skip to Main Content
9 de julho de 2020 | 09:30 am

SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO DA BAHIA E PROVEDOR DA SANTA CASA NO “PONTO DE VISTA”

O novo provedor da Santa Casa, Francisco Valdece, e o secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Programa Ponto de Vista, da Rádio Nacional, entrevistará o secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues, e o novo provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, o advogado Francisco Valdece. Apresentado pelo comunicador e economista Rosivaldo Pinheiro, o programa vai ao ar às 10h deste sábado (4).

O secretário Jerônimo Rodrigues falará dos projetos na área da educação no Estado e os desafios impostos pela pandemia. Desde março que as redes públicas e particular estão sem aulas na Bahia por causa da Covid-19. Valdece falará dos planos à frente da Santa Casa. O advogado tomou posse nesta semana, substituindo o médico Eric Ettinger Jr.

BAHIA OFERTA 7,1 MIL VAGAS EM CURSOS TÉCNICOS, COM INSCRIÇÕES ATÉ AMANHÃ (11)

São mais de 7,1 mil vagas em cursos técnicos pelo Pronatec na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

A Secretaria da Educação do Estado realiza, até esta quinta-feira (11), as inscrições para 6.710 vagas em cursos de qualificação profissional, pelo Programa Nacional de Acesso do Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), na rede estadual de ensino.

Os cursos são de Formação Inicial e Continuada (FIC), na modalidade de ensino não presencial de Educação à Distância (EAD), ou seja, serão realizados de forma on-line. As inscrições são gratuitas e pelo Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

A oferta alcança 99 municípios de 26 Territórios de Identidade. Os cursos são para estudantes ou egressos da Rede Pública de Educação da Bahia, nos âmbitos federal, estadual e municipal.

Estão sendo ofertados os cursos de Agente de Assistência Técnica e Extensão Rural; Agricultor Familiar; e Agricultor Orgânico (Eixo de Recursos Naturais), além dos cursos de Assistente de Recursos Humanos; Microempreendedor Individual (MEI); e Promotor de Vendas (Eixo de Gestão e Negócios).

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou a importância desta oferta. “Esta é mais uma oportunidade que o Governo do Estado oferece para a formação dos estudantes e egressos da rede pública, mesmo em um momento de muitas dificuldades durante a pandemia”, afirmou.

Entre os requisitos para a inscrição, o candidato deve ser residente e domiciliado no Estado da Bahia e, preferencialmente, no município de oferta do curso; ser integrante de família com renda per capita mensal de até meio salário mínimo e/ou de até três salários mínimos totais; e possuir conta de e-mail Enova ou Google válida. No ato da inscrição, o candidato deverá preencher por completo e corretamente o formulário e o questionário socioeconômico disponibilizado.

Leia Mais

SUSPENSÃO DAS AULAS É PRORROGADA POR MAIS 15 DIAS NA BAHIA

Suspensão das aulas e eventos é mantida até dia 12 de julho || Foto Carol Garcia/GovBA
Tempo de leitura: 2 minutos

As aulas da rede estadual de ensino serão prorrogadas por mais 15 dias, a partir do dia 3 de maio, conforme anunciou o governador Rui Costa, na noite desta terça-feira (28). No Dia Internacional da Educação, Rui pediu tranquilidade por parte da comunidade escolar e enfatizou que o mais importante, na atual conjuntura de pandemia do novo Coronavírus, é preservar vidas.

O governador falou em reposição presencial das aulas, com a elaboração de um novo calendário escolar, mesmo que sejam usados dias do recesso junino e que as aulas entrem no ano de 2021. Rui destacou, também, que os estudantes não podem ser prejudicados no processo de aprendizagem, ao ressaltar que as aulas online, adotadas em algumas redes de ensino, não se aplicam à realidade da maioria dos estudantes da rede estadual de ensino, que não tem acesso à internet ou moram em áreas remotas da Bahia.

“O Estado não tem condições de padronizar aulas pela internet na rede estadual, a maioria dos alunos é de baixa renda e de menor poder aquisitivo. Não dá para substituir aula presencial por aula pela internet”, argumentou Rui Costa, acrescentando que “não deixaremos nenhum jovem para trás”.

