skip to Main Content
11 de agosto de 2020 | 06:41 pm

URUÇUCA: ACESSO À REPRESA DA SERRA GANHA PAVIMENTAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Obras de pavimentação vão facilitar acesso à Represa da Serra

O acesso a um dos principais cartões postais de Serra Grande, a Represa da Serra, está sendo pavimentado pela Prefeitura de Uruçuca. As obras de calçamento da Rua da Represa 1 são acompanhadas pelo prefeito Moacyr Leite Júnior.

O gestor, conforme a assessoria, tem cobrado qualidade e eficiência nós servicos. “Com a rua pavimentada, moradores e turistas poderão caminhar com mais facilidade e conforto, para aproveitar ainda mais este atrativo natural.”, afirmou.

Moacyr garantiu que os trabalhos serão intensificados em Serra Grande. “A cada dia, Serra Grande se desenvolve e se valoriza. As obras de pavimentação fomentam ainda mais o turismo do nosso paraíso, atraindo mais visitantes e gerando mais renda aos moradores”, concluiu.

PREFEITURA DE URUÇUCA TERÁ NOVO CENTRO ADMINISTRATIVO EM 2019

Tempo de leitura: < 1 minuto

Prefeito e equipe técnica discutem funcionamento da nova sede administrativa

O prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite, visitou nesta quarta (7) a futura sede do Centro Administrativo, na antiga creche Rubi Mancuzo, no bairro Waldeck Ornellas. Acompanhado da arquiteta Bia Goulart, secretários e assessores, Moacyr disse que o objetivo da visita foi “planejar o funcionamento com qualidade de atendimento e a otimização dos espaços com um conceito de integração com a comunidade”.
A nova sede, afirma Moacyr, vai valorizar o bairro que já passa por pavimentação de várias ruas, em um investimento de R$ 394 mil com recursos do Ministério das Cidades, através de emenda parlamentar, e contrapartida do município. A possibilidade de ter todas as secretarias da administração reunidas em um só local sempre foi um desejo do prefeito Moacyr.
O prefeito considera que a população só tem a ganhar, seja na agilidade ou no aumento da integração das atividades. “Espero que no início de 2019 nós estejamos entregando mais este presente ao nosso povo, que tanto merece um acolhimento devido e com eficiência”, disse.

CASA DO PARTO NÃO SEGUIA NORMAS DO MINISTÉRIO DA SAÚDE, DIZ PREFEITO

Tempo de leitura: < 1 minuto
Moacyr aponta problemas na estrutura da Casa do Parto

Moacyr aponta problemas na estrutura da Casa do Parto

O prefeito Moacyr Leite assegurou a reforma da Casa de Parto (Promater) para que, segundo ele, o equipamento funcione em condições dignas. A decisão pelo fechamento temporário da Casa ocorreu ao constatar problemas como infiltrações, levando ao risco de infecção, e desrespeito a normas do Ministério da Saúde.

Segundo o prefeito, o equipamento foi inaugurado às vésperas das eleições. “Nosso objetivo é dotar a Casa do Parto de condições satisfatórias para atendimento digno às gestantes. Para isso, vamos fazer as intervenções necessárias”, disse o prefeito.

Com a reforma do espaço onde funciona a Casa do Parto, o município espera adequar-se às normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e oferecer parto humanizado. “Queremos evitar deslocamento [de gestantes] para Ilhéus e Itabuna, [com os partos sendo feitos no município]”, afirma a secretária de Saúde de Uruçuca, Domilene Borges.

URUÇUCA: JUSTIÇA INDEFERE O REGISTRO DE CANDIDATURA DE MOACYR LEITE

Tempo de leitura: < 1 minuto
Moacyr: pedido de registro indeferido.

Moacyr: pedido de registro indeferido.

O juiz Daniel Álvaro Ramos, da 198ª Zona Eleitoral, indeferiu o pedido de registro de candidatura de Moacyr Leite Júnior (DEM), que se lançou na disputa pela Prefeitura de Uruçuca. Na sua decisão, o magistrado cita a rejeição das contas do exercício de 2012 pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e pela Câmara de Vereadores.

Daniel Álvaro Ramos também, em sua decisão, lembra a rejeição de contas de Moacyr relativa a convênio firmado com o Ministério da Saúde. A prestação de contas, conforme o magistrado, foi reprovada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O convênio registrou irregularidade insanável “configurando ato de improbidade administrativa”.

