skip to Main Content
28 de outubro de 2020 | 11:47 am

SILVANA FARIAS DEVE DISPUTAR PREFEITURA DE SANTA CRUZ DA VITÓRIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Silvana Farias ao lado do governador Rui Costa (Reprodução).

Silvana Farias ao lado do governador Rui Costa (Reprodução).

A professora Silvana Farias (PSD) é considerada o nome favorito do grupo do prefeito Jackson Bonfim para a sucessão municipal em Santa Cruz da Vitória. A pré-candidatura de Silvana tem o aval do senador Otto Alencar e, no município, ainda tem o apoio do ex-prefeito Chico Olavo e do deputado estadual Rosemberg Pinto.

A professora e ex-agente territorial da Secretaria Estadual de Planejamento ainda conta, a seu favor, com o trabalho desenvolvido no médio sudoeste, a atuação como secretária de Educação e o bom trânsito no governo estadual. As ações empreendidas por ela como agente territorial são reconhecidas pelo governador Rui Costa.

ROSEMBERG CONFIRMA APOIOS NO CENTRO-SUL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rosemberg em carreatas em Firmino Alves e Santa Cruz da Vitória (Fotos Marcos Japu).

Rosemberg em carreatas em Firmino Alves e Santa Cruz da Vitória (Fotos Marcos Japu).

O deputado estadual Rosemberg Pinto promoveu carreatas e atos políticos em Santa Cruz da Vitória e Firmino Alves, no sul do estado.  Nos dois municípios, o parlamentar tem apoio, respectivamente, dos prefeitos Jackson Bonfim e Lero Cunha, além de vereadores e vice-prefeitos.
O prefeito Jackson Bonfim, de Santa Cruz da Vitória, ressaltou as conquistas do município nas áreas de saúde e segurança pública, como reforma de postos, aquisição de ambulância e ampliação do número de policiais militares, de dois para dez, e novas viaturas.
Lero Cunha, de Firmino Alves (PSB), destacou a recuperação de estradas vicinais, pavimentação de ruas, ampliação do Programa Saúde da Família e aquisição de patrulha mecânica. “Todos esses benefícios foram obtidos com a ajuda dos deputados Rosemberg Pinto e Geraldo Simões (federal)”, aponta Lero Cunha.
O deputado Rosemberg Pinto agradeceu o apoio de Lero, Jackson e das vice-prefeitas Graça Matos (Firmino Alves) e Neide Mafra (Santa Cruz da Vitória) e pediu empenho na reeleição da presidente Dilma Rousseff, na eleição de Rui Costa (governador) e Otto Alencar (senador). “Vamos convencer cada homem e cada mulher, debater ideias e falar de nossas conquistas”.

"O INOMINADO"

Tempo de leitura: < 1 minuto
Jackson discursa em solenidade com o governador (Foto Pimenta).

Jackson discursa em solenidade com o governador (Foto Pimenta).

Provocou risos, ontem, o contorcionismo de políticos como o deputado federal Geraldo Simões e o prefeito de Santa Cruz da Vitória, Jackson Bonfim, para falar do candidato governista ao Palácio de Ondina sem citar o seu nome.
Geraldo abordava os “novos tempos democráticos” e de como prefeitos, sejam governistas ou oposicionistas, são recebidos pelo governador, ao contrário do tempo dele, quando carlistas estavam no poder. Em determinado momento, foi elogiar o candidato Rui Costa.
– Posso falar o nome dele? – perguntou, ouvindo um rápido “não” de Wagner.
Na sequência, veio o prefeito Jackson Bonfim, dizendo que torcia para “aquele que o senhor está apoiando”.
São as preocupações e os rigores da legislação eleitoral.

FIM DE GREVE EM SANTA CRUZ DA VITÓRIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Professores da rede municipal em Santa Cruz da Vitória encerraram greve de 20 dias, após aceitarem 4% de aumento. A negociação foi concluída ontem (10). Os profissionais começaram a retornar às aulas de aula nesta sexta (11).
Os professores pediam reajuste linear de 7%, mas o prefeito Jackson Bonfim (PP) disse que o município não teria condições de bancar a proposta. Os educadores começam a planejar a reposição dos dias parados.

O SECRETÁRIO QUE "SE ACHA" EM SANTA CRUZ DA VITÓRIA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Santa Cruz da Vitória pode ser Jackson Bonfim pelo menos de direito, pois de fato quem manda e desmanda na cidade é o secretário municipal de Agricultura, Luciano Almeida. A última que ele aprontou pode resultar em prejuízo para 50 famílias, ameaçadas de perder a chance de serem contempladas no Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR).
Almeida começou a cadastrar famílias para inscrição no programa há três meses, mas o processo “travou”. Preocupado, o prefeito designou o servidor Francisco Olavo para cuidar dos cadastros, o que deixou o secretário indignado.
A reação de Almeida foi demonstrada quase na base da pancada, quando um técnico responsável pelo PNHR em Santa Cruz foi até o gabinete do secretário solicitar os documentos das famílias que já haviam sido cadastradas, a fim  de dar andamento ao trabalho. O coitado do técnico ouviu meia dúzia de desaforos, foi agarrado pelo braço e expulso da sala do prefeito… Ou melhor, do secretário!
Realmente, está difícil saber quem governa a cidade.

Back To Top