Leia Mais

BAHIA LANÇA CAMPANHA PARA PREVENIR E COMBATER O CORONAVÍRUS

Bahia lança campanha de combate e prevenção do coronavírus || Foto Camila Souza/GovBA
Tempo de leitura: 3 minutos

O governo baiano lançou nesta terça (17), em Salvador, campanha de prevenção e combate ao coronavírus . Com o slogan “A prevenção está em nossas mãos”, a iniciativa reforça as medidas mais importantes a serem adotadas neste primeiro momento, como lavar as mãos, utilizar álcool em gel 70% e evitar lugares com aglomerações, procurando manter uma distância de um metro entre as pessoas. Participaram do lançamento os secretários de Comunicação Social, André Curvello, da Saúde, Fábio Villas-Boas, e da Educação, Jerônimo Rodrigues.

Toda a campanha, incluindo um vídeo institucional, com 27 segundos, está disponível para download no site da Secretaria de Comunicação Social (www.secom.ba.gov.br). “A comunicação é uma ferramenta fundamental para esta luta contra o coronavírus e pode ser determinante para a prevenção. Nesta primeira fase, estamos fazendo um apelo aos meios de comunicação, digital ou não, para que veiculem essa campanha, para que ela atinja a maior quantidade de pessoas em todo o estado, com foco principalmente na limpeza e na higienização”, explicou André Curvello.

O cuidado com fake news também foi destacado por Curvello. “As informações falsas não contribuem em nada para o desenvolvimento da sociedade. Então, fazemos este apelo ao povo: cuidado com as informações de whatsapp, procurem os canais de comunicação institucionais e os veículos mais tradicionais para se informarem sobre o coronavírus”.

PREPARAÇÃO

O secretário da Saúde afirmou que o trabalho na Bahia para controlar o coronavírus foi iniciado há 60 dias, assim que começou a epidemia na China. “O planejamento começou com um aspecto fundamental, que é a capacidade de fazer diagnóstico. Para isso, nós fizemos uma ampliação do Laboratório Central, adquirimos equipamentos e testes diagnósticos que somente agora outros laboratórios públicos do país estão começando a comprar e não estão mais encontrando. Enquanto outros estados demoram até cinco dias para obter o resultado, nós detectamos o vírus em até 24 horas”.

Segundo Vilas-Boas, são mais de 600 casos suspeitos em toda a Bahia e 14 confirmados até o momento. “Ou seja, 2% foram confirmados, o que significa que 98% dos casos não eram coronavírus”.

O secretário lembrou ainda que, na Bahia, ainda não há a contaminação comunitária, aquela que ocorre sem que seja possível identificar a origem. “Nós temos planejada a próxima onda, quando haverá transmissão comunitária, e as pessoas infectadas estarão em número maior, com as mais graves precisando de respiração mecânica”.

NOVOS LEITOS DE UTI

Vilas-Boas disse que, hoje, a Bahia tem condição de montar, imediatamente, 140 leitos de UTI e anunciou a chegada de mais respiradores mecânicos. “Nossa capacidade está além do que precisamos. Nas próximas duas semanas, de cada 100 casos identificados, cinco vão precisar de ventilação mecânica”, projeta.

De acordo com ele, o planejamento é que os pacientes que necessitarem de ventilação mecânica sejam atendidos em Salvador. “Eles ficarão no [Instituto] Couto Maia, que terá a maior centro de terapia intensiva dedicado a esses pacientes do país”.

BARREIRAS SANITÁRIAS

Em relação às barreiras sanitárias nas BRs 101,116 e 242, o secretário da Saúde disse que todos os ônibus e caminhões serão parados. “Quem tiver alteração de temperatura será acompanhado. Vamos atuar nos aeroportos de Salvador, Porto Seguro, Vitória da Conquista e Ilhéus, verificando os voos, especialmente os provindos de São Paulo e Rio de Janeiro”.

EDUCAÇÃO

A Bahia possui mais de três milhões de estudantes, contabilizando cerca de 800 mil matrículas apenas na rede estadual em 2020. “Somente de professores, merendeiras e outros profissionais da educação, são 60 mil trabalhadores que continuam recebendo seus salários normalmente, enquanto as aulas estiverem suspensas [nas cidades com casos confirmados de coronavírus]”, informou Jerônimo Rodrigues.

