skip to Main Content
21 de setembro de 2020 | 12:34 pm

GRUPO DE TRABALHO DEFINE FLUXO DE RECURSOS DO “PACÃO” EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Wenceslau, Kassab e Davidson discutiram o Pacão de Itabuna.

Wenceslau, Kassab e Davidson discutiram o Pacão de Itabuna.

O ministro Gilberto Kassab (Cidades) assegurou ontem (16) um fluxo de recursos para a retomada das obras de urbanismo em sete bairros da zona oeste de Itabuna, o chamado Pacão. O ministro e presidente nacional do PSD concedeu audiência ao deputado federal Davidson Magalhães e ao vice-prefeito de Itabuna, Wenceslau Júnior. Ambos foram ao encontro com o ministro com um representante da Papini Empreendimentos e Construções, que toca as obras.

– Criamos um grupo de trabalho para que possamos definir, com clareza, o que vai ser feito e quando será feito, no campo do saneamento, da mobilidade, da habilitação, compromissos que a gente quer ajudar a honrar nos próximos três anos – disse o ministro das Cidades.

Segundo Davidson, a obra traz tranquilidade quanto à continuidade das obras do Pacão. Desde o final de dezembro passado, as obras sofreram paralisação com férias dos trabalhadores e, na sequência, falta de repasse do governo federal. A obra está estimada em mais de R$ 32 milhões. Esta foi a segunda audiência, neste mês, com o ministro das Cidades para tratar do Pacão. No início do mês, Kassab já havia assegurado a continuidade da obra ao prefeito Claudevane Leite.

BRT EM FEIRA

Tempo de leitura: < 1 minuto
O governador Rui Costa e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, assinam ordem de serviço, às 10h desta segunda-feira (29), em Feira de Santana, para dar início às obras do BRT (Bus Rapid Transit) ou Transporte Rápido por Ônibus, no município.
 
O BRT é um sistema de transporte coletivo de passageiros que proporciona mobilidade urbana rápida e confortável, com prioridade de ultrapassagem. A cerimônia de assinatura da ordem de serviço será realizada no bairro Sítio Novo.

CHUVAS: RUI PEDE URGÊNCIA EM LIBERAÇÃO DE VERBAS PARA SALVADOR

Tempo de leitura: 2 minutos
ACM Neto, Rui e Kassab em audiência nesta quarta (Foto Bruno Peres/MC).

ACM Neto, Rui e Kassab em audiência nesta quarta (Foto Bruno Peres/MC).

O governador Rui Costa, acompanhado do prefeito de Salvador, ACM Neto, apresentou mais um pedido urgente ao ministro das Cidades, Gilberto Kassab, em reunião nesta quarta-feira (20), em Brasília. Diante das chuvas que atingem a cidade de Salvador há semanas, foram solicitadas obras de contenção emergencial de encostas em 36 áreas, por parte do Estado, e a construção de moradias seguras para cerca de 5 mil famílias, dentro do programa Minha Casa, Minha Vida. As chuvas na capital baiana resultaram em 20 mortes desde abril. A última ocorreu nesta quarta (20).

O governo baiano e a prefeitura têm identificado locais onde serão construídas essas casas. Hoje, as famílias estão em locais de risco ou foram encaminhadas para o aluguel social. As cinco mil unidades do Minha Casa, Minha Vida estão divididas entre pleitos do Estado e da Prefeitura.

Rui Costa alertou sobre a necessidade de garantir e propiciar um lugar adequado para que esses pais possam viver com seus filhos. “Temos que levar essas pessoas para um lugar seguro. As famílias precisam da garantia de um bom lugar para morar”, disse o governador ao ministro.

Kassab respondeu, prontamente, que o trabalho conjunto entre governo federal, Estado e Prefeitura vai seguir com urgência.  Ele reafirmou que este compromisso é de todos e que a presidente Dilma Rousseff acompanha a situação desde os primeiros deslizamentos. “Recebi ligações da presidente Dilma e do vice-presidente, Michel Temer, antes dessa agenda e posso assegurá-los que existe a determinação para este apoio”.

De acordo com o prefeito ACM Neto, o pedido é resultado de levantamentos sobre as principais áreas de riscos e os imóveis que precisarão ser evacuados. Também foi realizado um mapeamento das famílias que precisarão ser contempladas com as novas residências.

RUI E MINISTRO ENTREGAM CASA A 325 FAMÍLIAS EM ITABELA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de 1.300 pessoas, com renda de até três salários mínimos, serão beneficiadas com a entrega, nesta quinta-feira (7), de mais um empreendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida no município de Itabela, no extremo-sul da Bahia.

