skip to Main Content
8 de maio de 2021 | 04:05 am

GOVERNO FEDERAL ARRECADA R$ 3,3 BILHÕES EM LEILÃO DE AEROPORTOS

Realizado pela Anac, leilão ocorreu nesta quarta-feira (7)
Tempo de leitura: < 1 minuto

Em leilão realizado hoje (7) na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), foram concedidos 22 aeroportos em 12 estados, arrecadando-se R$ 3,3 bilhões em outorgas. A concorrência foi feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em três blocos: Norte, Sul e Central.

A Companhia de Participações em Concessões, parte do grupo CCR, arrematou o bloco Sul, por R$ 2,1 bilhões, e o lote Central, por R$ 754 milhões. Os lances representam, respectivamente, ágio de 1.534% e 9.156% em relação aos lances mínimos. A Vinci Airports ficou com o bloco Norte, pagando R$ 420 milhões, um ágio de 777% sobre o preço mínimo estipulado.

OS BLOCOS

Estão no bloco Norte os aeroportos de Manaus (AM), Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista (RR). O lance mínimo havia sido estipulado em 47,9 milhões.

No bloco Sul foram concedidos os terminais de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Navegantes (SC), Londrina (PR), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS). O valor mínimo para esse lote era de R$ 130,2 milhões.

O bloco Central é composto pelos aeroportos de Goiânia (GO), São Luís (MA), Teresina (PI), Palmas (TO), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA). O lance mínimo era de R$ 8,1 milhões.

O Ministério da Infraestrutura espera que os terminais, por onde circulam cerca de 24 milhões de passageiros por ano, recebam aproximadamente R$ 6,1 bilhões em investimentos. Devem, segundo o ministério, ser investidos R$ 2,85 bilhões no bloco Sul, R$ 1,8 bilhão no Central e R$ 1,4 bilhão no Norte. Os contratos de concessão tem validade de 30 anos. Agência Brasil.

GOVERNO FEDERAL LEILOA CONCESSÃO DE 22 AEROPORTOS

Aeroporto Afonso Pena, em Curitiba, está entre terminais que vão a leilão || Foto Portal da Copa
Tempo de leitura: 2 minutos

Com a previsão de resultar em investimentos de R$ 10 bilhões, o governo promoverá nesta semana o leilão de 22 aeroportos, uma ferrovia e cinco terminais portuários. Chamada pelo governo de Infra Week, a semana de leilões começa hoje (7), com a concessão dos terminais aéreos à iniciativa privada por 30 anos.

Divididos em três blocos regionais, os aeroportos serão leiloados a partir das 10h na sede da B3, em São Paulo. Os lances mínimos serão de R$ 130,2 milhões pelo Bloco Sul, R$ 47,8 milhões pelo Bloco Norte e R$ 8,1 milhões pelo Bloco Central.

Vencerão os consórcios que oferecerem o maior ágio sobre o preço mínimo de cada bloco. Os valores – lance mínimo mais ágio – serão pagos imediatamente após o leilão. A partir do quinto ano de contrato, os consórcios terão de pagar ao governo um percentual da receita obtida a cada ano, até o fim do contrato.

Integram o Bloco Sul os aeroportos de Curitiba, Foz do Iguaçu (PR), Londrina (PR), Navegantes (SC), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS). O Bloco Central é composto pelos aeroportos de Goiânia, São Luís, Imperatriz (MA), Teresina, Palmas e Petrolina (PE). Fazem parte do Bloco Norte os aeroportos de Manaus, Tabatinga (AM), Tefé (AM), Porto Velho, Rio Branco, Cruzeiro do Sul (AC), e Boa Vista.

Os 22 aeroportos a serem leiloados correspondem a 11% do tráfego aéreo nacional de passageiros, de acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O governo estima investimentos de R$ 6,1 bilhões nos aeroportos concedidos à iniciativa privada, dos quais R$ 2,8 bilhões no Bloco Sul, R$ 1,8 bilhão no Bloco Central e R$ 1,4 bilhão no Bloco Norte.

OUTROS LEILÕES

Já o terminal do porto de Pelotas (RS) é voltado para carga em geral, em especial toras de madeira, contribuindo para a cadeia logística da produção de celulose, e tem uma área de cerca de 23 mil m².

Segundo o Ministério da Infraestrutura, as concessões dos terminais portuários devem resultar em investimentos de R$ 600 milhões pela iniciativa privada em modernização e melhorias. Vencerá a disputa quem oferecer o maior valor de outorga.

