skip to Main Content
21 de junho de 2021 | 12:24 pm

GERALDO FALA DE RECEPTIVIDADE DO ELEITOR E DIZ QUE “A VIRADA É NA RUAS”

Eleitora da Mangabinha com o candidato a prefeito do PT, Geraldo Simões
Tempo de leitura: < 1 minuto

O ex-deputado e candidato a prefeito de Itabuna pelo PT, Geraldo Simões, comemorou a receptividade na retomada às visitas aos bairros. No final de semana, Geraldo visitou algumas comunidades e se disse entusiasmado com a recepção na Mangabinha. Ele e o vice, Jairo Araújo (PCdoB), ressaltaram a emoção e as demonstrações de carinho do eleitor.

Prefeito de Itabuna por dois mandatos, Geraldo tenta o governo local pela quarta vez. Ele ressalta a acolhida por onde passa e a lembrança do eleitor do que foram as duas gestões – 1993-1996 e 2001-2004.

Geraldo e Jairo em visita a moradoras da Mangabinha

“Por onde tenho passado as pessoas dizem que querem votar em nossa chapa, querem o 13 na urna e na gestão em 2021. A virada é nas ruas”, afirma Geraldo.

GERALDO DIZ QUE EDUCAÇÃO, SAÚDE, CULTURA E GERAÇÃO DE EMPREGO SERÃO PRIORIDADES

Geraldo e Jairo participam de sabatina e prometem investimentos em áreas prioritárias
Tempo de leitura: 2 minutos

Candidato a prefeito de Itabuna, Geraldo Simões (PT) se comprometeu a ampliar ações como a escola em tempo integral, implantar o calendário cultural e investir em geração de emprego e renda, desenvolvimento urbano, mobilidade e no enfrentamento da Covid-19. Na noite de ontem (29), Geraldo e o seu vice, Jairo Araújo (PCdoB), participaram de entrevista ao Ipolítica.

“Educação vai ser prioridade em nosso governo. Queremos implantar a escola em tempo integral, com atividades lúdicas no contraturno”, destacou Geraldo sobre a Educação. Outra estratégia será a criação de um Programa de Estágios, para estudantes do Ensino Médio, e um programa de premiação, a exemplo de um “Selo de Empresa Amiga do Estudante”, como estímulo para empresas que contratarem estagiários e jovens aprendizes intermediados pelo município.

Geraldo falou em criar um calendário cultural para a cidade e vinculá-lo ao calendário escolar. “Queremos que nossos estudantes tenham acesso à cultura. A FICC teve um papel importantíssimo no fomento à cultura em nosso governo. Colocaram para fazer Cultura e Esporte. Hoje, ela não faz nem Cultura nem Esporte”. Jairo disse que no “plano de governo a cultura é libertadora. Cultura é qualidade de vida e geração de empregos e renda”.

Para Geraldo, o tema desenvolvimento urbano está atrelado à mobilidade urbana. “Chegamos a transportar 1 milhão e 300 mil passageiros por mês. Hoje não tem ônibus”. Geraldo defende a criação de uma integração tarifária, de modo que os usuários possam utilizar o sistema de transporte durante um período determinado pagando apenas uma tarifa.

Jairo voltou a criticar a falta de força administrativa do atual prefeito, que deixou sem ônibus a população. “O prefeito não consegue fazer cumprir um contrato com as empresas de ônibus. Tudo o que precisa ser feito está no contrato, e a cidade não tem ônibus”.

SAÚDE

Na Saúde, a principal crítica de Geraldo ao atual prefeito é em relação ao enfrentamento da Covid-19. Ele citou o número de mais de 13 mil infectados e de quase 350 mortos, enquanto o “prefeito vira as costas para o que a Academia, que indicou o melhor caminho para o enfrentamento da Covid-19”. Geraldo destacou como propostas para a área a requalificação dos postos de saúde, com unidades funcionando até as 22 horas, com médicos, odontólogos e uma equipe motivada para atender ao cidadão.

“O paciente vai sair de lá com medicamentos que forem prescritos e vai receber em casa a marcação de suas consultas e exames especializados”, explicou Geraldo. Jairo, por sua vez, resumiu o que será a nova gestão em uma frase: “Precisamos acabar com a gestão do morra quem morrer”.

