skip to Main Content
15 de abril de 2021 | 01:30 pm

SOBRE O PRIMEIRO ANO DO GOVERNO DE MÁRIO/NAZAL

Tempo de leitura: 2 minutos

Gerson Marques

 

 

Diferentemente de Jabes, que foi eleito com a minoria dos votos, Mário foi eleito por grande maioria e com muito carisma. Tem muita força e gordura para queimar…

 

 

Governar Ilhéus não é fácil. Além dos problemas normais de governança, existe aqui uma cultura política depreciativa, atávica e especulativa.

Há quatro anos, após seu primeiro ano de governo, o ex-prefeito Jabes Ribeiro já estava triturado. O vitorioso movimento dos jovens do Reúne Ilhéus reduziu Jabes a cinzas em menos de um ano. Daí em diante, seu governo foi pato manco, com um fim foi melancólico. Sem chances de se reeleger, tentou a “contragosto” um caminho com Cacá Colchões, obtendo uma votação de pouco mais de onze mil votos.

Diferentemente de Jabes, que foi eleito com a minoria dos votos, Mário foi eleito por grande maioria e com muito carisma. Tem muita força e gordura para queimar…

Claro que tem muitos problemas, que o governo tem erros, mas longe de ser sequer equivalente ao primeiro ano de Jabes.

Mário tem uma qualidade que nunca vi em nenhum prefeito de Ilhéus: trabalha muito e tem muita iniciativa. Com seu estilo brincalhão e alegre cativou o governador Rui Costa, com quem trata direto, sem intermediários. Dessa parceria sairá a sua obra mais importante: uma reforma completa no sistema de saúde da cidade.

Não tenho dúvida de que, ao final do segundo para o terceiro ano de governo, a saúde pública de Ilhéus será modelo, com postos médicos recuperados, hospital materno-infantil, hospital da Costa do Cacau e UPA(Unidade de Pronto Atendimento).

Mário abriu diálogo com as categorias de trabalhadores da PMI e deu o reajuste que Jabes congelou por quatro anos.
Tomou iniciativa em relação ao trágico problema do endividamento trabalhista do município caminhando para saneá-lo.

Em outra frente, se prepara para obras que vão mudar a cidade. Algumas já estão sendo executadas, outras projetadas e outras sendo licitadas.

Quem conhece a maquina pública sabe que o primeiro ano de um governo é sempre o mais difícil, mas, se tiver mão firme e ideias claras, somado a um planejamento e coordenação, o governo entrará nos trilhos.

Claro que existem problemas e parte da equipe ainda não disse pra que veio. Daí surge outra qualidade de Mário: ele é reativo e sabe transformar críticas em soluções e problemas em respostas.

Nestes tempos de redes sociais tem gente que reduz o mundo ao seu pequeno círculo de curtidas e compartilhamentos imaginando estar ali uma espécie de realidade. Ledo engano, a vida corre lá fora, é real e palpável.

O governo Mário/Nazal está só no começo.

Gerson Marques é produtor e presidente da Associação de Produtores de Chocolates do Sul da Bahia.

O BELO – E GENEROSO – RIO ALMADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Na localidade de Volta Grande, bela imagem do Rio Almada || Foto José Nazal

O Rio Almada abastece mais de 300 mil moradores no sul da Bahia. É água que chega a lares de municípios como Itajuípe, Uruçuca e Itabuna. Nasce em Almadina e encontra o mar em Ilhéus. Não importa o que o ser humano faça. Nem os obstáculos. O Almada segue o seu curso. Generoso. São dezenas de quilômetros gerando o sustento de milhares e imagens como a captada pela sensibilidade do fotógrafo José Nazal, um dos maiores conhecedores da alma dessa gente sul-baiana.

IMAGENS REVELAM RITMO DE CONSTRUÇÃO DA NOVA PONTE DE ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Rampa no lado centro foi concluída e a do outro extremo está em obras || Foto José Nazal

O fotógrafo e vice-prefeito José Nazal registrou, nesta terça-feira (26), uma sequência de imagens das obras de construção da nova ponte que ligará centro e zona sul de Ilhéus. A previsão é de que as obras sejam entregues ainda em setembro deste ano.

Pelas imagens, percebe-se que a parte estrutural está praticamente pronta para receber os mastros para edificar a primeira ponte estaiada da Bahia. A primeira rampa foi concluída e a segunda está em estágio avançado. Toda a obra tem mais de 30% concluída.

