skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 12:49 am

RIO CACHOEIRA NO FOCO

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Rio Cachoeira é tema de vídeos preparados por alunos de uma escola particular de Itabuna em uma gincana anual. Os alunos foram divididos em duas equipes (Tatu e Gnomos) e, ao final, produziram vídeos chamando atenção para a necessidade de preservar o rio que banha Itabuna por meio de paródias, uma delas de uma música do sertanejo Cristiano Araújo. Confira:
Gnomos

Tatu

SÃO GERALDO É ACUSADA DE DESPEJAR ÓLEO NO RIO CACHOEIRA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Empresa é acusada de poluir Rio Cachoeira em Ilhéus.

Empresa é acusada de poluir Rio Cachoeira em Ilhéus (Foto Divulgação).

A Viação São Geraldo vai levar multa das grandes. A empresa está sendo acusada de despejar esgoto e óleo numa rede de águas pluviais na Avenida Esperança, em Ilhéus, onde está localizada a sua garagem.

O descarte irregular desse tipo de material, que vai parar no Rio Cachoeira, foi descoberto depois que homens da prefeitura iniciaram um reparo na rede de águas do local.

VAZAMENTO DE ENCÍCLICA CONTRARIA O PAPA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A primeira encíclica do papa Francisco sobre as mudanças climáticas foi divulgada nessa segunda-feira (15) pela revista italiana L’Espresso, o que motivou reação negativa do Vaticano.

Na versão divulgada do documento, a qual o Vaticano diz não ser o texto final, Francisco apela à humanidade para que mude o estilo de vida e o consumo de energia, sob pena de graves consequências. A divulgação oficial está marcada para quinta-feira (18).

Entre estes resultados, está uma “destruição inédita do ecossistema” até o final deste século que, de acordo com o papa, “vai ter consequências graves para todos”.

Ainda segundo o que foi revelado, Francisco diz que as alterações climáticas são um problema provocado principalmente pelo homem.

O jornal britânico The Guardian informou que o Vaticano solicitou aos jornalistas que não divulgassem os detalhes do documento, argumentando que não era a versão final e classificando o vazamento de informação como “um ato de sabotagem contra o papa”.

PREFEITURA INTERDITA SERRALHERIA BARULHENTA NO JAÇANÃ

Tempo de leitura: 2 minutos
Serralheria no Jaçanã é interditada pela prefeitura (Foto Pedro Augusto).

Serralheria no Jaçanã é interditada pela prefeitura (Foto Pedro Augusto).

A Prefeitura de Itabuna interditou uma serralheria que funcionava irregularmente em um galpão na Avenida Manoel Chaves, no Bairro Jaçanã, atendendo à reclamação de moradores que apresentaram queixa ao Ministério Público estadual sobre o barulho, principalmente depois das 18 horas, finais de semana e feriados.

A interdição aconteceu na manhã de hoje, quando fiscais da Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo e agentes da Coordenadoria da Defesa Civil, com apoio da Guarda Civil Municipal, notificaram o proprietário e lacraram o estabelecimento. Além da poluição sonora e ambiental, a serralheria não tinha alvará de construção do galpão nem licença ambiental, dentre outras irregularidades constatadas, segundo o secretário José Humberto Martins.

Mesmo tendo sido notificado ano passado pela prefeitura devido às mesmas irregularidades, o dono do estabelecimento não cumpriu a determinação de apresentar defesa em 15 dias. Também não cumpriu as recomendações da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) para sanar as falhas estruturais do imóvel para que a construção fosse liberada.

BARULHO AFERIDO

Um relatório da vistoria, elaborado pelos fiscais do município há um ano, aponta entre as irregularidades a abertura laterais do imóvel, quando para esse tipo de atividade há exigência legal de construção de paredes com isolamento acústico. Foi constatado ainda que os ruídos causados pelo uso de máquinas industriais de cortes e ferramentas pesadas ultrapassavam os limites aceitáveis de 60 decibéis pré-estabelecidos pela Lei Municipal nº 2.195/2011.

Outro transtorno causado aos moradores de casas e edifícios vizinhos pelo cheiro forte ou mau odor de produtos químicos usados no processo de fabricação de grades, estruturas metálicas e forros. Para solucionar esse problema havia sido recomendado pela fiscalização municipal que exaustores fossem instalados para retirar o odor proveniente dos serviços realizados e direcioná-lo para longo das residências na área externa da serralheria, o que também não ocorreu. Para retomar suas atividades o proprietário terá que cumprir as determinações da prefeitura, independentemente de outras sanções cabíveis.

BAÍA DE CONTRASTES

Tempo de leitura: < 1 minuto
(Foto Eliés Haun Neto)

 Baía do Pontal, em Ilhéus, poluída por dejetos e entulhos lançados por “cidadãos” (Foto Eliés Haun Neto).