GERALDO SE REÚNE COM LÍDERES EVANGÉLICOS E APRESENTA PROGRAMA DE GOVERNO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Geraldo e Jairo apresentam propostas de governo a líderes evangélicos

Lideranças religiosas das igrejas Assembleia de Deus (Ministério Madureira) e Igreja Batista Teosópolis receberam, das mãos de Geraldo Simões e Jairo Araújo, candidatos a prefeito e vice-prefeito, cópias do Programa de Governo Participativo. Os encontros, realizados na manhã dessa terça-feira (6), foram acompanhados pelo ex-prefeito Claudevane Leite (Vane do Renascer).

Durante as audiências com os religiosos, Geraldo e Jairo explicaram os princípios que regem as propostas contidas no documento. “Prezamos pela separação da igreja da política, defendemos a liberdade de consciência. Mas Itabuna precisa dar a volta por cima, e para isso vamos governar com as instituições sérias de Itabuna e da região”, disse Geraldo após os encontros.

O candidato afirmou que a própria Igreja Batista Teosópolis inspirou uma das propostas do Programa de Governo. “Está em nosso plano e vamos realizar a criação de uma plataforma pública, em que os pequenos produtores cadastrarão seus produtos e serviços. Vamos estimular o acesso a essa plataforma, de modo que o itabunense possa adquirir produtos de forma online, ao mesmo tempo em que estimulamos a microeconomia e garantimos renda a uma grande parcela da população”.

“SABE O QUE FAZER”

O ex-prefeito Vane do Renascer afirmou que Itabuna tem a oportunidade de dar a volta por cima e retomar o rumo do desenvolvimento com Geraldo Simões. “Fico muito à vontade para falar, que Geraldo é o melhor candidato para Itabuna”. “E isso tem um motivo simples e essencial: Geraldo sabe exatamente o que fazer quando chegar o dia 1º de janeiro. Tem um planejamento, sabe quais os problemas e as soluções, que inclusive estão nesse Programa de Governo”.

ITABUNA: BISPO RECEBE PREFEITURÁVEIS E ACONSELHA AMAR A TODOS E ABRAÇAR PERIFERIA

Tempo de leitura: 2 minutos

Bispo Dom Carlos Alberto recebe Geraldo e Jairo e Augusto Castro

O bispo diocesano Carlos Alberto Santos recebeu dois dos candidatos a prefeito de Itabuna ontem (28) e hoje (29). Augusto Castro (PSD) foi o primeiro dos prefeituráveis recebidos pela autoridade máxima da Igreja Católica no município. Hoje, o bispo se reuniu com Geraldo Simões (PT) e o vice do prefeiturável, Jairo Araújo (PCdoB).

Do bispo, Augusto e o vice, Enderson Guinho, ouviram o conselho. “Sendo votado ou não você será prefeito para um povo e não para alguns. Portanto, ame a todos e trabalhe em favor de todos. Isto é agradável a Deus”. Antes, fez votos para que a cidade escolha o melhor. “Que possamos eleger o melhor, para que possa trabalhar para a família que somos todos nós. O cristão é cidadão, faz parte dessa família e não pode ficar lateral”

O candidato a prefeito pelo PSD apresentou proposta e projetos para Itabuna. “Desejamos compartilhar com Vossa Excelência, os fiéis católicos e a sociedade as propostas e projetos que reunimos para transformar a realidade do nosso município. A proposta foi elaborada com a participação voluntária de colaboradores, técnicos, militantes, simpatizantes e interessados no desenvolvimento sustentável do município”, disse Augusto Castro.

“ABRACE AS PERIFERIAS”

A audiência do bispo Dom Carlos Alberto com o prefeiturável de Itabuna pelo PT, Geraldo Simões, ocorreu na Cúria Diocesana. Ao candidato, Dom Carlos aconselhou a criação de programas de educação de tempo integração e o fomento ao esporte e lazer.

“Acredito que Itabuna necessite de indústrias, de geração de empregos. Mas precisa de cuidado com as periferias, abrace as periferias. Cuide das ruas, porque tudo no fim ajuda a combater outro grande problema, a violência”, disse o bispo, conforme relato do petista.

Geraldo disse ter sido uma honra participar do encontro com o bispo diocesano. “Entregamos a ele uma cópia de nosso Programa de Governo, que foi construído coletivamente e sistematizado com muito cuidado e carinho por uma grande equipe. Pudemos ouvir muitos conselhos do nosso bispo, sobre nossa futura gestão, se assim for a vontade de Deus e dos itabunenses”, disse Geraldo.

