skip to Main Content
20 de fevereiro de 2020 | 12:07 pm

POLÍTICOS BAIANOS SÃO INVESTIGADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

As doações feitas pela UTC Engenharia a campanhas políticas de baianos, consideradas ilegais por ser, a empresa, uma concessionária de serviço público, está sendo investigada pelo procurador regional eleitoral auxiliar da Bahia, Vladimir Aras.

Segundo a assessoria da procuradoria, Aras tomou a atitude depois de ler a reportagem publicada ontem no jornal O Estado de S.Paulo, que aponta o governador baiano, Jaques Wagner (PT), e os deputados ACM Neto (DEM-BA) e Jutahy Jr (PSDB-BA) entre os principais beneficiados pelas doações.

A campanha de Wagner teria sido a que mais recebeu recursos diretos da UTC no País, R$ 2,4 milhões. Segundo a assessoria do governador, todas as prestações de contas relativas à campanha foram feitas dentro dos parâmetros estabelecidos pela Lei Eleitoral e não receberam nenhum questionamento, nem do Ministério Público. Informações d´A Tarde.

PF DESCOBRE ESQUEMA DE COMPRA DE VOTOS PARA JUTAHY JR.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Bahia Notícias
A delegacia da Polícia Federal em Ilhéus, no sul do estado, deflagrou na manhã desta quinta-feira (9) a Operação Paga, que desvendou um esquema de compra de votos em favor do deputado federal eleito Jutahy Magalhães (PSDB) e da deputada estadual eleita Claudia Oliveira (PTdoB).
O esquema, segundo informa a PF em nota, seria comandado pelo ex-prefeito de Buerarema, Orlando Filho. No dia do primeiro turno das eleições, foram realizadas buscas na residência do ex-prefeito da cidade e mais em dois locais, onde foram encontrados envelopes contendo cadastramento de eleitores e quase quarenta mil reais para pagamento pelos votos.
Os candidatos beneficiados no esquema de compra de votos foram eleitos com quase a mesma quantidade de votos no município de Buerarema, em número que muito se aproxima aos eleitores cadastrados nas listas apreendidas.
Leia mais: BENITO GAMA E HERALDO ROCHA TAMBÉM TERIAM SIDO FAVORECIDOS PELO ESQUEMA

Back To Top