A inauguração do Residencial Jardim Paquetá acontecerá às 10h e contará com a presença do governador Rui Costa e do ministro das Cidades, Gilberto Kassab. Com investimento de R$ 29 milhões, dos governos federal e estadual, o residencial possui 325 unidades tipo casa sobreposta, com área privativa de 40,58 m² divididos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro social, área de serviço e piso cerâmico em todos os ambientes.

As unidades estão avaliadas em R$ 57 mil, sendo que nove delas foram adaptadas para portadores de necessidades especiais, com área maior, além de portas e janelas adaptadas. O empreendimento conta ainda com um equipamento de lazer composto por quiosque, campo de futebol, centro comunitário e parque infantil.

VISITA A ESCOLA

Ainda no município, Rui Costa visita, às 11h, o Colégio Estadual Antônio Carlos Magalhães, localizado no centro da cidade e que atende cerca de mil alunos do Ensino Médio. Às 11h30, o governador vai ao Colégio Municipal Luis Eduardo Magalhães, na Rua São José do Panorama, seguindo o objetivo de estabelecer uma maior aproximação com a comunidade escolar, que inclui gestores, professores, estudantes e pais de alunos.

RUI E KASSAB ENTREGAM CASAS EM MUCURI

Tempo de leitura: < 1 minuto
Costa entreta moradias em Mucuri (Foto Mateus Pereira).

Costa entrega moradias em Mucuri (Foto Mateus Pereira).

O governador Rui Costa e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, entregam hoje, às 16 horas, em Mucuri, no extremo-sul baiano, 400 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida. As casas foram construídas na Avenida Coca Cola, estrada 698, Fazenda Califórnia.

O Loteamento Brisas do Mar tem 400 casas e recebeu investimento de R$ 22,8 milhões. Os imóveis têm dois quartos, sala, banheiro, cozinha e área de serviço, com piso cerâmico em todos os ambientes.

De acordo com o governo estadual, a Bahia é líder nacional na execução do Minha Casa, Minha Vida. São cerca de 95 mil casas já entregues aos baianos e 190 mil unidades contratadas.

DENATRAN ADIA POR 90 DIAS OBRIGATORIEDADE DE NOVO EXTINTOR

Tempo de leitura: 2 minutos

extintor abcO ministro das Cidades, Gilberto Kassab, em acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), decidiu adiar por 90 dias a obrigatoriedade do uso do extintor de incêndio veicular com carga ABC. O adiamento será contado após a publicação de uma nova resolução, mas o órgão informou que já não multará quem dirigir sem o equipamento.

Mais cedo, o Denatran anunciou que não pretendia ampliar o prazo para troca do equipamento e que seguiria a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornou obrigatório o uso desse tipo de extintor desde 1º de janeiro. A decisão, contudo, foi alterada na noite de ontem (5).

Com isso, motoristas que reclamavam da dificuldade de encontrar o extintor terão mais tempo para equipar o carro e se preparar para não infringir a lei. Após os 90 dias de prorrogação, os condutores que não cumprirem a determinação podem ter de pagar R$ 127,69 de multa e ainda perder 5 pontos na carteira de habilitação.

Segundo o Denatran, a medida garante maior segurança aos motoristas e passageiros. Isso porque os extintores com carga ABC são mais modernos e têm capacidade de combater princípios de incêndio em materiais sólidos, líquidos inflamáveis e equipamentos energizados.

Eles substituem o extintor BC, que apaga incêndio em materiais elétricos energizados, como bateria de carro e fiação elétrica, e também nos combustíveis líquidos (óleo, gasolina e álcool), materiais também recomendados para o extintor do tipo ABC.

A recomendação vale para carros que tenham dez anos ou mais, pois, desde 2005, os veículos produzidos no Brasil já saem de fábrica com o extintor recomendado.

NUVEM DE POEIRA

Tempo de leitura: 2 minutos

sócrates santanaSócrates Santana | soulsocrates@gmail.com

É como narra o escritor José Saramago no antológico O evangelho segundo Jesus Cristo sobre o maniqueísmo cristão: “Este bem que eu sou não existiria sem esse mal que tu és”.