Segundo o secretário, a intenção é não deixar os estudantes parados, disponibilizando material para estudo por meio das redes sociais, dos grupos de whatsapp das escolas, ou mesmo encadernado nas próprias unidades. “Os calendários também serão adequados, para que os alunos não sejam prejudicados. A nossa preocupação é com quem está no terceiro ano do Ensino Médio, que vai prestar Enem, vestibular e concursos”.

“A UNIVERSIDADE DEVE TRANSFORMAR A VIDA DAS PESSOAS”, AFIRMA NOVO REITOR DA UESC

Tempo de leitura: 2 minutos

Alessandro Fernandes assume a reitoria da Uesc || Foto Júlia Barreto

Novo reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), o professor Alessandro Fernandes Santana defendeu que a instituição, juntamente com institutos federais e a Ufsb, transforme o sul da Bahia numa região de pessoas que possam escolher o seu destino, tendo a educação como pilar básico. “Uma Universidade não deve fazer apenas ensino pesquisa e extensão. A universidade deve transformar a vida das pessoas”, disse Alessandro, que tomou posse na noite desta terça (4).

Falando para um auditório repleto de servidores, professores, estudantes, além de vereadores e prefeitos e de secretários estaduais, Fernandes enfatizou compromisso assumindo na fase de campanha.

– O meu compromisso e o de Mauricio para com esta instituição é buscarmos elevar para o nível de excelência os 33 cursos de graduação, buscar cada vez mais condições para que os nossos pesquisadores e pesquisadoras desenvolvam aqui suas pesquisas com qualidade.

A solenidade reuniu quatro secretários estaduais, dentre eles a titular da Pasta da Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, reitora da universidade estadual sul-baiana no período de 2012 a 2019. “Entregamos a Uesc hoje mais madura, sólida e legitimada como instituição universitária profundamente entrelaçada com a sua região e o desenvolvimento dela”, disse, observando que a Uesc figura hoje entre as 60 melhores universidades do país.

O secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues, representou o governador Rui Costa na solenidade. “Tenho certeza que a gestão dos professores Alessandro e Mauricio será voltada para o desenvolvimento regional, inovação científica e tecnológica, além das atividades finalísticas da instituição e também para os projetos que dizem respeito ao desenvolvimento do Estado da Bahia”.

ITACARÉ RECEBE MAIS UM TRATOR PARA A AGRICULTURA FAMILIAR

Tempo de leitura: 2 minutos

Chave de trator é entregue pelo governador ao vice-prefeito de Itacaré, Genilson Souza

O município de Itacaré recebeu nesta sexta-feira do Governo do Estado da Bahia mais um trator com equipamentos que serão destinados para o apoio à agricultura familiar. A entrega oficial foi feita pelo governador Rui Costa ao vice-prefeito de Itacaré, Genilson Souza, representando o prefeito Antônio de Anízio, e ao assessor de planejamento Cléber Miranda, durante solenidade no estacionamento do Cetep-Litoral Sul, em Itabuna. O novo equipamento foi adquirido por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Rosemberg Pinto.
De acordo com o prefeito Antônio de Anízio, o novo trator será entregue à comunidade rural o mais breve possível para que esse equipamento comece a operar imediatamente. Segundo o prefeito, a agricultura familiar é segmento importante para a economia de Itacaré, mas para que a produção aumente ainda mais é preciso investir em capacitação e em equipamentos, daí a importância das parcerias que vem sendo feitas para buscar esses investimentos na agricultura familiar.
Em fevereiro do ano passado, a Prefeitura de Itacaré e o Governo do Estado da Bahia, via Secretaria de Relações Institucionais, entregaram dois tratores completos, com vários equipamentos. Os tratores estão sendo utilizados por associações de pequenos agricultores para aumentar ainda mais a produção e garantir mais renda para as famílias do campo. Esses tratores estão atuando de forma organizada e em sistema de cooperação entre as associações para que todos sejam beneficiados.
A Prefeitura de Itacaré, por meio do Governo do Estado e emendas do deputado estadual Rosemberg Pinto, também adquiriu mais uma caçamba e uma retroescavadeira, que já foram entregues à comunidade.