O magistrado também observa que o Ministério Público já havia opinado pelo indeferimento do pedido de registro de candidatura de Moacyr.

Tanto Moacyr como Fernando Gomes (Itabuna) têm seus pedidos indeferidos por causa da Lei da Ficha Limpa. Ambos têm contas rejeitadas pelos tribunais dos Municípios (TCM) e da União (TCU). A decisão do TCM contra Moacyr foi referendada pela Câmara de Vereadores.

CÂMARA REJEITA CONTAS DE MOACYR

Tempo de leitura: < 1 minuto
Contas de Moacyr são rejeitadas pela Câmara.

Contas de Moacyr são rejeitadas pela Câmara.

O ex-prefeito de Uruçuca Moacyr Leite Júnior teve as contas de 2010 rejeitadas pela Câmara de Vereadores, hoje, por 7 a 4. Os edis seguiram parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).
A expectativa é semelhante em relação às contas de 2012, que também foram rejeitadas pelo TCM devido a irregularidades. Com a votação de hoje, o ex-prefeito pode ficar inelegível por oito anos. Com informações de Heraldo Santana, do Água Preta.

EM URUÇUCA, MOACYR FESTEJA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Moacyr: esperançoso.

Moacyr: esperançoso.

Moacir Leite Júnior (PP), ex-prefeito de Uruçuca, anda rindo à toa com os resultados das urnas no seu município. No primeiro turno, o candidato dele ao governo, Paulo Souto (DEM), venceu em Uruçuca, assim como Geddel Vieira Lima, peemedebista que disputou vaga ao senado.
Nas eleições proporcionais, Paulo Azi, seu candidato a deputado federal, obteve 2.287 votos. Já o candidato a estadual, Augusto Castro, foi o mais votado no município. Os dois venceram.
Após o bom desempenho no primeiro turno, Moacir viu o tucano Aécio Neves obter 44,83%, apesar de toda a máquina municipal operar em favor de Dilma Rousseff. O ex-prefeito apostou suas fichas no nome do PSDB.
Analistas acreditam que os números de 2014 projetam eleição acirrada em 2016 e grandes chances de Moacir retornar ao comando do município. Para isso, as conversas com setores de oposição avançam.

TÁ ENTRANDO ÁGUA

Tempo de leitura: 2 minutos

Dono de uma das mais fortes emissoras de rádio do interior da Bahia, a Ubatã FM , o prefeito afastado de Ubatã, Edson Neves assumiu o governo por causa do afastamento pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), de Agilson Muniz. Durante o período no governo, promoveu grandes festas com bandas de renome nacional e usou sua rádio o quanto que pôde para se promover. Até pelos adversários, era considerado imbatível há menos de quatro meses. Hoje, a situação é outra. Entrou água.

Vizinho a Edson Neves, em Ipiaú o rico empresário e político José Mendonça (PP) ganhou duas eleições para o médico Deraldino (PMDB) e quase elege a secretária em 2008. Deu votação recorde aos seus deputados em 2010. Neste ano, não conseguiu emplacar nem a sua candidatura nem da esposa, Maria das Graças, à prefeitura. Para consolo, conseguiu a vice de Cezáreo Costa(PDT). Entrou água.

NEGROMONTE, O MINISTRO

Moacyr Leite, de Uruçuca, obteve uma votação histórica em 2008, tendo na vice o PT. Acabou eleito presidente da Amurc por aclamação. Aos deputados Mário Negromonte e Negromonte Jr., deu votação recorde em 2010.

Com a nomeação de Negromonte para o ministério das Cidades, sua reeleição era considerada certa. Negromonte caiu. A engenheira agrônoma Fernanda Silva (PT), a vice-prefeita, se uniu ao empresário Marcelo Dantas (PCdoB) e tem dado mais que calor a Moacyr. Analistas apontam que o “BA-VI” na velha Água Preta deve acabar. Está entrando água.

COMER CHICLETE

De Salvador, do computador da UPB, Gilka Badaró (PSB), de Itajuípe, comandava a oposição. Com saudosismo, relembrava as ações do seu governo, como apresentações da banda Chiclete com Banana (hoje coisa de R$ 300 mil, fora a estrutura), relembrava a vencedora seleção do intermunicipal. E prometia: seria como no passado.

Adversários brincam que a próxima seleção seria treinada pelo pentacampeão Felipão auxiliado por Mano Meneses, e Ronaldinho deixaria o Galo Mineiro e voltaria aos tempos de amador para atuar na vizinha Pirangi.

