skip to Main Content
12 de julho de 2020 | 03:57 am

EMBASA EMITE ALERTA PARA NOVO RACIONAMENTO DE ÁGUA EM ILHÉUS

Tempo de leitura: 2 minutos
Embasa alerta para risco de racionamento de água em Ilhéus (Reprodução).

Embasa alerta para risco de racionamento de água em Ilhéus (Reprodução).

Ilhéus poderá viver novo racionamento de água, segundo alerta emitido pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). De acordo com relatório, o nível de água da represa do Iguape já está 80 centímetros abaixo do ponto máximo de acumulação. No sul da Bahia, Itabuna já vive sob racionamento de água há uma semana.

– Caso atinja dois metros, defenderemos uma nova redução do volume de água distribuído à população até que a barragem volte a níveis seguros – informou o gerente do escritório local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

Segundo Lavigne, o volume médio atualmente distribuído para os subsistemas centro e norte é de 20 mil metros cúbicos, por dia.  O nível da barragem vem caindo por causa da estiagem no sul da Bahia e o aumento de consumo de água no verão. O município viveu racionamento d´água em 2016, por causa da forte estiagem que atingiu a região.

O alerta de possível racionamento foi emitido pela empresa estadual durante encontro de dirigentes da Embasa com representantes da prefeitura e do Ministério Público Estadual (MP-BA). A barragem do Iguape é o principal manancial do sistema de abastecimento do município sul-baiano.

COLAPSO HÍDRICO

Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus, o vice-prefeito José Nazal disse que a implantação de novo sistema de racionamento “passa por uma situação de emergência, que pode ser decretada pela prefeitura caso se esgotem todas as possibilidades em curto prazo”. Nazal afirma que a ação será preventiva. “Agiremos antes da iminência de um colapso hídrico”, autor da convocação da reunião.

Os investimentos realizados pela Embasa em 2016 para aumentar a distribuição de água captada na barragem do Rio Santana, que atende a zona sul de Ilhéus, já estão reforçando o abastecimento da porção central da cidade em 3 mil metros cúbicos por dia, segundo a Embasa. A medida evita a retirada deste mesmo volume do Iguape.

BARRAGEM DA ESPERANÇA 

 

A promotora regional de Meio Ambiente em Ilhéus, Aline Salvador, informou que vai requerer do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informações sobre a situação de todas as outorgas de exploração da bacia hidrográfica do Iguape.

– De nada adiantam medidas protetivas se não houver estudos sobre a real capacidade de suporte e adoção de critérios claros para o uso da água – ressaltou.

Leia Mais

EMBASA DEIXA PARTE DO NELSON COSTA SEM ÁGUA. MORADORES ORGANIZAM PROTESTO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Moradores do Nelson Costa, zona sul de Ilhéus, reclamam da constante falta d´água no bairro. As vítimas da Embasa, dizem, já estiveram várias vezes no escritório da companhia para reclamar, mas o problema até agora não foi resolvido.

A “seca” atinge mais de uma centena de residências situadas em vias próximas (avenida Lótus e ruas Gardênia, Hortência, Jasmim, Orquídea, Eucário Bastos e Mangueira).

A pouca sensibilidade da empresa prejudica consumidores residenciais e comerciais da localidade. A água chega sem pressão suficiente para alcançar os reservatórios. Aí, relatam as vítimas, é um corre-corre para encher pequenos vasilhames e esperar que o milagre se repita em qualquer outro dia da semana.

Indignados, os moradores ameaçam fazer protesto com baldes (vazios, logicamente!) e vassoura em frente ao escritório da empresa – onde, garantem, prestarão as devidas homenagens ao chefe da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

A turma tá braba, Zé!

Back To Top