skip to Main Content
12 de julho de 2020 | 05:57 am

TCM-BA APROVA CONTAS DE 2018 DOS PREFEITOS DE URUÇUCA E DE CONQUISTA

Tempo de leitura: 2 minutos

Moacyr Leite Júnior (esq.) e Herzem Gusmão tiveram contas aprovadas pelo TCM-BA

Nesta terça-feira (11), o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou com ressalvas as contas dos prefeitos Herzem Gusmão Pereira (Vitória da Conquista) e Moacyr Leite Júnior (Uruçuca) relativas ao exercício de 2018. O relator do parecer das contas de Vitória da Conquista, conselheiro Raimundo Moreira, multou o prefeito Herzem Gusmão em R$4,5 mil em razão das irregularidades apontadas no relatório técnico.

O relatório apontava a reincidência quanto à baixa cobrança da dívida ativa; diversas ocorrências de ausência de inserção, inserção incorreta ou incompleta de dados no SIGA. A despesa total com pessoal correspondeu a 51% da receita corrente líquida, atendendo ao limite de 54% previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

O conselheiro Fernando Vita apresentou voto divergente pela a rejeição da prestação de contas. A razão é que o conselheiro não concorda com a aplicação das regras da Instrução 003 do TCM, que permite a exclusão do cômputo dos gastos com pessoal – para efeito de cálculo do limite de 54% imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal –, das despesas dos municípios com a remuneração dos servidores que trabalham na execução dos programas federais. Sem a aplicação da Instrução 003, segundo ele, os gastos com pessoal seriam de 55,23%. Os demais conselheiros acompanharam o relator.

A Prefeitura teve receita de R$642.180.281,91 e despesa de R$643.473.530,73, resultando em um déficit de R$1.293.248,82.

URUÇUCA

No caso da Prefeitura de Uruçuca, também relatada pelo conselheiro Raimundo Moreira, além da multa de R$8 mil, em razão das irregularidades apontada no relatório técnico, foi imputado um ressarcimento de R$780.018,41, referente aos saldos financeiros evidenciados nas contas bancárias e não comprovados mediante a apresentação dos extratos bancários correspondentes.

O prefeito de Uruçuca também respeitou o limite de despesa total com pessoal, atingindo 53,97% da receita corrente líquida. A prefeitura teve uma receita de R$47.743.034,25, e uma despesa de R$50.606.666,66, resultando em um deficit de R$2.863.632,41. Cabe recurso das decisões.

RUI COSTA COGITA NÃO IR À INAUGURAÇÃO DO AEROPORTO DE CONQUISTA PARA EVITAR “HOSTILIDADE”

Tempo de leitura: 2 minutos

Rui Costa pode não comparecer à inauguração do aeroporto com Bolsonaro e Hérzem

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), cogita não ir à inauguração do aeroporto de Virória da Conquista para evitar ser “hostilizado”, segundo apurou o Bahia Notícias. O evento, que terá a presença do presidente Jair Bolsonaro (PSL), está previsto para acontecer nesta terça-feira (23).

De acordo com a cúpula do Palácio de Ondina, o petista baiano vai esperar uma “sinalização” do governo Bolsonaro e a decisão sobre a presença ou não do governador só deve acontecer nesta segunda-feira (22).

Governistas dizem que esperam um “evento republicano e administrativo” mas, segundo eles, o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), estaria preparando um “ato político” contra Rui. Segundo governistas, o emedebista mandou retirar outdoors da gestão petista sobre o novo aeroporto.

Placas de outdoor do governo estadual foram retiradas pela Prefeitura de Conquista

Ontem à tarde, o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Rosemberg Pinto (PT), tinha defendido que o chefe do Palácio de Ondina não fosse para a inauguração. O deputado petista contou que dos 300 convidados, Rui só poderia chamar 70 pessoas. Os demais convites seriam distribuidos entre bolsonaristas para, segundo ele, “vaiar” o governador (relembre aqui).

CONQUISTA: HERZEM EXONERA ANDRÉ FERRARO E AMPLIA CRISE NO GOVERNO

Tempo de leitura: < 1 minuto
André Ferraro foi exonerado da Comunicação, após entrevista || Foto Divulgação

Ferraro foi exonerado da Comunicação || Foto Divulgação

Com edição do Diário Oficial do município antecipada, o prefeito Herzem Gusmão (PMDB) exonerou o publicitário André Ferraro da Secretaria de Comunicação de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano. O publicitário havia assumido o cargo no início de fevereiro.