Conforme o governo baiano, a ponte terá extensão total de 533 metros e sistema viário de 2,7 quilômetros, interligando-a à BA-001. O investimento divulgado é de R$ 99 milhões.

Imagem aérea mostra contornos da nova ponte e a Baía do Pontal || Foto José Nazal

A SENSIBILIDADE DE CLODOALDO RIBEIRO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Foto Clodoaldo Ribeiro

O fotógrafo Clodoaldo Ribeiro, da Secretaria de Comunicação de Ilhéus, fez uma sequência de imagens da Terra de Gabriela. Com a sensibilidade de décadas de profissão, brindou os leitores com esta obra-prima de um dos principais destinos turísticos do Nordeste brasileiro. Além das belas praias, Ilhéus é rica em mestres da fotografia, de Clodoaldo a José Nazal, Castilho, Ed Ferreira, Maurício Maron e Anabel Mascarenhas.

ILHÉUS: NAZAL PRORROGA REFIS ATÉ DEZEMBRO

Tempo de leitura: 2 minutos
Nazal assina decreto que prorroga Refis 2017 || Foto Clodoaldo Ribeiro

Nazal assina decreto que prorroga Refis 2017 || Foto Clodoaldo Ribeiro

O prefeito de Ilhéus em exercício, José Nazal, decretou, nesta segunda (30), a prorrogação do prazo de adesão dos contribuintes ao programa de regularização fiscal. Agora, o prazo para regularização encerra-se em 20 de dezembro.

Com o Refis, o contribuinte ilheense poderá quitar dívidas com o Fisco municipal com descontos que podem chegar a 100%, caso o pagamento seja feito à vista e em até 10 dias. O benefício inclui dívidas relativas a todos os impostos municipais, a exemplo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto Sobre Serviços (ISS). A exceção dentre os tributos municipais é o Imposto de Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis (ITVI).

O secretário de Fazenda, Adriano Sales, salienta que o Refis é uma ótima oportunidade para quem deseja se regularizar junto ao Município de Ilhéus porque oferece um prazo de pagamento de até 36 vezes. O setor de Tributos da Prefeitura atende no térreo do Palácio Paranaguá, de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.

Caso o contribuinte inadimplente queira pagar a dívida em duas parcelas consecutivas será concedida uma redução de 90% dos juros de mora, multa de mora e multa de infração. O secretário explica ainda que caso a opção seja pelo pagamento de três a 10 parcelas consecutivas, haverá desconto de 60% dos juros e multas.

Com a adesão ao Refis, o contribuinte evita medidas de cobrança judicial e extrajudicial, bem como a negativação, por protesto, e nos casos das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, a possibilidade de exclusão do Simples Nacional.

Leia Mais

MARÃO VIAJA E NAZAL ASSUME PREFEITURA DE ILHÉUS POR 15 DIAS

Tempo de leitura: 2 minutos
Marão e Nazal durante transmissão de cargo, no Centro Administrativo || Foto Clodoaldo Ribeiro

Marão e Nazal durante transmissão de cargo, no Centro Administrativo || Foto Clodoaldo Ribeiro

O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal Pacheco Soub, comandará o município pelos próximos 15 dias, após transmissão de cargo, no final da tarde de ontem (25), no Centro Administrativo da Conquista, durante reunião de secretariado. O prefeito Mário Alexandre (Marão) se afasta do cargo para uma viagem à França, onde representará o município no Salon du Chocolat Paris.

O evento será realizado no Paris Expo Porte de Versailles, de hoje ao dia 1º de novembro. Com mais de 500 participantes de 60 países, incluindo 200 chefs e chefs de pastelaria, o Salon du Chocolat é o evento obrigatório do mundo para todos os amantes do chocolate. É também a maior oferta de chocolates dos 5 continentes, com a presença de países produtores de cacau, tudo em 20.000 metros quadrados de show room.

Entre os produtos expostos no evento, estará o chocolate de origem produzido no município de Ilhéus. Expositores locais também participam do evento. “A experiência em Paris é importante para a evolução do Festival Internacional do Chocolate de Ilhéus. Estar participando, vivenciando o clima de um dos maiores eventos gourmet do mundo é, também, estar conhecendo novas expertises que podem valorizar o nosso evento e o nosso produto que a cada dia ganha prestígio no cenário internacional”, afirmou o prefeito licenciado.

