skip to Main Content
5 de julho de 2020 | 10:23 am

MORRE O EX-MINISTRO FERNANDO SCHMIDT, AOS 76 ANOS

Fernando Schmidt faleceu na madrugada desta segunda em Salvador
Tempo de leitura: < 1 minuto

Fernando Schmidt, ex-ministro interino do Trabalho, ex-presidente do Bahia e chefe de Gabinete no Governo Jaques Wagner, faleceu na madrugada desta segunda (4) em um hospital em Salvador, onde estava internado devido a problemas neurológicos.

Schmidt estava com 76 anos. O corpo do primeiro presidente do Bahia eleito democraticamente será enterrado às 15h desta segunda, no Cemitério Campo Santo, em Salvador, município onde também foi vereador, na década de 80 e, nos anos 90, secretário municipal na gestão de Lídice da Mata.

Políticos lamentaram a perda, a exemplo do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Nelson Leal, que falou do ser humano e do político, além de dirigente esportivo. Schmidt presidiu o Bahia no período de 1975 a 1979, quando o clube foi heptacampeão baiano e construiu o Fazendão.

Quase 20 anos depois, em 2013, tornou-se o primeiro presidente do Tricolor eleito democraticamente, com 67% dos votos válidos. “Schmidt foi político em toda a sua vida, mas será inesquecível, principalmente para os torcedores tricolores, pelo futebol”, disse Nelson Leal.

SOUTO PROMETE INDÚSTRIAS EM ITAPETINGA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Souto prometeu atrair indústrias para a região calçadista em Itapetinga (Foto Valter Pontes).

Souto prometeu atrair indústrias para a região calçadista em Itapetinga (Foto Valter Pontes).

A atração de novas indústrias para municípios da região de Itapetinga, caso eleito, foi prometida pelo candidato ao governo baiano pelo DEM, Paulo Souto, durante visita ao município do sudoeste neste final de semana. O ex-governador reuniu em seu palanque os ex-prefeitos José Otávio (DEM) e Michel Hage (PMDB) em seu palanque.
Souto criticou o Governo Wagner por causa da crise das indústrias calçadistas no país e que provocou a redução de empregos no entorno de Itapetinga. Para ele, a união de adversários históricos no município onde está instalada a Azaleia “engrandece a política”.
– A política se faz pelo embate de ideias, mas também pela união em prol de interesses maiores, que são o futuro de Itapetinga e da Bahia – citou.

OS JETONS NO GOVERNO WAGNER

Tempo de leitura: < 1 minuto

dinheiroMatéria publicada hoje n´A Tarde revela que o secretariado de Jaques Wagner consumiu aproximadamente R$ 1 milhão em jetons no ano passado ante R$ 878 mil em 2011. Jetons são “extras” pagos a quem participa de reuniões dos conselhos administrativos de empresas e autarquias públicas.
Nesse item, os campeões, pelo levantamento do jornal no site Transparência Bahia são o secretário de Desenvolvimento Urbano, Cícero Monteiro, e da Agricultura, Eduardo Salles. Cícero recebeu, em 2012, R$ 146,3 mil para participar de conselhos da Ebal e Embasa. Salles teve extra de R$ 143,5 mil por integrar conselhos da Bahia Pesca e Bahiagás.

SEM SALÁRIO, PROFESSORES FAZEM PASSEATA E EXIBEM CARRINHO DE COMPRAS… VAZIO!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Na passeata, professores ganham apoio do PSTU e de  sindicatos controlados pelo PCdoB.

Professores da rede estadual em greve há 85 dias vestiram-se de preto e caminharam pela Avenida do Cinquentenário, hoje, em nova manifestação contra o governo baiano. O protesto foi organizado pela Associação dos Professores de Itabuna (API/APLB) e contou com a participação de representantes da OAB-Itabuna, sindicalistas ligados ao PCdoB e de partidos como o PSTU, que exibiu cartaz em que chama o governador Jaques Wagner de “traidor”.

Os professores grevistas estão há dois meses sem receber salário. Para voltar à sala de aula, eles exigem reajuste salarial de 22,22% para todos os padrões, revogação da Lei 12.578/2012 e abertura das contas do Fundeb.

A Lei 12.578, aprovada pela Assembleia Legislativa baiana, é considerada prejudicial à categoria porque, no entendimento dos manifestantes, transforma salários em subsídios, não podendo ser incorporados à aposentadoria.

Os educadores esperam que o governo abra as contas do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para provar se – como afirma o governo – não há condições de pagar o reajuste exigido pela categoria.

Há quase 20 dias o governo rompeu o diálogo com a categoria. Exige o retorno dos professores à sala de aula para retomar negociações e regularizar salários. A gestão oferece reajuste parcelado para novembro deste ano e abril de 2013 e afirma que o reajuste oscilará entre 22% e 26%.

ACÁCIA, LENINHA E JUÇARA

Tempo de leitura: 2 minutos

Marco Wense

E as simpáticas Leninha Duarte e Acácia Pinho? Vão ter que mostrar serviço.

Por ordem alfabética, e não por posição nas pesquisas de intenção de voto, já que Juçara é a primeira colocada e Leninha se encontra na frente de Acácia, são as três mulheres pré-candidatas na sucessão de 2012.
A expectativa em torno de uma mulher comandando a prefeitura de Itabuna pela primeira vez, destronando os marmanjos, domina uma considerável parte do eleitorado.
A petista Juçara Feitosa, a pedetista Acácia Pinho e a quase peemedebista Leninha Duarte, obviamente do PT, PDT e PMDB, sabem que a condição de prefeiturável é instável.
A manutenção da pré-candidatura de Juçara depende de três importantes fatores: 1) sua posição nas pesquisas em relação ao Capitão Azevedo (DEM-reeleição). 2) coligação com os partidos da base aliada do governo Wagner. 3) o entusiasmo da militância.
As consultas populares apontam a ex-primeira dama na frente do Capitão Azevedo. Mas quando o candidato do PT é Geraldo Simões, a distância entre ele e o prefeito aumenta.
As agremiações partidárias aliadas ao governador Jaques Wagner, com exceção do PSB, ainda mantém o discurso de que Geraldo Simões quer impor o nome de Juçara.
O PCdoB, por exemplo, aceita conversar com o PT se o candidato for Geraldo Simões.  Francamente, como diria o saudoso Leonel Brizola, não entendo essa atitude dos comunistas com a ex-primeira dama.
E, por fim, a falta de entusiasmo da militância do PT com a pré-candidatura da ex-secretaria de Desenvolvimento Social. É incrível. Mas é verdade: de 10 petistas, todos os 10 acham que Juçara perde a eleição.
E as simpáticas Leninha Duarte e Acácia Pinho? Vão ter que mostrar serviço. Se não alcançar dez pontos percentuais, até junho de 2012, não serão candidatas.
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

SECRETÁRIOS TOMAM POSSE NESTA SEXTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quatro dos novos secretários estaduais do Governo Wagner assinam termo de posse em solenidade prevista para as 10h30min, na sala de reunião da Governadoria, no CAB, em Salvador.  Escolhidos na terça, assumem as respectivas cadeiras Almiro Sena (Justiça, Cidadania e Direitos Humanos), Carlos Brasileiro (Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza), Carlos Costa (Indústria Naval e Portuária) e Wilson Brito (Desenvolvimento e Integração Regional).

Wilson Brito, na verdade, foi “remanejado”. Ele respondia pela pasta da Infraestrutura, hoje pilotada pelo vice-governador Otto Alencar (PP).

Back To Top