skip to Main Content
3 de julho de 2020 | 10:24 pm

HOSPITAL EM ILHÉUS CRIA SALA DE VISITA VIRTUAL PARA PACIENTES E FAMILIARES

Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital Regional Costa Cacau (HRCC), em Ilhéus, inaugurou, nesta semana, a sala de visita virtual. Esse novo ambiente disponibilizado pela unidade, para visitantes familiares e amigos de pacientes, aperfeiçoa a prática de humanização do atendimento hospitalar.

Os setores de Serviço Social e Psicologia do HRCC já atuam em parceria para captar e transmitir informações importantes para as famílias sobre os pacientes internados. Com a sala de visita virtual em funcionamento, principalmente nesse período de pandemia da Covid-19, esse serviço será ainda mais importante para a aproximação entre familiares e as pessoas em recuperação.

Devido ao novo coronavírus, as visitas presenciais não são permitidas. Muitas vezes as informações são passadas pelo telefone, e a videochamada tornou-se uma ferramenta importante para melhor estabelecer essa interação. A equipe do HRCC agenda um horário com a família para estar na unidade. Nesse ambiente preparado para o encontro virtual, os visitantes podem ver, ouvir e conversar com o paciente internado.

Para Gildo Silva, psicólogo do HRCC, esse momento em que a pessoa interage com seu familiar é muito importante, traz conforto e descanso para ambos. “Esse contato, essa interação, provoca algo muito positivo, tanto naquela pessoa internada, de ter notícias e ver o familiar, quanto do familiar que, às vezes, está há cinco, dez dias sem ver aquele ente querido internado no hospital”, contou.

Gildo Silva disse que a equipe de Psicologia do HRCC atua com duas psicólogas na ala Covid-19 e outros dois profissionais na UTI da unidade hospitalar que trata outras doenças. O psicólogo ainda informou que o hospital adota outras formas de interação do paciente com a família. “Se a equipe médica ou a equipe de psicologia perceber que o paciente, avaliado diariamente, não tem condições de interagir, nós solicitamos a família que envie para o tablet da unidade áudio ou vídeo para que essa pessoa possa ver, ouvir algo da família e ser estimulado no seu processo de recuperação”, destacou.

José Antônio Sousa, presidente do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento da Administração Hospitalar (IBDAH), que faz a gestão da Unidade 100% SUS do Governo do Estado da Bahia, afirma que a aproximação dos pacientes com seus amigos e familiares, mesmo que virtualmente, é fundamental para o restabelecimento de sua saúde. ”O Governo da Bahia tem uma atenção especial pela saúde e tem investido bastante nas unidades hospitalares. E nesse período de coronavírus alinhamos várias ações, sempre organizando as melhores práticas para o atendimento humanizado, e assim, oferecer os serviços necessários para a plena recuperação das pessoas sob os nossos cuidados”, concluiu.

ILHÉUS ABRE MAIS 9 LEITOS DE UTI EXCLUSIVOS PARA PACIENTES COVID-19

Bahia enfrenta alta ocupação de leitos de UTI covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

A Unidade Covid-19 do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, abriu mais nove leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Agora a ala exclusiva para tratamento da doença conta com 29 leitos de UTI e 18 de Enfermaria, reforçando o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus no sul Bahia. Ilhéus agora conta com 45 leitos de UTI para pacientes Covid-19, 29 deles no Costa do Cacau.

O HRCC atende pacientes vindos de vários municípios baianos, como Jequié, Ipiaú, Itabuna e Uruçuca, entre outros. Sua ala que trata exclusivamente pessoas acometidas pela Covid-19 segue um criterioso padrão de funcionamento. As ambulâncias entram em um local específico da Unidade Covid-19 que foi projetada para evitar riscos de infecção cruzada no hospital.

Hospital criou acesso exclusivo para ambulâncias com paciente covid-19

Outro cuidado adotado é a entrada e saída de profissionais. Foram instalados banheiros para auxiliar na colocação e retirada de vestimentas e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Além disso, as cores das roupas usadas por colaboradores da Unidade Covid-19 são diferentes, isso ajuda a identificação desses profissionais. Toda a equipe passa por treinamentos periódicos, com abordagens de fluxo para acesso e saída, paramentação e desparamentação de EPIs, transporte de pacientes e manual de enfrentamento, entre outras.

