skip to Main Content
12 de maio de 2021 | 02:13 pm

PENALTY ANUNCIA R$ 43,7 MILHÕES E 235 NOVOS EMPREGOS EM ITABUNA E ITAJUÍPE

Penalty anuncia novos investimentos e mais empregos em Itabuna e Itajuípe
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Cambuci, detentora da Penaly, anunciou investimentos de R$ 43,7 milhões nas fábricas instaladas em Itajuípe e Itabuna, ambas no sul da Bahia, além da geração de 235 novos empregos. A empresa assinou protocolo de intenções com o governo baiano nesta segunda (29).

Segundo o diretor de Relações com o Mercado da Cambuci, Roberto Estefano, a empresa investirá R$ 31 milhões na unidade de Itabuna para aumentar em 725,6 mil a fabricação anual de bolas, com geração de 127 novos empregos. Hoje, após planos de reestruturação, a unidade emprega 352 funcionários.

Já na unidade de Itajuípe, serão investidos R$ 12,7 milhões para ampliar e modernizar a unidade que produz confecções e meias. Aumentará em 5,5 milhões a capacidade de produção de peças e vai gerar 108 novos empregos.

“Devemos aumentar significativamente nossa produção nas unidades da Bahia. Aumentaremos a contratação de pessoal e iremos incrementar as exportações com a valorização do dólar, principalmente para nossa unidade na Argentina, que é própria para América Latina e países da Europa. A retomada será moderada em função da pandemia, mas com incremento na produção”, afirma Roberto Estefano, diretor de Relações com o Mercado da Cambuci.

RETOMADA DA ECONOMIA

O secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, o vice-governador João Leão, disse que a ampliação dos investimentos da Penalty no sul do estado sinaliza “retomada de crescimento econômico no Estado” no pós-pandemia. “Além de atrair novas empresas, mantemos o ambiente de negócios saudável para que outros investimentos possam ser ampliados, gerando oportunidade de emprego para o povo baiano”, disse Leão.

FUNBIO VAI GERIR R$ 45 MILHÕES DE FUNDO PARA MITIGAR IMPACTOS DO PORTO SUL

Perspectiva da área onde deverá ser instalado o Porto Sul, na zona norte de Ilhéus
Tempo de leitura: 2 minutos

Termo de acordo para gestão dos R$ 45 milhões oriundos do Termo de Compromisso Socioambiental (TCSA) do empreendimento Porto Sul foi assinado nesta quarta (25) pelo governo estadual, Inema, Ministérios Públicos Estadual (MP-BA) e Federal (MPF) e Bahia Mineração (Bamin). Segundo o governo, a assinatura do acordo busca assegurar o desenvolvimento sustentável, a integridade das funções ecológicas e os serviços ecossistêmicos da região afetada pelo porto.

Após o recebimento e julgamento das propostas do chamamento público, o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), associação civil sem fins lucrativos, foi a entidade selecionada para gestão financeira e operacional dos recursos. O termo de acordo tem prazo de vigência de seis anos, podendo ser prorrogado.

Determinando medidas para prevenir danos ambientais e mitigar impactos na região do Porto Sul, o TCSA foi firmado pelo Governo da Bahia, por intermédio da Casa Civil e da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), Ministério Público do Estado da Bahia, Ministério Público Federal, Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Bahia Mineração S/A (Bamin) – responsável pelo aporte dos recursos.

“A entidade selecionada será responsável pelo cumprimento das obrigações e execução das ações constantes do TCSA. Entre estas ações, destaco a aquisição de Unidades de Monitoramento Remoto (UMRs) para Coleta de Dados da Qualidade da Água; monitoramento da cobertura vegetal; aquisição e doação de bens para estruturação da fiscalização ambiental federal, estadual e municipal; revisão e implementação de Planos de Manejo de Áreas de Preservação no Sul do Estado, a exemplo de Itacaré e Serra Grande”, disse o secretário estadual do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira.

