skip to Main Content
18 de fevereiro de 2020 | 05:58 am

ACUSADO DE GOLPE, ITABUNENSE LEVA VIDA DE LUXO E SE APRESENTA COMO ARTISTA EM DUBAI

Tempo de leitura: 2 minutos

Danilo Santana vira artista em Dubai

Com prisão decretada pela justiça e respondendo a processos que investigam um golpe superior a R$ 200 milhões em vítimas de todo o Brasil e de vários países, o itabunense Danilo Santana, da D9, vive uma vida de luxo em Dubai, nos Emirados Árabes.Ele foi destaque numa reportagem do Fantástico, da TV Globo, neste domingo (24).

Danilo Santana mora em uma mansão e tem carros de luxo. Acusado de ser líder do maior esquema de pirâmide financeira do Brasil nos últimos anos, o itabunense declarou que decidiu investir na carreira artística. Agora, Santana se apresenta como compositor e cantor nos Emirados Árabes. Ele contou, inclusive, que pretende fazer shows no Brasil.

Danilo Santana foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia e no Rio Grande do Sul, onde pelo menos outras 23 pessoas também foram indiciadas por organização criminosa, crime contra economia popular, lavagem de dinheiro e estelionato.De acordo com promotor de Justiça Sérgio Cunha de Aguiar Filho, o esquema de pirâmide era chefiado pelo itabunense.

Na ação movida pelo Ministério Público da Bahia, entre os acusados de envolvimento do golpe milionário estão a mulher de Danilo Santana, irmão e sogra. Santana chegou a ser detido nos Emirados Árabes, mas acabou foi liberado. Numa operação em Itabuna, a polícia apreendeu cerca de R$ 1 milhão.

Danilo é acusado de criar a D9 Clube de Empreendedores para disfarçar a natureza do negócio fraudulento. Segundo o Ministério Público, ele simulava uma operação de marketing multinível, vinculando o negócio e o constante ingresso de novos investidores à suposta venda de cursos de trading esportivo. O acusado nega o crime.

MULHER FURTA CARTÃO E SACA R$ 10 MIL DE CONTA DA AMIGA

Tempo de leitura: < 1 minuto

“Amiga da Onça”: Roberta furtou cartão e levou R$ 10 mil da conta da vítima || Foto PC-BA

Depois de furtar o cartão bancário de uma amiga e subtrair a quantia de R$ 10 mil, Roberta de Araújo Ferreira foi presa, em Casa Nova, na Bahia, por investigadores da Delegacia Territorial (DT) do município e está à disposição da Justiça.

Roberta se aproveitou do livre acesso que tinha à residência da vítima para furtar o cartão e conseguir a senha bancária. “Os saques foram realizados nos últimos 20 dias”, acrescentou o delegado Clériston Jambeiro, de Casa Nova. A prisão ocorreu na última terça.

GOLPE NO INSS: PRESOS EM COARACI ESTELIONATÁRIOS DO ESPÍRITO SANTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Estelionatários teriam sacado benefícios na agência do BB de Coaraci

A Polícia Civil prendeu, em flagrante, nesta quarta-feira (22), três pessoas acusadas de sacar, indevidamente, benefícios do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) em uma agência bancária na cidade de Coaraci, no sul da Bahia. Os suspeitos foram denunciados por funcionários da agência do Banco do Brasil, onde teriam cometido o crime.

A polícia ainda tenta confirmar as verdadeiras identidades dos acusados, que apresentaram mais de um nome no momento da prisão. As duas mulheres são Elizabeth Aparecida Lobato ou Graziele Conceição Lobato, de 52 anos, e Raimunda Almeida da Cunha ou Ilmar Itamar dos Santos, de 63. Já o homem foi identificado como Orízio Alves Pereira, de 69 anos.

A titular da Delegacia Territorial de Coaraci, Ana Cristina Bastos Soares da Silva, informou ao PIMENTA que os acusados são do estado do Espírito Santo e teriam vindo ao sul da Bahia exclusivamente para aplicar o golpe. A delegada disse ainda que os suspeitos vinham agindo há algum tempo, mas não deu mais detalhes. O trio foi encaminhado para a delegacia da Polícia Federal, em Ilhéus, que investigará os suspeitos.

