skip to Main Content
2 de junho de 2020 | 11:16 pm

JOGADORES APROVAM DISPENSA DE JÓBSON

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jobson durou menos de três meses no Bahia.

O atacante Jóbson confirmou a fama de bad boy e durou pouco no seu terceiro clube na temporada, o Bahia, de onde acaba de ser dispensado por indisciplina. O treinador Renê Simões fez questão de ressaltar que a dispensa não estava relacionada ao histórico do atleta, flagrado em doping por uso de maconha. Hoje, os ex-colegas de clube, o zagueiro Titi e o goleiro Marcelo Lomba, se pronunciaram favoráveis à decisão do clube.
Lomba e Titi esperam que o atacante, artillheiro do Bahia no Brasileirão, procure andar em boas companhias para não comprometer ainda mais seu futuro. Apesar do histórico no Botafogo, Atlético-MG e agora no tricolor de aço, Jóbson tem apenas 23 anos. A dispensa do clube baiano foi definida ao final da tarde de ontem.

UM CRAQUE QUASE DESTRUÍDO PELO CRACK

Tempo de leitura: < 1 minuto

Trecho de entrevista com o atacante Jobson (ex-Botafogo), concedida ao site Lance!Net:

LNET! Você usou crack mesmo?

(Jobson para de falar por alguns segundos, mas faz sinal de positivo com a cabeça). Crack é f… Eu consegui sair. Quando não tinha dinheiro cheguei a vender meu celular. Ele (o crack) faz você fazer coisas que jamais faria.

LNET! Mas como você conseguia jogar depois de consumir droga?

Não usava drogas todos os dias. Era quando ia em festinhas. Eu dava uns tapinhas. Lá no Rio era a mesma coisa. Essa droga acaba com seus neurônios. Você fica louco, com medo das pessoas. Hoje, vejo que isso não combina comigo.

LNET! Viu então que era o momento para dar uma virada na vida e na carreira?

Eu não queria aquilo para mim, de ser chamado de drogado e cachaceiro. Cheguei ao Botafogo desacreditado e consegui ir bem. De repente, consegui dar a volta por cima e caí em outra coisa pior.

Clique AQUI e leia o conteúdo completo.

Back To Top