CARREATA NA REGIÃO DO SÃO CAETANO ABRE CAMPANHA DE GERALDO E JAIRO

Tempo de leitura: 2 minutos

Ato de Geraldo e Jairo teve a participação de Josias Gomes

No primeiro dia oficial de campanha em Itabuna, neste domingo, o candidato a prefeito pelo PT, Geraldo Simões, e o seu vice, Jairo Araújo (PCdoB), promoveram carreata na região do São Caetano, com encerramento na Praça Rio Cachoeira, no Góes Calmon.

Os participantes da Carreata da Saúde, como foi batizada a atividade, percorreram dezenas de ruas e bairros. O ato de campanha também levou informações e alertas para a população sobre cuidados com a prevenção ao coronavírus.

Ao lado do candidato a vice, Geraldo percorreu nove bairros, e destacou a receptividade da população. “Tivemos um bom volume de carros, nossa turma estava muito empolgada, mas o que mais me chamou a atenção foi ver a alegria das pessoas por onde a carreata passava. Foi uma demonstração de que compreendem a grave situação da atual gestão e de que veem a nossa chapa como uma esperança para garantir a transformação que a cidade precisa”.

Quem também ressaltou a interação dos eleitores foi o candidato a vice-prefeito Jairo Araújo. Para ele, o destaque foram a quantidade de participantes e a resposta da população. “Nossa primeira atividade foi muito boa. Fiquei muito satisfeito com o grande número de participantes e a receptividade das pessoas, que abraçaram a chapa e demonstraram isso durante todo o percurso”.

Além dos candidatos a prefeito e vice, quem também acompanhou todo o percurso foi o deputado federal licenciado e secretário de estado do Desenvolvimento Agrário, Josias Gomes. Ele afirmou que o ato fez lembrar das campanhas vitoriosas de Geraldo. “A alegria das pessoas ao verem que ali estava Geraldo Simões foi contagiante, me fez lembrar de nossas outras campanhas vitoriosas. Fiquei aliança mais entusiasmado”, declarou.

A Carreata da Saúde saiu do São Caetano, em frente ao Itabunão, e percorreu os bairros Sarinha, Novo São Caetano, Pedro Jeronimo, Zizo, Sao Pedro, São Judas, Conceição e Vila Zara.

GERALDO E JAIRO OBTÊM APOIO DE GESTORES PÚBLICOS, DEPUTADOS E SECRETÁRIOS ESTADUAIS

Gestores públicos, deputados e secretários anunciam apoio a Geraldo e Jairo
Tempo de leitura: 2 minutos

Dezenas de gestores públicos participaram, na manhã de hoje, de uma reunião online com Geraldo Simões e Jairo Araújo. Participaram, também, os secretários Josias Gomes e Davidson Magalhães, além do deputado Rosemberg Pinto, que são lideranças políticas na cidade. “Todos declararam apoio e se comprometeram em fazer chegar a mensagem da chapa a toda população”.

Jairo Araújo, pré-candidato a vice-prefeito, agradeceu ao apoio e lembrou que ali estavam as pessoas que fazem chegar à população as políticas públicas implementadas desde os governos Lula e Dilma, na Presidência, e, na Bahia, nos governos Jaques Wagner e Rui Costa. “Aqui nós temos equipamentos fantásticos, trazidos pelos nossos governos, que poderiam estar melhor servindo à população. Cito o exemplo do teatro, da barragem, da policlínica, do gasoduto e de uma universidade federal”.

Para Geraldo, as últimas gestões “não souberam aproveitar os equipamentos e investimentos dos governos do PT”. Ele disse que isso “se dá pela incompetência do gestor”, que não tem o olhar de cuidar das pessoas nem de promover o desenvolvimento do município. “Vamos retomar a nossa tradição de grandes administrações. Temos todos os ingredientes para fazer uma gestão que venha a cuidar bem das pessoas, bem como promover o desenvolvimento sustentável do município, e nós temos aqueles que sabem fazer um ótimo tempero na gestão pública”.

RECONSTRUÇÃO DE ITABUNA

Já o secretário e presidente estadual do PC do B, Davidson Magalhães, afirmou que é necessário construir um discurso de reconstrução da cidade. “Aproveitar a força de Rui na cidade, uma vez que o governo do Estado tem muitas ações em Itabuna, e vamos ter outras ações em breve. Esse legado deve ser mostrado, mas também precisamos conectar a campanha com aquilo que está sendo planejado para Itabuna nos próximos meses”.