Ao transmitir o cargo a José Nazal, Mário Alexandre disse estar convicto de que o município estará em boas mãos, sendo comandado por “uma pessoa que também ama esta terra e tomará as decisões no sentido de melhorar a história da nossa cidade e de nossa gente”. O ato de transmissão de cargo contou com as presenças do presidente da Câmara, Vereador Lukas Paiva, e da deputada estadual Ângela Sousa.

PADRE MIRO SERÁ ORDENADO BISPO EM DEZEMBRO

Tempo de leitura: 2 minutos
Padre Miro será ordenado bispo em dezembro

Padre Miro será ordenado bispo em dezembro

Nomeado para o comando da Diocese de Guarabira (PB), padre Aldemiro Sena dos Santos, “Padre Miro”, será ordenado bispo em cerimônia já definida para ocorrer ainda em Ilhéus, quando dezembro chegar. O pároco da majestosa Catedral de São Sebastião, em Ilhéus, será ordenado em 17 de dezembro, às 10 horas.

A cerimônia em Ilhéus deverá reunir as mais altas autoridades religiosas do estado em Ilhéus. Padre Miro é um dos religiosos católicos mais respeitados no sul da Bahia. Ontem, o Papa Francisco o nomeou bispo da Diocese de Guarabira, na Paraíba. O religioso baiano assumirá a Diocese de Guarabira em 2 de fevereiro.

A nomeação do padre para a diocese do município paraibano está publicada no jornal L´Osservatore Romano. Ontem (4), o anúncio oficial, emocionado, foi feito pelo bispo Dom Mauro Montagnoli, no início da manhã, em ato que reuniu padres e fiéis, na Catedral de São Sebastião.

Padre Miro não conteve emoção durante anúncio oficial || Foto Jonildo Glória

Padre Miro não conteve emoção durante anúncio oficial || Foto Jonildo Glória

A nomeação do bispo foi elogiada por autoridades religiosas e do poder executivo ilheense. “Desejo sucesso e que esteja abençoado nesta sua nova vocação como uma liderança firme na fé”, disse ontem, ao saber da nomeação, o vice-prefeito José Nazal, que também ressaltou a capacidade de liderança do Padre Miro.

 

A HISTÓRIA DE ILHÉUS COMO LEMBRANÇA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Gómez recebe exemplar do livro "Minha Ilhéus", da lavra do próprio Nazal || Foto Divulgação

Gómez recebe exemplar do livro “Minha Ilhéus”, da lavra do próprio Nazal || Foto Divulgação

O embaixador de Cuba no Brasil, Rolando Gómez, encarregado de negócios de Cuba no Brasil, cumpre missão na Bahia durante esta semana. Hoje (19), visitou Ilhéus. Retornou do município sul-baiano com boas histórias para contar. E, também, para ler um pouco da História de uma das mais belas e antigas cidades do Brasil. Rolando recebeu, das mãos do vice-prefeito José Nazal, um exemplar do livro Minha Ilhéus.

Com informações e imagens valiosas sobre a expansão da Ilhéus do Século XX, a obra é da própria lavra de Nazal e já está na terceira edição. Traz, também, registros do período da Capitania de São Jorge dos Ilhéus.

AVATIM AMPLIARÁ FÁBRICA E ATUAÇÃO NA ÁREA SOCIAL EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Diretores da Avatim mostram ações para ampliar indústria || Foto

Diretores da Avatim mostram ações para ampliar indústria || Foto

O projeto de ampliação da Avatim, na Rodovia Ilhéus-Itabuna, e as ações sociais desenvolvidas pela empresa na comunidade de Vila Cachoeira, em Ilhéus, foram abordados pelos executivos Mônica Burgos e Cesar Fávero, da empresa de cosméticos e aromatizadores de ambiente, durante visita do prefeito Mário Alexandre e do vice-prefeito José Nazal.

Mônica e Fávero falaram da intenção de ampliar o projeto Amigo da Escola, desenvolvido pela empresa em parceria com a rede municipal de ensino. “A intenção é ampliar esse projeto, criando uma creche na comunidade e uma quadra poliesportiva para atender a famílias residentes no Banco da Vitória, Salobrinho e Vila Cachoeira, com o apoio da prefeitura de Ilhéus”, afirma a fundadora da Avatim.

