skip to Main Content
2 de junho de 2020 | 03:33 pm

MP-BA SOBRE AS EXONERAÇÕES DE NAZAL E GUSMÃO: "GRANDE SENTIMENTO DE PERDA"

Tempo de leitura: 2 minutos

Eduardo Sampaio (à esq.), da 11ª Promotoria, lamentou exonerações de Nazal e Gusmão

O Ministério Público Estadual (MP-BA) externou em nota pública “grande sentimento de perda amargado pela sociedade ilheense” com os pedidos de exoneração apresentados por José Nazal e Emílio Gusmão ontem (30). O vice-prefeito deixou o comando da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável e Gusmão saiu da Superintendência de Meio Ambiente de Ilhéus. A nota pública foi emitida neste feriado do Dia do Trabalhador pelo titular da 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, Paulo Eduardo Sampaio Figueiredo.
A Promotoria deseja “que o atual governo tenha a felicidade em escolher substitutos à altura desses membros que deixam a Administração, frente aos complexos desafios que se apresentam na gestão da pasta urbanístico-ambiental, bem como seja mantida a continuidade das exitosas ações construídas ao longo desses dezesseis meses com o Ministério Público e demais parceiros ambientais, em prol do desenvolvimento sustentável de nosso Município”.
Nazal e Gusmão protocolaram pedidos de exoneração depois de enxergarem ações internas, do núcleo duro do governo, para travar o trabalho tanto do Planejamento como na área ambiental. O prefeito Mário Alexandre (Marão) também forçava a saída do vice-prefeito ao não recebê-lo por 70 dias, apesar Nazal ocupar a Secretaria de Planejamento. Abaixo, a íntegra da Nota Pública da 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus.
NOTA PÚBLICA
A 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus, por meio de seu membro titular, o Exm.º Sr. Paulo Eduardo Sampaio Figueiredo, vem externar seu grande sentimento de perda amargado pela sociedade ilheense com os pedidos de exoneração dos senhores José Nazal Pacheco Soub e Emílio Santos Gusmão dos cargos de Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável e Superintendente de Meio Ambiente de Ilhéus, respectivamente. Que o atual governo tenha a felicidade em escolher substitutos à altura desses membros que deixam a Administração, frente aos complexos desafios que se apresentam na gestão da pasta urbanístico-ambiental, bem como seja mantida a continuidade das exitosas ações construídas ao longo desses dezesseis meses com o Ministério Público e demais parceiros ambientais, em prol do desenvolvimento sustentável de nosso Município.
Ilhéus, 1º de maio de 2018.
PAULO EDUARDO SAMPAIO FIGUEIREDO
11º Promotor de Justiça de Ilhéus

REDE TEM NOVOS FILIADOS EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O partido Rede Sustentabilidade anunciou a chegada de novos membros em Ilhéus. A sigla comemora a ampliação, afirmando que ela traduz “esperança de uma nova perspectiva de atuação em defesa da democracia e construção da sustentabilidade na região”.

Entre os ilheenses que “caíram” na Rede, estão o memorialista José Nazal, o cacique tupinambá Ramón Santos e o jornalista Emílio Gusmão.

Nacionalmente, o partido tem como sua maior referência a ex-senadora Marina Silva, que hoje aparece bem nas pesquisas de opinião sobre a sucessão presidencial.

Ramón, Nazal e Gusmão passam a integrar a Rede

Ramón, Nazal e Gusmão passam a integrar a Rede

GUSMÃO APRESENTA ESTUDO SOBRE IMPRENSA E PORTO SUL

Tempo de leitura: 3 minutos
Comunicólogo estudou papel da imprensa nos debates em torno do complexo portuário

Comunicólogo estudou papel da imprensa nos debates em torno do complexo portuário

Thiago Dias

O comunicólogo Emilio Gusmão concluiu o programa de mestrado profissional em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável da Escas – Ipê.

Na última quinta-feira (3), na sede do Ipê em Nazaré Paulista (SP), Gusmão apresentou o trabalho intitulado “Porto Sul e imprensa – desenvolvimento ou mito do progresso no eixo Ilhéus-Itabuna”.