Josias Gomes declarou que a proposta é antecipar ao itabunense o que será um governo de Geraldo. “O fato de estar discutindo com esses gestores os projetos para a cidade dá muita consistência à campanha, num momento em que o debate político está muito rebaixado no município”.

CHANCES REAIS

Deputado estadual e líder do Governo na Alba, Rosemberg Pinto declarou que está na campanha, já em conversas com Rui e Wagner e que seus liderados locais também farão parte do time. “Temos chances reais de vitória e vamos unificar nossa turma para esse objetivo”.

Participaram da reunião, ainda, o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores, Jackson Moreira, além de dirigentes do PROS e do Patriota, os outros partidos que compõem a coligação “Itabuna na frente, com a força de sua gente”.

ITABUNA: JAIRO PEDE CÓPIAS DE DOCUMENTOS E TODOS OS GASTOS DA SAÚDE EM 2020

Jairo cobra documentos e comprovantes de gastos na saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vereador Jairo Araújo (PCdoB) enviou requerimentos para ter acesso aos comprovantes do que já foi até aqui adquirido sem licitação durante a pandemia. Uma das solicitações, endereçada ao secretário municipal de Saúde, Uildson Nascimento, é para envio de cópias dos extratos bancários de todas as contas da Secretaria Municipal de Saúde entre 1º de janeiro até o dia 10 deste mês. Ele também solicita cópia de contratos e processos firmados com clínicas, institutos de medicina e laboratórios, assim com os respectivos termos de inexibilidade.

Para o presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna (Fasi), Roberto Gama Pacheco, o vereador requer “cópias de todas as contas bancárias de titularidade da Fasi no período de 1º de janeiro a 10 de maio de 2020”. Da mesma forma, exige “cópia de todos os procedimentos e contratos administrativos referentes à contratação de empresas para a adequação do Hospital de Base para o atendimento aos pacientes acometidos pela Covid-19”.

O nome completo de cada estabelecimento está disposto nos documentos endereçados aos representantes da secretaria e do presidente da entidade gestora do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, onde foi inaugurada inaugurada uma “Unidade Covid” em duas enfermarias, com 38 leitos clínicos e, inicialmente, cinco de UTI.

FISCALIZAÇÃO

Jairo diz que os requerimentos visam permitir a fiscalização constitucionalmente expressa aos vereadores. “Principalmente neste momento crítico em que estamos vivendo uma pandemia e vários permissivos legais possibilitaram a realização de vultosas despesas sem a realização de procedimento licitatório”, justificou.

COVID-19: PLANO DA PREFEITURA É NÃO TER PLANO

Jairo cobra documentos e comprovantes de gastos na saúde
Tempo de leitura: 2 minutos

Que cada um de nós tome para si a tarefa de fiscalizar as ações do poder público municipal. Esta é a nossa única garantia de resguardar nossas vidas e de nossos entes queridos.

Jairo Araújo

A população de Itabuna quer saber: diante das verbas orçadas em milhões que estão nos cofres da prefeitura, onde está o plano para o enfrentamento da Covid-19? Considerando o histórico do prefeito, a conclusão óbvia é de que o plano da prefeitura é não ter plano.

Um planejamento detalhado das medidas para o combate à essa epidemia facilitaria a fiscalização do poder legislativo e dos órgãos de controle social. O prefeito sabe disso e evita esse supervisionamento. O histórico de Fernando com recursos da saúde está registrado nas páginas policiais. Em seu governo anterior (2004/2008), por exemplo, quase R$ 10 milhões foram desviados da saúde e 16 pessoas morreram vítimas de uma epidemia de dengue. Não podemos esquecer que neste mesmo período o HBLEM ficou conhecido como Hospital da Morte. Por coincidência (ou não), o prefeito responde a uma ação do MP de desvio de mais de R$ 2 milhões. Por tudo isso não se deve estranhar o comportamento do prefeito no trato com os recursos públicos.

Todos nós, poder legislativo e sociedade, somos chamados a redobrarmos a fiscalização e evitar possíveis desvios de recursos, que devem ser destinados a salvar vidas. Ou veremos óbitos se multiplicarem em Itabuna.

Na condição de vereador, cumprirei minha obrigação de ficar atento à aplicação destes recursos, fiscalizando e denunciando qualquer vestígio de irregularidade. Conclamo a sociedade organizada de Itabuna a fazer o mesmo. Que cada um de nós tome para si a tarefa de fiscalizar as ações do poder público municipal. Esta é a nossa única garantia de resguardar nossas vidas e de nossos entes queridos.

