skip to Main Content
3 de abril de 2020 | 07:48 am

CLÍNICA EM ILHÉUS RECEBE CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE DE ORGANIZAÇÃO NACIONAL

Tempo de leitura: 2 minutos

AMO é reconhecida pela qualidade dos serviços prestados

A Organização Nacional de Acreditação (ONA) acaba de conceder à Clínica Assistência Multidisciplinar em Oncologia (AMO), em Ilhéus, a certificação em nível 3 de excelência. A acreditação é uma metodologia de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde. A ONA tem uma atuação longa no mercado da gestão hospitalar e é reconhecida por qualificar padrões desde a assistência até a gestão.

A unidade ilheense de saúde privada, que também atende a diversos convênios, recebeu esta certificação com mais duas unidades do grupo AMO. As outras duas são a clínica de Santo Antônio de Jesus e o Hospital da Bahia, em Salvador. O grupo já possuía a mesma certificação em suas unidades do Rio Vermelho e Itaigara, na capital, assim como também nas demais unidades, como em Aracaju.

Os diretores da AMO destacam que a instituição foi a primeira na área de saúde da Bahia a receber certificação internacional QOPI, da Sociedade Americana de Oncologia Clínica (ASCO), maior referência mundial no desenvolvimento científico e melhoria das práticas assistenciais no enfrentamento das doenças oncológicas.

Em busca de elevação da qualidade dos seus serviços e afirmação da sua excelência, a AMO foi a segunda empresa no Brasil a receber esta certificação, em 2017. Os diretores afirmam que a AMO figura em um grupo seleto de instituições com padrão internacional, sendo a 6ª do mundo, fora dos Estados Unidos, a alcançar esse patamar de reconhecimento.

HOSPITAL COSTA DO CACAU ADOTA ALTA TECNOLOGIA PARA DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE DOENÇAS DO CORAÇÃO

Tempo de leitura: 2 minutos

Costa do Cacau: alta tecnologia para tratamento de doenças cardíacas

Maior unidade hospitalar pública do interior da Bahia em número de estudos hemodinâmicos (cateterismos cardíacos), o Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, avança ao utilizar alta tecnologia para o diagnóstico e tratamento das doenças do coração.

Na última quarta-feira (12), o HRCC atingiu mais um marco em sua oferta de serviços em saúde, com a realização da primeira Ecocardiografia Transesofágica, procedimento inédito em instituição pública do interior baiano. Esse método diagnóstico é muito bem estabelecido nas diversas nas diversas doenças cardíacas, obtendo imagens do coração por meio de transdutor presente na extremidade de uma sonda introduzida dentro do esôfago.

De acordo com Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, essa técnica é indicada para visualizar a anatomia cardíaca e suas malformações, diagnóstico de fontes de embolia pulmonar e sistêmica, presença de trombos intracavitários pré-cardioversão. “Proporciona melhor detalhamento anatômico e funcional das valvas cardíacas e de próteses valvares, diagnóstico e avaliação de complicações de endocardite e doenças da aorta”, complementou.

O diretor assistencial destacou que devido ao investimento do governo do estado em saúde pública de qualidade, em breve, será implementada, no HRCC, a modalidade transtorácica e transesofágica, a ecocardiografia sob estresse, tridimensional e strain. “Conquistas como estas, realizadas no interior, ratificam que estamos no caminho certo e nos impulsiona na busca cotidiana de melhorias, com o intuito de atender cada vez mais e melhor os nossos pacientes”, concluiu.

EQUIPE

Participaram do procedimento realizado Levi Ramos, coordenador do serviço de anestesiologia; Almir Gonçalves, cardiologista coordenador da UTI 3, direcionada aos cuidados de pacientes cardiopatas e responsável pelo serviço de ecocardiografia; Roland Lavigne médico intensivista; e a enfermeira Soraya Rios.

SINEBAHIA: 155 VAGAS EM ITABUNA, ILHÉUS, JEQUIÉ E FEIRA DE SANTANA NESTA QUINTA (13)

Tempo de leitura: 5 minutos

Quatro dos principais municípios do interior do Estado ofertam total de 155 vagas de emprego com intermediação do SineBahia nesta quinta-feira (13). São 97 vagas em Itabuna, mais de 70 delas para supermercado, 34 em Ilhéus, 17 em Jequié e 7 em Feira de Santana.