FESTIVAL DO CHOCOLATE EM IPIAÚ

Tempo de leitura: < 1 minuto
Secretário e mulheres que produzem o chocolate Ouro do Vale (Foto Divulgação).

Secretário Jerônimo Rodrigues e produtores do chocolate Ouro do Vale (Foto Divulgação).

O público que visitar a 2ª edição do Festival de Chocolate e 4º Agrocacau, que segue até o próximo domingo (09), na Praça Ruy Barbosa, em Ipiaú, terá a oportunidade de conhecer chocolates produzidos pela agricultura familiar da Bahia. Dos 13 empreendimentos que expõem os produtos, seis são da agricultura familiar.

Entre os chocolates em exposição, estão o Ouro do Vale, produzido no Vale do Jiquiriçá e Terra Vista, Embaúda e Bahia Cacau, do Território Litoral Sul.

A Associação de Mulheres das Duas Barras do Fojo, do município de Mutuípe, que está lançando a linha de chocolates finos Ouro do Vale, produzidos no Vale do Jiquiriçá, participa pela primeira vez do festival.

– O evento é importante para dar visibilidade aos produtos da agricultura familiar, pois ela produz para além das hortaliças e raízes, também é capaz de transformar as raízes e os frutos – afirma Damiana Martins, agricultora associada e membro do Conselho Fiscal da instituição.

O evento visa dar visibilidade à industrialização, agregando valor, fomentando negócios para os produtores empreendedores, e também apresentação de tecnologias do setor, bem como os diversos cenários mercadológicos.

GUANAMBI: SEIS MIL FAMÍLIAS RECEBEM TÍTULO DE TERRA

Tempo de leitura: 2 minutos
Rui entregou moradias e assinou convênio para entrega de títulos de terra (Foto Mateus Pereira).

Rui entregou moradias e assinou convênio para entrega de títulos de terra (Foto Mateus Pereira).

Cerca de seis mil famílias de produtores rurais terão os títulos de propriedade de suas terras emitidos por meio do convênio assinado em Guanambi, no sudoeste da Bahia, neste sábado (30), pelo governador Rui Costa. O acordo firmado com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Alto Sertão representa um investimento do Estado de aproximadamente R$ 1,57 milhão. “Este convênio tem o objetivo de regularizar e dar o título de terra para seis mil agricultores rurais, que, a partir daí, poderão ter acesso a crédito e a programas produtivos”, destacou Rui.

O secretário de Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, explicou que 13 municípios subscrevem o convênio para que os seis mil títulos sejam emitidos em um prazo de aproximadamente um ano. “Rui também entregou aqui em Guanambi dois carros para uma cooperativa, um para transporte de produção e insumos, outro para a prestação de assistência técnica. O governador tem orientado para que a gente amplie o número de gente com títulos de terra e que a gente ajude a melhorar a produção e a comercialização da agricultura familiar”.

O presidente da Cooperativa de Assessoria Técnica e Educacional para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar (Cootraf), Edgar Filho, disse que a instituição atende mais de 50 municípios. “Esses veículos vão beneficiar mais de cinco mil agricultores familiares, que terão assistência técnica e poderão escoar sua produção. Temos casos clássicos de agricultores assistidos pela Cootraf que tinham renda per capita de R$ 70 e hoje chega a mais de R$ 1 mil”.

A solenidade de assinatura do convênio e a entrega de outros 500 títulos já emitidos foram realizadas durante a entrega de mais 300 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida, no Loteamento Curunga.

Segundo o governador, “é a entrega do que talvez seja o maior sonho de um pai, de uma mãe, de uma avó, que é ter a casa própria da família. Quem morava até o dia de hoje de aluguel, ou de favor, ou em áreas de risco, e agora tem a sua casa, sabe o que isso significa”. No complexo residencial vivem ao todo 900 famílias. Neste sábado, ainda foi entregue pelo Governo a via de acesso do condomínio.

SÉRGIO MURILO DEFENDE AMPLIAÇÃO DA PESQUISA E EXTENSÃO NA CEPLAC

Tempo de leitura: 2 minutos
Jerônimo Rodrigues discursa na reunião de trabalho de Murilo (Foto Daniel Thame).

