skip to Main Content
26 de novembro de 2020 | 11:59 pm

ESTÁ NASCENDO UM NOVO LÍDER, E ELE VEM DA FAVELA!

Tempo de leitura: 2 minutos

A esperança de mais e mais ruas pavimentadas e coloridas, elevando a autoestima da população carente, como ele sonhou, projetou e fez. A esperança de um olhar realizador, de fato. E acima de tudo, é lembrar que Deus não escolhe os capacitados, e sim capacita os escolhidos.

Manuela Berbert || manuelaberbert@yahoo.com.br

Eu poderia começar esse texto dizendo que o título é inspirado na música Zé Do Caroço, que conta a história de um cara que quer ver o bem da favela, mas vou começar contando que exatamente no momento da virada deste ano, quando acompanhei Fabrício Pancadinha em um show em Canavieiras, disse: “2020 é o ano da verdade!” Extremamente religioso e dono de um tom de voz e de uma personalidade totalmente diferente do que se vê nos palcos e trios, ele me respondeu: “E que Deus nos abençoe!”

Escrevo, hoje, com um sentimento completamente diferente do que escrevi o texto “Tem um negro fazendo a diferença na sua cidade, mas você não vê”, no meio do ano. Escrevo com um sentimento completamente diferente, também, do texto onde expus, na última semana, a minha torcida por ele e seu grupo. Fechei o ciclo dos artigos em que “pedia” atenção para aquilo tudo que ele vinha fazendo. Hoje, um dia após as eleições de Itabuna, quando ele aparece como o vereador mais votado da cidade, ouso escrever que está nascendo um novo líder, e que a população já está aí, provando isso.

Diretamente da periferia, negro, Fabrício nem de longe tem a história que muitos imaginam. Apesar de puxar as maiores multidões da cidade nos carnavais, sua votação expressiva vem de muito trabalho prestado ao seu próprio povo, com um projeto social que atende quase 400 pessoas, assistência real a centenas de famílias, e uma verdadeira transformação no Bairro São Pedro.

Paralelamente ao artista de massa tem um cara simples, tímido, e de um coração gigante, que desce dos palcos e gasta o próprio cachê melhorando a vida das pessoas ao redor. Lembro de uma passagem, no auge do isolamento social, quando enviei uma mensagem perguntando o que ele estava fazendo, e lamentando o “tédio” do conforto do meu lar. “Vá assistir televisão, negona! Estou ocupado”. A mensagem veio acompanhada de uma foto dele, no sol, concretando uma rua com outros moradores, e nas entrelinhas uma das milhares lições de vida que ele me dá, diariamente.

Ver Fabrício ter sido escolhido pelo povo, como seu representante, é ter a esperança de uma periferia mais digna. A esperança da ampliação do projeto Alô Comunidade, que já mudou a realidade de muitos jovens. A esperança de mais e mais ruas pavimentadas e coloridas, elevando a autoestima da população carente, como ele sonhou, projetou e fez. A esperança de um olhar realizador, de fato. E acima de tudo, é lembrar que Deus não escolhe os capacitados, e sim capacita os escolhidos. Vai com tudo, neguinho! Você já faz a diferença DE VERDADE!

Manuela Berbert é publicitária.

PM BAIANA INAUGURA SUA PRIMEIRA RÁDIO WEB; PROGRAMAÇÃO TEM NOTÍCIA E MÚSICA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Militar baiana colocou no ar, hoje (6), a sua primeira rádio web, com programação de notícias, entrevistas e músicas. A solenidade de inauguração da emissora web ocorreu no Quartel do Comando Geral (QCG), na localidade dos Aflitos, Centro Antigo de Salvador.

A rádio iniciou a sua programação entrevistando o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa. Durante a conversa foram abordados a importância da comunicação para a construção da sociedade e como os assuntos policiais são veiculados na mídia.

A programação da emissora pode ser conferida no endereço https://radiowebpmba.com.br/.

TAYS REIS DIZ QUE, NA VINGADORA, SÓ GANHAVA R$ 800 DE CACHÊ DE R$ 100 MIL DA BANDA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Tays Reis, ex-vocalista da Banda A Vingadora, disse n´A Fazenda, reality da TV Record, que seu cachê era de R$ 800,00 no período, apesar da banda ter estourado no país e receber R$ 100 mil por apresentação. A Vingadora se tornou famosa no Brasil com e havia estourado no país com a música  Paredão Metralhadora.

