skip to Main Content
28 de outubro de 2020 | 10:39 am

MAGAL DEFINE APOIO À REELEIÇÃO DE BEBETO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Magal, de verde, apoiará reeleição de Bebeto

O ex-vereador de Ilhéus, Fábio Magal, selou o apoio à reeleição do deputado federal Bebeto Galvão (PSB), conforme anúncio feito nesta quinta (17). É apoio significativo para Bebeto no município sul-baiano. Magal foi o vereador mais votado de Ilhéus na eleição de 2012 e, mesmo não tendo conseguido a reeleição em 2016, mantém um forte grupo aliado no município e dá continuidade ao trabalho social que o notabilizou em toda a cidade.

Segundo o ex-vereador, a adesão ao projeto Bebeto se deu como reconhecimento ao trabalho que o deputado faz em prol do município. “Bebeto já destinou mais de R$ 10 milhões em emendas a Ilhéus, demonstrando a seriedade com que trata as demandas de nossa gente. Além disso, todos os integrantes de nosso grupo referendaram essa decisão, o que me deixa muito confortável”, finalizou Magal, que decidiu pelo apoio a Sérgio Gomes (PR) para o parlamento estadual.

EX-SECRETÁRIO CONSEGUE VAGA NA UTI DO SÃO JOSÉ

Tempo de leitura: < 1 minuto
Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

Macedo sofre de cardiomiopatia de grau 4

O ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo, que sofre de cardiomiopatia de grau 4 e necessita ser submetido a transplante do coração, conseguiu vaga ontem (17) na UTI do Hospital São José. Antes, ele ficou durante dois dias na enfermaria da unidade da Santa Casa de Misericórdia de Ilhéus, apesar de apresentar estado de saúde muito delicado.

O caso do ex-secretário foi relatado pelo PIMENTA na quarta-feira (16) – confira. A nota informa que, enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa implantar um ressincronizador cardíaco, cirurgia que na Bahia somente é realizada pelo SUS no Hospital Ana Nery, de Salvador.

Logo após a publicação da nota no blog, alguns políticos procuraram a família do ex-secretário. Entre os que se mostraram solidários, estão o deputado federal Bebeto Galvão (PSB) e a deputada estadual Ângela Sousa (PSD), com quem Macedo já trabalhou. Antes, apenas o vereador Fábio Magal lhe prestava auxílio.

Em nota, a deputada Ângela afirma que somente na última quarta-feira teve conhecimento de que seu ex-assessor estava internado. “A partir de então, entrei em contato com o secretário de Saúde, Fábio Vilas Boas, solicitando seu apoio na transferência para Salvador”, diz a nota. A deputada também colaborou, junto à Central de Regulação do SUS, para que Macedo conseguisse uma vaga em UTI.

ILHÉUS: EX-SECRETÁRIO TEM QUADRO DE SAÚDE DELICADO E PRECISA DE TRANSPLANTE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Augusto Macedo, quando era secretário de Assistência Social de Ilhéus em um período do governo Newton Lima

Augusto Macedo, quando era secretário de Assistência Social de Ilhéus em um período do governo Newton Lima

É muito grave o estado de saúde do ex-secretário de Assistência Social de Ilhéus, Augusto Macedo. Portador de cardiomiopatia dilatada, de grau 4, ele necessita ser submetido a um transplante de coração.

Macedo enfrenta dificuldades financeiras para arcar com os custos de seu tratamento. Sem encontrar vaga na UTI do Hospital Geral Luiz Viana Filho, ele acabou sendo internado na enfermaria do Hospital São José, setor que não tem estrutura adequada para um paciente com um quadro de saúde tão delicado.

Fragilizado pela doença, o ex-secretário depende de respirador mecânico e utiliza cadeira de rodas. Para aumentar sua chance de sobrevida enquanto aguarda na fila do transplante, Macedo precisa de um ressincronizador cardíaco (espécie de marcapasso). Pelo SUS, o hospital credenciado na Bahia para instalar o aparelho é o Ana Nery, de Salvador.

De acordo com Macedo, o Ana Nery realiza apenas seis cirurgias desse tipo por semana. O ex-secretário tenta uma vaga para receber o implante e segue sua luta pela vida, contando com poucos amigos que ainda o apoiam, a exemplo do vereador Fábio Magal. Outros políticos aos quais ele serviu o abandonaram no momento mais difícil de sua vida.

MAGAL COBRA DE ISAAC INFORMAÇÕES DO CONTRATO E TAXAS DE GUINCHO EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto
Magal questiona Isaac sobre contrato com empresa de guincho em Ilhéus (Fotomontagem).

Magal questiona Isaac sobre contrato com empresa de guincho em Ilhéus (Fotomontagem).

O secretário de Desenvolvimento Urbano de Ilhéus, Isaac Albagli, deverá prestar informações à Câmara de Vereadores sobre o contrato celebrado entre município e a empresa que presta serviço de guincho à Superintendência Municipal de Trânsito e Transportes (SUTRAN). O pedido de informações foi apresentado pelo vereador Fábio Magal (PSC) e aprovado em plenário.

Magal o procedimento adotado pelo governo para escolher a empresa e qual é o gasto mensal com o serviço. Segundo o vereador, proprietários de veículos têm reclamado de cobranças abusivas. Ele quer saber dos critérios utilizados para fixar os preços cobrados pelos serviços de guincho e estadia dos veículos apreendidos.

Magal lembra que se viu forçado a recorrer à justiça para tentar obter respostas sobre questões cotidianas da gestão municipal. Segundo ele, o governo deve esclarecimentos aos cidadãos, pois “falta transparência” aos critérios que estabeleceram os valores das taxas cobradas.

JABES PREPARA O “BOTE” EM MAGAL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Relação de Magal e Jabes ficaram estremecidas há mais de um ano (Foto Divulgação).

