skip to Main Content
26 de maio de 2020 | 03:20 am

ITABUNA TERÁ ALAN BAHIA COMO TÉCNICO E NEGOCIA COM EX-JOGADORES PROFISSIONAIS

Tempo de leitura: 3 minutos

Rafle Salume, da LIF: Alan Bahia como técnico e projetos para o futebol

A Liga Itabunense de Futebol (LIF) aposta na experiência do ex-atleta Alan Bahia para resgatar a alegria da torcida em acompanhar as partidas da equipe amadora e voltar a disputar um título do Campeonato Intermunicipal. Os dirigentes também negociam com dois ex-jogadores profissionais, um com passagem por time da primeira divisão futebol brasileiro e outro que atuou na Europa.

O presidente da LIF, Rafle Salume, relata ao PIMENTA que as conversas com os dois atletas estão bem adiantadas. “Eles se empolgaram com o projeto, que não é apenas para o futebol, mas social, com foco também nas crianças que hoje não têm a opção de uma atividade no turno oposto ao escolar”, explica.

Os jogadores que podem jogar pela Seleção de Itabuna são Marcone, que atuou em times como o Bahia, e outro com passagem pelo futebol da Rússia. “Estamos trabalhando para viabilizar a reversão dos registros dos dois jogadores. Também estamos buscando um acerto com o jogador Ganso, um atleta muito bom e com experiência em Campeonato Intermunicipal”.

Campeão brasileiro pelo Athletico-PR, Alan Bahia treinará a Seleção de Itabuna

BRIGA POR TÍTULOS

Apesar das dificuldades financeiras e pouco apoio, afirma Rafle, a LIF está tentando montar uma seleção para brigar por título. “Queremos resgatar a glória que a cidade viveu na década de 50, quando Itabuna era praticamente imbatível e contou com atletas como Fernando Riela”. A Seleção de Itabuna foi octacampeã do Intermunicipal ao conquistar os títulos da competição de 1958 a 1965.

A seleção também contará com jogadores de Itabuna e que já atuaram em outras seleções do sul da Bahia. A expectativa é de que o grupo esteja formado até o dia 1º de julho, quando inicia a preparação para disputar um dos maiores campeonatos de futebol amador do mundo. A competição começa no dia 4 de agosto e a Federação Bahiana de Futebol (FBF) deve fazer o sorteio dos grupos no próximo mês.

Além da montagem da equipe, Rafle Salume corre contra o tempo para conseguir apoios para viabilizar o projeto. “Vamos ter uma folha enxuta, mas precisamos muito dos empresários da nossa cidade e do apoio do poder público para transformar o sonho em ter uma excelente equipe em realidade”, disse ao PIMENTA.

CAMPEÃO BRASILEIRO

Ele ressalta que não está tentando montar apenas uma seleção, mas criar equipes de futebol feminino e para as crianças. “Precisamos oferecer opção para que a criança não escolha um caminho errado. O esporte é uma ferramenta muito importante para transformação das pessoas. Junto com a educação, o esporte  é uma arma poderosa, principalmente para as pessoas  mais carentes”.

Questionado sobre o porquê da escolha de Alan Bahia como treinador, o presidente da LIF respondeu de bate pronto: “A história dele é espetacular. Foi campeão Brasileiro e vice-campeão da Taça Libertadores com o Athletico Paranaense e que mais vestiu a camisa daquele time. Teve passagem destacada também por outras equipes do futebol brasileiro”. Além de equipes nacionais, o agora treinador jogou por equipes do futebol japonês e árabe – Vissel Kobe e Al-Khor.

Rafle Salume lembrou também que Alan possui experiência como treinador de futebol.  No início do ano, o itabunense foi auxiliar técnico na equipe do Nacional, em Manaus (AM). “Enquanto jogador profissional, ele representou muito bem Itabuna. É um vencedor, exemplo de sucesso no futebol”.

MARCONE AMARAL SINALIZA QUE DISPUTARÁ SUCESSÃO EM ITAJUÍPE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Após encerrar carreira no Qatar, Marcone entra na política em Itajuípe.

Após encerrar carreira no Qatar, Marcone entra na política em Itajuípe.

Vitorioso nos gramados mundiais, o empresário e ex-jogador de futebol Marcone Amaral quer entrar em outro campo, o da política. A sinalização foi dada em um perfil que o empresário e ex-atleta mantém nas redes sociais.

A proposta de candidatura estava posta na cidade e o empresário costumava responder que estudava a situação do município. Se a candidatura se confirmar, vai mexer com o jogo sucessório que tem como candidatos a prefeita Gilka Badaró e Si Dantas, que tenta preservar o espólio eleitoral familiar.

No Qatar, onde fez carreira, Marcone participou da festa de encerramento da temporada 2014/2015 onde confirmou a sua aposentadoria dos gramados. Ele deixou claro em sua postagem que estava direcionando todos os seus esforços para o Brasil, em especial a Itajuípe, o que deixou os amigos e simpatizantes na cidade completamente eufóricos com a possível candidatura.

De tradicional família do município sul-baiano, Marcone mantém vários empreendimentos em Itajuípe, empregando dezenas de pessoas. Uma das empresas, a M5, da área de comunicação visual, é uma das maiores em solo sul baiano.

Back To Top