Segundo ele, a equipe técnica do Estado “se debruçou atentamente para elaboração de um edital que efetivamente contemplasse as necessidades de preservação e desenvolvimento socioambiental do Sul do estado”.

O Comitê Técnico de Execução do TCSA, formado por servidores da Sema e do Inema, fará o acompanhamento, monitoramento, fiscalização, avaliação e prestação de contas ao Ministério Público acerca da execução dos compromissos assumidos.

O Comitê também acompanhará a seleção e contratação de terceiros pela instituição selecionada, bem como a execução dos serviços e ações realizadas pelos terceiros contratados. É ainda responsabilidade do Comitê, elaborar relatórios semestrais informando o cumprimento das obrigações do TCSA, que deverão ser publicados no website da Sema.

PORTO SUL

O Porto Sul tem investimento total previsto de R$ 2,5 bilhões e será construído na localidade de Aritaguá, no litoral norte de Ilhéus. Pelo porto será escoado, principalmente, o minério de ferro extraído pela Bahia Mineração no município de Caetité. A estrutura contará com um terminal, com capacidade de armazenamento e transporte de até 41,5 milhões de toneladas de minério de ferro/ano.

O minério sairá de Caetité e chegará ao porto, em Ilhéus, a partir da Ferrovia Oeste-Leste (Fiol), que terá capacidade para transportar 60 milhões de toneladas por ano. Com projeção para plena operação a partir de 2024, o corredor logístico irá escoar e distribuir minérios e grãos produzidos no estado, podendo gerar aumento de 1,93% no PIB da Bahia.

Leia Mais

COM ITAJU E JUSSARI, BAHIA PASSA A 304 MUNICÍPIOS SEM TRANSPORTE POR CAUSA DA COVID-19

Mais dois municípios têm transporte intermunicipal suspenso
Tempo de leitura: 3 minutos

Com o avanço da covid-19 no sul e sudoeste da Bahia, o transporte intermunicipal será suspenso em Iraquara, Itaju do Colônia, Jucuruçu, Jussari, Macarani e Pilão Arcado a partir de quinta-feira (25). Itaju não havia registrado casos de covid-19 até o final desta semana. A decisão, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta (24), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas, até o dia 6 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais no território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Cardeal da Silva e Jussiape, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19.

Leia Mais

DIREÇÃO DO JEQUITIBÁ REVELA COMO SHOPPING VAI FUNCIONAR NA REABERTURA; CONFIRA

Shopping instala totens com álcool em gel para clientes
Tempo de leitura: 2 minutos

Nesta terça (23), a direção do Shopping Jequitibá informou que, enquanto aguarda a liberação para a reabertura por parte do município, o empreendimento vem adotando “série de medidas de segurança e promovendo a capacitação de seus colaboradores”.

De acordo com o cronograma estabelecido pela direção do shopping, durante as primeiras semanas de abertura, o horário de funcionamento de lojas e praça de alimentação será das 12h às 20h. O hipermercado e a farmácia, das 8h às 22h. Já a lotérica, das 8h às 20h.

Os novos canais de serviço, como drive thru e o delivery, serão mantidos. Continuarão suspensos temporariamente cinema, lojas de entretenimento, recreação infantil, eventos e promoções, inclusive no interior das lojas.

Uso de escada rolante também terá regras de distanciamento

DISTANCIAMENTO SOCIAL

Entre as ações, está o isolamento dos espaços de uso coletivo, para evitar aglomeração de pessoas. O uso de máscara facial é obrigatório durante todo o tempo de permanência no shopping, estando ele aberto ou fechado, conforme decreto municipal. Como medida preventiva, o shopping diz já ter adotado a aferição da temperatura dos clientes que estão frequentando os espaços de serviços essenciais – supermercado, farmácia e lotérica.

Nas principais entradas e praça de alimentação, pias, com orientação sobre lavagem correta das mãos, já estão prontas para atender às novas normas de higiene e de segurança. Assim, também, já instalou álcool gel 70% em totens e dispensers em pontos de fácil alcance e em locais estratégicos do equipamento.