A oposição a Gilka tratou de relembrar o passado do governo Badaró onde nem tudo era alegria. Salários dos funcionários com oito meses de atraso, calote nos fornecedores, dinheiro do município investido não no pagamento do suor dos seus servidores, mas em briga de galo. Lá, também, está entrando água.

LULA ENTRA NA CAMPANHA DE URUÇUCA APÓS PREFEITO RASGAR E PISOTEAR CAMISA DO PT

Tempo de leitura: < 1 minuto

A candidata a prefeita de Uruçuca pelo PT, Fernanda Silva, conseguiu algo para poucos em seu partido: não apenas arrancou declaração de apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como também bateu papo com o principal ícone petista em vídeo que já está sendo largamente explorado na campanha do município sul-baiano.

Fernanda conseguiu a façanha após o prefeito do município, Moacyr Leite Júnior (PP), rasgar e pisotear uma camisa do PT durante comício em praça pública. O desvario de Moacyr, que integra partido da base aliada, foi gravado e assistido em vídeo pelo governador Jaques Wagner e também pelo ex-presidente Lula, informa Wesley Novais.

Lula inicia o papo fazendo apresentação de Fernanda, que é vice-prefeita do município sul-baiano. O ex-presidente ataca de entrevistador após dizer que tem “a felicidade de estar conversando com a querida companheira Fernanda”. A petista é a primeira mulher a disputar a prefeitura local. “Me diga uma coisa Fernanda: quais são as suas propostas para Uruçuca?”. Ela fala de geração de emprego e desenvolvimento econômico.

O ex-presidente brasileiro diz que “agora que está acabando a vassoura-de-bruxa, logo, logo a Ceplac vai começar a produzir mudas que não vai ter mais a vassoura-de-bruxa” Uruçuca vai produzir ainda mais cacau. Sondagens apontam favoritismo da petista na corrida eleitoral de 2012 ante o ex-aliado. Confira o bate-papo no vídeo abaixo.

MOACYR LEITE NEGA DESVIO DE RECURSOS

Tempo de leitura: 2 minutos

No depoimento que prestou ontem ao juiz substituto André Luiz Santos Brito, o prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite Júnior, responsabilizou seu antecessor no cargo, Dilson Argôlo, pela suspensão das obras do Centro de Saúde José Maria de Magalhães Netto.

O município recebeu, no ano 2000, R$ 80 mil para realizar serviços de reforma e ampliação da unidade de saúde. As obras foram licitadas no final daquele ano e a empresa chegou a receber o pagamento integral, pouco antes da execução ter sido embargada, em janeiro de 2001.

O embargo foi determinado pelo sucessor de Moacyr Leite, Dilson Argolo. Segundo o depoimento, no dia 2 de janeiro de 2001, pouco depois de tomar posse, Argolo procurou o empreiteiro Marcos Telles, representante da empresa que fazia a reforma, e exigiu que ele devolvesse o pagamento. Diante da recusa, o prefeito teria determinado o embargo, mas o empresário ficou com o dinheiro.

Argolo fez denúncias contra Moacyr Leite junto ao Ministério da Saúde e ao Tribunal de Contas da União, o que resultou em processo contra o atual prefeito na Justiça Federal. O réu se diz inocente e afirma que o culpado pela descontinuidade da obra foi o antecessor.

Também no depoimento, Moacyr Leite declarou que a reforma do centro de saúde foi finalmente realizada em 2009, quando ele reassumiu o governo, após dois mandatos de Dilson Argolo. Leite declarou ter determinado à Procuradoria-Geral do Município que acionasse a empreiteira de Marcos Telles para  retomar os serviços. Segundo o prefeito, não houve novo ônus para os cofres públicos, naturalmente porque a empresa já havia recebido o pagamento há nove anos.

MOACYR E O DESVIO DE R$ 80 MIL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Na foto de Jean Macedo, o prefeito de Uruçuca, Moacyr Leite (PP), chega ao fórum da comarca local para ser ouvido em ação penal por ato de improbidade administrativa. Moacyr é acusado de desviar R$ 80 mil no apagar das luzes do primeiro mandato, em 2000. O processo corre no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) e o prefeito foi ouvido por carta precatória, nesta manhã de quarta (16). Quem interrogou o prefeito foi o juiz da Comarca de Uruçuca, André Brito.

Back To Top