“Eu nunca ganhei um real com a Metralhadora no YouTube”, contou ela. “Nada?”, se espantou Stéfani Bays. “Nada”, confirmou a cantora. A música foi o hit do Carnaval em 2016. Só o vídeo no YouTube tem mais de 315 milhões de visualizações.

A baiana disse ainda que A Vingadora foi sua primeira banda. “A gente tirou o projeto do chão. A maioria das músicas são autorais”, fixou. Por fim, afirmou que o empresário a fazia mentir em entrevistas sobre o valor recebido. “Só que eu era uma guria. Depois subiu para mil e ficou para sempre”, lamentou.

Por fim, relatou que a multa para deixar a a equipe antes do final do contrato era de R$ 12 milhões. Tays deixou a banda no início de 2019 após cinco anos. A Vingadora, empresariada por Aldo Rebouças, é comandada por Emanuella Souza, que assina artisticamente como Manu Morelli. O empresário ainda não se pronunciou. Redação com Bahia Notícias.

UNHA PINTADA FIGURA NO TOP 5 DOS NOVOS ARTISTAS MAIS POPULARES DO PAÍS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Unha Pintada faz sucesso em plataformas digitais

Um ranking elaborado pelo portal Terra põe o cantor sergipano Unha Pintada entre os cinco novos artistas mais populares do Brasil. Ele aparece no Top 5 e o portal destaca o carisma, os shows sempre lotados – antes da pandemia, claro – e o sucesso alcançado também em plataformas digitais.

Unha Pintada teve algumas canções citadas pela publicação. Entre elas, Isolamento, que foi gravada durante a pandemia com participação de Priscila Senna, teve clipe lançado no final de agosto e já conta com 5 milhões de visualizações.

A mais recente, Não Paga Aluguel, gravada em dueto com o cantor Pablo, já contabiliza mais de 1 milhão de views no YouTube, embora lançado há pouco menos de 10 dias. A banda fez grande sucesso nos carnavais da Bahia em 2020 e tinha shows marcados para o sul do estado em abril, quando a pandemia suspendeu todos os eventos artísticos com público no país.

– Eu fiquei sem palavras quando li a reportagem. Fiquei muito, muito feliz porque eu faço música pro povo. Canto e toco o que o povo gosta. Me inspiro no povo para produzir e saber que isso foi justamente o que me destacou nesse levantamento para o Brasil todo, significa que estou no caminho certo! Só tenho a agradecer – disse Unha.

ILHÉUS: PREFEITURA AUTORIZA MÚSICA AO VIVO EM BARES E RESTAURANTES

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, Marão (PSD), autorizou música ao vivo nos bares e restaurantes da cidade. O decreto que permite o som de barzinho foi publicado na edição desta segunda (28) do Diário Oficial do Município. Estabelecimentos devem respeitar as regras sanitárias e de distanciamento social recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), da Secretaria de Saúde e algumas medidas específicas.

O novo decreto também liberou a prática de esportes coletivos para idosos e crianças em ambientes externos e academia. Bares e restaurantes interessados em oferecer atividade musical ao vivo para seus clientes, devem solicitar com antecedência de 5 dias ao exercício musical, junto à Secretaria de Meio Ambiente, autorização para a utilização do som com assinatura do termo de compromisso e responsabilidade.

Todos os músicos devem manter um distanciamento mínimo de 1 metro e 50 centímetros, usar máscara de proteção, exceto para cantor ou músico que usa instrumento de sopro. Também devem ser garantidas a higienização e desinfecção dos instrumentos e superfícies do palco ou local onde os músicos forem se apresentar; a disponibilização de álcool em gel para os músicos; distanciamento mínimo de 3 metros entre o local de apresentação e as mesas dos consumidores; e instalar e manter barreira física (fita, faixa ou similar) na frente do local da apresentação.

Estão proibidos o contato físico entre músicos e consumidores, o uso de espaço para dança e aglomeração de pessoas e atividades musicais em espaços fechados sem ventilação natural. Em caso de descumprimento, o estabelecimento pode ser multado no valor de R$ 5.000,00.

