skip to Main Content
5 de julho de 2020 | 02:41 pm

ELEIÇÕES 2020: PESQUISA EM COARACI MOSTRA EMPATE TÉCNICO E PREFEITO REJEITADO

Tempo de leitura: 2 minutos

Panorâmica de Coaraci, no sul da Bahia, que tem vários pré-candidatos em 2020

Pesquisa Sócio Estatística feita neste domingo (1º) em Coaraci revela quadro eleitoral em aberto e gestão do prefeito Jadson Albano (PP) com grande desgaste, conforme o sociólogo Agenor Gasparetto, responsável pelo levantamento. O instituto ouviu 408 eleitores de Coaraci, no sul da Bahia, em pesquisa com margem de erro de 5 pontos percentuais.

Se a eleição ao governo municipal fosse hoje, o prefeito teria chance em um cenário com várias candidaturas, de acordo com a fotografia colhida na pesquisa. Já num cenário de polarização, perderia para a ex-prefeita Josefina Castro (PT), o ex-secretário Kadu Castro e Nino Torquato, conforme as simulações feitas.

Pesquisa estimulada (Coaraci)

Rodrigo do Portal – 0,98%
Jadson Albano – 12,75%
Josefina – 17,65%
Nino Torquato – 14,22%
Kadu Castro – 18,14%
Miltinho do Axé – 4,90%
Carlos Maia – 0,49%
Sinho Fernandes – 1,47%
Robson Reis – 0,25%
Janjão – 2,45%
Chico Bala – 1,72%
Outro – 0,25%
Não sabe – 18,63%
Nulo/branco – 6,13%

O prefeito perderia em eleição polarizada, conforme o instituto, se a eleição fosse hoje:

Jadson x Josefina
Jadson Albano – 16,91%
Josefina – 44,61%
Nulo/branco – 18,87%
Não sabe – 19,61%

Jadson X Kadu
Jadson Albano – 16,67%
Kadu Castro – 45,34%
Nulo/branco – 18,87%
Não sabe – 19,12%

Nino Torquato x Kadu Castro
Nino Torquato – 28,68%
Kadu Castro – 35,29%
Nulo/branco – 16,18%
Não sabe – 19,85%

PREFEITO É O MAIS REJEITADO

Apesar de ainda estar no primeiro mandato, o prefeito Jadson Albano é o mais rejeitado dentre os pré-candidatos mais bem posicionados, conforme a Sócio Estatística. Na pesquisa feita ontem (1º), 63,48% dos eleitores consultados disseram que não votariam em Jadson de jeito nenhum, enquanto 33,82% votariam nele.

Prefeita por dois mandatos, a professora Josefina Castro tem rejeição de 36,76%. Já outros 59,80% dos eleitores disseram que não rejeitam a ex-prefeita. Kadu Castro tem percentual de rejeição semelhante ao da tia e ex-prefeita: 36,78% rejeitam e 61,52% não rejeitam. Já Nino Torquato tem 38,48% de rejeição. Outros 58,58% não rejeitam.

TRÊS NOMES COM A COTAÇÃO EM ALTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

josef-viv-lenildo

Nas discussões em torno do futuro secretariado do governador eleito Rui Costa (PT), três nomes sul-baianos surgem com força. Dois deles são prefeitos petistas que tiveram papel decisivo na campanha do sucessor de Jaques Wagner: Josefina Castro, de Coaraci, e Lenildo Santana, de Ibicaraí.
Quando a campanha majoritária patinava no Sul da Bahia, a dupla de prefeitos tomou a rédea da mobilização e promoveu uma carreata com o então candidato por seis cidades, começando em Almadina e terminando com um grande comício em Ibicaraí. O evento teve repercussão tão positiva, que o vice-governador Otto Alencar, eleito para o Senado, sempre diz ter sido aquele o momento em que passou a acreditar com mais força na possibilidade de vitória de Rui.
Josefina e Lenildo, ambos em segundo mandato, também demonstraram força ao dar, nos respectivos municípios, as maiores votações aos seus candidatos a deputado federal e estadual (Geraldo Simões e Rosemberg Pinto).
Um terceiro nome sul-baiano que aparece com força para a composição do governo é o de José Vivaldo de Mendonça Filho, atual diretor executivo da CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional). Reconhecido como executivo competente, Vivaldo se encaixa no perfil técnico que Rui afirma desejar para sua administração.

PREFEITA TEM CONTAS APROVADAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Josefina lidera disputa.

Josefina lidera disputa.

As contas da prefeita de Coaraci, Josefina Castro(PT),  referentes ao exercício de 2012, foram aprovadas há pouco pelo Tribunal de Contas dos Municípios(TCM).  O relator foi o conselheiro Paolo Marconi.

É a quarta vez seguida que a gestora tem suas contas aprovadas. Josefina Castro, que acompanhou a votação no TCM, em Salvador, comemorou o resultado. “Para nós e nossa equipe, é uma satisfação mostrar o zelo que temos com a coisa pública”, declarou.

O assessor Carlos Alberto Ferreira, da empresa Conpus, observou que a administração cumpriu todos os índices constitucionais de destinação de recursos para saúde, educação e pagamento de

pessoal.

Back To Top