DETRAN DA BAHIA LEILOA VEÍCULOS E SUCATAS

Veiculos serão leiloados pela internet
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) realiza o primeiro leilão de carros e motos deste ano, além de lotes de sucatas para recondicionamento ou reciclagem. A visitação pública acontece em Teixeira de Freitas e Senhor do Bonfim, entre os dias 13 e 19 deste mês. Já o fechamento do leilão ocorre no dia 20 de janeiro, a partir das 9h.

O evento acontecerá na modalidade site www.hastaleiloes.com.br, onde é possível conhecer o edital e dar lances. Os veículos em situação regular têm lances a partir de R$ 200, sucatas aproveitáveis a partir de R$ 100 e as sucatas para reciclagem serão ofertadas por peso.

Empresas interessadas em adquirir sucatas devem possuir o certificado de Registro para o Exercício da Atividade de Desmonte de Veículos Automotores, Comércio de Peças Usadas ou Reciclagem de sucatas, emitido após o credenciamento junto ao Detran-BA.

Para solicitar este credenciamento, é preciso apresentar a documentação exigida no edital no setor de Protocolo do Detran-BA, ou no posto de atendimento do seu município, direcionado à Comissão da Central de Credenciamento (CCC) e preencher um requerimento específico.

CONCESSÃO DE TRECHO DA FIOL NO SUL DA BAHIA É APROVADA; LEILÃO SERÁ EM ABRIL

Tempo de leitura: 2 minutos

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou, nesta terça-feira (15), o edital de concessão de um  trecho da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL 1). Será leiloado o  trecho entre os municípios de Ilhéus,, no sul da Bahia, e Caetité, no oeste do estado.  O edital será publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (16).

Com a publicação, a expectativa é que o leilão da ferrovia ocorra em abril de 2021, na B3, em São Paulo. Os investimentos a serem realizados no trecho serão de R$ 5 bilhões ao longo do prazo da concessão, sendo sua maior parte aplicada nos primeiros cinco anos do contrato em obras remanescentes e complementares.

O projeto possui extensão de 537 quilômetros e é um importante corredor de escoamento de minério de ferro. O corredor logístico vai permitir, neste primeiro momento, o escoamento para o mercado externo do minério de ferro do oeste baiano por meio do futuro Porto Sul, em Ilhéus.

SEGUNDA CONCESSÃO

O plano de extensão ainda prevê uma segunda concessão entre Caetité e Barreiras, visando a produção de grãos do oeste baiano. O projeto prevê integração com a Ferrovia Norte-Sul, indo ao encontro do objetivo de integração das malhas ferroviárias e melhora das condições logísticas do país.

De acordo com a minuta do edital, o prazo de concessão será de 35 anos. A remuneração da concessionária se dará pelo recebimento da tarifa de transporte, da tarifa de direito de passagem, da tarifa de tráfego mútuo, das receitas decorrentes das operações acessórias e da exploração de projetos associados, nos termos definidos no Edital e no Contrato.

Os estudos preveem uma carga transportada de 18,4 milhões de toneladas nos primeiros anos de operação, podendo chegar a 41,2 milhões de toneladas em 2035. A expectativa é que sejam gerados mais de 65 mil empregos diretos, indiretos e efeito-renda (quando um emprego é gerado a partir da transformação da renda dos trabalhadores e empresários em consumo).

POPÓ ARRECADA R$ 90 MIL EM LEILÃO DE CINTURÃO PARA AJUDAR FAMÍLIAS CARENTES

Popó arrecada R$ 990 mil com leilão de cinturão mundial
Tempo de leitura: < 1 minuto

O leilão do cinturão mundial conquistado pelo ex-lutador Acelino Popó Freitas rendeu R$ 90 mil. O lance inicial foi de R$ 20 mil. O dinheiro arrecadado será usado para ajudar famílias em dificuldades por causa da pandemia do novo coronavírus.

Conquistado no dia 12 de janeiro de 2002, na luta em derrotou o cubano Joel Casamayor, em Las Vegas, nos Estados Unidos, o cinturão foi arrematado por um empresário de Pernambuco.  “É com muito carinho que eu passo esse cinturão para Andre Cavalcante, dono de uma empresa de energia solar, de Recife”, disse Popó.

Acelino Popó destacou ainda que o empresário está ajudando muita gente, muitas famílias. “Que ele possa guardar com muito carinho, como eu guardei. Tem muita gente passando dificuldade e essa foi minha forma de ajudar”,  afirmou emocionado ao fazer o anúncio nas redes sociais, neste domingo (12).