BADEN, VINICIUS E A HISTÓRIA DO PLÁGIO

Tempo de leitura: 2 minutos

O poeta saiu pela tangente de maneira bem-humorada: “Então, Baden, Chopin esqueceu de fazer essa”. Em seguida se dirigiu à máquina de escrever.

Marival Guedes || marivalguedes@yahoo.com.br

Há duas décadas o Brasil perdeu um dos maiores músicos. Baden Powel morreu de infarto, aos 63 anos, no dia 26 de setembro de 2000. Aproveito e compartilho uma história interessante que ele contou durante um show.

Baden era amigo de Vinicius de Moraes (1913-1980) e frequentava a casa do poeta em Petrópolis para comporem e beberem uísque. Ou vice-versa.

Numa dessas mostrou uma música para o parceiro colocar letra. Vinicius gostou, mas até a madrugada não tomou iniciativa alguma. Baden reclamou: Já estamos na terceira garrafa, quase bêbados, são três da madrugada e a letra não saiu…

O poeta disse que aconteceu uma coisa chata, mas não iria contar por ser muito desagradável. Diante da insistência, revelou:

-Eu acho que é plágio

-Porque não disse antes? Eu não teria tocado tantas vezes.

-Mas é e não fica bem. Vai sair nos jornais, “ Vinicius e Baden plagiam música.

-Não é plágio. Mas diga, de quem?

-É claro, Baden, isso aí é Chopin

-Não Vinicius, eu conheço Chopin, não tem nada a ver

-Eu tenho ouvido, Baden, isso é Chopin puro. Você bebeu demais, fez uma música pensando que era sua e não é.

-Não Vinicius, eu acho que quem bebeu demais foi você e está implicando comigo.

-Então pra acabar esta dúvida vou chamar minha mulher, a Lucinha. Ela toca piano e conhece toda a obra de Chopin.

-Vai acordar sua mulher esta hora?

-Ela está acostumada.

Lucinha chega e oferece café, mas Baden gentilmente rejeita argumentando não ser bom misturar. O poeta pediu pra o músico tocar. Em seguida, afirma que é Chopin e pede a opinião de Lucinha, que dá o veredicto: “ Não Vinicius, eu conheço as coisas de Chopin, isso não é Chopin.

Segundo Baden, Vinicius ficou “sem graça” e falou: “até você tá contra mim?”

“Não Vinicius, ninguém está contra você,” interferiu o músico.

O poeta saiu pela tangente de maneira bem-humorada: “Então, Baden, Chopin esqueceu de fazer essa”. Em seguida se dirigiu à máquina de escrever.

Nascia a belíssima Samba em Prelúdio.

Marival Guedes é jornalista.

BAHIA: ESTUDANTE QUILOMBOLA É HOMENAGEADA POR LUAN SANTANA NO “CALDEIRÃO DO HUCK”

Angela Naiara é homenageada por Luan Santana no “Caldeirão do Huck”, na Globo
Tempo de leitura: 2 minutos

A estudante Angela dos Santos Araújo, 17, 1º ano do curso técnico de Agropecuária no Colégio Estadual do Campo Luis José dos Santos, localizado na comunidade quilombola Laje dos Negros, em Campo Formoso, na Bahia, foi homenageada pelo cantor Luan Santana, durante o programa Caldeirão do Huck, exibido neste sábado (15), na Rede Globo. A jovem, que sonha em ser cantora, ficou conhecida pelo ídolo após a viralização do seu vídeo cantando em meio a uma plantação de sisal, onde ajuda os seus familiares na colheita da planta usada como matéria-prima na produção de fios, cordas, bolsas, tapetes e outros produtos artesanais.

No vídeo, além de cantar, a estudante mostra o seu sentimento de pertencimento à cultura do sisal e de valorização das suas raízes. Ela mora com sua mãe, Josenilde dos Santos, além do seu padrasto e dois irmãos. Antes do vídeo ser compartilhado por Luan Santana, a estudante possuía 800 seguidores e, hoje, conta com 150 mil pessoas acompanhando o seu talento musical revelado e divulgado nas redes sociais para todo o mundo. O vídeo pode ser conferido na página do Instagram da estudante (@angelanaiaraoficial). “Após o meu vídeo viralizar, eu fui contratada pela KFP Produções e já gravei o meu primeiro CD”, revelou.

