skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 03:03 pm

“SEREI UM JOSÉ ALENCAR, NUNCA UM MICHEL TEMER”, AFIRMA ALEX LIMA AO ASSUMIR A ALBA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente em exercício da Alba, Alex Lima, com Jorge Khoury e Carlos Andrade

O deputado estadual Alex Lima (PSB) assumiu, interinamente, a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) com a licença de Nelson Leal para viagem internacional. Nesta segunda (25), Alex representou o legislativo na posse da nova diretoria e Conselho Deliberativo do Sebrae na Bahia.

“Vamos cumprir as orientações do presidente Nelson Leal e tocar os assuntos que já estão em pauta na Casa, como as reuniões das Comissões, do Colégio de Líderes e da Mesa Diretora. Disse ao presidente que ele pode ficar tranquilo: serei mais um José de Alencar e nunca um Michel Temer”, brincou o presidente em exercício da Alba.

No evento de ontem, Carlos de Souza Andrade tomou posse como presidente do Conselho, enquanto o ex-deputado federal e ex-prefeito de Juazeiro Jorge Khoury continua como superintendente, acompanhado de Franklin Santana Santos, na diretoria técnica, e de José Cabral Ferreira, na diretoria administrativo-financeira.

PERFIL

Natural de Salvador, mas com base eleitoral em Esplanada, no nordeste da Bahia, Alex de Castro Lima nasceu em 30 de junho de 1983. Nas últimas eleições, obteve cerca de 82 mil votos em toda a Bahia.

PRÊMIO PARA ALENCAR

Tempo de leitura: 2 minutos

O Governo Vane precisa se cercar não apenas de técnicos, mas de bons técnicos. Nesse sentido, é infeliz a escolha do engenheiro José Alencar para dirigir o Departamento de Planejamento da Secretaria de Planejamento de Itabuna.
Alencar era secretário de Desenvolvimento Urbano de Itabuna até o último dia 31 de dezembro. E qual a marca deixada por ele nos dois anos à frente do cargo na gestão do ex-prefeito Capitão Azevedo?
Prestando humilde colaboração, este blog reaviva a memória do Governo Vane. Alencar chegou em Itabuna com o status de supersecretário do Governo Azevedo, no início de 2011. Substituiu Fernando Vita, deslocado para a área de planejamento.
Como secretário de Desenvolvimento Urbano, o nobre engenheiro não conseguiu concluir uma importante obra no município. Exemplo: o asfaltamento da Avenida Pedro Jorge. Inconcluso, apresenta buracos em toda a sua extensão. E tem pouco tempo que foi entregue. Uma lástima.
A verba de mais de R$ 1,2 milhão para pavimentação do São Roque “tomou doril” e moradores até hoje se iludem com a conclusão da obra, dois anos depois da verba “pingar” nos cofres municipais.
O que dizer, então, da pavimentação de um dos acessos à Vila de Ferradas, às margens da BR-415? A estátua de Jorge Amado está perdida em meio à poeira e à lama, pois o asfalto sumiu menos de três meses após a obra. Sobraram buracos e vergonha ao itabunense – que derrotou a proposta o governo do armengue.
Nos dois anos em que ficou à frente da Sedur, Alencar não conseguiu concluir a cobertura do Canal Lava-Pés nem reurbanizar a Avenida Amélia Amado, apesar de o Governo Federal garantir os recursos em todas as suas fases. Vane, aliás, determinou auditoria no contrato com a construtora Casa Própria e ainda conversa com a Caixa Econômica.
As obras não concluídas e as entregues e praticamente destruídas pela péssima qualidade foram responsáveis, em grande parte, pela mudança de governo. Ou derrota de Azevedo.
O discurso da mudança não pode perder o sentido assim, tão rápido. Os itabunenses não merecem essa volta ao passado tão rápido. E a ele, disse não. Por isso, necessário refletir antes de nomear. O governo teve habilidade para – dentro das circunstâncias econômicas e políticas – construir um secretariado de bom nível. Deveria manter a linha ao escolher os demais colaboradores.
A crítica não se dá pela “origem” de Alencar (Governo Azevedo), mas pelas “qualidades” demonstradas pelo escolhido enquanto esteve secretário.

CONHEÇA O ‘LOMBARDI’ DE NEWTON LIMA

Tempo de leitura: < 1 minuto

José de Alencar, o ilheense, foi escolhido para a Secretaria de Meio Ambiente pelo prefeito Newton Lima (PSB). Até então, era desconhecido de muitos e virou motivos de brincadeiras por ser homônimo de vice-presidente da República e de um dos maiores escritores brasileiros.

O Jornal Bahia Online finalmente conseguiu fotografar o ‘Lombardi’ de Newton, durante uma reunião do Conselho Municipal do Meio Ambiente. José de Alencar foi escolhido para a Pasta do Meio Ambiente em uma costura política com o PPS. Quem é José de Alencar? Se uma foto ajudar, vai uma aí abaixo, do JBO.

Eis José de Alencar

Confira mais

NEPOTISMO NO PARANAGUÁ

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Newton Lima aceitou indicação do PPS e nomeou José de Alencar (ex-Telemar) para a Secretaria de Meio Ambiente de Ilhéus.

A nomeação vai gerar desemprego em família: Eliseu Nascimento, chefe da fiscalização ambiental, é irmão do novo secretário.

Com o ato oficial do prefeito, os dois passaram a ocupar cargo de confiança numa mesma pasta, configurando caso clássico de nepotismo, daqueles imperdoáveis aos olhos do Ministério Público Estadual.

Qual dos irmãos fará a gentileza de pedir o boné?

Back To Top