Os procedimentos de desinfecção de superfícies frequentemente tocadas pelas mãos foram reforçadas com treinamento da equipe da limpeza que, afirma a direção do shopping, está preparada para as novas demandas do combate ao Coronavírus.

Profissionais passam por capacitação para quando centro de compras reabrir

CAPACITAÇÃO E ORIENTAÇÃO

O piso do shopping foi demarcado em locais com possibilidade de formação de filas a fim de garantir o distanciamento de 2 metros entre os clientes e o piso do mall foi demarcado, com sentido de direção para facilitar o distanciamento entre as pessoas.

Outra medida adotada é em relação aos sanitários, que possuirão limite de ocupação máximo e placas informativas. As pias são intercaladas para garantir o distanciamento mínimo de 2 metros. Já as escadas rolantes do shopping possuem demarcação informando que só será permitido um cliente a cada 3 degraus.

A disposição das mesas e cadeiras da praça de alimentação e refeitório, foi reorganizado, observando o distanciamento entre as pessoas. O shopping informa que está realizando “treinamento regular de todos colaboradores e disseminando medidas de prevenção e segurança, procedimentos de higiene, uso de EPIs e orientações; além de implementar campanhas de prevenção e reforçar a divulgação de informações em diversas mídias”.

DIRETOR DIZ QUE SHOPPING JEQUITIBÁ ADOTA PROTOCOLOS E AGUARDA REABERTURA

Neto diz que shopping se prepara para quando reabertura for autorizada
Tempo de leitura: 2 minutos

O diretor do Shopping Jequitibá, Manoel Chaves Neto, diz que o empreendimento está adotando todas as medidas necessárias para cumprir os protocolos determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para “reabrir com total segurança, assim que a flexibilização da atividade comercial for liberada”.

Atualmente, o shopping em Itabuna está funcionando no sistema drive thru e delivery e mantém em funcionamento setores considerados essenciais, como supermercado, farmácia e lotérica. O Drive Thru e Delivery, com relação das lojas, pode ser acessado no site do shopping. A seguir, Neto fala sobre a expectativa para a reabertura do empreendimento e os impactos da pandemia.

Dos 577 shoppings Centers no Brasil, 411, equivalente a 71% do total, estão abertos e em operação. Como tem sido este retorno?

Manoel Chaves Neto – O protocolo de abertura tem sido parecido em todos os Shoppings Centers no Brasil, com pequenas mudanças regionais: horários reduzidos, maior frequência da higienização, uso obrigatório de mascaras por frequentadores e funcionários, verificação de temperatura na entrada, disponibilização de álcool em gel, acesso ao estacionamento eletronicamente e suspensão de atividades promocionais que tragam aglomeração.

Quantos Shoppings na Bahia estão abertos e em plena operação?

Dos 21 shoppings centers existentes no estado, 3 deles, equivalentes a 14% do total do estado estão reabertos e em operação.

Qual a perspectiva para abertura do Shopping Jequitibá?

O Shopping Jequitibá está 100% pronto para reabertura em plena segurança, com todas recomendações feitas pela OMS, implementadas e todo o time de colaboradores treinado e adaptados para o convívio no novo normal. Diante de todos os investimentos e adequações feitas, o shopping será um ambiente educativo em relação à Covid-19. Mas, para que isso ocorra, dependemos de um entendimento conjunto da Prefeitura Municipal, Governo do Estado e Ministério Público.

O que significa passar as celebrações da Páscoa, Dias das mães, Dia dos Namorados e São João, datas com forte apelo comercial, com o shopping fechado?

Está sendo um período bem difícil para o varejo, pois todas nossas 137 operações se encontram paralisadas, com uma queda vertiginosa nas vendas. O impacto econômico em datas tão importantes e no próprio dia a dia normal é muito grande. Por isso, aguardamos a reabertura do shopping para iniciarmos o processo de recuperação.

_______________

Criamos as alternativas paliativas para impulsionar as vendas com a implantação do Delivery e Drive Thru, iniciativas que serão incrementadas, melhoradas e ficarão em definitivo como um canal de vendas dos lojistas do Shopping Jequitibá.