A cantora, que já definiu o seu nome artístico como Angela Naiara, não escondeu a satisfação e a emoção pela oportunidade de poder cantar com o seu ídolo, mesmo que de forma virtual, durante o programa. “Estou muito feliz e emocionada, pois sou muito fã dele e canto as suas músicas desde pequena. Foi muito especial participar do programa, ver Luan se emocionando com a minha história e viver este momento marcante da minha vida”, disse, entusiasmada.

O cantor Luan Santana se emocionou com a história de vida de Angela e se surpreendeu com o talento musical da jovem. O encontro virtual contou, ainda, com a gravação de um clipe inédito dos dois cantando a música Choque térmico, que encerrou o programa deste sábado. “Fiquei sem palavras com esta surpresa de gravar um clipe com Luan, pois é um sonho que se tornou realidade”, afirmou.

Clique e confira a homenagem

JORGE PORTUGAL, DA MASSA, DA BAHIA E DO MUNDO

Tempo de leitura: 2 minutos

Jorginho soube viver e interpretar a sociedade e suas angústias em tempos sombrios e duvidosos. Fez parte de uma massa, aquele “massa dos homens normais”.  Teve sensibilidade e sofrer ao falar da massa, “a massa que falo é a que passa fome, mãe…”. Deixa uma obra imortal. Faz parte de uma daqueles baianos humanos imortais. Luto e saudade.

André Curvello

Alguém escreveu que o céu de Santo Amaro da Purificação tinha uma estrela a mais hoje. Recebi tantas mensagens, li tantos textos que peço desculpas pela preguiça de não procurar o autor. Mas, tenho que discordar em parte, pois não foi apenas o céu da terra de Caetano que ganhou mais uma estrela; foi o céu da Bahia e do Brasil.

A chegada de Jorge Portugal é certeza de festa entre as estrelas no céu brasileiro. A mim, só resta agradecer a Deus a oportunidade de ter conhecido e convivido com uma bela figura humana: gente na máxima expressão da palavra.

São várias recordações recheadas de carinho e admiração que vão desde a um encontro fortuito em pleno centro antigo de Roma a várias reuniões na Secretaria de Comunicação do Estado muitos anos depois. Mas, permita-me, poeta, dizer que o mais fantástico momento foi nos bastidores do ensaio de Maria Bethânia, numa quinta-feira, véspera da inauguração da nova Concha Acústica. E você disse pra rainha: “Vai, agora é com você. Estamos realizando um sonho”. E Bethânia te respondeu: “A inauguração não é hoje. O sonho só será realizado amanhã”.

De tantas pessoas que vibraram, não me lembro de uma vibrar tanto com a nova Concha quanto Jorge Portugal. Um entusiasta da cultura, das aulas de Português, um amante de fazer amigos. Um poeta, um sonhador, um ser humano da democracia e da liberdade. Um daqueles caras especiais que sentem “a dor do menino-bezerro pisado no curral do mundo a penar… é a dor de nem poder chorar”.

Jorginho soube viver e interpretar a sociedade e suas angústias em tempos sombrios e duvidosos. Fez parte de uma massa, aquele “massa dos homens normais”.  Teve sensibilidade e sofrer ao falar da massa, “a massa que falo é a que passa fome, mãe…”. Deixa uma obra imortal. Faz parte de uma daqueles baianos humanos imortais. Luto e saudade.

André Curvello é secretário estadual de Comunicação e amigo de Jorge da Massa, da Bahia e do Mundo.

MORRE O PROFESSOR E POETA BAIANO JORGE PORTUGAL

A Bahia perde um de seus grandes talentos, o professor e poeta Jorge Portugal
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia encerra esta segunda-feira (3) de período pandêmico ainda mais triste com a perda do professor, poeta e ex-secretário estadual de Cultura Jorge Portugal. O educador faleceu há pouco, por falência cardíaca aguda, no Hospital Roberto Santos, em Salvador.