Hoje, 280 crianças e adolescentes da vila. Segundo Marão, o município quer estimular empresas como a Avatim em ações de responsabilidade social. “A parceria entre o Poder Público e a iniciativa privada precisa ser fortalecida para dar continuidade ou ampliar projetos sociais que melhorem a qualidade de vida da população de Ilhéus”, afirmou.

NAZAL QUESTIONA ESTIMATIVA E RELEMBRA EQUÍVOCOS DO IBGE EM CENSOS

Tempo de leitura: 3 minutos
Nazal questiona estimativa feita pelo IBGE para Ilhéus || Foto Maurício Maron

Nazal questiona estimativa feita pelo IBGE para Ilhéus || Foto Maurício Maron

O vice-prefeito e secretário de Planejamento de Ilhéus, José Nazal, emitiu nota pública para questionar a estimativa populacional divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) sobre o município. Nazal observa que a redução pode afetar Ilhéus na atração de investimentos.

Nazal observa equívocos dos últimos censos feitos pelo IBGE em Ilhéus. “No ano 2000, a população do bairro da Conquista era de 22.045 habitantes e o bairro possuía 5.703 domicílios. Já em 2.010, o mesmo bairro possuía 6.379 domicílios e registrava apenas 18.892 habitantes. Então, segundo o IBGE, ao tempo em que o número de residências cresceu 11%, houve uma redução da população em torno de 15% por cento. Portanto, o IBGE nunca conseguiu explicar razoavelmente os dados relevantes e incongruentes, constantes do censo do ano 2000”.

Confira a nota, na íntegra.

NOTA PÚBLICA

Os números projetados e divulgados ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), instituição nacional responsável pela guarda, controle e contagem da população brasileira, mais uma vez mostraram o crescimento populacional negativo no município de Ilhéus.

Chama a atenção da opinião pública, especialmente dos ilheenses, a significativa diminuição populacional ocorrida no município entre as contagens do Censo de 2000 e o de 2010.

Há sete anos, representando Ilhéus na Comissão de Geografia e Estatística, fui informado pelo coordenador que a projeção que estava sendo feita, com base nos dados levantados até aquele momento, daria ao município algo em torno de 185 mil habitantes, o que se comprovou com o registro oficial de 184.236 habitantes.

A perplexidade ocorreu ao compararmos aqueles números com os do Censo de 2000, que identificou uma população de 222.127, ou seja, 37.891 habitantes a menos, num período de 10 anos.

Por conta desta significativa diferença, auditores do IBGE fizeram uma aferição nos dados coletados entre os censos, quando se verificou que, em várias localidades do município, especialmente na zona rural, o número de domicílios e de habitantes contados era inferior ao que havia sido coletado pelo mesmo Instituto, no ano 2000. Por razões que desconhecemos, os números do censo do IBGE do ano 2000, irreais, superestimaram a nossa população.

No ano 2000, a população do bairro da Conquista era de 22.045 habitantes e o bairro possuía 5.703 domicílios. Já em 2.010, o mesmo bairro possuía 6.379 domicílios e registrava apenas 18.892 habitantes. Então, segundo o IBGE, ao tempo em que o número de residências cresceu 11%, houve uma redução da população em torno de 15% por cento. Portanto, o IBGE nunca conseguiu explicar razoavelmente os dados relevantes e incongruentes, constantes do censo do ano 2000 e que, a partir desse logro, vem gerando desdobramentos igualmente desacreditados, contrariando a lógica, a matemática e a percepção geral.

É considerando os números do ano 2000/2010, e utilizando os vetores resultantes desses levantamentos, que o IBGE vem fazendo a cada ano essas projeções, chegando a uma estimativa da população do município. Ora, se o vetor 2000/2010, revela decréscimo demográfico, atribui-se o mesmo declínio aos anos subsequentes, alheio às possibilidades de estagnação do decréscimo, ou mesmo reversão do vetor. Assim, a população de Ilhéus continuará definhando, mesmo que não seja verdade, até que um novo censo populacional seja efetuado.

Outros sintomas, como o aumento do número de domicílios e a quantidade expressiva de novas construções, além do considerável crescimento da “mancha urbana”, são fatos incontestáveis e que contrariam as projeções do IBGE. Ou seja, a incongruência se evidencia, mais uma vez: enquanto o município se expande e a população decresce.
Oficializamos a reclamação de Ilhéus no escritório do IBGE na Bahia, à metodologia questionável do Censo de 2000. Uma demanda jurídica para anulação do referido censo chegou a ser cogitada, mas demonstrou-se inviável, pois seria demasiadamente longa e os efeitos buscados se perderiam.

