skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 10:07 am

VITÓRIA DA CONQUISTA TEM 2,5 MIL NOTIFICAÇÕES E 300 CASOS CONFIRMADOS DE DENGUE

Vitória da Conquista tem 2,5 casos notificados de dengue.
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, confirmou, nesta segunda-feira (25), a notificação 3.342 casos suspeitos de Dengue, Zika e Chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.  Foram confirmados 319 casos de dengue e duas mortes causadas pela doença, no período de 1º de janeiro a 22 de maio.

Até o momento, além dos 319 casos confirmados de dengue, 61 foram descartados, 416 apresentaram diagnóstico inconclusivo em relação à doença e duas moradores do município morreram. Elas tiveram dengue hemorrágica. Já foram notificados, até agora, 2.560 casos suspeitos de dengue no município e 1.762 pacientes ainda aguardam resultado laboratorial.

CHIKUNGUNYA E ZICA

Com relação a Zica, dos 481 casos suspeitos notificados, três pessoas tiveram resultados confirmados laboratorialmente, 38 foram descartados e 71 apresentaram diagnóstico inconclusivo. Outras 369 pessoas notificadas com suspeita aguardam resultado laboratorial.

No caso da Chikungunya, foram notificados 301 casos suspeitos, sendo três casos confirmados laboratorialmente e 298 que ainda aguardam resultado de exames.

Em caso de sintomas de febre, dores articulares, dores abdominais e ao redor dos olhos, diarreia ou a presença de manchas avermelhadas pelo corpo, a pessoa deve procurar atendimento médico na unidade de saúde mais próxima de casa, onde será feita a notificação, orientações de cuidado e solicitação de exames de sangue específicos para detecção da Dengue, Zika ou Chikungunya.

A amostra é enviada ao Lacen Estadual, em Salvador, que realiza o exame laboratorial e dá um prazo de, no mínimo, 30 dias para divulgação do resultado – a demora na análise é justificada pelo atual cenário de pandemia do novo coronavírus que tem sobrecarregado o serviço.

SOBE PARA 11 O NÚMERO DE MORTES PELA COVID-19 EM ILHÉUS; 136 PESSOAS ESTÃO CURADAS

Ilhéus registra 11 óbitos|| Foto de José Nazal
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Ilhéus confirmou, na noite desta terça-feira (5), mais duas mortes de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Com isso, subiu de nove para 11 a quantidade de óbitos no município do sul da Bahia. Os detalhes sobre os pacientes mortos devem ser divulgados, nos próximos dias, pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

O boletim epidemiológico do município indica ainda 256 casos confirmados de Covid-19, 11 pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 141 aguardando resultado de exames feitos no Laboratório Central do Estado (Lacen). O município contabiliza ainda 136 pessoas recuperadas e 260 pessoas monitoradas pela Vigilância Epidemiológica.

VITÓRIA DA CONQUISTA TEM 471 CASOS SUSPEITOS DO NOVO CORONAVÍRUS E 17 CURADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde de Vitória da Conquista, do total de infectados pelo novo coronavírus, 17 pessoas estão curadas. O município do sudoeste baiano possui 471 casos notificados com suspeita epidemiológica de infecção pela doença.

Até agora, já foram confirmados 20 casos, sendo que um evoluiu para óbito. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, 329 casos já foram descartados e outros 122 estão em investigação, sendo que 61 estão aguardando resultado laboratorial.

Além disso, 61 aguardam coleta de amostra para serem enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), em Salvador. Os bairros Centro, Brasil, Recreio, Alto Maron, Urbis VI, Candeias, Primavera e Lagoa das Flores.

SOBE PARA 11 O NÚMERO DE PESSOAS CURADAS DA COVID-19 EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu para 11 o número de pessoas que receberam alta da quarentena para o tratamento do novo coronavírus em Ilhéus, informou a Secretaria de Saúde do município. Nesta sexta-feira (10), mais cinco pacientes tiveram cura clínica.

Fernanda Pinto, médica responsável pelo acompanhamento dos casos de Covid-19 no município, explica que esses pacientes atenderam às recomendações definidas pelo Ministério da Saúde, após 14 dias em isolamento domiciliar.

– Nos casos leves, consideramos a recuperação após 14 dias do início dos sintomas. Cumprindo esse prazo, normalmente, os pacientes estão assintomáticos e não devem mais fazer o uso de medicamentos. Então, são ditos recuperados e recebem alta. Porém, eles precisam seguir as recomendações direcionadas à comunidade em geral, mantendo os cuidados de higiene pessoal – afirma a médica.

Ilhéus tem 27 diagnósticos positivos para o novo coronavírus. Foram confirmados cinco novos casos ontem. A Central Covid-19 monitora 204 casos suspeitos de síndrome gripal. Outros 144 casos foram descartados e oito estão sob investigação, aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

CUIDADOS E PREVENÇÃO

Para evitar a propagação do vírus, os órgãos de saúde recomendam medidas básicas de higiene, dentre elas:

– Lavar as mãos (dedos, unhas, punho, palma e dorso) com frequência, com água e sabão, ou higienizar com álcool em gel 70%,e, de preferência, utilizar toalhas de papel para secá-las;

– Ao tossir ou espirrar, cubra nariz e boca com lenço ou com o braço, e não com as mãos;

– Se estiver doente, evite contato físico com outras pessoas e fique em casa até melhorar;

– Evite tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Ao tocar, lave sempre as mãos com água e sabão;

– Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, toalhas, pratos e copos.