A metáfora – nuvem de poeira – do governador Jaques Wagner levanta do subterrâneo da política, crônicas de uma guerra particular entre tucanos e petistas. A verborragia de dos dois ex-presidentes, FHC e Lula, reaparece de maneira extenuante com o paulatino crescimento de novas forças e alianças de poder no Brasil. A ascensão do PSD de Gilberto Kassab, bem como o despontar do PSB de Eduardo Campos e o prelúdio de uma rebelião peemedebista orquestrada de dentro do Palácio da Alvorada, reposiciona os mísseis de petistas e tucanos contra si.

A dicotomia entre PSDB e PT vem sendo corroída ao longo dos anos. O próprio jogo sucessório, a repetição dos discursos e a assustadora convergência de interesses entre personagens antes inconciliáveis, a exemplo de ACM e FHC, Paulo Maluf e Lula, diminuiu a distinção ética entre os dois partidos pelo próprio curso da história de quem governa e de quem faz oposição. Ora, é obvio que as diferenças continuam vivas, mas, o esforço argumentativo para estabelecer o antagonismo entre ambos vem sendo o grande desafio das agências de publicidade.

Apesar do freqüente enfoque negativo da opinião publicada, ainda resta aos petistas à vantagem de quem dirige o país. De quem pode cartear, impor regras e criar artifícios para enfraquecer o principal oponente, mas, nunca eliminá-lo. É como narra o escritor José Saramago no antológico O evangelho segundo Jesus Cristo sobre o maniqueísmo cristão: “Este bem que eu sou não existiria sem esse mal que tu és”.

O outro lado da moeda, obviamente, é tucano. Com a permissividade petista, Aécio Neves é inflado a lançar candidatura à presidência. É evidente que os efeitos colaterais são inevitáveis. O arsenal do PSDB vem acompanhado de uma avalanche de ataques e, inclusive, demarcações de projetos e interesses, a exemplo do embate sobre a redução das taxas de energia elétrica no país.

Enclausurados no ninho paulista por uma década, o PSDB insurge de um empoeirado cômodo carioca. O mistério dos bastidores é assistido pela alta cúpula do PT, sem perder de vista a articulação movediça de aliados, cada vez menos confiáveis, cada vez mais arredios. A guerra fria entre PT e PSDB, portanto, interessa a ambos os lados.

TRE BAIANO JULGA REGISTRO DO PSD

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) baiano começou a julgar neste momento o pedido de registro do diretório estadual do PSD, do vice-governador Otto Alencar. A Bahia pode ser o 14º estado brasileiro a reconhecer a sigla criada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, que ainda carece de aprovação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O partido poderá ter uma bancada de 11 deputados estaduais e cinco federais na Bahia, além do vice-governador e presidente da sigla. A batalha tem sido contra o tempo, já que expira no dia 7 de outubro o prazo de filiação para quem pretende disputar eleições municipais de 2012.

PSD OBTÉM REGISTRO EM NOVE ESTADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da Agência Brasil
O PSD conseguiu o registro em nove Estados e cumpriu assim um dos requisitos para ser oficializado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) como um partido político. Nesta quinta-feira, os tribunais regionais eleitorais (TREs) de Rio de Janeiro, Mato Grosso e Acre deferiram o registro. Pelo Twitter, o prefeito de São Paulo e criador da sigla, Gilberto Kassab, deu “parabéns a todos que participaram do processo de formação desse novo partido, o Partido Social Democrático”.
Em sessão plenária, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ) acolheu o pedido de registro do diretório regional da nova sigla, que reúne cerca de 32 mil assinaturas no Estado. O colegiado rejeitou pedidos de impugnação encaminhados pelo PTB, que acusava a existência de duplicidade da legenda, e pelo DEM, que alegava fraude na formação dos diretórios. Agora, além do Rio, o PSD pode funcionar em Tocantins, Rio Grande do Norte, Piauí, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Acre e Paraná.

AUGUSTO CASTRO FICA NO PSDB

Tempo de leitura: < 1 minuto

O tucano Augusto Castro negou que esteja partindo para abrigar-se no PSD de Otto Alencar e Gilberto Kassab. “Sou tucano e assim pretendo permanecer”, rebateu, reafirmando ainda a sua condição de vice-líder do bloco PSDB/PR na Assembleia Legislativa baiana. No último final de semana, eram fortes os rumores de deserção tucana (reveja aqui).

O parlamentar lembra do seu “excelente relacionamento” com o deputado federal Félix Jr., que estaria fazendo a ponte entre Augusto e o PSD. O tucano diz que Félix não fez nenhum convite para ingresso no novo partido. “Ele sabe do meu compromisso com o PSDB e do meu interesse em contribuir para que ele se torne um partido ainda mais forte em nosso estado”.

Back To Top