_________

Quais as alternativas de vendas que o Shopping Jequitibá proporcionou aos seus lojistas?

Criamos as alternativas paliativas para impulsionar as vendas com a implantação do Delivery e Drive Thru, iniciativas que serão incrementadas, melhoradas e ficarão em definitivo como um canal de vendas dos lojistas do Shopping Jequitibá.

PROGRAMA OFERECE APOIO A EMPRESAS DO SETOR DE ALIMENTOS

Empresas de alimentos já estabelecidas podem ter acesso a crédito || Foto Rovena Rosa/Agência Brasil
Tempo de leitura: < 1 minuto

Estão abertas inscrições para o programa Scale up nacional, voltado a oferecer apoio a empresas no ramo de alimentação e bebidas. O público-alvo da iniciativa são empresas que já se estabeleceram no mercado, mas têm potencial de atingir um crescimento rápido, ou “escalar seus negócios”, no jargão da administração empresarial.

O projeto é uma promoção da organização sem fins lucrativos Endeavor e tem patrocínio da Nestlé. Ao todo, serão selecionadas 15 companhias para participar das atividades de qualificação e orientação, visando o que os organizadores chamam de “crescer com consistência”.

Entre as áreas de atuação estão bebidas, alimentos tradicionais, alimentos baseados em plantações, alimentos e bebidas funcionais e suplementares, tecnologia vinculada à alimentação e comércio eletrônico desse segmento.

O programa tem previsão de duração de cinco meses. Serão designados especialistas para aconselhar os representantes de empresas participantes, os chamados “mentores”. Eles discutirão com os empresários formas de vencer desafios diversos, como logística, canais de venda, construção de marca e cultura organizacional.

A Endeavor lida com 235 empresas em 18 programas semelhantes em todo o país. Ela afirma que após o projeto, as firmas experimentam crescimento de até 93% e aumento do número de funcionários de até 23%.

EMPRESAS INVESTEM EM NOVAS EXPERIÊNCIAS PARA O DIA DOS NAMORADOS

Tempo de leitura: 3 minutos

Com o isolamento social causado pela pandemia do novo Coronavírus, o Dia dos Namorados será diferente para milhares de casais. Os empreendedores têm busca se adaptar a esse novo momento para oferecer novas experiências que possam ser realizadas de casa, como deve ser durante este período, seja na área gastronômica, de vestuário ou calçados. O negócio é se reinventar.

Em Salvador, o restaurante Origem apostou na oferta do menu degustação para os namorados curtirem a noite romântica em casa. Os pedidos, que estão sendo feitos por telefone, são entregues com toda a orientação sobre higiene, montagem dos pratos e harmonização com cervejas.

“Pensamos em um formato que as pessoas possam vivenciar a experiência que ela tinham no restaurante, mas em casa. É uma forma também de matar um pouco a saudade do restaurante”, afirma Fabrício Lemos, proprietário do Origem, restaurante pioneiro em oferecer o menu degustação na capital baiana.

CHOCOLATE

Outra forma de surpreender no Dia dos Namorados é oferecer presentes diferentes do tradicional e valorizando a produção local. Pensando nisso, a Cooperativa da Agricultura Familiar e Economia Solidária da Bacia do Rio Salgado e Adjacências (Coopfesba), de Ibicaraí (BA), que administra a marca Bahia Cacau, está vendendo kits especiais para esta data. Os pedidos são feitos por telefone e serão entregues em casa para a região sul do estado.

Para quem quer acordar no Dia dos Namorados com um cheirinho de café lá da Chapada Diamantina, a Cooperativa de Cafés Especiais e Agropecuária de Piatã oferece opções de café gourmet, especial e tradicional. E o brinde pode ser em grande estilo, com as cervejas artesanais de maracujá da Caatinga e de umbu, da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), que podem ser adquiridas no site, onde reúne todos os produtos da agricultura familiar da Bahia e serão entregues no conforto de casa.