Diretor assistencial do HRCC, Almir Gonçalves relata que o HRCC desempenha papel importante no combate da Covid-19 no sul da Bahia. “Com o apoio do Governo do Estado, o empenho do governador Rui Costa e do secretário Fábio Vilas-Boas, estamos ampliando a oferta de leitos de UTI e oferecendo o atendimento necessário para pacientes internados com o novo coronavírus. Ainda é importante frisar que a separação das unidades está garantindo atendimento a pacientes de outras patologias com maior segurança”, concluiu.

ILHÉUS ENFRENTA 100% DE OCUPAÇÃO DOS LEITOS DE UTI COVID-19 DESDE SEXTA (22)

Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Ilhéus enfrenta, nos últimos cinco dias, ocupação de 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes vítimas do novo coronavírus (Covid-19). O município possui 31 leitos de UTI Covid-19, distribuídos pelos hospitais Costa do Cacau, do Estado, e Ilhéus, da iniciativa privada, mas da rede conveniada do SUS.

A ocupação em 100% dos leitos no município foi confirmada, nesta terça (26), pela Secretaria de Saúde de Ilhéus, que também informou haver total de 448 casos de covid-19 desde o início da pandemia.

O número de óbitos chega a 29 na Terra de Gabriela. É o terceiro município onde mais ocorreram mortes pela covid-19 em toda a Bahia, ficando atrás apenas de Salvador (368 mortes) e Itabuna (31).

MAIS 30 LEITOS DE UTI

Hoje, o prefeito Mário Alexandre disse que aguarda a abertura de mais 30 leitos de UTI exclusivos para Covid-19 em Ilhéus. Os leitos serão abertos na ala para vítimas da pandemia no Hospital Costa do Cacau, para onde são direcionados pessoas em estado grave da doença oriundos de várias regiões do Estado.

APÓS QUARENTENA, FUNCIONÁRIOS DO HOSPITAL COSTA DO CACAU RETORNAM AO TRABALHO

Tempo de leitura: 2 minutos

Profissionais do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, que testaram positivo para o novo coronavírus (Covid-19) já retornaram ao trabalho na unidade hospitalar, após cumprir quarentena. A maioria desses trabalhadores não apresentou qualquer sintoma da doença.

A medida de afastamento foi aplicada de forma preventiva para inibir a circulação do vírus no hospital. Também colabora para a não propagação da Covid-19 na sociedade, já que muitos funcionários trabalham em outros locais e exercem atividades sociais diversas. A direção do HRCC e colegas de trabalho comemoraram o retorno desses colaboradores e reconheceram o valor e importância de cada um deles, afirma a direção.

De acordo com o diretor assistencial do HRCC, Almir Gonçalves, o retorno desses profissionais é  momento ímpar para a instituição e toda a equipe de trabalho. “Estamos felizes com o retorno dos colaboradores. A volta desses guerreiros, com saúde, graças a Deus, nos alegra bastante e nos dá forças para continuarmos trabalhando”, disse.

Almir Gonçalves enfatiza que cada vida é extremamente importante. “Todas essas pessoas e suas vidas não são apenas números estatísticos, são seres humanos, amados por muitos. Aqui, em reconhecimento ao trabalho de toda equipe do hospital, faço uma referência à memória do meu colega e amigo, o médico Gilmar Calasans, que, infelizmente, veio a óbito lutando contra a Covid-19”, destacou.

Funcionários reconheceram o respeito às medidas adotadas pela administração do hospital diante dos cuidados necessários frente a pandemia. O enfermeiro Adernilson Alves relata que foi informado pelo gerente de enfermagem sobre o resultado do seu exame positivo para Covid-19. “A partir desse momento fui afastado do setor para passar o período de quarentena, conforme protocolo do Ministério da Saúde. Nesses dias de isolamento, recebi todo o apoio da gerência de enfermagem e dos colegas do HRCC. Agradeço a todos pelas mensagens e ligações e a gestão do IBDAH pelo apoio de sempre”.

Wanderson Aragão, encarregado administrativo, relata que houve uma grande preocupação por parte do IBDAH, Instituto que faz a gestão do HRCC. “Quando meu exame deu positivo fui para isolamento e todos os dias estava sendo monitorado por médicos ao telefone e por WhatsApp. Sempre recebendo orientações, palavras de incentivo e apoio da minha coordenadora Fabiana, e de todos da unidade. Aqui, somos uma família e saber que eles têm esse cuidado é muito gratificante”, disse.

RECONHECIMENTO

Alguns pacientes internados no HRCC avaliam a qualidade do atendimento na unidade. Luiz Carlos Santana de Oliveira, de 43 anos, morador do Teotônio Vilela, em Ilhéus, chegou ao HRCC por causa de problemas cardíacos, via emergência. “Passei mal e fui encaminhado para o hospital. Fui atendido imediatamente, de forma excelente. Todo mundo que trabalha aqui é excelente, desde a limpeza até técnicos, enfermeiros e médicos”, avaliou.

