skip to Main Content
29 de novembro de 2020 | 10:40 pm

LESSA AFIRMA QUE SUCESSO DO FESTIVAL DO CHOCOLATE FOI "ACIMA DO ESPERADO"

Tempo de leitura: 2 minutos

Lessa, da M21: resultados acima do esperado (Foto Milena Palladino).

Idealizador do Festival do Chocolate da Bahia, o publicitário Marcos Lessa apresentou os números do evento que caminha para consolidar-se nacionalmente.
O festival deste ano reuniu 48 expositores e dez marcas de chocolates finos, além de atrair público de mais de 20 mil pessoas em cinco dias de evento no centro de convenções Luís Eduardo Magalhães, em Ilhéus.
Como comparativo, na primeira edição do evento, em 2009, foram 26 expositores e três marcas de chocolates. O formato de 2011 atraiu interessados de vários regiões do país, alem de expandir a marca do chocolate sulbaiano para festivais e concursos de outras regiões brasileiras, a exemplo de Gramado (RS).

Profissional da Harald ministra curso sobre chocolate.

O publicitário define como “acima do esperado” os resultados obtidos na terceira edição do evento que reuniu marcas famosas no mundo e conseguiu projeção nacional com a cobertura de alguns dos principais veículos da imprensa brasileira e especializada.
O festival selecionou os melhores chocolates e amêndoas de cacau. Edmond Ganem, da região de Una (BA), sagrou-se vencedor no concurso Cacau Fino e Aromático. A categoria chocolate foi faturado pela Harald com chocolate produzido a partir de amêndoas da fazenda do produtor João Tavares, do sul da Bahia.
O festival organizado pela M21 teve apoio do PIMENTA e ofereceu, além de shows musicais com atrações do sul da Bahia e Nana Caymmi, também trouxe cursos, oficinas e palestras sobre a cadeia chocolateira.

COMEÇA HOJE O III FESTIVAL DO CHOCOLATE

Tempo de leitura: 2 minutos

Harald abre ciclo de palestras.

A terceira edição do Festival do Chocolate da Bahia começa nesta quarta-feira (06), às 19h, em Ilhéus, com a presença do governador Jaques Wagner e palestra de Ernesto Harald, diretor de uma das principais fornecedoras de chocolate do mundo, a Harald.
O evento acontecerá no salão principal do centro de convenções Luís Eduardo Magalhães e trará palestras, debates, oficinas e cursos, como o de culinária especializada em chocolate, além de espaço para negócios.
Especialistas em produção e comercialização de cacau fino e chocolate participarão do evento como conferencistas, a exemplo de Diego Badaró, Chloe Doutre-Roussel, Paulo Lanna e Rodrigo Aquim.
A programação contempla interessados em negócios e na nova cultura cacaueira. O público do Festival do Chocolate também vai poder curtir boa música com Nana Caymmi (dia 9), Quizilla e Chocolate Groove. A criançada poderá curtir o Planeta Chocolate. A feira terá 50 estandes de indústrias e parceiros do evento.
Marcos Lessa, da M21 Eventos, cita a importância para discutir a cultura do agronegócio no sulbaiano e incremento ao turismo na região. O festival deste ano ganha amplitude nacional e parte da programação é reservada a um city tour de jornalistas especializados de alguns dos principais jornais do país.
O III Festival do Chocolate da Bahia é realizado pela M21 Eventos, Instituto Cabruca e patrocínio do Governo da Bahia, Ceplac, Banco do Nordeste e Sebrae, contando com o apoio do PIMENTA.
Confira a programação e detalhes do festival

Back To Top