A título de esclarecimento, os novos números apresentados não representam nenhum tipo de prejuízo financeiro direto, mas, eventualmente, podem gerar consequências danosas nas avaliações sobre o nosso município, conquanto a prováveis investimentos pelos quais nos empenhamos diuturnamente, mas cujo decréscimo populacional pode vir a representar um dado desestimulante.

Por isso, em que pese a queda nos índices populacionais, faz-se necessário informar que Ilhéus se manteve com uma boa margem de segurança na faixa de transferências constitucionais a que teríamos direito, sobretudo o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
Externo as minhas convicções de que esse erro será desmistificado em 2020 – quando está previsto a realização de um novo Censo Demográfico Nacional – e a verdade restabelecida.

Ilhéus, 31 de agosto de 2017

José Nazal Pacheco Soub
Vice-prefeito e secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável

NAZAL: É PRECISO PENSAR DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO SEM VAIDADES

Tempo de leitura: 2 minutos
Nazal recomenda deixar vaidade de lado pelo desenvolvimento sul-baiano (Foto Maurício Maron).

Nazal recomenda deixar vaidade de lado pelo desenvolvimento sul-baiano (Foto Maurício Maron).

Ao participar do lançamento do Programa Líder, iniciativa do Sebrae e da Frente Nacional dos Prefeitos, o vice-prefeito de Ilhéus e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal, defendeu mais união entre os municípios que integram o Território Litoral Sul.

Nazal destacou que o Território Litoral Sul é composto por 26 municípios, mas metade da população se concentra em Ilhéus e Itabuna, que também detêm “muito mais da metade da receita”. Os dois maiores municípios, observou Nazal, pouco participam dos debates e não integram sequer o consórcio da Amurc (Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia).

– A região passa pela necessidade de os políticos, governantes e das pessoas em geral se despirem da vaidade pessoal e pensar conjuntamente o processo de desenvolvimento regional focado em iniciativas de desenvolvimento coletivo e de sustentabilidade – afirmou.


PROGRAMA LÍDER

Ilhéus foi a primeira cidade do interior baiano a conhecer o programa e, de acordo com o superintendente do Sebrae Bahia, Adhvan Furtado, essa conquista se dá graças ao potencial, a organização e a importância econômica que a região tem. O programa foi lançado ontem (21), no auditório do Hotel Aldeia da Praia, na zona sul.

Nazal participou do lançamento ao lado de lideranças públicas, privadas e representantes do terceiro setor da região sul da Bahia. Estiveram presentes também os secretários municipais Paulo Sérgio dos Santos (Indústria e Comércio) e Alcides Kruschewsky (Comunicação).

O objetivo do Programa Líder, segundo a gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo, é pensar estrategicamente o desenvolvimento sustentável da região, através do estabelecimento de uma aliança que faça convergir interesses de todos nas prioridades identificadas na área em sinergia com as políticas de Estado e do Governo Federal.

BANCO DO BRASIL IGNORA CENTENÁRIO DE AGÊNCIA ILHEENSE, UMA DAS PRIMEIRAS DO PAÍS

Tempo de leitura: 2 minutos
Agência foi inaugurada em prédio onde hoje o Sindicato Rural (Arquivo José Nazal).

Agência foi inaugurada em prédio onde hoje o Sindicato Rural (Arquivo José Nazal).

Nazal aponta deslize do BB.

Nazal aponta deslize do BB.

O correntista que se dirige à agência do Banco do Brasil na Marquês de Paranaguá, em Ilhéus, depara-se, em alguns momentos, com moradores de rua dormindo na área de autoatendimento, no térreo. O desleixo que caracteriza a agência também é notado pelo esquecimento de um fato histórico. Na última quarta (1º), a agência completou 100 anos. A data passou em branco.

Quem faz a recuperação histórica é o memorialista e fotógrafo José Nazal. A agência foi inaugurada em 1º de março de 1917, a 19ª instalada no País. Antiga capitania hereditária e uma potência econômica nacional à época, observa Nazal, o município ganhou agência antes mesmo que algumas capitais brasileiras.