Opinião semelhante é do paciente Jorge Antônio Borges, morador de Ilhéus, que passou por cirurgia no hospital, também fez boas referências à unidade hospitalar. “Ilhéus e toda região está de parabéns por ter um hospital desse. Fui atendido com agilidade, rapidez e eficiência. Muita dedicação dos funcionários, um quadro de profissionais e médicos excelentes, nota mil. O hospital poderia ser modelo para outros estados”.

MOÇÃO DE APLAUSOS 

No início deste mês, o HRCC recebeu uma moção de aplausos da Câmara de Vereadores de Ilhéus, pelos esforços empreendidos no combate a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A homenagem teve a autoria do fisioterapeuta e edil Fabrício Nascimento, (PSB)

HOSPITAL COSTA DO CACAU ABRE MAIS 10 LEITOS DE UTI EXCLUSIVOS COVID-19

Quase 80% dos leitos de UTI Covid-19 estão ocupados na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, abre nesta terça-feira (12), mais dez leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em sua ala Covid-19, local exclusivo para tratamento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Na semana passada, o hospital inaugurou dez leitos de UTI e 18 de enfermaria.

A partir desta semana, o HRCC já terá em operação 20 leitos de UTI e 18 de enfermaria, totalizando 38 leitos hospitalares para atendimento. Em breve, a unidade Covid-19 disponibilizará mais dez leitos de UTI, de acordo com demanda, organização de estrutura e equipe, completando o total de 30 leitos de UTI e 18 de enfermaria.

Além disso, os profissionais da unidade Covid-19 já receberam treinamentos específicos de atuação na assistência e no fluxo de entrada e saída da ala exclusiva, com a disponibilização de banheiros para troca de vestimentas, colocação e retirada de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e o túnel de desinfecção, que diminui o risco de contaminação na troca de roupas.

Segundo relatório oficial da Vigilância em Saúde Frente a Pandemia da Covid-19, após visita técnica, no último dia 29, foi verificado que há disponível na unidade hospitalar  equipamentos de proteção individual na unidade, inclusive em estoque. Esse documento, após fiscalização realizada, foi  enviado à direção do HRCC, onde foi relatado que  “o hospital encontra-se com todos os materiais de EPIs em estoque e foi visualizado que todos os colaboradores estão fazendo uso destes equipamentos de proteção”.

EMPENHO

De acordo o diretor assistencial do HRCC, Almir Gonçalves, a unidade está empenhada em cumprir as determinações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e do governo estadual. “Nós estamos alinhados aos esforços do governador Rui Costa e do secretário Fábio Vilas-Boas em dar suporte para os pacientes acometidos pela Covid-19, que necessitem de atendimento”, destacou.

Almir garante que a equipe assistencial da Unidade Covid-19 do HRCC realiza um trabalho dedicado no atendimento aos pacientes. “Temos uma equipe multiprofissional  competente, com experiência, comprometidos em salvar vidas e enfrentar com vigor a doença causada pela pandemia do novo coronavírus. Esses colaboradores têm o nosso respeito e admiração, em um momento tão adverso”, concluiu.

HOSPITAL COSTA DO CACAU ABRE 20 LEITOS EXCLUSIVOS PARA COVID-19 E INSTALA TÚNEL DE DESINFECÇÃO

Túnel foi instalado para fazer desinfecção de profissionais em saúde
Tempo de leitura: 2 minutos

O Hospital Regional Costa do Cacau, de Ilhéus, abre nesta quarta (6) uma ala exclusiva para pacientes vítimas do novo coronavírus (Covid-19), com 10 leitos clínicos e 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Há, ainda, espaço para mais 20 leitos de UTI e 8 de enfermaria na nova ala, num total de 48 leitos hospitalares exclusivos para tratar pacientes vítimas da covid-19.

De acordo com a direção do Costa do Cacau, os pacientes chegarão à unidade por meio do Sistema de Regulação da Sesab. As mudanças farão com que o Costa do Cacau tenha “dois” hospitais no mesmo endereço, um para atendimento exclusivo para pacientes acometidos por coronavírus, evitando as contaminações cruzadas no ambiente hospitalar.