Jairo Araújo cumpre 2º mandato de vereador e é graduado em História pela Uesc.

ITABUNA: EMENDA DE ALICE PORTUGAL GARANTE MAIS R$ 500 MIL PARA A SAÚDE

Pedido de Jairo foi atendido pela deputada Alice Portugal
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma emenda parlamentar da deputada federal Alice Portugal (PCdoB) irá reforçar em R$ 500 mil o caixa do Município de Itabuna nas ações de prevenção e combate ao novo coronavírus (Covid-19). A emenda foi garantida por intermédio do vereador Jairo Araújo (PCdoB) nesta quarta (15).

A deputada Alice Portugal afirmou estar trabalhando com muita responsabilidade e compromisso para levar mais recursos aos municípios. “Num trabalho conjunto com o vereador Jairo Araújo, destinei R$ 500 mil, para serem investidos em ações de enfrentamento ao coronavírus em Itabuna. A nossa prioridade sempre será a vida das pessoas”, disse.

Segundo o vereador, caberá ao Poder Executivo definir os locais para promover os investimentos. “O valor repassado por meio da emenda vai contribuir para a ampliação da capacidade do município em promover a saúde e atender as pessoas infectadas pelo vírus, bem como na aquisição de insumos hospitalares.”, finalizou.

ITABUNA: AUTOR DE TÍTULO DE CIDADANIA A RUI COSTA É BLOQUEADO PELO GOVERNADOR

Jairo Araújo: do título de cidadania ao bloqueio nas redes do governador || Foto Chaparraus
Tempo de leitura: 2 minutos

O vereador Jairo Araújo (PCdoB) foi bloqueado nas redes sociais do governador Rui Costa, ontem (8), após cobrar do gestor medidas contra o novo coronavírus (covid-19) e a manutenção da Central de Regulação de Leitos do SUS em Itabuna. Jairo foi o autor da proposta de concessão de título de cidadania a Rui. A honraria foi entregue em mãos numa AABB lotada em julho de 2017.

O vereador levou “toco” em, pelo menos, uma das redes sociais do governador, o Instagram. O bloqueio ocorreu após uma postagem de Jairo em que cobrava atenção de Rui Costa para dois assuntos.

“Chamo atenção do governador @ruicostaoficial , que tenha sensibilidade com o itabunense. Sem regulação e sem atendimento para o Covid-19, nosso povo vai sofrer ainda mais o efeitos dessa crise sanitária”, diz a postagem.

O bloqueio ocorreu logo na sequência. Ao repórter Andreyver Lima, Jairo se disse surpreso com a reação do governador:

– Ele usa muito as redes sociais. Era de se esperar que permitisse que o debate político fosse feito através delas, mas preferiu ignorar quem quis ajudar.

A postagem em que vereador cobrava o governador Rui Costa

E a reação de Rui Costa foi o bloqueio para Jairo

OUTRO LADO

Até o momento, a assessoria do governador não se pronunciou quanto ao bloqueio contra Jairo. O fato repercute, negativamente, nas redes sociais no sul da Bahia.

ITABUNA: VEREADOR QUER SABER ONDE ESTÁ O DINHEIRO ARRECADADO COM A ZONA AZUL

Jairo cobra documentos e comprovantes de gastos na saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

Seja Ilimitado

O vereador Jairo Araújo (PCdoB) quer saber porque a prefeitura não divulgar os valores e destinos do dinheiro arrecadado com a Zona Azul em Itabuna. Na última sessão da Câmara, na quarta (11), o vereador apresentou requerimento, aprovado por 16 votos no plenário, solicitando que a prefeitura apresente à Câmara os registros dos recursos arrecadados com o serviço.

“Fizemos denúncia no Ministério Público acerca da implantação da Zona Azul, denunciando a ilegalidade do processo, embora seja uma necessidade no centro da cidade. Mas diferente de qualquer tributo, que você paga por meio de um boleto, esse valores passam nas mãos de pessoas físicas. Não estou fazendo prejulgamento, mas é preciso transparência”, justificou.

Jairo criticou duramente a gestão do prefeito Fernando Gomes. “Essa é uma prática desse governo e, conforme a Lei de Improbidade Administrativa, configura um desvio de finalidade na aplicação da verba pública, visto que não observou as regras da lei municipal”, afirmou o vereador. O governo municipal ainda não se pronunciou quanto aos questionamentos do vereador feitos durante sessão do legislativo.

