skip to Main Content
15 de abril de 2021 | 03:26 pm

NÃO FALTARÃO RECURSOS PARA ATENDIMENTO DE QUALIDADE NA SAÚDE, DIZ AUGUSTO

Augusto, à direita, conversa com profissionais de saúde do Hblem || Foto Lucas Matos
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Augusto Castro disse hoje (6) que “não faltarão recursos para atendimento de qualidade” aos pacientes do SUS atendidos no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), único hospital público do município e que atende a pacientes de cerca de 120 municípios pactuados.

A visita do prefeito ao Hospital de Base, acompanhado da secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes, ocorreu na manhã desta quarta. Ele também anunciou que a UPA 24 horas, no Monte Cristo, e os postos de saúde passarão por requalificação.

As condições de atendimento a pacientes da Covid-19 em leitos de UTI e clínicos foram relatadas pelo médico Eduardo Kovalski Neto, diretor-presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi). Augusto Castro visitou as enfermarias e salas com equipamentos de raios-X digital e tomógrafo e os centros cirúrgicos. Também esteve na unidade onde está sendo instalado o equipamento de ressonância magnética essencial aos exames de rotina e diagnóstico d e pacientes pelos médicos.

O prefeito lembrou que conseguiu muitas emendas ao Orçamento Geral da União junto a parlamentares aliados da bancada baiana no Congresso Nacional. Na visita, ele também fez indagações sobre o atendimento de urgência e emergência e sobre as condições de oferta de oxigênio e outros insumos ao diretor-administrativo e financeiro da Fasi, Ronaldo Abude, que estava acompanhado do assessor jurídico da Fasi, Tarso Soares.

ITABUNA: CAI A OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI COVID-19, APÓS ALTAS E ÓBITOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna registrava ocupação de 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para vítimas da covid-19 ao final da manhã de ontem (23). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dez dos 23 leitos ficaram vagos.

As vagas foram abertas com a melhora do quadro de saúde de oito dos 23 pacientes internados em UTI Covid-19. Estes pacientes foram transferidos para leitos clínicos.

Outros dois pacientes não resistiram à doença e faleceram. O quadro de ocupação de leitos hoje somente deverá ser atualizado no início da noite pela SMS.

ITABUNA: HOSPITAL DE BASE ADQUIRE EQUIPAMENTO DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Aparelho de ressonância magnética adquirido pelo Hospital de Base
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), em Itabuna, anunciou a aquisição de um aparelho de ressonância magnética que auxiliará nos exames de rotina e também no diagnóstico dos médicos, seguindo os mais rígidos protocolos de segurança e de qualidade.

De acordo com o diretor-presidente da Fasi, entidade gestora do hospital, o equipamento é “mais confortável, silencioso e de alta resolução”, permitindo diagnóstico mais preciso, agregando novos exames ao serviço nas áreas de neuroradiologia, ressonância cardíaca, de mamas e próstata, dentre outros.

Roberto Gama disse que a equipe responsável pela instalação do equipamento tem um prazo de 30 dias. Segundo ele, antes da chegada desse equipamento para dar suporte ao diagnóstico dos médicos era preciso transferir os pacientes para outras unidades. “Mas, agora, será diferente”.

UNIFTC DOA CABINE DESINFECTANTE AO HOSPITAL DE BASE DE ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

A Faculdade UniFTC de Itabuna entregou uma cabine de desinfecção ao Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. A unidade hospitalar é um dos centros de referência para a Covid-19 na região sul da Bahia e utilizará o equipamento doado pela instituição para ampliar a segurança dos profissionais da Saúde. Ao todo, 170 profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia do novo coronavírus serão beneficiados.

A iniciativa faz parte das ações do Movimento Pela Prevenção implementado pela Rede UniFTC. Em Itabuna, a Faculdade também doou uma cabine desinfectante para a unidade regional do Serviço Móvel de Urgência (Samu 192), além de produzir e doar 400 unidades de Face Shields (protetores faciais) para hospitais da rede pública e filantrópica, ao Samu, à Sociedade de Anestesiologia do Estado da Bahia e para as secretarias municipais de Saúde de Ilhéus e Itabuna.