“Conta a lenda que o maior depositante em dinheiro foi Coronel Misael Tavares, que fez um depósito de 2.300 contos de réis, uma fortuna para a época”, diz Nazal, que também é vice-prefeito e secretário de Planejamento de Ilhéus.  Ainda de acordo com o levantamento feito por Nazal, “o segundo maior depositante foi o Coronel José Gomes do Amaral Pacheco, que depositou 70 contos de réis”.

Para Nazal, o centenário da agência ilheense não ser lembrado pela própria instituição constitui-se “total desrespeito a nossa história, sequer fez uma singela comemoração”. O vice-prefeito, secretário e memorialista espera que o banco repare o erro histórico e, embora com atraso, faça a homenagem.

A agência foi inaugurada no prédio onde hoje funciona a sede do Sindicato Rural de Ilhéus, a poucos metros da agência atual, no centro histórico.

AUTORIDADES DESTACAM CONTRIBUIÇÃO DE ADERVAN PARA O SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: 2 minutos
Adervan faleceu ontem, no Calixto Midlej Filho.

Adervan faleceu ontem, no Calixto Midlej Filho.

A contribuição do jornalista José Adervan de Oliveira, 74 anos, para a região cacaueira sul-baiana foi destacada, hoje (13), pelos prefeitos Mário Alexandre, “Marão”, de Ilhéus, e Moacyr Leite, de Uruçuca, além do vice-prefeito ilheense José Nazal. Ambos emitiram nota de pesar pela morte de um dos fundadores do Jornal Agora, ocorrida ontem à tarde, no Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, após resistir, bravamente, contra câncer de próstata.

O prefeito Moacyr Leite Júnior ressaltou a importância de Adervan para o sul da Bahia. “Deixa uma lacuna não apenas na comunicação regional, mas no bom debate de ideias no campo da política e do desenvolvimento socioeconômico regional. Era, reconhecidamente, uma pessoa caridosa e que tinha devoção e amor pelo sul da Bahia”. Moacyr decretou três dias de luto em reconhecimento a Adervan.

Em nota, Marão e José Nazal, observaram, em nota, que o jornalista “José Adervan exerceu um papel de destaque no contexto da comunicação no Sul Bahia, nas últimas décadas, sendo um incansável defensor dos interesses da Região e do Município de Ilhéus”.

O presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), Daniel Leão, lamentou a perda. “Seu desaparecimento causou grande consternação à classe jornalística e a FICC expressa seus maiores sentimentos ao seu grande número de amigos, admiradores e familiares”.

ASSOCIAÇÃO COMERCIAL

A participação de Adervan nas questões regionais e a preocupação com o desenvolvimento foram citadas pelo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (Acei), Ronaldo Abude. “Um dos seus legados [deixados pelo jornalista], o Jornal Agora repercutiu as suas preocupações com os problemas da região cacaueira, como também transmitiu muitas conquistas.

O corpo de Adervan está sendo velado no SAF de Itabuna, na Juca Leão, ao lado do Grapiúna Tênis Clube. O enterro será às 16 horas, no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.

SINAPRO

A morte do jornalista também foi lamentada pela direção do Sindicato das Agências de Propaganda da Bahia (Sinapro-Bahia). “Fundador do jornal Agora, José Adervan era amante da política e mantinha uma coluna diária no jornal que fundou e do qual foi administrador. À família e aos amigos enlutados, o Sinapro-Bahia envia sinceras condolências”, destaca nota do sindicato.

EMBASA EMITE ALERTA PARA NOVO RACIONAMENTO DE ÁGUA EM ILHÉUS

Tempo de leitura: 2 minutos
Embasa alerta para risco de racionamento de água em Ilhéus (Reprodução).

Embasa alerta para risco de racionamento de água em Ilhéus (Reprodução).

Ilhéus poderá viver novo racionamento de água, segundo alerta emitido pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). De acordo com relatório, o nível de água da represa do Iguape já está 80 centímetros abaixo do ponto máximo de acumulação. No sul da Bahia, Itabuna já vive sob racionamento de água há uma semana.

– Caso atinja dois metros, defenderemos uma nova redução do volume de água distribuído à população até que a barragem volte a níveis seguros – informou o gerente do escritório local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

Segundo Lavigne, o volume médio atualmente distribuído para os subsistemas centro e norte é de 20 mil metros cúbicos, por dia.  O nível da barragem vem caindo por causa da estiagem no sul da Bahia e o aumento de consumo de água no verão. O município viveu racionamento d´água em 2016, por causa da forte estiagem que atingiu a região.