Hospital Costa do Cacau ganha ala exclusiva para pacientes covid-19

DOIS HOSPITAIS EM UM

Todo o fluxo de funcionários seguirá rígido controle de acesso, com a disponibilização de banheiros específicos para higienização, colocação e retirada de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Outra medida para evitar infecção pelo coronavírus foi a instalação de câmara de desinfecção produzida pelo Senai Cimatec. O equipamento tem uma estrutura de alumínio, que forma um corredor de 2,5m, com tubulação que pulveriza hipoclorito de sódio no profissional que teve contato com enfermo, diminuindo o risco de contaminação no momento da troca de roupa.

De acordo com o diretor assistencial do HRCC, Almir Gonçalves, a ala exclusiva para atendimento aos pacientes da Covid-19, diminui exponencialmente o risco de contaminação cruzada no ambiente hospitalar. “Com essas estruturas separadas, ao mesmo tempo que disponibilizaremos um tratamento especial e direcionado para o acometido pelo novo coronavírus, nós estaremos também resguardando a vida dos pacientes de outras patologias em nosso ambiente para tratamento de outras doenças”, concluiu.

MEDIDAS PREVENTIVAS

O encarregado administrativo do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), Wanderson Aragão, destaca a importância dos investimentos realizados pelo Governo da Bahia. Ele assegura que todas as medidas de prevenção estão sendo adotadas pela direção do hospital, a exemplo da realização de treinamentos, orientações e entrega dos equipamentos de proteção individual (EPIs).

A enfermeira Diovania conceição de Oliveira Braga afirma que todos estão enfrentando um grande desafio com a covid-19 e, felizmente, vêm surgindo inovações que ajudam a reforçar as medidas de prevenção como é o caso do túnel de desinfecção (confira vídeo acima).

– O túnel reforça a higienização e proteção dos colaboradores que circulam pelo setor. Saliento que não podemos descuidar das orientações do Ministério da Saúde para evitar a disseminação do novo coronavírus. Desta maneira reforçaremos a segurança dos funcionários – diz a profissional.

NOVA EQUIPE DE BOMBEIROS MILITARES CONTINUA DESCONTAMINAÇÃO DE HOSPITAL ILHEENSE

Equipe de bombeiros militares que faz descontaminação do Costa do Cacau
Tempo de leitura: 2 minutos

A partir deste domingo (3), outra equipe de bombeiros militares especialistas em ocorrências com agentes químicos, biológicos, radiológicos e nucleares (QBRN) dará continuidade à operação de descontaminação e desinfecção do Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus. A troca da equipe faz parte dos protocolos de segurança, segundo o qual os militares podem, no máximo, ficar sete dias expostos aos produtos químicos e elementos biológicos.

“Para a descontaminação e desinfecção de estruturas para destruição dos riscos biológicos nós utilizamos elementos e substâncias químicas, além de todo protocolo de segurança. A exposição não pode ser excessiva”, explicou o major BM Allan Guanais. Neste sábado, as duas equipes realizaram a ação. “Para seguirmos o mesmo padrão de atuação que fomos formados e especializados para fazer!”, completou o major. Durante a descontaminação, os bombeiros militares utilizam roupa de proteção química e biológica, além de proteção respiratória com filtro e botas e luvas especificas.

Todo processo ocorre em áreas que não estejam ocupadas. Como a unidade de saúde permanece em atendimento, a descontaminação é feita por etapas. Os militares atuam conforme a desocupação dos ambientes. A partir deste domingo, a ação passa a ser liderada pelo capitão BM Vagner da Silva Nascimento.

Esse tipo de descontaminação não é uma atividade específica de bombeiros, mas neste momento de pandemia, houve a solicitação da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o que foi prontamente atendida pela corporação, pelo risco de perdas de vidas em consequência da contaminação.

OUTRAS DESCONTAMINAÇÕES

Durante esta semana, bombeiros militares da capital baiana, capacitados para realizar a descontaminação, também realizaram a ação na Sesab, além de alguns ambientes da Polícia Militar, como o Quartel do Comando Geral, o Batalhão de Choque e a área ambulatorial da Junta Médica na Vila Policial Militar do Bomfim. O objetivo é deixar as áreas seguras para as pessoas que transitam nas áreas, sejam profissionais que atuam ou para que precisa de atendimento.

HOSPITAL COSTA DO CACAU TERÁ 41 LEITOS DE UTI PARA ATENDER VÍTIMAS DE COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

O governo baiano ampliará de 30 para 41 o número de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, segundo anúncio feito pelo secretário Estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas. “A região Sul da Bahia vive uma situação muito preocupante, com um taxa de contágio muito maior que no resto da Bahia”, disse ele em entrevista.