AUDIÊNCIA DISCUTE E CÂMARA VOTARÁ MILITARIZAÇÃO DE ESCOLAS MUNICIPAIS EM ITABUNA

Tempo de leitura: 4 minutos

Audiência reuniu vereadores, pais, professores, alunos e PMs na Câmara

Com o plenário da Câmara lotado de professores, diretores e estudantes, audiência pública buscou colher da comunidade o olhar sobre a implantação do Vetor Disciplinar nas escolas municipais. Afinal, deverá ser votado pelos vereadores neste período extraordinário o projeto (nº 055/2019, do Executivo) que estabelece normas para a gestão compartilhada entre o Município e a Polícia Militar como alternativa por mais segurança em escolas da rede em Itabuna.

Além do Instituto Municipal de Educação Aziz Maron (Imeam), adotado em 2019 como projeto-piloto, a proposta contemplará outras quatro unidades: CAIC (Centro de Atenção Integral à Criança) Jorge Amado, do bairro Jardim Primavera; Escola Lourival Vieira, em Ferradas; Escola Margarida Pereira, no Pedro Jerônimo; e Escola Flávio Simões, no Califórnia.

O projeto final a ser votado tem, até então, o acréscimo de 22 emendas, assinadas pelos vereadores relatores da matéria, Babá Cearense (PSL) e Beto Dourado (PSDB), mais Júnior Brandão (PT). Professores por formação, Beto e Júnior ponderaram que não gostariam de ver em tela tal interferência no processo educativo.

Brandão ponderou se, ao invés do Vetor Disciplinar, não seria possível adotar modelos de escolas com resultados reconhecidos na cidade. Babá, por sua vez, disse ter ficado claro nas visitas às citadas escolas – e até no entorno delas – o quanto a chegada do Vetor Disciplinar é esperada.

DIREITO DE ENSINAR

Para a diretora do Imeam, Wildes Alvarenga, mudanças expressivas foram percebidas na comunidade escolar, a partir do momento em que o referido vetor foi implantado. Citou números para traduzir a nova realidade: eram 437 alunos e hoje são 1.225. Grande parte migrou do Ciso, após a Prefeitura romper contrato com o colégio após o fim do ano letivo de 2018. “A inserção do vetor foi o grande motivo para a confiança dos pais, está sendo uma parceria valorosa. O lema era pelo direito de aprender. O Vetor garante ao professor o direito de ensinar”, comparou.

Imeam foi primeiro escola a implantar disciplina militar em Itabuna || Foto Divulgação

Segundo Maria da Conceição Araújo Lagariça, representante do Departamento de Educação Básica, foram selecionadas regiões com mais problemas decorrentes da violência, a fim de definir as escolas com a cooperação entre município e PM. “Foi a solução mais viável no momento e a implantação só vai se viabilizar com a adesão dos pais. Para aqueles que não desejarem, o município garante o acesso até uma escola que não tenha o vetor, inclusive dando vale-transporte”, explicou.

“RECONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE”

O professor Érico José dos Santos, há 18 meses diretor da Escola Margarida Pereira, mencionou a expectativa de mudanças numa unidade em que muitas famílias não podem frequentar por causa da criminalidade. Informou sobre a parceria com grupos de estudo da Uesc (Universidade Estadual de Santa Cruz), a atual retomada da confiança e a consulta que mostra 82,75% dos pais favoráveis ao Vetor Disciplinar naquele colégio.”Os alunos estão vivendo um momento de reconstrução da identidade”, observou.

Jairo Araújo (PCdoB) também lamentou que estejamos num momento de recorrer a tais expedientes, sobretudo por questões de segurança, e chamou a atenção para o impacto financeiro da implantação do Vetor Disciplinar – aproximadamente R$ 300 mil por escola a cada ano. Em contrapartida, o vereador Ronaldão (PMN) lembrou a situação de perigo que tem rondado o dia-a-dia dos professores, o que torna menos importante considerar o impacto financeiro em vista.

“RESPEITO AO PROFESSOR”

A audiência, solicitada pelo já citado Junior Brandão, foi presidida pelo edil Robson Sá (PP), e também teve à mesa a presidente do Conselho Municipal de Educação, Rosemary Santiago, que reconheceu os já corrigidos pontos de ilegalidade no projeto; apontou deficiências como falta de infraestrutura e de equipamentos nas unidades escolares e ressalvou, sobre a complexidade dos fatores causadores da violência: “Estamos levando para a escola uma questão social! E a escola não tem esse poder”.

