e Jairo teve a participação de Josias Gomes

No primeiro dia oficial de campanha em Itabuna, neste domingo, o candidato a prefeito pelo PT, Geraldo Simões, e o seu vice, Jairo Araújo (PCdoB), promoveram carreata na região do São Caetano, com encerramento na Praça Rio Cachoeira, no Góes Calmon.

Os participantes da Carreata da Saúde, como foi batizada a atividade, percorreram dezenas de ruas e bairros. O ato de campanha também levou informações e alertas para a população sobre cuidados com a prevenção ao coronavírus.

Ao lado do candidato a vice, Geraldo percorreu nove bairros, e destacou a receptividade da população. “Tivemos um bom volume de carros, nossa turma estava muito empolgada, mas o que mais me chamou a atenção foi ver a alegria das pessoas por onde a carreata passava. Foi uma demonstração de que compreendem a grave situação da atual gestão e de que veem a nossa chapa como uma esperança para garantir a transformação que a cidade precisa”.

Quem também ressaltou a interação dos eleitores foi o candidato a vice-prefeito Jairo Araújo. Para ele, o destaque foram a quantidade de participantes e a resposta da população. “Nossa primeira atividade foi muito boa. Fiquei muito satisfeito com o grande número de participantes e a receptividade das pessoas, que abraçaram a chapa e demonstraram isso durante todo o percurso”.

Além dos candidatos a prefeito e vice, quem também acompanhou todo o percurso foi o deputado federal licenciado e secretário de estado do Desenvolvimento Agrário, Josias Gomes. Ele afirmou que o ato fez lembrar das campanhas vitoriosas de Geraldo. “A alegria das pessoas ao verem que ali estava Geraldo Simões foi contagiante, me fez lembrar de nossas outras campanhas vitoriosas. Fiquei aliança mais entusiasmado”, declarou.

A Carreata da Saúde saiu do São Caetano, em frente ao Itabunão, e percorreu os bairros Sarinha, Novo São Caetano, Pedro Jeronimo, Zizo, Sao Pedro, São Judas, Conceição e Vila Zara.

AGORA É PRA VALER

Tempo de leitura: 3 minutos

Para o eleitor que ainda tem dúvida sobre quem representa de verdade o antifernandismo, que vem fazendo oposição ao governo municipal desde o início da administração, é só perguntar ao próprio Fernando Gomes quem ele quer mais derrotar.

Marco Wense

Nenhum resquício de dúvida ou expectativa : Fernando Gomes deixou o enigma de lado. É novamente pré-candidato a prefeito de Itabuna, salvo engano pela sétima vez. Colocou o sobrinho Son Gomes como vice. A chapa não é puro-sangue no sentido partidário, já que o alcaide é do PTC e o ex-secretário de Administração do Republicanos. Mas é uma composição puro-sangue familiar.

O gestor do cobiçado Centro Administrativo Firmino Alves, além do PTC e Republicanos, conta com o apoio do Solidariedade, PMN e do PSL. O maior desafio de Fernando é diminuir o alto índice de rejeição apontado em todas as pesquisas de intenções de voto. Tem pela frente um forte sentimento de mudança que toma conta de quase 65% do eleitorado, dispostos a não votar em quem já governou a cidade, o que termina atingindo os ex-prefeitos Geraldo Simões (PT), capitão Azevedo (PL) e Claudevane Leite (PROS).

Com Fernando Gomes na disputa, o cenário político muda totalmente. O fernandismo continua encrustado em uma parcela significativa do eleitorado. Por outro lado, vale lembrar que nenhum chefe do Executivo conseguiu ser reeleito. O tabu da reeleição não foi quebrado, permanece virgem. O último a sofrer com a “maldição” foi o capitão Azevedo.

A candidatura de Fernando é um terremoto no staff de Azevedo. A próxima pesquisa, já com o nome do atual prefeito, deve apontar uma queda do militar. Tenho dito que não há espaço suficiente para dois postulantes populistas, que tem o mesmo reduto eleitoral. O criador e a criatura têm o mesmo manual para conquistar o voto, seguem a mesma cartilha.