Roberto Gama, presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi), mantenedora do Hospital de Base, enfatizou a importância da doação para o momento crítico da pandemia que a cidade está passando. “Este equipamento, assim como os demais EPIs fornecidos pela Rede UniFTC, tem uma relevância muito grande, porque nos permitirá oferecer aos profissionais de Saúde que estão atuando no combate à Covid-19, aqui no Hospital de Base, recursos a mais para minimizar os riscos de contaminação”, frisou Roberto.

Câmara auxiliará na desinfecção de profissionais de saúde do hospital itabunense

PRESERVAÇÃO DA VIDA

O supervisor de campus da UniFTC de Itabuna, Marcelo Assis, que acompanhou todo o processo de implementação das cabines, falou do quanto é importante estar envolvido no Movimento Pela Prevenção promovido pela Rede de Ensino. “Desde o início da pandemia, a Instituição abraçou a causa e está empenhada em promover ações de solidariedade e do cuidar do outro. Como colaborador e como cidadão, me sinto no dever de contribuir para que estas iniciativas sejam concretizadas porque a defesa e preservação da vida é dever de todos”, justificou.

Atuando na execução do projeto de produção das cabines desde o início de maio, o estudante do 9º semestre de Engenharia Civil da UniFTC de Itabuna Florisvaldo Santos da Paixão destacou o quanto foi gratificante para ele ter aceitado o convite da Faculdade para participar da iniciativa. “Saber que, por meio dos conhecimentos adquiridos em sala de aula, pude contribuir com a confecção de um equipamento que irá dar mais segurança aos profissionais de Saúde neste momento tão ariscado para eles me deixou muito feliz e me fez entender o quanto é imprescindível o envolvimento de todos na promoção do bem para a comunidade”, argumentou o estudante.

Também envolvido na produção das cabines, o estudante de Engenharia de Segurança do Trabalho, Rogério Martins, ressaltou seu sentimento de gratidão em poder contribuir com uma ação tão importante para levar mais proteção para aqueles que estão atuando no combate à pandemia. “Para minimizar o risco de contaminação de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, a desparamentação é um processo que tem que ser tratado com muita segurança. Com a cabine desinfectante, este procedimento terá um reforço para evitar que estes profissionais sejam infectados”, afirmou Rogério.

ITABUNA CONFIRMA 83 NOVOS CASOS DE COVID-19 E 2 ÓBITOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Com 83 novos casos confirmados nas últimas 24 horas, subiu para 3.578 o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (covid-19) em Itabuna. No período, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) registrou dois novos óbitos, confirme divulgado no boletim epidemiológico deste domingo (12).

Até agora, 81 pessoas morreram em decorrência de complicações da covid-19 no município. Existem 2.035 casos ativos (pacientes em recuperação) e 1.462 pessoas consideradas curadas.

O município já notificou 12.999 casos, dos quais 9.137 deram negativo (descartados). Há uma fila de 403 pessoas aguardando a coleta de material para exame da covid-19 e outras 153 esperam a divulgação do resultado de teste já feito. Até aqui, 2.591 pessoas estão em isolamento social.

LEITOS COVID-19

O município possuía apenas 2 dos 26 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) covid-19 disponíveis, segundo a SMS. Dos 78 leitos para os casos mais leves, os de internamento clínico, 60 estão com pacientes. O Hospital de Base de Itabuna ainda aguarda a habilitação de novos leitos de UTI covid-19.

HOSPITAL DE BASE ABRE NOVOS LEITOS DE UTI COVID-19

Novos leitos de UTI Covid-19 serão reabertos na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A direção do Hospital de Base de Itabuna confirmou a abertura de novos leitos de UTI, nesta quinta (9), com a conclusão dos trabalhos de instalação dos respiradores pulmonares ainda ontem (8). Os equipamentos foram enviados para o hospital pelo Ministério da Saúde.

Além dos respiradores, o hospital também foi contemplado com 60 bombas de infusão, aparelhos usados para dosar a quantidade de remédio aplicada. “Os respiradores são de ótima qualidade e fazem todo processo necessário no tratamento intensivo”, disse Eduardo Kowalski, diretor médico do Hospital de Base.

Ainda segundo o diretor médico do hospital público municipal, enfermeiros, técnicos, fisioterapeutas e médicos já estão sendo treinados para manusear os aparelhos. A unidade médico-hospitalar passa a contar com 20 leitos em sua Unidade de Terapia Intensiva exclusiva para pacientes Covid-19, devendo ganhar mais cinco leitos na próxima semana, conforme anunciou, ontem (8), o prefeito Fernando Gomes.