Os interessados devem apresentar carteiras de Identidade e de Trabalho, CPF e comprovantes de renda e de escolaridade. Pessoas com deficiência (PCD) devem ter laudo médico. Clique em Leia Mais e confira todas as vagas disponíveis para esta quinta.

Leia Mais

DEPOIS DE DENÚNCIA, OPERADORA CONSERTA ORELHÃO NO CENTRO DE ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Orelhão no centro foi consertado

Pouco mais de um mês após o PIMENTA denunciar a falta de manutenção dos orelhões em Itabuna e Ilhéus, a concessionária Oi se moveu. Pelo menos um aparelho está, agora, em boas condições de uso. O que fica no Calçadão da Ruy Barbosa em Itabuna foi substituído.

O aparelho está conservado e limpo. Ah, com ruído para discagem DDD. Porém, faltam locais de venda dos cartões. Mas faz chamada a cobrar, bastando ligar 9090 operadora + código de área e telefone da pessoa com quem se deseja falar.

SUPERMERCADO ABRE MAIS DE 100 VAGAS EM ITABUNA; VEJA AINDA VAGAS EM ILHÉUS E JEQUIÉ HOJE (12)

Tempo de leitura: 5 minutos

Em Itabuna, são mais de 100 vagas em novo supermercado

Um novo supermercado na região de Itabuna está abrindo mais de 100 vagas de emprego. A seleção das vagas está sendo feita com intermediação do SineBahia. Os interessados devem se apresentar nesta quarta-feira (12), com carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF e comprovantes de residência e de escolaridade. Também é necessário apresentar laudo médico se for pessoa com deficiência (PCD).

Hoje, a unidade itabunense do Sinebahia, que funciona no primeiro andar do Shopping Jequitibá, oferece total de 150 vagas. A de Ilhéus, oferta outras 33 vagas. Em Jequié, no sudoeste do estado, são mais 2. Clique em Leia Mais e confira todas as vagas disponíveis nesta quarta.

Leia Mais

SINEBAHIA: ILHÉUS E JEQUIÉ TÊM OFERTA DE 36 VAGAS DE EMPREGO NESTA TERÇA-FEIRA (11)

Tempo de leitura: 2 minutos

Terça-feira (11) com total de 36 vagas de emprego nas unidades do SineBahia nos municípios de Ilhéus e Jequié. Quase todas as vagas são ofertadas pela unidade ilheense, com 32 vagas, além das quatro em Jequié. No município ilheense, são mais de 20 oportunidades na área da saúde.

Os interessados devem procurar o SineBahia, preferencialmente nesta manhã, munidos de carteiras de Trabalho e de Identidade, CPF e comprovantes de residência e de escolaridade. Clique em Leia Mais e confira todas as vagas disponíveis.

Leia Mais

POLÍCIA PRENDE ACUSADO DE ESPANCAR E ESTUPRAR IDOSA EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Railda foi espancada e estuprada em Banco Central, Ilhéus

Um homem foi preso em Banco Central, em Ilhéus, acusado de esfaquear e violentar sexualmente uma idosa de 64 anos. Luiz Alberto dos Santos, de 40 anos, é o nome do autor do crime contra Railda Arcanjo Pereira, de 64 anos.

Ao ser preso, o homem alegou que sofria supostas ameaças de um dos filhos da vítima. O crime foi praticado dentro da residência de Rai no sábado (8), conforme o Blog do Gusmão. O homem sofreu tentativa de linchamento e a ação da polícia impediu que ele fosse morto.

HOSPITAL ADOTA PROTOCOLO DE CLASSIFICAÇÃO DE RISCO PARA AGILIZAR ATENDIMENTO

Tempo de leitura: 3 minutos

Costa do Cacau adota classificação de risco baseada no Protocolo de Manchester || Foto Divulgação

O setor de emergência do Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, adotou o atendimento aos pacientes por meio do Protocolo Estadual de Classificação de Risco. Esse procedimento, utilizado para acolher e classificar o risco dos pacientes, tem como base o Protocolo de Manchester, método de triagem que estabelece escala de urgência para atendimento de enfermos, criado em 1997, na Inglaterra.