O alerta de possível racionamento foi emitido pela empresa estadual durante encontro de dirigentes da Embasa com representantes da prefeitura e do Ministério Público Estadual (MP-BA). A barragem do Iguape é o principal manancial do sistema de abastecimento do município sul-baiano.

COLAPSO HÍDRICO

Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Ilhéus, o vice-prefeito José Nazal disse que a implantação de novo sistema de racionamento “passa por uma situação de emergência, que pode ser decretada pela prefeitura caso se esgotem todas as possibilidades em curto prazo”. Nazal afirma que a ação será preventiva. “Agiremos antes da iminência de um colapso hídrico”, autor da convocação da reunião.

Os investimentos realizados pela Embasa em 2016 para aumentar a distribuição de água captada na barragem do Rio Santana, que atende a zona sul de Ilhéus, já estão reforçando o abastecimento da porção central da cidade em 3 mil metros cúbicos por dia, segundo a Embasa. A medida evita a retirada deste mesmo volume do Iguape.

BARRAGEM DA ESPERANÇA 

 

A promotora regional de Meio Ambiente em Ilhéus, Aline Salvador, informou que vai requerer do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) informações sobre a situação de todas as outorgas de exploração da bacia hidrográfica do Iguape.

– De nada adiantam medidas protetivas se não houver estudos sobre a real capacidade de suporte e adoção de critérios claros para o uso da água – ressaltou.

Leia Mais

ILHÉUS: MARÃO E NAZAL CONVOCAM TIME; PARTIDA COMEÇARÁ COM 9 TITULARES

Tempo de leitura: 4 minutos
Marão define secretariado, mas apenas 9 serão nomeados em janeiro (Foto Clodoaldo Ribeiro).

Marão define secretariado, mas apenas 9 serão nomeados em janeiro (Foto Clodoaldo Ribeiro).

O prefeito eleito de Ilhéus, Mário Alexandre (Marão), definiu as oito secretarias que terão titulares desde o primeiro dia de governo. Segundo ele, serão as pastas consideradas essenciais para o início da gestão. As elencadas são a Saúde, Educação, Serviços Urbanos, Turismo, Assistência Social, Comunicação e Relações Institucionais, além dos cargos de procurador-geral e controlador geral do Município.

De acordo com ele, as demais pastas serão comandadas por secretários já nomeados ou até mesmo funcionários de carreira. “Este formato possibilitará a continuidade dos trabalhos das pastas, nesta fase transitória, aproveitando o conhecimento técnico, burocrático, além da experiência na máquina pública, garantindo eficiência”.

A medida, além do corte de parte dos cargos comissionados, deverá proporcionar economia mensal de, aproximadamente, R$ 350 mil. Mas a economia nos primeiros três meses, segundo o prefeito e o vice, José Nazal, deverá ser de R$ 600 mil, já que os cortes de custos serão definidos após diagnóstico a ser elaborado nos primeiros meses de gestão.

O futuro secretário de Comunicação Social, o ex-vereador e radialista Alcides Kruschewsky, afirmou que algumas nomenclaturas de pasta ainda não existem, o que será possível após a reforma administrativa. Para o início de governo e proporcionar a economia planejada, disse, será feita uma espécie de minIrreforma administrativa. “Após os primeiros 90 dias, o governo vai, paulatinamente, nomeado para os cargos vagos”, disse ao PIMENTA.

O SECRETARIADO DE MARÃO

Planejamento e Desenvolvimento Sustentável – José Nazal Soub
Governo – Sérgio Sousa
Relações Institucionais – Alisson Mendonça
Fazenda – Elifaz Anunciação
Comunicação – Alcides Kruschewsky
Administração – Bento Lima
Assistência Social – Soane Galvão
Saúde – Luciene Moura
Educação – Eliane Oliveira

Turismo – Roberto Lobão
Interior – Angelito Dias Filho
Serviços Urbanos – Jorge Cunha
Infraestrutura – Hermano Fanhing
Indústria e Comércio – Paulo Sérgio dos Santos (Céo Modas)
Procurador Geral – Fabiano Almeida Resende
Controlador Geral – Alex Souza

No “leia mais”, confira o currículo de cada secretário.

Leia Mais
Back To Top