Tendo a cobertura sobre o Porto Sul como pano de fundo, Emílio elaborou um estudo de caso sobre a atuação de seis destacados profissionais de imprensa do eixo Ilhéus-Itabuna. Os comunicadores não foram identificados, porém, seus depoimentos contribuíram de modo essencial para as reflexões do autor a respeito da influência do mito do progresso na cobertura jornalística. O trabalho também analisou como a imprensa trata a economia regional e o meio ambiente.

O comportamento da imprensa em relação a outros projetos de desenvolvimento econômico que foram anunciados para o sul da Bahia também foi alvo da atenção do pesquisador. Gusmão descreveu a trajetória do mito do progresso no sul da Bahia, cujo recorte histórico envolveu o Porto do Malhado nos anos 1960 e 1970, a ZPE (Zona de Processamento de Exportação) e o PRODETUR (Projeto de Desenvolvimento do Turismo) nos anos 1990.

Leia Mais

O BRUXO DAS FRENTES

Tempo de leitura: 3 minutos

Do Blog do Gusmão
Israel Nunes | professor.israelnunes@gmail.com
 

Uma coisa aprendi: tem doido demais na política, mas o número de ambiciosos é insuperável.

 
Quando o ano acabar, se acabar, a única certeza que tenho é a de que em 2013 escreverei outro livro. Dessa feita, não será um livro técnico. Pelo menos não no sentido que habitualmente se atribui ao termo “técnico”. Será um livro de crônicas políticas, especialmente das crônicas políticas de Ilhéus.
Mas não todas elas. Só as narradas a mim por um recente amigo, José Henrique Abobreira, que conheci por intermédio do blogueiro Emílio Gusmão. A amizade com Emílio Gusmão nunca me rendeu um centavo. Em contrapartida, me trouxe grandes riquezas. José Henrique Abobreira é uma delas.
Abobreira é uma daquelas pessoas a quem podemos chamar de bruxo. Penso que essa alcunha de feiticeiro quem lhe deu foi Gusmão. Ou Carlos Pereira, outro amigo. Não sei ao certo. Mas, voltemos a Abobreira.
É um bruxo este homem. Com seu falar e suas ideias, põe encantos e feitiços nas mentes. Isso porque sabe ler os corações. Anima-nos quando esmorecemos, sabe tocar nos egos e mexer nos brios de modo a influenciar as ações daqueles que estão à sua volta. E recentemente descobri que com alguns abracadabras, cura até pressão baixa.
Contou-me Abobreira que, quando era vice-prefeito e Secretário Municipal, um cidadão, certamente ensandecido, comparecia diuturnamente à sua Secretaria, pleiteando uma verba de cinco mil reais para pôr em andamento uma ideia mirífica.
O doidivanas sustentava, com veemência mas apenas murmurando para o Secretário, temendo ser ouvido por outro de igual matriz psiquiátrica, que tinha descoberto um modo de fabricar ouro. Isso mesmo, um jeito de fabricar o metal do rei Salomão.

Leia Mais

UMA COBRA, DOIS ENTENDIMENTOS DIFERENTES

Tempo de leitura: 2 minutos

O blogueiro Emílio Gusmão é alvo de mais uma ação que tem o objetivo de forçá-lo a retirar material postado em sua página na internet. Na verdade, não é somente uma ação, mas duas com igual propósito e que ensejaram posicionamentos diferentes no judiciário.
O primeiro a manifestar incômodo com  a montagem “É tempo de quadrilha” foi o secretário de Desenvolvimento Urbano, Carlos Freitas. Na imagem, aparece uma cobra com uma nota de cem reais presa à cauda, sendo o réptil e o numerário observados prefeito Newton Lima, o vice Mário Alexandre e os secretários Paulo Moreira (Turismo) e Freitas. Um grita: “Olha a cobra!”; o outro responde: “pula!”; o terceiro emenda: “Olha o dinheiro”; e o quarto se apressa: “pega!”
A montagem bem-humorada, na opinião do juiz Jorge Luiz Dias Ferreira, da 3ª Vara Cível – nas mãos de quem foi parar o processo de Freitas, continha excesso. Por isso, a brincadeira deveria ser eliminada do blog.
Ocorre que o prefeito Newton Lima, hoje afastado por razões de saúde, teve uma ação com o mesmo objeto distribuída para a 4ª Vara Cível, na qual a juíza Maria Helena Peixoto negou a tutela antecipada, rejeitando o pedido para que a postagem fosse imediatamente excluída.
O blogueiro está agora diante de duas decisões contrárias sobre uma mesma matéria, o que é um verdadeiro atentado contra a segurança que deve emanar dos pronunciamentos judiciais…