A beleza da Baía do Pontal, em Ilhéus, contrasta com o cenário de degradação ambiental. Esgoto – e entulhos – é lançado sem nenhum tipo de tratamento nas águas da baía. Aos cidadãos, falta consciência – alguns diriam respeito mesmo. E a Embasa, responsável pelo saneamento de Ilhéus, o que diz deste cenário?

ITACARÉ: SUCURI CAPTURADA EM PRAIA É SOLTA EM PARQUE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Sucuri de 6 metros é devolvida à natureza (Reprodução Itacaré Notícias).

Sucuri de 6 metros é devolvida à natureza (Reprodução Itacaré Notícias).

A cobra sucuri gigante capturada na Praia da Coroinha, em Itacaré, ontem (26), foi solta hoje no Parque Estadual Serra do Conduru, em Serra Grande. O animal mede cerca de 6 metros e pesa 120 quilos. A soltura da cobra foi feita por homens do pelotão de Ilhéus da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa).

AÉCIO, MARINA E O TUCANATO

Tempo de leitura: 2 minutos

marco wense1Marco Wense

O tucanato de FHC trata a candidatura de Aécio Neves com frieza e indiferença.

Os tucanos do PSDB paulista estão cada vez mais frios e indiferentes com a candidatura de Aécio Neves à presidência da República.
Nem mesmo a melhora nas pesquisas, dando uma sobrevida ao candidato, fazendo renascer a esperança do ex-governador (MG) ir para um segundo turno, sensibilizou o tucanato de FHC.
Pela Vox Populi, divulgada na última terça-feira (23) pela TV Record e pelo conceituado jornal Valor Econômico, a diferença entre Marina Silva e Aécio é de apenas cinco pontos (veja aqui).
A ex-ministra do Meio Ambiente do então governo Lula caiu de 27% para 22%. O tucano subiu dois pontos, de 15% para 17%. A presidente Dilma Rousseff, que busca o segundo mandato, saiu de 36% para 40%.
Aliás, a marca do tucanato paulista sempre foi o da frieza diante dos fatos. Essa turma é de uma insensibilidade inominável. E olhe que Aécio é um tucano de plumagens exóticas, não é um tucano qualquer.

Aécio Neves (PSDB).

Aécio Neves em Itabuna (Foto Pimenta).

Aécio sabe de tudo. Não é nenhum neófito nas artes da política e, muito menos, marinheiro de primeira viagem. O melhor caminho é o de ficar parecendo que não sabe de nada.
Milhões de “santinhos” serão distribuídos com a foto de Geraldo Alckmin, candidato ao Palácio dos Bandeirantes (reeleição), com a ambientalista Marina Silva (PSB).
Marina já autorizou a dobradinha, digamos, tucano-socialista. Alckmin, por sua vez, se faz de desentendido. Farinha pouca meu pirão primeiro. O “companheiro” Aécio que se dane.
O engraçado é que Marina descartava, de maneira até radical, qualquer possibilidade de aproximação com Geraldo Alckmin. Quando o assunto era o PSDB, a ex-petista só colocava José Serra na lista dos bons tucanos.
Marina, em nome da “nova política”, despreza os partidos políticos, chega até a satanizá-los. Acha que pode governar negociando com cada parlamentar. Vai ser um Deus nos acuda. Um varejão.
Só resta ao candidato Aécio Neves esperar o fim do processo sucessório. O troco fica para 2018, já que Alckmin é candidato ao Palácio do Planalto. É bom lembrar que Aécio é mineiro. É mineirinho.
Marco Wense é articulista do Diário Bahia.

EM SALVADOR, MULTA PARA QUEM JOGAR LIXO NO CHÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

lixonochaoQuem jogar lixo não chão em Salvador, a partir de dezembro, poderá ser punido no bolso com multas que podem variar de R$ 67,23 a R$ 2.016,90., segundo a presidência da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb). O decreto que regulamenta a Lei 8.512/2013 deverá ser publicado até o final deste ano pelo prefeito ACM Neto, segundo matéria d´A Tarde.
A publicação do decreto, porém depende da contratação de 40 profissionais para fiscalizar os “porcões”. O valor da multa ainda será definido, mas haverá ação educativa.
O “porcão” receberá advertência ao ser flagrado. A multa virá em caso de reincidência. O cidadão ainda poderá responder, judicialmente, por crime ambiental.
Se Itabuna copiar a iniciativa…
 

"NATUREZA LIVRE" RESGATA 150 PÁSSAROS NO SUL DA BAHIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Operação apreendeu 150 pássaros, que serão devolvidos ao seu habitat.