Jorge Portugal deu entrada no Hospital com quadro de insuficiência respiratória, encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Segundo a equipe médica, o professor sofreu parada cardiorrespiratória durante o trajeto para o HGE. O quadro foi estabilizado, mas, por volta das 20h15min, o professor e poeta faleceu.

Poeta, compositor, professor e apresentador de TV, Jorge Portugal era dos grandes mestre da língua-mãe no estado onde nasceu o Brasil. No primeiro mandato do governador Rui Costa, foi secretário estadual da Cultura, no período de 2015 a 2017, quando pediu exoneração em setembro daquele ano, alegado questões pessoais e profissionais.

Jorge Portugal nasceu em Santo Amaro da Purificação, no recôncavo baiano. Fez parcerias com grandes nomes da música baiana e ajudou na formação de milhares não apenas em sala de aula, mas por meio da telinha, apresentando Aprovado, programa semanal transmitido pela TV Bahia e afiliadas da Rede Bahia.

LUTO OFICIAL NA BAHIA

Há pouco, o governador Rui Costa lamentou a perda para a Bahia, principalmente nos setores educacional e cultural. O mandatário baiano também decretou luto oficial no estado nesta terça (4). “Imensamente entristecidos, lamentamos a morte do ex-secretário de Cultura do Estado Jorge Portugal. Educador, poeta, compositor, Jorge era um homem de múltiplos talentos, exercidos com a energia e a simpatia que inspirava todos à sua volta”, expressou.

E continuou:

– Era, antes de tudo, um homem apaixonado pela Bahia e pelo seu povo, que estiveram sempre no centro do seu trabalho, fosse como administrador público, professor e artista. Como diz um dos seus versos: ‘Uma nação diferente, toda prosa e poesia, tudo isso finalmente, só se vê, só se vê na Bahia’. Nossos sentimentos para seus amigos e familiares por essa grande perda.

ROSEMBERG: “A CULTURA ESTÁ DE LUTO”

Amigo do poeta e escritor, o deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) disse que havia conversado com outro grande amigo de Portugal, o músico Roberto Mendes, para um encontro. “Não deu tempo. Muito triste. Como ele falava em momentos difíceis: “a Cultura está de luto”. Realmente está!”, escreveu Rosemberg.

O presidente da Assembleia Legislativa baiana, deputado Nelson Leal (PP), lembrou que o poeta e escritor completaria 64 anos na próxima quarta (5) e foi um professor que encantou gerações estudantis com as suas aulas lúdicas e animadas. “Estou muito abalado com a notícia que acabo de receber e, nesse momento, só posso externar o meu abraço solidário aos familiares, nas pessoas de seus filhos, Thiago, Caetano Ignácio e Bárbara Bela”, afirmou. Atualizado às 22h50min.

JOVEM DA FUNDAÇÃO FÉ E ALEGRIA LANÇA ÁLBUM AUTORAL EM PLATAFORMAS DIGITAIS

Emilly realiza sonho com lançamento de álbum autoral
Tempo de leitura: < 1 minuto

Karoline Vital

Desde 2013 Emilly Santos Batista participa das oficinas de música da Fundação Fé e Alegria. De lá pra cá, a adolescente de 16 anos tem aumentado cada vez mais seu gosto pela música e, recentemente, gravou e publicou o álbum autoral Na Beira da Praia, nas principais plataformas digitais. O principal estímulo para o lançamento veio do professor de música Danilo Nascimento, produtor do trabalho, sonho da jovem moradora do bairro Nossa Senhora da Vitória, zona sul de Ilhéus.

O trabalho de produção e gravação das músicas de Emilly contou com o apoio de seus familiares, colegas, professores do projeto social e, ainda, de parceiros como os músicos Mailton Figueiredo e Aloísio Soares Lopes, conhecido como Lula. O trabalho da jovem artista está disponível no Spotify, Deezer e também no YouTube.

O álbum não é o primeiro fruto do talento da jovem cantora e compositora. Em 2019, Emilly teve seu talento reconhecido ao vencer o concurso CRAS Music Festival, Promovido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em Ilhéus. Ela venceu na categoria melhor letra, com a música “Na Beira da Praia”, que também dá título ao seu primeiro trabalho nas plataformas digitais.

Back To Top