HOSPITAIS RECEBEM TÚNEIS DE DESINFECÇÃO E INSUMOS CONTRA A COVID-19

Hospital de Base de Itabuna recebe túnel de desinfecção contra a covid-19
Tempo de leitura: 2 minutos

Túneis de desinfecção e insumos hospitalares foram enviados pelo governo baiano a vários municípios baianos, dentre eles Itabuna, Camacan e Pau Brasil nas ações contra o coronavírus. A força-tarefa é conduzida pelas secretarias do Planejamento (Seplan) e Desenvolvimento Econômico (SDE).

“Este envio tem ocorrido sistematicamente para manter as unidades de saúde abastecidas com itens essenciais para o atendimento hospitalar, neste momento de enfrentamento da pandemia da Covid-19”, disse o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro.

Hospital de Base receberá um dos túneis de desinfecção

Seis túneis de desinfecção foram encaminhados para os municípios de Irecê, Remanso, Itabuna (Hospital de Base, Camacan (Hospital Amec), Juazeiro e Senhor do Bonfim. Além disso, foram enviados para diversos municípios 347.500 máscaras de tecido e TNT, 1.240 litros de álcool gel para hospitais, 25 bolhas de contenção e 1.460 protetores faciais de acrílico.

Leia Mais

COM A CHEGADA DE RESPIRADORES, HOSPITAL DE BASE ABRE 20 LEITOS DE UTI COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Vinte novos leitos de UTI no Hospital de Base de Itabuna começam a funcionar ainda nesta quarta (3), após a chegada de 15 respiradores adquiridos pelo Governo do Estado e equipamentos para garantir a implantação definitiva de outros cinco leitos que já contavam com os aparelhos de ventilação. Outros 38 leitos clínicos já estão funcionando no hospital para receber e estabilizar pacientes com sintomas mais leves da doença.

“Acabamos de entregar os equipamentos e, ainda nessa quarta-feira (3), a prefeitura vai poder abrir 20 novos leitos de UTI para ampliar a oferta de atendimento para Itabuna e região. Duas pessoas podem usar um respirador durante um mês e isso pode significar a preservação de, pelo menos, 30 vidas. Estamos lutando no esforço de garantir que todos os baianos que precisem não fiquem sem atendimento”, afirma o secretário da saúde do estado, Fábio Vilas-Boas.

Para o diretor da unidade, Eduardo Kowalski, os respiradores são essenciais para o tratamento da covid-19. “Os equipamentos nos permitirão atender pacientes com problemas respiratórios graves causados pela doença, o que é fundamental para nossa região que registra um número alto de infectados. É uma garantia de que vamos poder atender muito mais pessoas. Estamos operando com uma equipe especializada formada para o atendimento dos pacientes, com médicos e enfermeiros que estão lidando exclusivamente com a doença”.

Além dos leitos clínicos e de UTI no Hospital de Base, em Itabuna estão sendo oferecidos 40 leitos no Hospital Calixto Midlej e 13 leitos pediátricos no Hospital Manoel Novaes. O município atende pacientes de várias regiões da Bahia.

HOSPITAL DE BASE: DE 100 FUNCIONÁRIOS, APENAS 1 TESTA POSITIVO PARA COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

Testes RT-PCR feitos em um grupo de 100 funcionários do Hospital de Base de Itabuna detectaram apenas um dos colaboradores infectado pelo novo coronavírus (Covid-19), segundo informou a direção da unidade médico-hospitalar. Os resultados forma divulgados na manhã desta terça (2).

O hospital passou também a receber pacientes com sintomas da Covid-19. Para a direção do hospital, o resultado “mostra que o sistema de isolamento causou um efeito satisfatório”. Outro dado importante é que o diagnóstico foi feito não com testes rápidos, mas com o RT-PCR, considerado padrão-ouro para detecção da covid-19.

Dentre as medidas adotadas, a unidade médico-hospitalar foi dividida, com uma ala somente para pacientes Covid-19 e outra para pessoas acometidas por outras doenças. O Hospital, além do uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), diz ter adotado controle rigoroso na liberação de acompanhantes e visitas também contribuiu para este resultado.