A cobra da discórdia com as imagens dos "ofendidos" prudentemente suprimidas

CENSURA CONTRA BLOG REPERCUTE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A censura imposta ao Blog do Gusmão repercutiu na blogosfera baiana e nacional. De Cruz das Almas, o Blog do Recôncavo decidiu solidarizar-se ao blogueiro ilheense e republicou as postagens “proibidas”. O PIMENTA noticiou nesta terça-feira, 15, a decisão da justiça de mandar retirar as notas, sob pena de multa diária de R$ 500,00.

Nesta quarta-feira, 16, o blog Vi o Mundo, do jornalista Luiz Carlos Azenha, ex-correspondente da Rede Globo em Nova York, noticiou o ataque à liberdade de expressão e reproduziu texto do PIMENTA sobre o fato.

Um dos textos proscritos referia-se de maneira jocosa a um exame de próstata ao qual o secretário de Serviços Públicos de Ilhéus, Carlos Freitas, se submeteu. O juiz afirmou que a postagem foi de mau-gosto e invadiu a intimidade do secretário, autor da ação que resultou na censura ao blog.

Outra postagem “cepada” brincava com a falta de intimidade de Freitas com a língua portuguesa, o que mexeu com os brios do secretário e o deixou profundamente irritado.

O comunicólogo Emílio Gusmão, responsável pela página censurada, diz que irá recorrer da decisão.

PRECEDENTE PERIGOSO: JUSTIÇA OBRIGA BLOG A EXCLUIR POSTAGENS

  • 15 de março de 2011
Tempo de leitura: 3 minutos


Em Ilhéus, o judiciário acaba de dar uma triste demonstração de descompasso com a liberdade de imprensa, ao patrocinar a censura contra um veículo de comunicação.

O atingido pela tesoura afiada foi o Blog do Gusmão, alvo de uma determinação judicial para retirar notas postadas sobre o secretário de Serviços Públicos de Ilhéus, Carlos Freitas. Este, que já ameaçou ir “no gogó” do blogueiro, demonstra não tolerar nem mesmo as críticas contra o seu pouco domínio do vernáculo.

Freitas, por exemplo, pediu para que o juiz mandasse retirar a nota intitulada “ABC do Valentão”, publicada depois que o secretário enviou mensagem ao blogueiro, exigindo que o mesmo parasse de “imacular” a sua imagem.

Juiz mandou retirar nota que atribuía "erros ortográficos" ao douto Carlinhos Freitas

A nota na qual o blog se refere de maneira bem-humorada ao exame de próstata realizado pelo secretário também não foi poupada. O magistrado a considerou de mau-gosto e declarou que o texto, postado na seção de humor, invade a intimidade do autor da ação. Estranho todos esses dedos (ops!) na hora de tratar de um procedimento que o próprio Ministério da Saúde vem se esforçando para difundir como algo normal e necessário , contrapondo o velho machismo.

Sinceramente, não entendemos como um exame de próstata pode ser enquadrado como algo “íntimo”. Quando chegar a nossa hora, exigiremos profissionalismo total, e (colé, meu rei!) sai pra lá com qualquer espécie de intimidade.

A consideração sobre o gosto duvidoso da nota já descamba para uma avaliação moral e subjetiva, o que dá margem a questionamentos. Afinal, a lei não condena ninguém por ter gosto assim ou assado.