Operação apreendeu 150 pássaros, que serão devolvidos ao seu habitat.

Policiais do 2º Pelotão da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) em Ilhéus libertaram 150 pássaros que eram criados ilegalmente na região, parte deles mantida em cativeiro para comercialização.
Dentre as aves apreendidas, estão curiós, canários da terra, assanhaço e chorão. Elas estão sendo observadas por biólogos da ONG SOS Mamíferos, para serem devolvidos ao seu habitat. A operação começou na última sexta (18).

O DESENVOLVIMENTO EMPOBRECEDOR DE ITACARÉ

Tempo de leitura: 2 minutos

O turismo em Itacaré tem se caracterizado por ser ecologicamente predatório, economicamente concentrador, socialmente iníquo e culturalmente alienante”.

 

Economista aponta danos causados pelo turismo sem planejamento em Itacaré (foto Pimenta)

Economista aponta danos causados pelo turismo sem planejamento em Itacaré (foto Pimenta)

O aumento do fluxo turístico ocorrido nos últimos anos em Itacaré, no litoral sul da Bahia, e a falta de planejamento da atividade turística, têm provocado um desenvolvimento “empobrecedor”, que ameaça o ciclo turístico na região. Esse é o diagnóstico do economista Elton Silva Oliveira, que é mestre em cultura e turismo, pesquisador independente e socioambientalista. A conclusão está em sua tese desenvolvida no Mestrado em Cultura e Turismo, do extinto programa da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) / Universidade Federal da Bahia (Ufba).
Ex-integrante do Núcleo Temático de Turismo para o Desenvolvimento Regional da Uesc (NTT/UESC), o economista aponta os impactos socioambientais e econômicos do turismo em Itacaré e seus reflexos no desenvolvimento local. Para Oliveira, “o turismo em Itacaré tem se caracterizado por ser ecologicamente predatório, economicamente concentrador, socialmente iníquo e culturalmente alienante”.
O pesquisador observa que houve melhora sensível no IDH de Itacaré, mas, por outro lado, condena a forma como a atividade turística  se estabeleceu no município, gerando aumento do custo de vida, degradação ambiental, elevação dos índices de criminalidade, prostituição, tráfico de drogas, violência, especulação imobiliária, importação de mão-de-obra e ocupação urbana desordenada.

Leia Mais

MP-BA E MPF FAZEM RECOMENDAÇÕES PARA LICENÇA AMBIENTAL DO PORTO SUL

Tempo de leitura: < 1 minuto
Porto Sul será construído na zona norte de Ilhéus.

Porto Sul será construído na zona norte de Ilhéus.

Os ministérios públicos Estadual (MP-BA) e Federal (MPF) divulgaram questionamentos e recomendações feitos ao Ibama e governos estadual e federal para o licenciamento ambiental do Porto Sul. Um documento foi entregue ao Ibama, na semana passada, contendo observações quanto aos estudos e planos ambientais do empreendimento que será construído na zona norte de Ilhéus. Serão dois terminais de uso privado e investimentos de até R$ 3,5 bilhões.
Os questionamentos dizem respeito à “supressão da vegetação e possível agravo de risco à sobrevivência de espécies de fauna e flora; ao licenciamento e à modelagem de capacidade e suporte de outros empreendimentos que podem se estabelecer na área, além da autossustentabilidades das fontes de extração e produção dos itens a serem transportados via Porto Sul.
Uma das grandes preocupações expressas é quanto ao descarte do material dragado do porto e ao método de mitigação da erosão na costa e programas de compensação ambiental e compensatório de plantio. Dentre as recomendações, o cuidado com a qualidade do ar e a dispersão de poluentes na atmosfera.
Os ministérios públicos também chamam a atenção para investimentos de compensação previstos para o ano passado e não concluídos. Outra recomendação é quanto aos programas de controle de pragas, doenças, contaminações e exposição das comunidades a problemas de saúde decorrentes do empreendimento.

PETROBRAS OFERECE GASOLINA MENOS POLUENTE

Tempo de leitura: < 1 minuto

Isabela Vieira | Agência Brasil
O meio ambiente recebe, desde 1º de janeiro, menos gases poluentes oriundos da queima de combustível fóssil. A Petrobras iniciou o ano disponibilizando gasolina com baixo teor de enxofre, atendendo à exigência da Agência Nacional do Petróleo (ANP).
O anúncio oficial do lançamento das novas gasolinas – comum epremium – com menor composição de enxofre – foi feito hoje (7), na sede da empresa, no Rio de Janeiro. No evento, a estatal não comentou as causas dos frequentes acidentes na Refinaria Duque de Caxias (Reduc), na Baixada Fluminense.
O novo produto, chamado de gasolina S-50, por ter 50 miligramas (mg) de enxofre por quilo (kg), tem um teor 94% menor da substância, considerada extremamente poluente. O limite de enxofre na gasolina era 800 mg/kg, mas a Petrobras ofereceu, no ano passado, o combustível com 225 mg/kg.
Com isso, a previsão da empresa é diminuir a emissão anual de 35 mil toneladas de óxido de enxofre na atmosfera. Outros gases poluentes também deixarão de ser liberados pelos carros.
De acordo com a Petrobras, toda a rede de postos está habilitada a comercializar a nova gasolina menos poluente. O combustível da Petrobras será vendido pelo preço do antigo.
Leia mais