CRACKER ACUSADO DE ROUBAR MAIS DE R$ 80 MILHÕES É PRESO NA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Acusado de vários golpes virtuais foi preso em Salvador

A polícia prendeu na Avenida Antônio Carlos Magalhães, no bairro da Pituba, em Salvador, um dos crackers mais procurados do país. O catarinense Jean Pierre Loz, de 43 anos, é acusado de ter iniciado uma série de golpes a partir de 1999. Ele responde a vários processos por diferentes tipos de golpe, já foi condenado, preso várias vezes e, em 2017, teve o nome incluído na lista de procurados da Interpol.
Jean Pierre é acusado de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, receptação e furto. Ele aplicou vários golpes virtuais. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, um dos crimes foi cometido pelo acusado em 2003, contra a Prefeitura de Santa Helena, no Paraná. O suspeito teria conseguido roubar R$ 900 mil que seriam usados para o pagamento de salário dos servidores públicos. O cracker invadiu o sistema e desviou o dinheiro da conta bancária.
De acordo com a polícia, Jean Pierre aplicou o seu maior golpe em 2006, quando conseguiu roubar R$ 80 milhões da Companhia das Águas de Recife, em Pernambuco. Segundo o titular da 16ª Delegacia (Pituba), Ricardo Amorim, Jean Pirre ficou com R$ 8 milhões desse montante e o restante foi dividido entre outras 15 pessoas.
Jean Pierre contou que foi preso e liberado diversas vezes. A última vez, em 2013, ele foi beneficiado com a saída temporária e não mais retornou para cumprir o resto da perna na penitenciária máxima do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí, em Canhanduba, Santa Catarina. No ano passado, a Polícia Federal incluiu o nome do cracker na Interpol.

BANDIDOS USAM NOME DO DETRAN-BA PARA APLICAR GOLPE VIA WHATSAPP

Tempo de leitura: < 1 minuto

Detran alerta para golpe por meio de aplicativo

O Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran)  informou, nesta segunda-feira (26), que a sua Ouvidoria  registrou denúncias de usuários que receberam mensagens via whatsApp, em nome de pessoas se passando por funcionários públicos. Durante o contato, os bandidos apresentam oferta de vantagens na realização de procedimentos de trânsito, mediante o pagamento em dinheiro.
Segundo a direção do Detran-BA , trata-se de um golpe praticado por uma quadrilha que atua também em outros estados.  A autarquia alerta que não entra em contato com o cidadão por meio das redes sociais, e-mail, whatsApp ou ligação telefônica, para oferecer facilidades em serviços, como a liberação de veículos removidos em blitzen.
O departamento comunicou o crime à Secretaria de Segurança Pública (SSP), que está investigando o caso. O Detran  alerta para que os cidadãos busquem os serviços do órgão somente por meio dos canais de comunicação oficiais.
O usuário tem à disposição o call center, pelo telefone (71) 3535-0888, portal na internet, o aplicativo para smartphones Detran.BA Mobile e WhatsApp, que funciona com respostas automáticas, pelo número (71) 9 9978-4858. Em caso de dúvidas, a pessoa deve se dirigir às unidades de atendimento do órgão, na capital e no interior.

"É CILADA, BINO": GOLPE NO WHATSAPP PROMETE CUPOM DE DESCONTO NO BURGER KING

Tempo de leitura: < 1 minuto

Novo golpe pelo WhatsApp promete cupom de desconto no Burger King

Um novo golpe com um cupom de desconto para a rede de fast-food Burger King circula no WhatsApp. A mensagem propagada no aplicativo promete um suposto desconto de 50 reais e leva as pessoas a uma página falsa de cadastro para capturar os dados pessoais das vítimas.
Após o preenchimento do formulário, como em diversos outros golpes semelhantes, uma mensagem aparece pedindo que a promoção falsa seja compartilhada com 10 amigos ou três grupos para que o desconto seja liberado.
Um golpe semelhante a esse já circulou pelas mensagens do WhatsApp em 2016.
De acordo com a companhia de segurança digital PSafe, o golpe já atingiu 350 mil brasileiros.
Se você procura cupons de desconto, vale notar que o próprio Burger King tem um app (Android e iPhone) para isso e outras empresas, como a Cuponeria, oferecem apps com descontos baseados em geolocalização.
Para evitar golpes como esse relacionado ao Burger King, a empresa de segurança digital Eset recomenda o seguinte:
– Use uma solução de segurança no smartphone;
– Não clicar em links estranhos ou suspeitos recebidos por mensagem;
– Não fornecer dados pessoais a fontes não confiáveis;
– Não instalar apps de fontes não oficiais;
– Não compartilhar mensagens suspeitas.
Da Exame

DEPUTADO CHAMA EMBASA DE “EMPRESA 171”

Tempo de leitura: < 1 minuto
Targino Machado diz que Embasa é "171".