Jerônimo Rodrigues discursa na reunião de trabalho de Murilo (Foto Daniel Thame).

A reunião de trabalho e posse festiva do novo diretor-geral da Ceplac, Sérgio Murilo Menezes, reuniu secretários estaduais, produtores rurais, políticos sul-baianos e a reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Adélia Pinheiro, ontem (15), na sede regional do órgão de apoio à lavoura, na Rodovia Ilhéus-Itabuna. O novo diretor-geral da Ceplac, na posse festiva e reunião de trabalho, definiu as linhas da sua gestão.

Servidor de carreira do órgão, Sérgio Murilo Menezes disse que a instituição deve se colocar a serviço do produtor, “ampliando a pesquisa e a extensão rural, capacitando os jovens para que possam assumir novos desafios do mercado e adotando políticas públicas que garantam a retomada do desenvolvimento regional de forma sustentável”.

INVESTIMENTO NA CADEIA PRODUTIVA

Jerônimo Rodrigues, secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia, apontou a necessidade de mais investimentos em toda a cadeia produtiva do cacau e ampliação do polo chocolateiro no sul da Bahia. Ontem, Jerônimo participou da posse festiva do novo diretor-geral da Ceplac, Sérgio Murilo Menezes.

O secretário apontou que, hoje, 70% da produção de cacau no sul da Bahia é oriunda da agricultura familiar. O governo estadual, segundo ele, está atuando no apoio a estes agricultores com programas de capacitação, assistência técnica e financiamento de projetos agrícolas.

Além de Rodrigues, o secretário estadual de Agricultura, Vitor Bonfim, também participou da solenidade na Ceplac. Bonfim ressaltou os “investimentos em plantas com maior produtividade e mais resistentes a doenças”. Para ele, estas práticas têm resultado em ganhos para o produtor rural, com reflexos na economia.

Segundo Bonfim, a safra 2014/2015 chegou a 220 mil toneladas de cacau. O deputado federal Bebeto Galvão elogiou a escolha do governo federal para a direção da Ceplac. “[Sérgio Murilo é] Homem da região cacaueira, filho da terra, que leva a Brasília esse nosso sentimento regional de que a Ceplac é indispensável para a vida da região sul”.

 

FESTIVAL DEVE MOVIMENTAR R$ 5 MILHÕES

Tempo de leitura: 2 minutos
Abertura do festival, ontem à noite, com o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues.

Abertura do festival, ontem à noite, com o secretário de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues.

A sétima edição do Festival Internacional do Chocolate e Cacau começou ontem (11) e será encerrada no próximo domingo (14) com a expectativa de movimentar até R$ 5 milhões em negócios. Quem esteve ontem na festa, surpreendeu-se com novidades, como uma máquina de produção artesanal de chocolate, e volume ainda maior de visitantes em comparação com 2014.

A programação começa sempre às 9h e encerra-se às 22h, diariamente. Fabricantes de chocolate e outros derivados do cacau expõem no festival que, desde 2009, estimula um novo conceito de produção no sul da Bahia. O evento atrai pessoas de todas as idades com gastronomia, música e arte.

Quem participará do festival neste sábado (13), será o governador Rui Costa, que chega ao Centro de Convenções de Ilhéus às 15h. A programação de amanhã, além dos atrativos do festival, também inclui show de artistas regionais e de Geraldo Azevedo.

Ontem, o secretário estadual de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, chamou a atenção para a importância estratégica do cacau e do chocolate para a economia sul-baiana. Representantes da Bélgica também participaram da abertura. O país europeu é reconhecido por fabricar um dos melhores chocolates do mundo.

CLÍNICA TECNOLÓGICA

Numa parceria com o Sebrae, o festival conta, a cada dia, com programação voltada a quem deseja entrar no mercado do chocolate. A programação deste sábado (13) terá workshop Design de Produto: fazendo a diferença (Design e Embalagem), a partir das 9h. A inscrição pode ser feita no site do evento. No domingo, o workshop terá como tema Produção de chocolate: derreter ou fazer da amêndoa? (Gastronomia).

Back To Top