A CABRUCA E A MUDANÇA NA CEPLAC

Tempo de leitura: < 1 minuto

Da coluna Tempo Presente (A Tarde)

O secretário Eugênio Splenger (Meio Ambiente) só espera a Procuradoria do Estado dar o parecer final no decreto 14.024, que regulamenta a lei ambiental da Bahia.

A decisão, ansiosamente aguardada na região cacaueira, foi determinar que a cabruca é um sistema produtivo agroflorestal, e não mata atlântica, bioma que tem legislação própria, com restrições mais severas. Eugênio diz que no início de 2014 estará tudo pronto:

– É uma aspiração do pessoal do cacau e nós vamos fazer com certeza.

TROCA INFELIZ – Aliás, o grande formulador da política que dá uma luz à região do cacau para a construção de um novo tempo, o superintendente da Ceplac na Bahia, Juvenal Maynart, está com os minutos contados à frente da instituição.

Tal e qual Fábio Mota na secretaria-geral do Ministério do Turismo (que já pediu demissão), ele foi indicado por Geddel e deve seguir o mesmo caminho (o que é uma pena).

APENAS 30% DOS MUNICÍPIOS DEVEM CONCLUIR PLANOS DE SANEAMENTO

Tempo de leitura: 2 minutos

Da Agência Brasil

Leito do Rio Cachoeira no trecho urbano de Itabuna.

Itabuna, que ainda não concluiu plano de saneamento, despeja quase todo seu esgoto sem tratamento no Rio Cachoeira

Apenas 30% das 5.570 prefeituras brasileiras devem concluir em 2013 o Plano Municipal de Saneamento Básico, previsto pela Lei 11.445/2007, que tornou obrigatória a elaboração dos planos, segundo estimativa do Ministério das Cidades e da Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar). Pelo cenário atual, 70% dos municípios ficarão impedidos de receber recursos federais para aplicar no setor, já que o Decreto 7.217/2010 determinou que, a partir de janeiro de 2014, o acesso a verbas da União ou a financiamentos de instituições financeiras da administração pública federal destinados ao saneamento básico estará condicionado à existência do plano.

Segundo a Pesquisa de Informações Básicas Municipais 2011 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 609 municípios já haviam elaborado seus planos de saneamento. “Trabalhamos com a perspectiva de até o final do ano ter 30% dos municípios com seus planos concluídos. Esperávamos que o número fosse bem maior. Os prefeitos têm que correr para elaborar os planos porque o cenário com o qual o ministério trabalha é que esses prazos sejam mantidos”, disse o secretário nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Osvaldo Garcia.

Para ele, é inconcebível um município “não ter um planejamento sobre uma área tão importante como o saneamento básico”. “O prefeito tem que destinar a verba da prefeitura para o que ele acha prioritário. Ele precisa saber se acha o plano de saneamento prioritário ou não. Mas ele vai ter que responder não recebendo verbas [para o setor] a partir do ano que vem”.

Leia mais

AGRESSÕES À APA DA LAGOA ENCANTADA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Foto2

Construções de alvenaria, feitas às margens da Lagoa Encantada, põem em perigo os importantes remanescentes da mata atlântica existentes na área. A prefeitura de Ilhéus e o Ministério Público não se pronunciam sobre o assunto. A região é tombada e transformada em Área de Preservação Ambiental (APA da Lagoa Encantada), reconhecida pela Unesco como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Mesmo assim, está abandonada à própria sorte, devido à incapacidade do município de criar no local as bases institucionais para a exploração turística.

Ocupando uma área superior a 20 km², a lagoa (alimentada pelo rio Almada) é centro de uma área de manguezais e restingas, sendo um espaço da mais alta significação para a biodiversidade, e de grande importância parta a proteção de espécies ameaçadas na região Sul da Bahia.
Afirma-se a APA da Lagoa Encantada é a última chance de conservação de determinados espécimes da fauna e da flora da mata atlântica, endêmicas da região. Tais espécimes estão emaçados devido à ação irresponsável dos construtores e à inação dos governantes.
Back To Top