Targino Machado diz que Embasa é “171”.

O deputado estadual Targino Machado (PPS) detonou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) pela qualidade dos serviços prestados em todo o estado. “É uma empresa “171”. Os recibos chegam todos os meses e tem localidades que, apesar dos recibos chegarem e serem pagos, a água só jorra na torneira a cada 3 ou 4 meses”, disse. O 171 é número de artigo do Código Penal brasileiro que se refere à prática de estelionato ou fraude.

Targino citou como exemplo de golpe da Embasa o município de Candeal, abastecido pela adutora de Ponto Novo. Segundo ele, os povoados de Belo Alto e São João registram cenário desolador. “As pessoas vivem à míngua, esperando ansiosamente a água cair, como se fosse favor. Na verdade, é obrigação do Estado levar água para o povo. Infelizmente, a água é difícil de cair e quando cai é de má qualidade. Esse é o governo da Bahia”, disse. Até agora, a empresa não se pronunciou quanto à acusação feita pelo parlamentar.

NOTÍCIAS DE UM GOLPE

Tempo de leitura: 2 minutos

TerencioJosé Augusto Terêncio

 

Confesso que estou feliz pelo que está acontecendo. Não pela miséria da oposição, mas pela força que nasceu do povo, pela nossa democracia.

 

Quando eu digo que sou pecador, é por uma razão bem simples: a desgraça de uma pessoa é o moralismo, e eu não quero ser referência pra ninguém em absolutamente nada.

Eu nunca fui esquerda, nunca fui petista… Na verdade, eu nunca defendi ideologia política nenhuma, mas procurei sempre ser coerente, defender a verdade, procurei a verdade dos fatos, procurei ser justo, honesto etc.

Acompanho politica não é de hoje e conheço as figuras que estão no poder há muitos anos. Já votei em muitos deles, inclusive, e com base nisso me posicionei contra o impeachment. Fui pra rua defender a democracia com convicção, levei minha filha comigo para defendermos a presidenta Dilma, mesmo não sendo de esquerda.

Mas por que fiz isso?

Por uma razão bem simples: quem norteia minha consciência não é a televisão, a revista, o jornal, etc. Quando  digo que leio e me informo, não é pra querer ser melhor que ninguém, mas é para ser justo e coerente nas minhas atitudes e não ser um alienado, um sem noção.

Leia Mais

O BURACO É MAIS EMBAIXO

Tempo de leitura: 3 minutos

WENCESLAU1Wenceslau Júnior | wenceslauviceprefeito@gmail.com

 

Muitos, a exemplo da Globo, Cunha, Moro, Temer e outros abutres, estão conscientes do desserviço que prestam à Nação, mas alguns pequeno-burgueses desavisados embarcam nessa onda por pura ignorância de não conhecer a história de como se deram os Golpes Militares aqui na América Latina.

 

A tentativa de Golpe, disfarçado num processo de impeachment sem base legal, longe de configurar-se na irresignação das elites derrotadas pela quarta vez consecutiva nas urnas, tem um claro interesse da principal potência internacional em barrar uma alternativa de alteração da correlação de forças na ordem geopolítica mundial.

Se fizermos uma breve análise dos últimos acontecimentos no mundo – as guerras pelo controle da produção de petróleo e controle da economia, a reação política da “nova direita” à consolidação de alternativas de modelos adotados nos países emergentes que destoam da receita neoliberal prescrita pelo FMI e a perspectiva de consolidação dos BRICS como um novo órgão internacional -, perceberemos que a ação do juiz Sergio Moro, da Rede Globo e das elites entreguistas brasileiras faz parte de um novo plano de dominação norte-americana.

