skip to Main Content
19 de janeiro de 2021 | 06:13 pm

JUSTIÇA FEDERAL SUSPENDE OS DIREITOS POLÍTICOS DE GEDDEL VIEIRA

Geddel foi condenado por improbidade|| Foto Valter Campanato/Agência Brasil
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Justiça Federal em Brasília determinou a perda da função pública e suspendeu, por cinco anos, os direitos políticos do ex-ministro Geddel Vieira Lima. Ele foi condenado em uma ação por improbidade administrativa e ainda pode recorrer da decisão.

A justiça determinou ainda que Geddel Vieira pague multa de 10 vezes o valor que recebia quando era ministro. Além disso, não pode contratar com o poder público ou receber incentivos fiscais durante três anos.  A sentença foi publicada nesta terça-feira (31).

Geddel foi condenado numa ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público. Ele foi denunciado em 2016 por Marcelo Calero, então ministro da Cultura no governo de Michel Temer (MDB).

Na época, Calero relatou que o então chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República estava lhe pressionando a produzir parecer técnico favorável à execução de uma obra  de um prédio de alto padrão em Salvador.  A obra dependia de uma autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Back To Top