ESTADO PODE DESISTIR DE REABERTURA DO SÃO LUCAS PARA COVID-19; CONTA FICOU ALTA

Orçamento para reabertura do São Lucas ficou alto para tempos de orçamento apertado com a covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

Há cerca de 10 dias, o governo estadual anunciou estudos para implantar uma central da covid-19 no antigo Hospital São Lucas, em Itabuna, com leitos e UTI.

O negócio pode não sair do papel. O orçamento ficou alto para um investimento público em hospital privado: pelo menos R$ 6 milhões, conforme fontes.

O governo já estuda outra alternativa, como instalar a Central da Covid-19 no Hospital Costa do Cacau, na Rodovia Ilhéus-Itabuna.

Inicialmente, a central (com estrutura de leitos de UTI) seria instalada no Hospital de Base de Itabuna. Estava tudo acordado entre o governador Rui Costa e o prefeito Fernando Gomes.

Mas o prefeito foi pressionado por dezenas de médicos que atuam no Hospital de Base para rever o negócio. E, assim, Fernando deu um “cavalo-de-pau” e restringiu a central da Covid-19 a uma ala do Hblem.

O governador, que evita instalar estrutura de atendimento em hospitais para atender outras emergências e urgências, não gostou da atitude de Fernando Gomes.

Até aqui, o que resta para atendimento às vítimas da Covid-19 em Itabuna é a triagem montada na UPA do bairro Monte Cristo.

COVID-19: BAHIA INVESTIGA SEIS MORTES SUSPEITAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O primeiro óbito de uma pessoa infectada pelo novo coronavírus na Bahia ocorreu na noite de ontem (28). O óbito foi confirmado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab).  A vítima, de 74 anos, estava internada no Hospital da Bahia, em Salvador, havia 10 dias.

Conforme o último boletim epidemiológico emitido pela Secretaria Estadual de Saúde, a Bahia registrou 11 óbitos suspeitos da doença. Deste total, seis estão sob investigação.

Por meio de exame no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA) e investigação, outros 4 óbitos até então considerados suspeitos deram negativo para covid-1.

Um deles foi uma mulher, atendida no Hospital de Base, em Itabuna, no sul da Bahia, há mais de uma semana. Deu negativo para o novo coronavírus.

MAIS DE 2,5 MIL EXAMES NA FILA

Até as 17h deste domingo (29), o estado havia descartado 1.388 casos suspeitos da doença. Resultado deu negativo. Mas existem 2.536 testes aguardando resultado (em investigação). A demanda no Laboratório Central cresce. E levou a Secretaria Estadual de Saúde a abrir seleção para contratar novos profissionais.

 

SESAB ABRE VAGAS EM RESIDÊNCIA MÉDICA NO HOSPITAL DE BASE DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Sesab abre vagas para residência no Hospital de Base de Itabuna

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) abriu quatro vagas para residência médica em clínica geral no Hospital de Base de Itabuna. Os novos contratados devem começar a trabalhar a partir de março, após seleção feita pela Sesab.

A chegada dos novos residentes é considerada um passo importante para que o Hospital de Base seja reconhecido como Hospital-Escola pelo Ministério da Educação, o que significa mais recursos para pesquisa, extensão e capacitação de profissionais de saúde.

O hospital já conta com quatro médicos residentes na área de cirurgia-geral e mantém convênios com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), UniFTC e Unime.

De acordo com o diretor médico do Hospital de Base, médico Eduardo Kowalsky, os novos residentes contribuirão para melhorar o atendimento na área de clínica geral, que tem uma demanda crescente e hoje é responsável por 80% dos procedimentos da instituição, que atende pacientes de cerca de 170 municípios.

HOSPITAL DE BASE REALIZA CAPTAÇÃO DE MÚLTIPLOS ÓRGÃOS NO DIA MUNDIAL DA GENTILEZA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Era Dia Mundial da Gentileza. Era 13 de novembro. Num dia muito especial mais uma captação de múltiplos órgãos foi realizada em Itabuna, no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães. “Trabalhamos com pessoas e sentimentos, sempre tentando chegar até eles da melhor forma possível para facilitar esse diálogo”, ao mesmo tempo, respeitando o luto”, afirma o diretor médico do Hospital de Base, Eduardo Kowalski Neto.