Alguns podem afirmar que “isso é discurso de comunista”, mas demorei bastante a escrever esta contribuição para o debate, pois tenho responsabilidade acadêmica e jamais faria um discurso panfletário ante um tema tão importante para o futuro da nação.

O Encontro dos BRICS no ano de 2014, em Fortaleza, é um marco importante para a reação norte-americana. Nele, além de assinar acordos bilaterais sobre cooperação nas áreas cientifico-tecnológica, da educação, militar e comercial, Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul tomaram uma decisão que feriu de morte e ameaçou a hegemonia dos EUA na esfera mundial: a criação do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD).

O banco nasceu com capital de US$ 50 bilhões para financiar obras de infraestrutura em países em desenvolvimento, e, mais recentemente, o Arranjo de Contingência de Reservas (ACR), com recursos na ordem de US$ 100 bilhões, com o objetivo de socorrer os países emergentes em “risco de quebrar”.

Essas iniciativas libertariam, de uma vez, esses países das garras do FMI e outros órgãos de financiamento hegemonizados pelos EUA, que impõem aos países que têm negócios como eles uma receita de política macroeconômica que, na maioria das vezes, vão de encontro aos interesses destes próprios países. Como exemplo, o receituário neoliberal e a ideia de estado mínimo imposta por décadas aos países da América Latina e de outros continentes que eles insistem em tratar como colônias.

Outro aspecto importante que moveu a gana dos americanos foi a descoberta do pré-sal. Não tenham dúvidas de que esse ataque destrutivo à imagem da empresa, com o pretexto de combater a corrupção que todos sabem que existe há muito tempo, teve como objetivo real a destruição das grandes empresas brasileiras que desenvolveram expertise nas áreas das engenharias, abrindo mercado para as multinacionais que, inclusive, sofreram derrotas em disputas comerciais com várias empresas genuinamente brasileiras.

Os avanços das ideias conservadoras em vários países da América Latina, a exemplo da Argentina, Equador, Peru, Venezuela, entre outros, as sanções aplicadas pelos EUA à Russia em virtude do caso da Ucrânia e as guerras aparentemente por causa de intolerância religiosa no oriente médio têm, todos esses fatos, o dedo podre e maldito daqueles que hoje representam para o mundo o que já representou o Império Romano, a jornada de Napoleão e o Nazi-fascismo conduzido por Hitler e Mussolini.

Barrar o Golpe travestido de impeachment não significa apenas manter a ordem democrática, o respeito à vontade dos 54 milhões de brasileiros que votaram em Dilma, mas, sobretudo, barrar as garras das ave de rapina norte-americana, que nunca aceitou a ideia de que nós, latino-americanos, temos a capacidade de sermos donos do nosso próprio destino.

Muitos, a exemplo da Globo, Cunha, Moro, Temer e outros abutres, estão conscientes do desserviço que prestam à Nação, mas alguns pequeno-burgueses desavisados embarcam nessa onda por pura ignorância de não conhecer a história de como se deram os Golpes Militares aqui na América Latina.

O buraco é muito mais embaixo do que os inocentes, massa de manobra, que induzidos pela mídia, pensam que combatem a corrupção, mas se aliam ao maior corrupto que a República já viu, para derrubar uma presidenta que nunca cometeu crime ou respondeu a um processo sequer.

Não vai ter golpe!

Wenceslau Júnior é vice-prefeito de Itabuna e professor de Direito da Uesb.

DEFENSORES DO GOVERNO PROVOCAM OPOSICIONISTAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Alguns manifestantes que participaram do ato contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff voltaram ontem (31), de Brasília para a Bahia, no mesmo voo dos deputados federais Lúcio Vieira Lima (PMDB) e José Carlos Aleluia (DEM), ambos da oposição.

Lúcio é um dos mais ardorosos defensores do afastamento da petista, assim como trabalhou fortemente pelo desembarque do PMDB da base do governo. Aleluia também apoia o impeachment e no mês passado participou de manifestação contra Dilma em Salvador, na qual acabou levando vaia dos próprios manifestantes contrários ao governo.

Em seus assentos, Lúcio e Aleluia ficaram calados e fingiram que não ouviam os gritos de “Não vai ter golpe”. Lúcio, como se não bastasse, está tentando se curar de sua notória fobia de avião… Desse jeito, fica difícil.

Back To Top