skip to Main Content
13 de abril de 2021 | 04:58 pm

GOVERNO DECIDE MANTER INÍCIO DO HORÁRIO DE VERÃO EM 4 DE NOVEMBRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Horário de verão entrará em vigor no dia 4 de novembro

O Palácio do Planalto informou que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento.
Geralmente, o horário começa em outubro, mas foi adiado para novembro em virtude do segundo turno das eleições. No começo do mês, o governo federal chegou a anunciar que adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro por causa de um pedido feito pelo Ministério da Educação para não prejudicar os candidatos do Enem. O exame será aplicado em dois domingos. O primeiro deles será o dia 4 de novembro.
O ministro da Educação, Rossieli Soares, já contava com o adiamento e chegou a comemorá-lo. “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes”, disse nas redes sociais no início de outubro.
A negativa do Planalto ao pedido veio após estudo de viabilidade feito pelos ministérios de Minas e Energia e Transportes. Segundo a assessoria do Planalto, a análise dos ministérios concluiu a inviabilidade de nova mudança no horário de verão, sem detalhes da decisão.
Na época em que foi anunciado o adiamento para 18 de novembro, a medida foi criticada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). Segundo a associação, a mudança da data acarretaria “sérias consequências” ao planejamento das operações e, consequentemente, para quem adquiriu passagens antecipadamente, afetando 3 milhões de passageiros.
AJUSTAR O RELÓGIO
No horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora. O horário é adotado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

HORÁRIO DE VERÃO COMEÇA NESTE DOMINGO; VEJA O QUE MUDA

Tempo de leitura: 6 minutos
Horário de verão entra em vigor neste domingo

Horário de verão entra em vigor neste domingo


– BAHIA ESTÁ FORA DO HORÁRIO DE VERÃO

O Horário de Verão começa à 0h deste domingo (15). Os relógios deverão ser adiantados em uma hora para se adequar à medida. A mudança vai valer até o dia 18 de fevereiro de 2018. É possível que esta seja a última vez que o Horário de Verão seja adotado no Brasil. Isso, porque autoridades do setor elétrico constataram mudanças nos hábitos de consumo de energia dos brasileiros.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o que mais tem influenciado o horário de pico do consumo de energia não é mais a incidência de luz solar, e sim a temperatura. Este ano, o Horário de Verão valerá para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Nos estados do Norte e do Nordeste não haverá mudança nos relógios.

A justificativa para a adoção da medida ano após ano é o aproveitamento do maior período de luz solar para economizar energia elétrica. Em 2013, o país economizou R$ 405 milhões, ou 2.565 megawatts (MW), com a adoção do Horário de Verão. No ano seguinte, essa economia baixou para R$ 278 milhões (2.035 MW) e, em 2015 caiu ainda mais, para R$ 162 milhões. Em 2016, o valor economizado com Horário de Verão baixou novamente, para R$147,5 milhões.

Segundo o ONS, a redução na economia de energia com o Horário de Verão tem a ver com uma mudança no perfil e na composição da carga elétrica no país. Se antes o que determinava o horário de pico do consumo de energia era a incidência da luz solar, hoje é a temperatura. Com isso, o pico de consumo passou a ser entre 14h e 15h e não mais entre 17h e 20h.

Leia Mais

GOVERNO ESTUDA ACABAR COM HORÁRIO DE VERÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

horário de verão
O brasileiro pode ficar livre do horário de verão ainda em 2017. O assunto está em análise na Casa Civil e poderá ser decidido na primeira quinzena de outubro, segundo noticia a Agência O Globo. “Caberá ao presidente Michel Temer bater o martelo”, informa.

O principal objetivo do horário de verão é economizar energia elétrica em um dos períodos de maior consumo, o verão. Estudo do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e do Ministério de Minas e Energia teria concluído, segundo a agência, que a economia tem sido na casa do zero (“neutralidade”).

Um dos pontos a favor do fim do horário de verão é a mudança do perfil de consumo do brasileiro nos últimos dez anos, além do comportamento no trabalho. “Muita gente deixou de ter um horário tradicional de trabalho, chegando em casa já à noite. Além disso, principalmente durante as tardes de verão, o uso de equipamentos, como o ar-condicionado, foi intensificado.”