Anderson Franco, gerente de Enfermagem do HRCC, destaca que essa ferramenta de organização das chamadas filas de espera no serviço de saúde tem como finalidade priorizar os atendimentos por potencial de risco, agravo à saúde ou grau de sofrimento. A classificação é feita de acordo com os sinais e sintomas apresentados pelos pacientes, garantindo um atendimento resolutivo e humanizado.

A classificação do estado do paciente é feita por enfermeiro capacitado, que, ao avaliar individualmente, por ordem de prioridade e chegada do mesmo, faz classificação por gravidade e tempo de atendimento. O paciente recebe uma pulseira com a cor correspondente ao seu agravo e tempo de espera. O protocolo, no HRCC, possui quatro cores: azul, verde, amarelo e vermelho.

Pacientes classificados na cor azul deverão ser atendidos em até 4 horas, apresentam baixo risco de agravamento de saúde, não urgente. A cor verde significa que o enfermo deverá ser atendido em até 2 horas, apresenta baixo risco de agravamento de saúde, pouco urgente. Classificado com a pulseira amarela, o paciente deverá ser encaminhado ao atendimento médico em até 1 hora, condição que pode agravar sem atendimento, urgente. A pulseira vermelha indica atendimento imediato, com encaminhamento à sala de reanimação e acionamento da equipe médica, urgente.

Em 2019, a Emergência do hospital acolheu mais de 44 mil pacientes. A recepção do setor realiza o cadastro e identificação dos atendidos. Em seguida, é feita a classificação de risco por enfermeiro com competência técnica para esse procedimento, que direciona o enfermo às especialidades médicas de acordo as queixas e os quadros apresentados.

Após o preenchimento da ficha de atendimento, um painel central exibe todos os nomes que aguardam a classificação de risco. Com a definição da gravidade e enquadramento da cor indicada para o paciente, duas telas de apoio apresentam o nome, a coloração/gravidade, o consultório e especialidade que o mesmo deverá ser encaminhado.

Almir Gonçalves, diretor assistencial do HRCC, ressaltou o trabalho realizado pela equipe de profissionais do HRCC. “Especialistas presenciais no plantão como neurocirurgiões, ortopedistas e cirurgião trabalham de forma harmônica com a equipe de enfermagem”, disse.

Leia Mais

CONCESSÃO DA FERROVIA OESTE-LESTE DEVE SAIR EM 2020, AFIRMA MINISTRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Com obras paralisadas, Ferrovia Oeste-Leste deve ser passada à iniciativa privada || Foto Elói Correa/GovBA

O Ministério de Infraestrutura prevê investimentos de R$ 30 bilhões para ampliar a malha ferroviária do país. Os recursos seriam obtidos por meio de concessões. Informações foram detalhadas pelo ministro Tarcísio Gomes de Freitas, que participou hoje do 1º Fórum de Desenvolvimento Sustentável da Costa Verde, realizado na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), na cidade de Seropédica (RJ).

“Vamos investir R$ 30 bilhões em ferrovias nos próximos 5 ou 6 anos”, disse. O primeiro contrato de concessão foi assinado no ano passado e envolve a Ferrovia Norte-Sul, no trecho entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP). Para este ano, estão previstas as concessões da Ferrovia de Integração Oeste-Leste, que ligará Ilhéus (BA) a Figueirópolis (TO), e a Ferrogrão, projeto com origem em Cuiabá (MT) e término em Santarém (PA).

O governo planeja ainda trabalhar por uma mudança legislativa que permita o regime de autorização. Trata-se de um modelo em que o investidor tem mais liberdade do que no regime de concessão. “Hoje não é possível nós operarmos com autorização nas ferrovias. No setor portuário, nós já fazemos isso. As autorizações abrem uma nova porta. Vale para aquele investidor que quer tomar o risco de engenharia, para que possa empreender e ter a propriedade da ferrovia, ter o benefício da perpetuidade, a liberdade para definir sua tarifa. Isso é importante para quem assume risco de longo prazo e proporciona novos investimentos ferroviários no Brasil”, disse Tarcísio.

Leia Mais
Back To Top