REDES SOCIAIS E DRIVE THRU

Em Itabuna, uma empresa de calçados, bolsas e acessórios, franquia da Arezzo no Shopping Jequitibá, decidiu investir em redes sociais, em delivery e drive thru para o Dia dos Namorados. Os pedidos são feitos pelo WhatsApp, no site ou pelo Instagram. O site reúne produtos com descontos que podem chegar a 50%.

O novo momento tem desafiado as empresas a se reinventarem durante a crise causada pela pandemia do Coronavírus. Diante da atual situação, a reinvenção ou inovação é importante para que as empresas tenham a capacidade de se adequar ao novo momento e adequar às novas necessidades que os clientes possuem.

INOVAÇÃO

“Esses clientes esperam, no contato com essa empresa que ele tem relacionamento, perceber e sentir essa experiência na jornada. O cliente precisa sentir que a empresa está sendo empática com o novo momento, a nova necessidade. Tudo isso pode ser atendido pela inovação. Seja na forma diferente de entregar, ou na capacidade da empresa em levar essa experiência ao cliente em outro momento, ou seja, se diferenciar das demais”, afirma o gerente do Sebrae em Salvador, Rogério Teixeira.

Ele completa que a inovação é fundamental nesse processo e vai fazer com que essa empresa se destaque e tenha a atenção desse cliente e suas novas formas de consumir produtor e serviços, nunca esquecendo de superar as expectativas no atendimento das demandas.

“É o que chamamos de Over Delivery, a capacidade que a empresa tem de surpreender o cliente, entregar além do que previamente foi combinado. Essa é a palavra de ordem no momento”, completa Teixeira.

PANDEMIA REDUZ FATURAMENTO DE 86% DAS EMPRESAS BAIANAS, APURA SEBRAE

Tempo de leitura: 2 minutos

A pandemia do coronavírus reduziu o faturamento de 86% das empresas baianas, de acordo com a segunda edição da pesquisa feita pelo Sebrae Bahia para analisar os impactos econômicos da pandemia. O resultado deste levantamento capta os efeitos econômicos dos últimos três meses. O percentual é menor que os 91% da primeira rodada da pesquisa, em abril.

O levantamento de agora foi feito no período de 18 a 28 de maio, com empresários de várias regiões do estado. A pesquisa mostrou também que 45% dos estabelecimentos estão em atividade e outros 44% suspenderam, temporariamente, os serviços.

Com a mudança de comportamento do consumidor, devido ao isolamento social, 58% dos entrevistados disseram que estão atendendo à distância, sendo que 26% do total começou a atender nesta modalidade após o isolamento social. As principais dificuldades relatadas pelos empreendedores quanto à esta forma de atendimento são falta de sistema de tecnologia e estrutura para logística de entrega.

FINANÇAS

Com a redução do faturamento, as empresas baianas estão recorrendo a alternativas para manter o funcionamento. Pela pesquisa, 26% dos negócios suportam apenas mais um mês de fechamento das atividades econômicas. Cerca de 46% dos empresários terão que solicitar empréstimos se a quarentena durar até o final de junho.

A pesquisa mostrou também que apenas 16% das empresas já foram beneficiadas com prorrogação de dívidas junto aos bancos. Conforme o levantamento, 47% dos empresários acreditam que a economia brasileira voltará a se recuperar em 12 meses.

NOVAS MEDIDAS

A chegada do coronavírus trouxe também um novo comportamento para as empresas, com adoção de medidas que reduzam a possibilidade de transmissão do vírus. Apesar de 96% das empresas que participaram da pesquisa não apresentarem caso de COVID-19, mais de 50% delas iniciaram práticas de higiene e evitaram aglomerações no ambiente de trabalho, estabelecendo o distanciamento físico adequado no atendimento ao público e entre os colaboradores.