Outro prefeiturável que será prejudicado com a candidatura de Fernando é Geraldo Simões (PT). Fernando candidato é a certeza de que o governador Rui Costa ficará distante da sucessão, sequer uma declaração de apoio ao colega petista. Com efeito, o que se comenta nos bastidores do Palácio de Ondina é a frieza de Rui Costa com o “companheiro” Geraldo, que anda esquecido pela cúpula estadual do PT. Do seu lado, em termos de liderança e de apoio verdadeiro, somente o senador Jaques Wagner, que é um companheiro (sem aspas).

É evidente que Fernando não terá mais a expressiva votação da sucessão de 2016. Mas ficará entre os três primeiros nas pesquisas. Na pior das hipóteses em terceiro lugar. A disputa será entre Fernando, Mangabeira e Augusto Castro.

A vantagem de Mangabeira (PDT) em relação a Augusto Castro (PSD) está assentada no antifernandismo, já que o pedetista é visto como o mais antifernandista de todos os prefeituráveis. O antifernandismo é um bom e invejável cabo eleitoral, assim como foi o antipetismo na eleição de Bolsonaro.

Augusto, além de ter sido por um bom tempo aliado de Fernando Gomes, é da base de sustentação política do governador Rui Costa, hoje bem próximo do atual gestor. O chamado voto útil para evitar uma vitória do fernandismo e do seu líder maior, será direcionado para o candidato do PDT.

Para o eleitor que ainda tem dúvida sobre quem representa de verdade o antifernandismo, que vem fazendo oposição ao governo municipal desde o início da administração, é só perguntar ao próprio Fernando Gomes quem ele quer mais derrotar.

Concluo dizendo que com Fernando Gomes disputando sua própria sucessão, Azevedo e Geraldo passam a ser cartas fora do baralho de uma sucessão que caminha para ser acirrada e, infelizmente, impregnada pelo jogo sujo.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

GERALDO DIZ QUE FERNANDO FAZ PIOR GESTÃO DA HISTÓRIA E FORMOU A “CHAPA CORONAVÍRUS”

Geraldo diz que Son e Fernando (no detalhe) formam a Chapa Coronavírus || Fotomontagem
Tempo de leitura: < 1 minuto

Recolhido desde o início da pandemia, o ex-prefeito Geraldo Simões (PT) tem se valido das redes sociais para falar de propostas de governo e dar pitacos sobre a política nacional e local.

Hoje, o pré-candidato avaliou que o seu rival histórico nas urnas, o prefeito Fernando Gomes (PTC), terá grande desafio na peleja de 2020: explicar os mais de 3,8 anos de governo.

Geraldo define o atual governo de Fernando como “a pior gestão da história” de Itabuna.

Por meio do Twitter, o petista foi mais longe. Apoiando-se na voz rouca das ruas, disse que Fernando, que escolheu o sobrinho e ex-secretário de Administração Son Gomes para vice, é a Chapa Coronavírus (“pelo mal que pode causar a Itabuna”).

SITUAÇÃO DA SAÚDE EM ITABUNA É MUITO GRAVE, AFIRMA GERALDO SIMÕES

Geraldo: críticas à gestão da saúde em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-prefeito Geraldo Simões fez críticas ao silêncio do novo secretário da Saúde de Itabuna, Emerson Oliveira, após um mês no cargo. A crítica foi feito por meio de postagem em sua conta no Twitter.

Emerson completa um mês no cargo hoje. O ex-prefeito diz que, no período, não houve “nenhuma palavra ou ação” do novo titular da pasta.

Geraldo, que tentará em novembro o terceiro mandato como prefeito de Itabuna, citau númerdefine a situação do município como “muito grave”, após citar o número de casos positivos e de mortes.

Back To Top