TRT5 LEILOA 208 BENS NAS REGIÕES DE ITABUNA, JUAZEIRO, FEIRA DE SANTANA E BARREIRAS

Tempo de leitura: 2 minutos

Veículo será um dos bens leiloados pelo TRT5

O leilão de bens do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5) oferece 208 lotes penhorados nas regiões de Itabuna, Feira de Santana, Barreiras e Juazeiro. Os lances online já podem ser feitos na página oficial. No mesmo site é possível conferir a listagem completa dos bens ofertados e detalhes sobre a participação no pregão. O leilão será concluído no dia 4 de março.

Na região de Itabuna, entre os bens estão prédios, fazendas, equipamentos, terrenos e casas em municípios como Ilhéus, Itacaré, Gongogi, Gandu e Ubaitaba. Um dos destaques é o edifício que pertence à Fundação Hospitalar de Itacaré. Localizado no centro da cidade, o imóvel foi penhorado em 4 de abril do ano passado e está avaliado em R$ 1 milhão. O lance inicial é de R$ 518 mil.

OUTROS BENS

Em outras regiões, entre as ofertas está um veículo Citroen C4 Pallas, modelo 2011/2012, avaliado em R$ 20 mil e lance mínimo de R$ 10 mil. Os interessados podem ainda adquirir um caminhão Ford F4000, ano 2005, avaliado em R$ 32 mil, e que tem lance mínimo de R$ 16 mil.

Também é possível arrematar um galpão de 350,16 m² de área construída, avaliado em R$ 800 mil, com lance mínimo de R$ 400 mil, além de uma máquina embaladora automática da marca OK Automation, avaliada em R$ 75 mil. O lance mínimo é R$ 37,5 mil.

Outro destaque é o lote 13, com 24 cabeças de gado, com peso total de 240 arrobas, avaliado em R$ 46 mil e lance mínimo de R$ 23 mil. Na lista de itens, há ainda uma máquina misturadora para fabricação de argamassa. Ela está  avaliada em R$ 265 mil, com lance mínimo de R$ 132,5 mil.

LEILÃO DO TRT5 OFERECE 130 LOTES DE BENS EM ITABUNA, ILHÉUS E OUTROS MUNICÍPIOS BAIANOS

Tempo de leitura: 2 minutos

Fazenda em Trancoso está avaliada em R$ 3 milhões

Quem pretende comprar casas, fazendas, terrenos, veículos, apartamentos, dentre outros bens, já pode fazer os lances para o leilão do Tribunal Regional do Trabalho da Quinta Região na Bahia, no Polo Itabuna. Na lista de bens estão dezenas de imóveis e móveis no sul, extremo-sul, sudoeste,  e municípios de outras regiões do estado.

Em Ilhéus, entre os lotes estão um edifício industrial, medindo 14,6 mil m², no Distrito Industrial, e uma casa em Olivença, na rua Juracy Magalhães. A residência mede 39 m² e tem lance mínimo de R$ 200 mil. Já o interessado no prédio industrial precisa apresentar oferta mínima de R$ 908 mil.

Em Arataca, o destaque é a fazenda Conjunto Santa Luzia-Santa Helena que está avaliada em R$ 120 mil, com lance mínimo de R$ 60 mil. Outros lotes a venda no sul da Bahia estão localizados nos municípios de Buerarema, Ibirapitanga, Itabuna, Ibicaraí, Itajuípe, Gongogi, Ibirataia e Gandu.

No extremo sul, entre os bens disponíveis está a fazenda Nova Alegria, em Trancoso, distrito de Porto Seguro. A propriedade  é o bem mais valioso dos itens disponíveis para arremate no leilão online do polo regional de Itabuna. O lance inicial (lote 15) para adquirir a fazenda, que possui 59 hectares, é de R$ 1,5 milhão. A área está avaliada em R$ 3 milhões.

Leia Mais

JUSTIÇA VAI LEILOAR PEDRAS PRECIOSAS, IMÓVEIS E QUADRO DE PINTOR MODERNISTA

Tempo de leitura: 2 minutos

Entre os imóveis está um apartamento neste prédio, na Pituba

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA) realiza, no dia 5 de junho,  leilão com 268 lotes, entre os quais bens de grande valor cultural e econômico. O primeiro destaque é um quadro do artista baiano Carlos Bastos, assinado em 1974, avaliado em R$ 8.860,00.