COARACI TEM SEGUNDO CASO DE COVID-2019; AURELINO LEAL REGISTRA O PRIMEIRO

Coaraci registra o segundo caso de coronavírus; Aurelino Leal tem o primeiro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Subiu de 57 para 59 o número de casos confirmados do novo coronavírus em municípios do sul da Bahia. Agora, são 11 localidades com moradores infectados pela doença.  Na tarde desta terça-feira (7), a Secretaria de Saúde de Aurelino Leal recebeu do laboratório Central da Bahia (Lacen) o resultado positivo de um paciente.

Trata-se de um paciente de 75 anos, que está em isolamento domiciliar no distrito de Poço Central.  Não foi divulgado o sexo da pessoa infectada, que está sendo acompanhada pela Vigilância Epidemiológica do Município.  É um caso importando de São Paulo.

Já Secretaria de Saúde de Coaraci confirmou o segundo caso doença no município. A pessoa infectada é esposa do homem que testou positivo no último dia 30. O casal está em isolamento domiciliar e é acompanhado pela Vigilância Epidemiológica.

Assim como o caso de Aurelino Leal, o primeiro caso confirmado em Coaraci foi de um homem de 30 anos que retornou recentemente de São Paulo, estado que registra a maior quantidade de ocorrências e mortes no país. São 5.600 casos e 371 óbitos até a noite de hoje.

SESAB JÁ DESCARTOU MAIS DE 100 CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS

Paciente viajou aos Estados Unidos e reside em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) descartou 106 casos suspeitos de coronavírus no estado. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado no início da noite desta terça-feira (10), não houve alteração no número de pessoas que contraíram a doença.

Segundo a Sesab, os casos confirmados de coronavírus no estado são de Feira de Santana. São uma mulher, que retornou da Itália no final do mês passado, e a funcionária dela. Os dados indicam ainda que 56 casos suspeitos são analisados pelo laboratório.

A Secretaria de Saúde da Bahia reforça que os casos graves da doença devem ser encaminhados a um hospital de referência para isolamento e tratamento. Os casos considerados leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de uma amostra, que será encaminhada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-BA).

BAHIA INVESTIGA 15 CASOS SUSPEITOS DE CORONAVÍRUS E DESCARTA OUTROS 32

15 casos suspeitos de coronavírus são investigados na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia registrou 47 casos notificados com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo 21 excluídos por não se enquadrarem no protocolo do Ministério da Saúde, 11 foram descartados laboratorialmente e 15 aguardam análise laboratorial. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (2) pela Secretaria Estadual de Saúde.

Os municípios notificantes foram Camaçari, Feira de Santana, Ilhéus, Itabuna, Jacaraci, Jequié, Lauro de Freitas, Salvador, Teixeira de Freitas, Tucano e Vitória da Conquista. Estes números representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA) em conjunto com os Cievs municipais.

O paciente com diagnóstico positivo para o novo coronavírus pode cursar com grau leve, moderado ou grave. A depender da situação clínica, pode ser atendido em unidades primárias de atenção básica, unidades secundárias ou precisar de internação. Mesmo definindo unidades de referência, não significa que ele só pode ser atendido em hospital.

Os casos graves devem ser encaminhados a um Hospital de Referência para isolamento e tratamento. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e instituídas medidas de precaução domiciliar.

DIAGNÓSTICO

O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Na suspeita de coronavírus, é necessária a coleta de duas amostras, que serão encaminhadas com urgência para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen).

Para confirmar a doença, é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o genoma viral. O diagnóstico do coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito.

Com o objetivo de ampliar as medidas de prevenção contra infecções virais como Coronavírus, H1N1, H3N2 e Influenza B, as autoridades sanitárias municipais e estadual vem sensibilizando a sociedade sobre a importância da higiene regular das mãos e ratificar a necessidade de cumprimento da Legislação Estadual nº 13.706/2017, que determina a disponibilização de dispensadores de álcool gel por parte de estabelecimentos comerciais que prestam serviços diretamente à população.

EXAMES DETERMINARÃO CAUSA DA MORTE DE JOVEM COM SUSPEITA DE DENGUE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rafael faleceu ontem (Foto Reprodução).

Rafael faleceu ontem (Foto Reprodução).

Amostras de sangue de Rafael Monteiro Esteves foram encaminhadas para o Laboratório Central (Lacen), da Secretaria Estadual de Saúde), para exames sorológicos.

O paciente anos faleceu ontem (11), após ser internado em estado grave no Hospital São Lucas. O Departamento de Vigilância Epidemiológica de Itabuna aguardará o resultado dos exames.

Ontem, o secretário de Saúde de Itabuna, Paulo Bicalho, afirmou ao Pimenta que o paciente apresentava outro problema de saúde.

Em nota, a Vigilância Epidemiológica informou que Rafael apresentou quadro de anemia ao ser avaliado no São Lucas, na quarta-feira, quando apresentava estado febril. Ele foi liberado, porém retornou ontem (11) pela manhã, já em estado gravíssimo, falecendo momentos depois.

NOTA DE PESAR

Rafael faleceu aos 23 anos de idade. Ele cursava Administração na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC Itabuna). A instituição de ensino superior emitiu nota de pesar em que lamentou “o falecimento prematuro do jovem acadêmico”. Rafael se preparava para iniciar o 3º semestre do curso.

Back To Top