HORÁRIO DE VERÃO ENTRA EM VIGOR EM 10 ESTADOS E NO DF

Tempo de leitura: 2 minutos

relógio1O Brasil entrou neste domingo (18), a partir de zero hora, no horário de verão. A população tem que adiantar os relógios em uma hora nos estados de Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro; Espírito Santo. Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal. A mudança que vai durar até dia 20 de fevereiro de 2016.

O horário de verão deste ano deverá resultar em uma economia de R$ 7 bilhões em investimentos no setor elétrico. O governo tem a expectativa de que deixarão de ser consumidos 2.610 megawatts. “É um investimento economizado”, justificou o secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barat.

De acordo com o ministério, nos últimos dez anos a medida tem possibilitado uma redução média de 4,5% na demanda por energia no horário de maior consumo e uma economia absoluta de 0,5%. Isso equivale aproximadamente ao consumo mensal de uma cidade do porte de Brasília, com 2,8 milhões de habitantes.

Além disso, a mudança do horário poupa o país de sofrer as consequências da sobrecarga na rede durante a estação mais quente do ano, quando o uso de eletricidade para refrigeração, condicionamento de ar e ventilação é o maior do ano.

Leia Mais

BAHIA FICARÁ FORA DO HORÁRIO DE VERÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

relógio1O governo da Bahia mais uma vez manterá o estado fora do horário brasileiro de verão, que tem início no próximo dia 19 de outubro. A informação é da assessoria de comunicação do governo baiano. A medida vai de encontro ao desejo de pelo menos três federações do estado: Federação do Comércio de Bens, Serviço e Turismo (Fecomércio-BA), Federação da Agricultura e Pecuária (Faeb) e Federação das Indústrias (Fieb), que, em conjunto, enviaram uma carta ao governador pedindo a adesão ao horário.
As federações apontaram como razões a sincronia com os estados do Sul e Sudeste, importantes parceiros comerciais; melhoria na segurança; e impulso ao desempenho dos setores de turismo, lazer, comércio e serviços. A reportagem tentou contato com os presidentes das federações, mas não obteve êxito. Leia mais.

EMPRESÁRIOS QUEREM HORÁRIO DE VERÃO NA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

relógio1Pouco mais de um mês antes do início do horário de verão em vários estados brasileiros, o setor empresarial baiano vai voltar a pressionar o governo do estado para que os relógios da Bahia sejam adiantados em uma hora.
O horário de verão 2014-2015 está previsto para começar no dia 19 outubro de 2014 e terminar no dia 22 fevereiro 2015, ambos caindo num domingo.
Em 2002, 2003, 2010, 2012 e 2013 a Bahia ficou fora da alteração. Mas no horário de verão de 2011-2012, a Bahia foi o único estado da região Nordeste que adotou a medida, e, segundo o governo do estado, a maior parte da população reagiu mal.
O presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA), Sílvio Pessoa, enviou ofício com a solicitação ao ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e ao governador da Bahia, Jaques Wagner. Leia mais n´A Tarde

HORÁRIO DE VERÃO ACABA NO DOMINGO

Tempo de leitura: < 1 minuto

relógio1Agência Brasil
O horário de verão termina na madrugada do próximo domingo (16). Os relógios devem ser atrasados em uma hora nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A medida começou a valer no dia 20 de outubro do ano passado. A Bahia ficou de fora do horário novamente.
O governo ainda não divulgou os impactos da medida para o país. A expectativa do Ministério de Minas e Energia era que a redução da demanda nos horários de pico, com a adoção do horário de verão no período 2013-2014, ficasse entre 4,5% e 5%, com redução de consumo geral do sistema de 0,5% em média.

WAGNER: BAHIA FORA DO HORÁRIO DE VERÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

horário de verão

A Bahia está fora do Horário de Verão, segundo antecipou hoje o governador Jaques Wagner. Precisando fazer média com o eleitorado, o mandatário da boa terra decidiu seguir decisão já tomada em 2012.

– Nós fizemos uma experiência no ano retrasado, então, independente daquilo que eu acho, eu tenho que ouvir a ampla maioria da população. A rejeição foi muito grande – disse o Galego de Ondina.

Assim, os baianos terão de ficar atentos a mudanças de horário de serviços de transporte interestadual e compensação bancária. Nestes casos, vale o “relógio de Brasília”, que será adiantado em uma hora.