Leia Mais

ILHÉUS: MARÃO AUTORIZA REABERTURA GRADUAL DO COMÉRCIO; VEJA COMO SERÁ

Comércio de Ilhéus funcionará apenas com atividades essenciais e de baixo risco || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O comércio de Ilhéus vai reabrir de forma gradual, a partir da próxima quarta (3), conforme decreto assinado pelo prefeito Mário Alexandre, o Marão, nesta segunda (1º). A reabertura se dará após quase dois meses apenas funcionando segmentos do comércio e de serviços considerados essenciais, a exemplo de agências bancárias, supermercados, farmácias, pet shops e lojas de material de construção. O decreto possui total de 87 páginas com as normas e diretrizes de reabertura.

A reabertura é fundamentada, segundo o decreto , em estudo técnico da Secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau). A partir da próxima quarta (3) estão autorizadas a reabrir lojas como as de vendas de tecidos, vestuário e materiais esportivos, joalheria e relojoaria, móveis, agências de turismo, concessionárias e revendas de veículos.

O funcionamento do comércio se dará das 10h às 18h no Centro, mas é permitido horário especial – das 8h às 18h – para lanchonetes e restaurantes enquanto durar o pagamento do auxílio emergencial federal. Pelo decreto, restaurantes e lanchonetes poderão funcionar até as 23h, enquanto não for permitida a atividade de bares. O decreto proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nestes locais.

CASOS ATIVOS

Ilhéus decide pela retomada da economia em um período em que, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, atingiu 518 casos do novo coronavírus (Covid-19), porém com apenas 146 casos ativos da doença. O número de recuperados é mais que o dobro: 343. Os dados são das 18h de ontem (31.maio). Há 164 pessoas aguardando resultado de exame e o número de óbitos chegou a 29, conforme a Sesau.

>> CONFIRA ÍNTEGRA DO DECRETO DE REABERTURA

“PLANO DE RETOMADA” QUE CIRCULA NO WHATSAPP NÃO É DA BAHIA, INFORMA GOVERNO EM NOTA

Plano de Retomada é do Ceará, não da Bahia || Reprodução
Tempo de leitura: < 1 minuto

Imagens que explicam o plano de retomada da economia do estado do Ceará foram retiradas do contexto e estão sendo divulgadas massivamente por meio do aplicativo WhatsApp na Bahia, com o objetivo de confundir as pessoas, informa o governo baiano. As imagens que estão sendo disseminadas fazem parte de uma reportagem de 28 de maio da TV Verdes Mares, afiliada da TV Globo no Ceará. A matéria pode ser assistida neste link: https://globoplay.globo.com/v/8587587/programa/.

O plano baiano ainda não foi elaborado pelo Governo do Estado. “Ontem (30), foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) da Bahia o decreto número 19.732, que criou o Grupo de Trabalho para Estudos de Retomada Econômica Pós-Pandemia. A medida foi tomada após reunião, realizada na quinta (28), entre o governador Rui Costa e o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Ricardo Alban. O plano de retomada da economia na Bahia será resultado do trabalho desta comissão recém-criada”, informa a nota.

DECRETO PERMITE APENAS SERVIÇOS ESSENCIAIS EM ITABUNA E ILHÉUS ATÉ AMANHÃ (29)

Itabuna e Ilhéus têm acumulado de mais de 3,7 mil casos da doença
Tempo de leitura: < 1 minuto

Apenas as atividades consideradas essenciais devem funcionar nesta quinta e sexta (28 e 29) em Itabuna, Ilhéus, Ipiaú, Salvador e outras localidades que superaram a barreira dos 100 casos confirmados da covid-19. A restrição foi determinada por meio de decreto estadual assinado pelo governador Rui Costa.

Em Itabuna podem funcionar farmácias, padarias, unidades de saúde, mercados, bancos, casas lotéricas, postos de combustíveis, delivery de medicamentos e alimentos, serviços funerários, indústrias e a limpeza pública funcionarão nestes dias.

O serviço de delivery não era contemplado no decreto do Governo do Estado, mas o prefeito Fernando Gomes incluiu a entrega nos serviços que estarão funcionando nestes dois dias.