Além do Hospital da Costa do Cacau, a estrutura de atendimento da região conta com 10 leitos de UTI no Hospital de Ilhéus, da rede privada. Em Itabuna, a Santa Casa de Misericórdia oferece dez leitos adultos no Hospital Calixto Midlej, três leitos infantis de UTI no Hospital Manuel Novaes; além de 40 leitos clínicos.

Ilhéus aguarda ainda o credenciamento de mais 13 leitos no Hospital São José e outros 30 na montagem de um hospital de campanha. Já Itabuna, terá a habilitação do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, que poderá ofertar até 21 leitos de UTI e 38 clínicos.

PARA DIRETOR, EXAMES DESCARTAM HOSPITAL COSTA DO CACAU COMO FOCO DE COVID-19

Hospital Costa do Cacau tem 57 funcionários infectados pela Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

O médico Almir Gonçalves disse hoje (24) que todos os 57 funcionários do Hospital Costa do Cacau contaminados pelo novo coronavírus (covid-19) atuam também em outras unidades médico-hospitalares. O dirigente sustentou que não há nenhum contaminado entre os que trabalham apenas no Costa do Cacau.

Numa entrevista ao programa O Tabuleiro, nesta manhã, ele disse que foram feitos 483 testes e 57 deram positivo, mas o hospital ainda aguarda todos os resultados. “Se existisse um problema aqui dentro do hospital, a gente ia tomar todas as medidas cabíveis. Desses positivados, 100% trabalham em outras instituições”, garantiu o médico.

Para o dirigente, os resultados excluem a possibilidade de o Costa do Cacau ser foco da disseminação do vírus na região, como denunciou o vereador Paulo Carqueija, que integra a Comissão de Saúde da Câmara de Ilhéus. A testagem dos profissionais de saúde no eixo Ilhéus-Itabuna começou no final de semana passado, com a chegada dos testes rápidos encaminhados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Carqueija disse que nos 12 exames positivos para covid-19 em Ilhéus na última segunda (20), 9 eram funcionários do Costa do Cacau (relembre aqui). Procurada na quarta (22), a direção do hospital disse que se pronunciaria depois. Aguardava o resultado da quase totalidade dos exames.

ESTADO AGUARDA CREDENCIAMENTO DE 122 LEITOS PARA COVID-19 EM ILHÉUS E ITABUNA, SEGUNDO SECRETÁRIO

Hospital de Base receberá um dos túneis de desinfecção
Tempo de leitura: 2 minutos

A estrutura de leitos para vítimas do novo coronavírus (Covid-19) em Itabuna deverá contar com mais 122 leitos, segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas. De acordo com ele, são aguardados credenciamento de 13 leitos no Hospital São José e 30 no hospital de campanha e outros 20 a serem montados no Centro de Convenções em Ilhéus. Já em Itabuna, é aguardado o credenciamento pelo Ministério da Saúde de 21 leitos de UTI e 38 clínicos no Hospital de Base de Itabuna.

Vilas-Boas observa que o número de casos de coronavírus tem crescido na região de Ilhéus e Itabuna. “Quem apresentar sintomas como febre, garganta inflamada, coriza, falta de ar, deve procurar imediatamente as unidades que são a porta de entrada para o Sistema de Saúde. Em Itabuna, é a UPA do Monte Cristo e em Ilhéus é o Centro de Convenções”, orienta o secretário.

O titular da Sesab ressalta os cuidados básicos para se evitar a Covid-19. “Fique em casa, só saia em caso de necessidade e usando máscaras, e mantenha a distância de um metro e meio das outras pessoas. Lave bem as mãos e passe álcool em gel”.

REDE DE ATENDIMENTO

A estrutura de atendimento nas duas cidades, já conta com leitos de UTI no Hospital Regional Costa do Cacau e no Hospital de Ilhéus, em Ilhéus, e no Calixto Midlej Filho e no Manoel Novaes em Itabuna. Após o início de registro de casos, o Costa do Cacau informou ter estabelecido nas últimas semanas planejamento para o acolhimento do paciente com suspeita da doença atendendo um fluxograma elaborado para recepção e cuidados, além da precaução da não transmissibilidade do vírus em ambiente hospitalar.

Agora, a pessoa que chega ao hospital, apresentando febre e com sintomas respiratórios, recebe uma máscara cirúrgica e é colocado em isolamento, com o objetivo de evitar ou minimizar os riscos de transmissão da Covid-19. A ação passou a contar também com treinamento de funcionários, segundo a direção do hospital, higienização e uso adequado de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para diminuir o risco de contágio pela Covid-19.

Leia Mais
Back To Top