Relações de Magal e Jabes ficaram estremecidas há mais de um ano (Foto Divulgação).

O prefeito Jabes Ribeiro está atraindo o PSC para a sua base de apoio, o que deve fragilizar o projeto de reeleição do vereador Fábio Magal. As conversas começaram após um show do Irmão Lázaro em Ilhéus, no Louvar Verão. Lázaro é deputado federal pelo partido e deve assumir o controle da legenda na Bahia.

Internamente, o desgaste de Magal aumentou quando ele decidiu pelo apoio a Fábio Souto (DEM) na disputa à Assembleia Legislativa, quebrando acordo com Heber Santana, filho do dirigente estadual do PSC, Eliel Santana. Não há interesse do partido em salvá-lo, segundo fontes.

Magal terá que, por exemplo, trabalhar forte para se recuperar em regiões onde foi bem votado, a exemplo do Hernani Sá. Mas terá contra si a Máquina de Vingança de Jabes, operada pelo irmão John Ribeiro. Os Irmãos Ribeiro não gostaram nada de ver Magal indo ao procurador-geral de Justiça, Márcio Fahel, denunciar arbitrariedades político-administrativas cometidas pelo governo ilheense.

IPTU DE ILHÉUS PODE AUMENTAR EM 300%, DIZ MAGAL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Magal critica reforma proposta por Jabes.

Magal critica reforma proposta por Jabes.

O vereador Fábio Magal (PSC) acredita que o projeto de reforma do Código Tributário de Ilhéus pode resultar em aumento de até 300%, caso seja aprovado da forma como enviado pelo prefeito Jabes Ribeiro à Câmara.
Magal critica, ainda, o fato de a proposta ter sido encaminhada somente em 18 de novembro. A votação está prevista para hoje à tarde.
Segundo o vereador, não há tempo hábil para apreciação do projeto e elaboração de emendas. “O prefeito quer empurrar [a reforma] goela abaixo por ter maioria na casa”, disse ao PIMENTA.

O vereador classificou a reforma, em regime de urgência, como “golpe” contra o bolso do contribuinte. Magal disse entender a necessidade de reforma tributária, mas discorda da forma como está sendo discutida.

VEREADOR PEDE QUE MP APURE GASTOS COM DIÁRIAS

Tempo de leitura: < 1 minuto
magal entregando representação ao MP

Magal diz que Jabes desrespeita a Câmara

A suspeita de uso excessivo e indevido de diárias pagas pelos cofres públicos levou a uma representação contra o prefeito de Ilhéus junto ao Ministério Público Estadual.
A iniciativa é do vereador Fábio Magal (PSC), que em outubro do ano passado apresentou requerimento para que o prefeito Jabes Ribeiro justificasse o uso das diárias perante a Câmara Municipal. A proposta foi aprovada pelo legislativo, mas ainda assim o gestor não deu satisfações sobre os gastos com viagens.
Magal acusa Ribeiro de transgredir a lei e desrespeitar as prerrogativas da Câmara. “Jabes desrespeita a Lei Municipal n° 3.520, que obriga o gestor a apresentar relatórios das viagens realizadas em nome do município”, aponta o vereador.
Sobre o desrespeito às atribuições do legislativo, o denunciante afirma que “isso fica claro toda vez que ele ignora uma solicitação da Câmara e fere a Lei Orgânica do Município, em seu artigo 33”.

MAGAL NEGA DESEJO DE VOLTAR AO SEIO JABISTA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O vereador ilheense Fábio Magal (PSC) atribui a fonte petista o boato de que ele estaria propenso a retornar à base do prefeito Jabes Ribeiro (PP). O possível retorno foi noticiado na manhã desta quinta-feira (16) pelo site Ilhéus 24 horas.
Por meio de sua assessoria, Magal informou que nos próximos dias encaminhará denúncia contra o prefeito junto ao Ministério Público Estadual. Segundo o vereador, isso prova que ele não tem a intenção de voltar para a base do governo.
Segundo a nota da assessoria, “Magal pede à opinião pública de Ilhéus que não acredite nessa mentira, que provavelmente foi criada por integrantes do PT”.

BANCADA EVITA CONVOCAÇÃO DE JABES

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em meio ao pandemônio instalado em Ilhéus há mais de 40 dias, o vereador Fábio Magal (PSC), neo-adversário do prefeito Jabes Ribeiro (PP), tentou aprovar um requerimento para a convocação do chefe do executivo. Magal afirma que desejava ouvir explicações sobre a crise, que afeta toda a cidade e tem reflexos no comércio.

A possibilidade de ver Jabes aperreado na Câmara, no entanto, não será concretizada porque a bancada do prefeito cuidou de evitar o constrangimento. O pedido de Magal foi derrubado por sete votos a seis.

“Jabes está blindado na Câmara”, diz o vereador.

SEM CARGOS OU… CEM CARGOS?

Tempo de leitura: < 1 minuto

O rififi entre o prefeito de Ilhéus, Jabes Ribeiro (PP),e o vereador Fábio Magal (PSC) segue em temperatura elevada. De acordo com a assessoria de Magal, o chefe do executivo estaria espalhando que seu rompimento com o governo é do tipo “para inglês ver”.

Ao desembarcar da base governista, Magal anunciou ter devolvido os cinco cargos que possuía em seu quinhão. Logo em seguida, o semanário A Região, de Itabuna, publicou que o vereador ilheense não teria apenas cinco, mas cem cargos no governo.

Magal diz que é mentira e aponta Jabes como autor do falatório. Em recente sessão da Câmara, ele interpelou o líder do governo, Adelmário “Gurita” (PP), que confirmou a versão do colega sobre o número de cargos.

Back To Top