Já entre as peças de maior valor material há um conjunto de seis joias com pedras preciosas, banhadas em ouro 18 quilates, avaliadas no total em R$ 44.057,00. O leilão, que acontecerá às 9h, no auditório do Fórum do Comércio (rua Miguel Calmon, 285), em Salvador, contará ainda com outros bens, como aparelhos celulares, casas, automóveis, eletrodomésticos e calçados.

O lote 59 oferece um conjunto de joias com diversas pedras preciosas. Entre esses bens está um anel de esmeralda, um anel de topázio imperial e peças como um colar de ouro com diamantes brutos e lapidados, um colar de rubi, safira e esmeralda, um colar com safira e um colar de rubi lapidado. As seis peças podem receber lances a partir de R$ 22.028,50.

OBRA DE ARTE E IMÓVEIS

O quadro “Freira sentada em uma cadeira, costurando uma colcha de retalhos” (lote 71) é uma obra do artista e pintor Carlos Bastos consagrado na Bahia e no Brasil por ser líder do Movimento Modernista Brasileiro. O bem pode ser adquirido pelo lance mínimo de R$4.430,00.

Leia Mais

POR DÍVIDA TRABALHISTA, RESORT DE ITACARÉ VAI A LEILÃO PELA METADE DO PREÇO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Resort esteve entre os mais luxuosos do litoral baiano || Divulgação

O Eco Resort Itacaré já foi dos mais badalados resorts do litoral baiano. Agora, será levado a leilão no próximo dia 8 de agosto, com lance inicial de R$ 5 milhões, para pagamento de ações no âmbito da Justiça do Trabalho, polo de Itabuna. O leilão foi determinado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5).
Construído pelo empresário Kléber Almeida, Itacaré Eco Resort foi adquirido pela Cavalcanti Patrimonial e Administração de Bens Próprios Ltda, do investidor João Cavalcanti, há mais de cinco anos.
Desde 2014, o resort enfrentava problemas trabalhistas, até com registro de greve dos funcionários por causa de atraso de salários (relembre aqui). Os interessados no imóvel já podem dar lances, via internet, no site da RJ Leilões. É o lote 27.

GOVERNO ADIA LEILÃO DA EBAL/CESTA DO POVO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Leilão da Ebal/Cesta do Povo é remarcado para março

A Comissão Especial constituída para conduzir o processo de alienação da participação acionária do Estado no capital da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal/Cesta do Povo) decidiu adiar o leilão da empresa para 15 de março.
Segundo comunicado distribuído neste sábado (24), o “objetivo do Governo do Estado e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) é garantir aos interessados mais tempo para se prepararem para apresentar as propostas”. O que, traduzindo, pode significar baixo interesse do mercado na aquisição da Cesta do Povo
Antes previsto para a próxima segunda (26), o leilão ocorrerá a partir das 9h do próximo dia 15, no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), 4ª Avenida, nº 415. O Edital de licitação pode ser encontrado no site da SDE.

CESTA DO POVO VAI A LEILÃO NA 2ª

Tempo de leitura: < 1 minuto

Cesta do Povo deve ser leiloada na próxima segunda || Foto Reprodução

Após fechar mais de dois terços das lojas e demitir quase todos os funcionários, o governo estadual definiu o leilão da Empresa Baiana de Alimentos (Ebal/Cesta do Povo) para a próxima segunda-feira (26), às 10h, no auditório da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.
A Ebal conta, hoje, com 49 das 169 lojas e dívida de R$ 45 milhões. Após beirar a falência em 2006, a Ebal foi recuperada, mas voltou a enfrentar problemas de liquidez. O governo anunciou a intenção de vende-la já em 2015.
O processo pode chegar ao fim três anos depois, caso aparecem interessados no que restou do negócio, dentre eles o Credicesta, que tem cerca de 50 mil usuários do cartão – todos servidores estaduais -, além de imóveis e centrais de distribuição.

DETRAN LEILOA EM 9 MUNICÍPIOS 3,7 MIL VEÍCULOS E SUCATAS APREENDIDOS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Detran da Bahia leiloa veículos apreendidos

Detran da Bahia leiloa veículos apreendidos|| Foto ddivulgação

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-BA) iniciou, nesta segunda-feira (23), por Santa Maria da Vitória, na região oeste, a rodada de leilões que vai alcançar nove municípios baianos até o dia 1° de novembro. São oferecidos 3,7 mil veículos e sucatas apreendidos em ações de fiscalização.