A exoneração de Ferraro ocorreu imediatamente após ele conceder entrevista ao repórter Caique Santos, do programa Sudoeste Agora (Rádio Clube de Conquista) na qual denunciou ingerências e “coisas não republicanas” na gestão de Herzem. Ferraro também apontou a existência de grupos trabalhando contra o prefeito.

A entrevista caiu como uma bomba dentro do governo e foi comemorada pela oposição. Ferraro disse que há, na gestão de Herzem, “gente que é de fora da cidade, da administração, que fica empoderada por [ter] relação pessoal [com o prefeito]”. Também disse haver “coisas não republicanas” que ele somente iria expor a depender do “desdobrar das coisas”.

Ferraro reforçou ter nome a zelar no mercado publicitário e de comunicação na Bahia e disse confiar na gestão de Herzem, mas alertou para o chamarem para briga: “Dou dez bois para não entrar na briga, mas quando entro…”.

O ex-secretário também mencionou a existência de subconsultores que atrapalhando a gestão. “Consultor é feito para fazer análise e sair. Consultor que fica fixo e não sai da prefeitura, é melhor nomear. Agora, não nomeia porque o salário é baixo?”.

 

NAÇÃO ESTÁ EM PÂNICO, DIZ PEEMEDEBISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Herzem avalia cena política após delações dos donos da JBS (Foto Divulgação).

Herzem avalia cena política após delações dos donos da JBS (Foto Divulgação).

Os conteúdos das delações e gravações feitas pelos irmãos e donos da JBS provocaram um estrago político sem proporções na política brasileira. É séria ameaça à continuidade do governo de Michel Temer.

Peemedebista como o presidente da República, Herzem Gusmão, prefeito de Vitória da Conquista, concedeu entrevista ao repórter Maciel Júnior. O conteúdo foi publicado no Blog do Rodrigo Ferraz.

O prefeito da terceira mais populosa cidade baiana disse que aguardaria, com grande expectativa, o desenrolar dos fatos na capital brasileira.

– [Essa crise] tumultua e coloca em pânico a nação brasileira – emendou.

O prefeito de Conquista, no sudoeste baiano, também falou do governo dele e fez críticas à profusão de sindicatos ao defender a reforma trabalhista proposta por Temer.

EM CONQUISTA, MAIS QUE UM “FORA, TEMER”

Tempo de leitura: < 1 minuto
A reação ao Governo Temer foi ampliada em Vitória da Conquista, como registrado nesta foto do Blog do Anderson. Por lá, o movimento pede algo além da saída do presidente da República. A citação ao PMDB não é à toa. É, também, o partido do prefeito do município, Herzem Gusmão, que sucede o petista Guilherme Menezes.

A reação ao Governo Temer foi ampliada em Vitória da Conquista, como registrado nesta foto do Blog do Anderson. Por lá, o movimento pede algo além da saída do presidente da República. A citação ao PMDB não é à toa. Trata-se do partido do prefeito do município, Herzem Gusmão. Conquista, uma das economias do estado que mais crescem, foi governada pelo PT de 1997 a 2016.

RADIALISTA PÕE FIM A 20 ANOS DO PT NO COMANDO DE CONQUISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Herzem venceu a eleição com mais de 25 mil votos de frente (Foto Divulgação).

Herzem venceu a eleição com mais de 25 mil votos de frente (Foto Divulgação).

Por volta das 20h deste domingo (30), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decretou o resultado da eleição a prefeito de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia. O terceiro maior colégio eleitoral do Estado será governado pelo deputado estadual e radialista Herzem Gusmão (PMDB), de 68 anos.

O peemedebista venceu o também deputado estadual Zé Raimundo (PT), por 95.710 a 70.513 votos. Percentualmente, obteve 57,58% dos votos válidos ante 42,42% do adversário.

Herzem chega ao poder na terceira tentativa. Havia disputado em 2008 e 2012, perdendo para o invicto Guilherme Menezes, que iniciou o ciclo de 20 anos do PT no poder em Vitória da Conquista, em 1996.

O prefeito eleito prometeu gestão sem perseguições e de diálogo, “ouvindo todos”. Segundo colocado na disputa, Zé Raimundo, que já governou Conquista, disse que não tinha o sentimento de derrotado e reafirmou que irá trabalhar por grandes obras para o município.