O capitão Carlos Araújo, representando a Polícia Militar, frisou a importância de o projeto ter tido o envolvimento de quem concorda e de quem discorda. “É importante a participação de todos, durante a aplicação do modelo: professores, pais, alunos. Porque não adianta aplicar um modelo, seja ele qual for, sem a participação de todos os segmentos integrantes desse processo”, sublinhou.

Leia Mais

ELEIÇÕES 2020: PSD SE INTEGRA A FRENTE COM PT, PCdoB E PSB EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Membros de PSD, PSB, PT e PCdoB discutem frente para eleições de 2020

O PSD decidiu se incorporar a frente partidária formada por PCdoB, PT e PSB na construção de programa de gestão para Itabuna. O foco é a eleição a prefeito do próximo ano. Os três partidos de esquerda já vinham se reunindo com frequência para definir um programa para as eleições de 2020 no maior município baiano e, agora, ganhou o reforço da legenda de Otto Alencar e que tem o ex-deputado Augusto Castro como pré-candidato a prefeito.

Todas as legendas possuem nomes para colocar à disposição da frente, na avaliação de membros de PT, PCdoB e PSB, mas eles dizem que, no atual momento, a prioridade é discutir conceitos políticos e administrativos que unam as legendas.

O PT tem Geraldo Simões e Júnior Brandão e o PCdoB definiu Jairo Araújo como pré-candidato. O PSB tem à frente o ex-deputado Renato Costa, que também já foi vice-prefeito de Itabuna, e pode apresentar como pré-candidato o vereador Aldenes Meira.

Os partidos se comprometeram a promover seminários temáticos para debater com a sociedade “os desafios para a construção de uma cidade melhor para se viver”. Na próxima sexta (20), os partidos farão um almoço de confraternização.

O LEGISLATIVO E O GOVERNO FERNANDO GOMES

Tempo de leitura: 2 minutos

Marco Wense

 

 

O edil do PDT desistiu de ser pré-candidato a prefeito. O do PCdoB não será candidato. Babá Cearense, do partido do presidente Bolsonaro, vai depender de uma melhora nas pesquisas de intenções de voto. Resta Charliane, cuja coragem de trocar o certo, sua reeleição, pelo duvidoso, sair vitoriosa em uma campanha para o Executivo, é elogiável.

 

Quatro vereadores são logo citados pelo eleitor quando o assunto diz respeito aos edis que fazem oposição ao governo Fernando Gomes, que pode ter como próximo abrigo partidário o PP do vice-governador João Leão.

Charliane Souza (PTB), Enderson Guinho (PDT), Jairo Araújo (PCdoB) e Babá Cearense (PSL) são os vereadores que representam o oposicionismo ao atual gestor do cobiçado centro administrativo Firmino Alves.

Quem mais se destacou, segundo pesquisa do Instituto Sócio Estatística, do sociólogo Agenor Gasparetto, foi Charliane Sousa, prestes a deixar o PTB para assumir a condição de prefeiturável por outra legenda. A edil vem namorando o MDB dos irmãos Vieira Lima, Geddel e Lúcio.

O que levou os quatro a serem os mais atuantes da Casa Legislativa foi mais o fato de ser oposição ao governo de plantão do que a própria atuação parlamentar seguindo as recomendações inerentes ao cargo.

No entanto, é o vereador comunista o mais contundente ao criticar o prefeito Fernando Gomes e sua administração. Jairo Araújo é mais incisivo e cruel.

Por que então não está na linha de frente do oposicionismo tupiniquim? O problema é que Jairo é do partido de Davidson Magalhães, que faz questão de ser fotografado ao lado de Fernando Gomes toda vez que tem um evento do governo do Estado em Itabuna.

Claro que Davidson, que é o presidente estadual do PCdoB, no exercício da sua função institucional, como secretário no governo Rui Costa, tem que marcar presença junto com o prefeito.

A grande maioria do eleitorado não entende assim. E tem suas razões. Jairo é do PCdoB, que é da base aliada do governador Rui Costa, que é aliado do prefeito Fernando Gomes.

Mas Enderson Guinho não é do PDT, legenda que também integra a base do governo Rui Costa? Acontece que o PDT de Itabuna é a única agremiação partidária da base aliada que faz oposição aberta ao governo Fernando Gomes, sem medo de retaliações por parte do comando estadual, que não anda muito satisfeito com o tratamento dado pelo chefe do Palácio de Ondina ao partido.