HORÁRIO DE VERÃO TERMINA NESTE DOMINGO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Termina na madrugada deste domingo, 17, o horário de verão, que começou em outubro do ano passado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do estado de Tocantins. Quem mora nessas áreas terá que atrasar o relógio em uma hora.
A expectativa do Governo Federal é de que a mudança no horário tenha gerado uma economia de energia elétrica da ordem de R$ 282 milhões, o que representa 56% a mais em relação ao período anterior, quando a redução do consumo significou, em valores financeiros, um montante de R$ 180 milhões.
Embora a Bahia não o tenha seguido, acaba sofrendo a influência do horário em razão, por exemplo, da programação das emissoras de TV.

HORÁRIO DE VERÃO, JW E EMISSORAS DE TV

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Poder Econômico-IG

Ao recuar de sua decisão de adotar o horário de verão na Bahia, o governador Jaques Wagner desagradou em cheio as emissoras de televisão, de onde vinha a maior pressão para igualar o fuso dos baianos ao do centro-sul.

Wagner recusou-se a comprar a briga com 76% dos entrevistados de uma pesquisa sobre o tema que foram contrários ao horário de verão no estado.

Aos mais próximos, o governador diz que as emissoras poderiam ter feito uma campanha educativa a favor da adesão da Bahia e explicar os benefícios à população. Mas o desgaste, agora, ficaria só com ele.

BAHIA CONFIRMADA NO HORÁRIO DE VERÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Jaques Wagner confirmou que, pelo segundo ano consecutivo, a Bahia está incluída no Horário de Verão. A adoção segue desejo da maioria dos empresários de setores industriais e de comércio, segundo o mandatário baiano.

Dentre os defensores da mudança, está a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb). Os dirigentes da entidade destacam que o estado responde por 55% das exportações do Nordeste e os países têm como referência o horário oficial (Brasília). A mudança fará com que os baianos adiantem o relógio em uma hora a partir do dia 21 deste mês.

BAHIA NO HORÁRIO DE VERÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Jaques Wagner sinalizou que a Bahia vai aderir, novamente, ao Horário de Verão. O mandatário reconhece que a economia de energia com a mudança é pequena (“não é tão grande”), mas acha uma “maluquice” o estado ficar fora.

Wagner falou prometeu ouvir a população – mas não explicou como – para definir se haverá adesão à mudança que adianta o horário em uma hora. Em 2012, o Horário de Verão começa no próximo dia 21 e termina às 23h59min do dia 16 de fevereiro de 2013. Com informações do Correio.

HORÁRIO DE VERÃO TERMINA DIA 26

Tempo de leitura: < 1 minuto

O baiano terá de ajustar o relógio no próximo final de semana, quando chega ao fim o Horário de Verão. Os relógios devem ser atrasados em uma hora no próximo domingo (26)A Bahia foi o único estado nordestino que seguiu o horário neste verão, depois de oito anos fora.
O horário deveria chegar ao fim ontem (19), mas foi estendido por mais uma semana porque coincidiu com o domingo de carnaval (confira decreto). Geralmente, ele termina no terceiro domingo de fevereiro.
Quem usa computador para programar suas atividades, precisa ficar atento, pois os relógios voltaram ao horário antigo a quem fez a opção de reajustá-los automaticamente. Foi o que aconteceu com Adrian Souza. “O computador pirou ou terminou ontem mesmo?”, perguntava o leitor.

VOTAÇÃO SEGUE HORA LOCAL

Tempo de leitura: < 1 minuto

A votação neste segundo turno obedecerá à hora local dos estados, não seguindo o horário de verão. Portanto, assim como ocorreu no primeiro turno, as seções eleitorais irão abrir às 8 horas e fecham às 17 horas.
Por conta do horário de verão e da diferença de fuso horário em quatro estados (Acre, Amazonas, Rondônia e Roraima), as pesquisas de boca de urna somente poderão ser divulgadas a partir das 19 horas.

HORÁRIO DE VERÃO ACABA NO DOMINGO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Depois de 126 dias, o horário de verão termina à zero hora do próximo domingo (21). Os moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste deverão atrasar os relógios em uma hora.

Em outubro, ao decretar o horário de verão, o governo estimou que a economia de energia chegaria a 5% nos horários de pico de consumo.

Um decreto presidencial determinou, a partir deste ano, o período exato em que o horário diferenciado vai vigorar: começará sempre no terceiro domingo de outubro e terminará sempre no terceiro domingo de fevereiro. Informações da Agência Brasil.

Back To Top