– Mesmo nas situações mais difíceis da vida, podemos, sim, através da caridade, doação e amor ao próximo, continuar a viver o milagre da vida, ressignificando a perda do seu ente querido por este ato que é a doação – ressalta.

Para a captação de órgãos no Hospital de Base, existe uma preparação para os profissionais de Enfermagem, Psicologia, Serviço Social, Médica entre outros. Quando a doação é autorizada pela família, uma equipe é mobilizada, já que o “Sim” da família, significa a salvação de pelo menos seis pessoas, que aguardavam ansiosamente um transplante para voltar a viver intensamente.

A Organização de Procura de Órgãos (OPO/SUL) do Hospital de Base de Itabuna realiza um trabalho contínuo para prestar esclarecimentos à comunidade sobre o tema doação. A conscientização contribui para a diminuição da negativa familiar, uma vez que esta constitui em um dos maiores entraves na busca pelo aumento do número de doações na Bahia.

LÚCIO VIEIRA ABRE O JOGO SOBRE ALIANÇA COM FERNANDO GOMES E CHARLIANE NO MDB

Tempo de leitura: 2 minutos

Charliane é oposição a Fernando e pode ir para o partido de Lúcio, o MDB, que apoia governo

  • MDB pode ter nome da oposição na disputa à Prefeitura

O ex-deputado Lúcio Vieira Lima disse que há “choro de muitos” com a aproximação entre o MDB e a vereadora Charliane Sousa (PTB), que faz oposição ao governo do prefeito Fernando Gomes. O dirigente do MDB baiano afirmou que esse burburinho desperta ainda mais o interesse na parlamentar para a disputa pela Prefeitura de Itabuna em 2020.

“Isso é devido ao choro de muitos, com a conversa dela com o MDB, só não entendo essa fixação para que ela vá para o DEM, usando inclusive o argumento que o MDB tem o vice-prefeito, esquecendo que foi o DEM, que abriu mão do Prefeito, por isso quero pedir paciência a todos, pois não estamos tratando de objetos, mas sim do futuro de Itabuna e sua população.” disse Lúcio.

Ele disse que as conversas com a vereadora seguirão “com calma e responsabilidade”. Segundo ele, se a parlamentar mudar agora de partido, perde o mandato. “Então, vamos acalmar o coração, agitado pela paixão política, e aguardar com tranquilidade, apesar dessa discussão estar valorizando mais ainda a vereadora e o MDB”, disse.

REVIRAVOLTA DO GOVERNO FG

Atualmente, o MDB apoia o governo municipal e ganhou mais espaço com a indicação da direção da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi), que administra o Hospital de Base. “Nós fizemos uma aliança e não uma fusão”, observou o ex-deputado.

Segundo ele, orientação do MDB nacional é de que o partido lance o maior número de candidaturas próprias às prefeituras. Continuar com Fernando, sinalizou, dependerá de reviravolta do governo. Clique e ouça trecho da entrevista a Andreyver Lima, no Programa Interativa News.

 

FALTA DE CIRURGIÃO PLANTONISTA GERA SOBRECARGA NO HOSPITAL DE BASE DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Chicão e Enderson denunciam falta de cirurgião plantonista

Andreyver Lima

Nesta sexta-feira (21), os vereadores Enderson Guinho e Chicão da Saúde, foram ver de perto a situação do atendimento no Hospital de Base. A denúncia recebida pelos vereadores era a falta de um cirurgião plantonista na unidade hospitalar.

Conforme informado pelos vereadores, ficou constatada a falta do profissional. “O hospital está sem cirurgião plantonista, apenas com um cirurgião sobreaviso, o que dificulta o atendimento do médico que está fazendo o atendimento sozinho.” afirmou Guinho.

O vereador Chicão alerta para os festejos juninos na região e no alto fluxo de atendimento nessa época, por causa dos acidentes nas estradas. “Sabemos que o Base recebe pessoas de várias cidades e a ausência de um cirurgião plantonista gera desconforto e transtorno no hospital por conta da grande demanda.”

Ainda segundo os vereadores, eles irão convocar a presidente da Fundação Atenção à Saúde de Itabuna (FASI), Nelsivane Cordier, e o secretário de Saúde, Josimar Sales, bem como acionar o Ministério Público, para esclarecimentos.

Back To Top