Além do “ABC do Valentão” e da nota sobre o exame de próstata, o blogueiro Emílio Gusmão ainda foi intimado a excluir nota em blog alheio. No caso, foi o texto intitulado “Vixe, começou a varredura”, postado no blog Unidos por Ilhéus.

O blogueiro, diante do peso da determinação judicial (a manutenção das notas resultaria em multa diária de R$ 500,00), acatou a ordem. Mas a mordaça presta um desserviço à sociedade, na medida em que atinge um dos valores mais prestigiados pela Constituição Brasileira: a liberdade de expressão.

Vale enfatizar que todo homem público, o que é o caso de Carlos Freitas, tem o seu direito à intimidade e privacidade bastante reduzido em relação ao cidadão comum. É assim em qualquer país democrático, mas o judiciário em Ilhéus entendeu de modo diferente.

Comediantes em todo o mundo utilizam a política e os políticos como matéria-prima. Imitam, caricaturizam, malham sem dó nem piedade. Quem assume cargo público sabe que está exposto e abre mão, deliberadamente, de parcela de seu lado individual. Há farta jurisprudência que acata esse entendimento.

Pobres comediantes se tivessem que trabalhar em Ilhéus, onde o judiciário acaba de consagrar a censura, o preconceito e o mau-humor.

Detalhe: o exame de próstata é o mais antigo e ainda o único meio eficaz de detectar precocemente o câncer nesta glândula do sexo masculino. Aliás, o tumor maligno da próstata representa a quarta causa de morte por câncer no Brasil.

Para quebrar o tabu – e o gelo, talvez – em torno desse exame, meios de informação e vários programas humorísticos procuram tratar de maneira leve sobre o tema. Um apresentador do CQC, da Band, chegou a se submeter certa vez ao exame diante das câmeras, com o mesmo médico que, por assim dizer, introduziu o indicador no sublutório do tucano José Serra. Na boa!

Finalizando, só para desopilar: segundo um amigo deste blog, o exame de próstata é nada mais nada menos que a única e mais verdadeira forma de inclusão digital.

Abaixo, o exame tratado com bom humor no CQC:


 

SECRETÁRIO AMEAÇA BLOGUEIRO

Tempo de leitura: 2 minutos

O blogueiro Emílio Gusmão foi ameaçado nesta manhã pelo secretário de Serviços Públicos da Prefeitura de Ilhéus, Carlos Freitas. Gusmão saía de uma unidade de saúde, quando se encontrou com o secretário, que o advertiu: “você vai pegar uma galinha pulando”.

A expressão galinácea pode ser entendida como enfrentar um problema ou sofrer um atentado. O fato é que Gusmão, filho de policial, não gostou do que ouviu e denunciou a ameaça em programas de rádio da cidade.

Carlos Freitas disse que Gusmão vai pegar "uma galinha pulando"

O secretário tem sido alvo de críticas e notas às vezes jocosas no Blog do Gusmão. Recentemente, o blog noticiou o exame de próstata ao qual Freitas teria sido submetido, afirmando que o secretário perdera o preconceito contra o “toque retal”. A nota incomodou mais do que o exame e motivou uma ação judicial contra Gusmão.

Segundo fontes da Prefeitura, Freitas tem dito que não pretende cometer agressão física contra o blogueiro. “O secretário já falou várias vezes que pretende causar muita dor de cabeça para Gusmão, mas é na justiça”, revela um alto funcionário do governo.

Ouvido pelo PIMENTA, Gusmão explicou que se dirigiu até o Hospital São José por volta das 7 horas da manhã desta terça-feira. Ele foi ao local para levar a esposa, que não estava se sentindo bem.

“De repente, o secretário, que mora em frente à recepção do hospital, saiu feito um louco, dizendo que eu estava ali para importuná-lo”, relatou o blogueiro, acrescentando que Freitas passou a lhe filmar .”Eu apenas fui ao hospital levar a minha esposa”, reforça Gusmão, que tem laudo médico e atestado comprovando o atendimento.

atualizado às 10h26

Back To Top