O edil do PDT desistiu de ser pré-candidato a prefeito. O do PCdoB não será candidato. Babá Cearense, do partido do presidente Bolsonaro, vai depender de uma melhora nas pesquisas de intenções de voto. Resta Charliane, cuja coragem de trocar o certo, sua reeleição, pelo duvidoso, sair vitoriosa em uma campanha para o Executivo, é elogiável.

No mais, esperar os acontecimentos para uma melhor análise. Mas especular é inerente ao jornalismo político, desde que dentro de uma lógica.

Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

GOVERNO DEVE RETIRAR PROJETO DO REGIME JURÍDICO E DIALOGAR MAIS, ALERTA ALDENES

Tempo de leitura: 3 minutos

Aldenes defende retirada de projeto e que governo amplie negociações

O vereador Aldenes Meira (PCdoB) defendeu a retirada do projeto que altera o regime jurídico do servidor itabunense de celetista para estatutário. A mudança está em discussão na Câmara de Vereadores e levou os servidores à greve, iniciada na última sexta (10). “A gente está discutindo com o prefeito [Fernando Gomes] a retirada do projeto para que se dialogue mais [com os servidores]. Ou retira ou ele manda uma mensagem aditiva”, disse Aldenes em entrevista ao PIMENTA.
Desde a segunda-feira (13), escolas não abrem e unidades de saúde estão funcionando com apenas 30% dos servidores como forma de pressionar o governo a rever o projeto. “Melhor caminho para o governo é retirar e manter diálogo”, afirma Aldenes. A Câmara também não vota nem analisa projetos desde a segunda, quando os servidores iniciaram a ocupação do Legislativo.
PRÓS E CONTRAS DE MUDANÇA
O vereador diz que há prós e contras na mudança do regime jurídico. Hoje, os servidores são regidos pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e mudariam para o Estatutário, com perda do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e rescisões na Justiça do Trabalho. Com a mudança de contrato, as questões seriam tratadas na Justiça Comum (Fazenda Pública).
“O grande questionamento é o FGTS. Como compensação, o governo ofereceu quinquênio, mas os servidores querem anuênio. A gestão quer discutir o Plano de Cargos e Carreiras em um prazo de 180 dias. Os servidores reivindicam que as discussões do Plano ocorram concomitantemente com a discussão da mudança de regime”, observa Aldenes.
“ESTRATÉGIA DOS SERVIDORES É CORRETA”
O vereador e ex-presidente da Câmara observa que o FGTS é um dos pontos que os prefeitos, ao longo dos tempos, não respeitam. “Parcelam, mas não depositam, prejudicando os servidores”, acrescentando que a Câmara até já votou projeto de individualização do FGTS em outras legislaturas.
Para ele, uma das vantagens com a mudança para o Regime Estatutário estaria na aposentadoria. Os cálculos são de que o valor de aposentadoria equivaleria a 1,3 do salário com a adoção da progressão, por exemplo, para quem já é servidor há dez anos. Como exemplo, Aldenes cita o servidor que recebe o mínimo. Em vez de se aposentar com salário mínimo, receberia em torno de R$ 1,3 mil com o fator de progressão, em valores de hoje. Os servidores, na avaliação do vereador, utilizam estratégia correta ao pressionar por mais negociação. “Tem que fazer pressão para que o governo ceda, neste sentido”.
PERDA DE MANDATO
Aldenes disse ter estranhado a nota emitida pelo diretório municipal do PCdoB, ontem à noite. Mas preferiu não falar da postura do comitê itabunense. “Conversei com Davidson [Magalhães, presidente estadual do PCdoB]. Acho que nem estava sabendo [da nota pública]“, afirmou Aldenes.
Ao PIMENTA, o vereador antecipou que somente irá se posicionar quanto à nota do partido depois de nova conversa com Davidson. Na nota de ontem, o PCdoB ameaçou tomar o mandato de Aldenes (reveja aqui). O vereador, porém observa: “a votação da mudança de regime é um processo muito dialogado. Inclusive, Jairo [Araújo, vereador do PCdoB] e Wilmaci [Oliveira, presidente do Sindserv] colocaram todas as emendas necessárias. De última hora, mudaram”, acrescentou.
Atualização às 11h05min – Há pouco, o presidente da Cãmara de Vereadores de Itabuna, Chico Reis (PSDB), decidiu adiar a votação do projeto. Mais cedo, houve audiência de conciliação entre servidores e a Câmara em ação judicial de desocupação do Legislativo. O presidente definiu votação para o dia 29.

Back To Top