Os lances começam em R$ 100 e poderão ser feitos nas modalidades presencial e online (brbid.com), simultaneamente. Os leilões vão acontecer também nas cidades de Irecê, Ipirá, Itaberaba, Amargosa, Conceição do Coité, Serrinha, Alagoinhas e Lauro de Freitas

ANEEL FAZ LEILÃO DE LINHAS DE TRANSMISSÃO DE ENERGIA EM 20 ESTADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

energia_marcelo_casalA Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) promove hoje (13), na BM&F Bovespa, na capital paulista, leilão para contratação de serviço de transmissão de energia elétrica em 20 estados do país.

Serão licitados 24 lotes de empreendimentos, com 6,5 mil quilômetros de linhas de transmissão, localizados nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

A expectativa de investimentos é de R$ 12,2 bilhões. As instalações devem entrar em operação comercial no prazo de 36 a 60 meses a partir da data de assinatura dos contratos. A soma das Receitas Anuais Permitidas (RAP) máximas dos lotes é de R$ 2,5 bilhões. O concessionário vencedor terá direito ao recebimento, por 30 anos, da RAP pela prestação do serviço. A estimativa é que sejam gerados 27.640 empregos diretos. Da Agência Brasil

ANTES DE LEILÃO, EBAL FECHA 35 LOJAS DA CESTA DO POVO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Cesta do Povo fecha 35 lojas em todo o estado (Foto Reprodução).

Cesta do Povo fecha 35 lojas em todo o estado (Foto Reprodução).

Até a próxima segunda-feira (22) um total de 35 lojas da Cesta do Povo serão fechadas pela Empresa Baiana de Alimentos (Ebal), do governo baiano. Desde o início de dezembro passado e até o final de janeiro, 20 lojas haviam sido fechadas.

Nesta semana, a empresa, em comunicado interno, anunciou o fechamento de mais 15 lojas. Segundo comunicado, quatro das 15 lojas da Cesta do Povo a serem fechadas estão ligadas à central de distribuição de Buerarema. São as unidades de Itaju do Colônia, Itambé, Caatiba e Potiraguá.

Também serão fechadas lojas em Iguaí, Nova Canaã, Poções, Queimadas, Monte Santo, Esplanada, Entre Rios, Cardeal da Silva, Acajutiba, Itanagra e Salvador (Jardim Nova Esperança).

LEILÃO

A Ebal/Cesta do Povo deverá ir a leilão, na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), em março. A data ainda não foi divulgada, mas é possível que seja novamente adiada. A primeira data prevista foi 8 de janeiro. O preço mínimo divulgado pelo Governo Baiano foi R$ 81 milhões.

Demissões e incertezas quanto ao futuro têm deixado funcionários apreensivos, mesmo aqueles concursados. A maior queixa de quem ainda não foi demitido é a falta de transparência no processo.

DIREÇÃO DA FTC ANUNCIA INTERESSE EM LEILÃO DE IMÓVEL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Campus da FTC em Itabuna terá dois novos cursos (Foto Waldyr Gomes).

Prédio ocupado pela FTC será levado a leilão (Foto Waldyr Gomes).

A direção da FTC em Itabuna anunciou hoje (27) que participará do leilão do imóvel que ela ocupa, na Praça José Bastos, centro. O diretor Januário Mourão e Lima, por meio de comunicado, disse que a “instituição já havia manifestado aos gestores municipais o interesse em adquirir o imóvel”. O prédio de seis andares pertence à Prefeitura de Itabuna.

De acordo com o diretor, a FTC participará do leilão “mesmo tendo iniciado os investimentos para a construção da sede própria, não só pela localização, como também pelo valor histórico que o prédio tem para a FTC e a própria cidade de Itabuna”.

O dirigente ressaltou ser prioridade a aquisição “por diversos fatores, dentre eles o fato de que a instalação do campus da FTC no imóvel, no ano de 2001, ainda é um marco referencial para na consolidação da cidade como polo de ensino superior, bem como para a economia do município”.

O município informou ontem (26) que venderá o imóvel, por meio de leilão, por que o aluguel do imóvel era “antieconômico”. A faculdade pagava R$ 12 mil pelo aluguel de prédio com seis andares, localizado no centro da cidade.

Em 2013, o município acionou a FTC dizendo ser credora de uma dívida de R$ 8,5 milhões da instituição (relembre aqui). O valor é relativo a suposta dívida com impostos e aluguel.

Back To Top