PRÉVIAS DO PT EM CONQUISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Márcio Matos entra na disputa interna do PT.

Márcio Matos entra na disputa interna do PT.

O PT não terá vida fácil nas eleições de 2016 em Vitória da Conquista. O partido governa a cidade há 19 anos consecutivos, mas os planos para a sucessão do próximo ano não contarão, pelo menos no primeiro turno, com apoio de antigos aliados, como o PCdoB, que lançou o nome do deputado estadual Jean Fabrício.

Ontem, para apimentar ainda mais o processo – internamente, uma das tendências internas do partido lançou nome para a sucessão, Márcio Matos, da direção nacional do Movimento Sem-Terra (MST). Márcio deverá se desligar do cargo para disputar a prefeitura conquistense. Ele tem 30 anos e é filho do ex-deputado e ex-prefeito de Conquista Jadiel Matos e integra a tendência Esquerda Popular Socialista (EPS), do PT.

Com a sinalização de Márcio, podem ocorrer prévias para a definição de um nome do PT à sucessão de Guilherme Menezes. Outro nome já posto é o do deputado estadual José Raimundo, ex-prefeito de Conquista. Zé Raimundo, no entanto, enfrenta resistências de Guilherme. De acordo com as últimas pesquisas, quem lidera a corrida eleitoral na “Suíça Baiana” é o peemedebista Herzem Gusmão.

ACM NETO DE OLHO EM CONQUISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Bruno assume secretaria em Salvador e Herzem ganha vaga.

Bruno assume secretaria em Salvador e Herzem ganha vaga.

O prefeito de Salvador, ACM Neto, está atento à política de Vitória da Conquista. Numa manobra para fortalecer as oposições e destronar o PT conquistense – que está há quase 20 anos no poder -, chamou o deputado estadual Bruno Reis (PMDB) para o seu governo. Bruno assumirá a Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza.

Com a saída de Bruno, Herzem Gusmão assume a vaga no parlamento estadual. Herzem é pré-candidato a prefeito de Vitória da Conquista. Em 2012, perdeu a disputa municipal para Guilherme Menezes (PT). ACM Neto está empolgado, principalmente, com a divisão na base governista no município do sudoeste. O PCdoB já anunciou que romperá com o governo de Guilherme e terá candidato a prefeito em 2016, sendo o nome mais provável o do deputado estadual Fabrício Falcão.

CONQUISTA: PESQUISA “HOJE IN DATA” TRAZ GUILHERME COM 53,77% E HERZEM COM 34,38%

Tempo de leitura: < 1 minuto

Pesquisa divulgada no final desta tarde de sábado, 27, pelo instituto HojeinData aponta para reeleição do prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes (PT). O levantamento traz o petista com 53,77% das intenções de voto e o peemedebista Herzem Gusmão com 34,38%.

O percentual de indecisos, porém, é alto: 10,31%. Já o percentual de brancos e nulos ficou, respectivamente, em 0,67% e 0,87%. A pesquisa foi feita de 25 a 27 de outubro e ouviu 1.483 eleitores nas zonas urbana e rural do município do sudoeste baiano. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Esta é a primeira vez que Vitória da Conquista tem eleição decidida em segundo turno. A pesquisa HojeinData foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número 00548/2012.

CONQUISTA: PESQUISA APONTA GUILHERME REELEITO EM 1º TURNO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Guilherme tem 48,73% das intenções de voto.

Pesquisa da Hoje Comunicações Pesquisas e Jornalismo Ltda com 5.002 eleitores de Vitória da Conquista aponta para a reeleição de Guilherme Menezes (PT) em primeiro turno. O prefeito do município do sudoeste baiano aparece com 48,73% das intenções de voto, enquanto o radialista Herzem Gusmão (PMDB) soma 28,59%.

Distantes, vêm Abel Rebouças (PDT), com 4,8%, Edigar Mão Branca (PV), com 2,71% e Élquisson Soares (PPS), com 0,89%, informa o Blog do Anderson. A pesquisa foi contratada pelo PT conquistense. Os eleitores foram ouvidos nos dias 28 a 30 de setembro.  O levantamento está registrado com o número 00308/2012 no Tribunal Superior da Eleitoral.

 

Back To Top