ISOLAMENTO SOCIAL

A intenção desta medida é estimular o isolamento social. como resultado, Itabuna fecha a semana apenas com o funcionamento de serviços essenciais, já que nos últimos três dias foram antecipados alguns feriados na tentativa de manter a população em casa e frear o avanço da contaminação da COVID-19 na cidade.

DONA CLARICE E O SILÊNCIO DE MAGELA

Dona Clarice, a vítima, e Geraldo Magela, o secretário de Saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

É contundente o teor da reportagem do Blog do Gusmão que envolve um dos mais poderosos secretários do Governo Marão. Com riqueza de detalhes, o site relata um negócio do secretário da Saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, com uma senhora de mais de 70 anos em Olivença, zona sul do município, de quem o professor de História e secretário de Saúde comprou um imóvel de R$ 350 mil.

A história envolve outras personagens, familiares de Magela. A venda ocorreu em 2013, mas a transação até hoje não foi concluída por causa do hoje secretário de Saúde de Ilhéus. A história causa indignação. Ressalte-se: Magela preferiu o silêncio a contar a sua versão da história.

Confira a reportagem no site

CAIXA REGISTRA LUCRO SUPERIOR A R$ 3 BILHÕES NO PRIMEIRO TRIMESTRE

Caixa Econômica Federal abre neste sábado || Foto Pimenta
Tempo de leitura: 2 minutos

A Caixa Econômica Federal registrou lucro líquido de R$ 3,049 bilhões no primeiro trimestre deste ano, queda de 37,8% em relação ao quarto trimestre de 2019. Na comparação com igual período de 2019, a queda chegou a 22,2%.

No caso do lucro líquido recorrente, que desconsidera efeitos extraordinários, houve crescimento de 21,2% sobre o quarto trimestre de 2019. Em relação ao primeiro trimestre de 2019, foi registrada queda de 7,5%.

As receitas com prestação de serviços e tarifas bancárias totalizaram R$ 5,8 bilhões no primeiro trimestre deste ano, estáveis frente ao apurado em igual período de 2019. As despesas administrativas totalizaram R$ 7,9 bilhões, redução de 1,7%.

O Índice de Basileia atingiu 18,7%, sendo superior em 7,7 pontos percentuais ao mínimo exigido de 11%. Esse percentual indica a capacidade do banco de emprestar, levando em consideração os recursos próprios e a ponderação de riscos de perdas. O índice é um conceito internacional definido pelo Comitê de Basileia.

CRÉDITO 

A carteira de crédito ampla (empréstimos mais as operações com títulos, valores mobiliários privados e garantias) da Caixa fechou com saldo de R$ 699,6 bilhões em março de 2020. Segundo a Caixa, essa carteira reverteu o movimento de queda e apresentou crescimento de 2% em relação ao primeiro trimestre de 2019, influenciado principalmente pelo crescimento de 5,2% em habitação, de 1,2% em saneamento e infraestrutura e de 1,8% em crédito comercial para pessoa física, compensado pela redução de 17,1% na carteira comercial de empresas.

CRÉDITO IMOBILIÁRIO

Segundo a Caixa, a participação do banco no crédito imobiliário do país é de 69,1%. A Caixa tem a liderança na liderança da contratação com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos.

O saldo da carteira de crédito habitacional cresceu 5,2% em 12 meses e chegou a R$ 470,4 bilhões em março de 2020, dos quais R$ 293,1 bilhões foram concedidos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e R$ 177,4 bilhões com recursos do banco.

No primeiro trimestre de 2020, foram contratados na Caixa R$ 7,4 bilhões no Programa Minha Casa Minha Vida, o equivalente a 66,5 mil unidades habitacionais.

No primeiro trimestre de 2020, foram firmados um total de 9,7 mil contratos das novas modalidades de crédito imobiliários da Caixa (empréstimos indexados ao IPCA e prefixados), totalizando R$ 2,5 bilhões.

INADIMPLÊNCIA

O índice de inadimplência totalizou 3,14%, aumento de 0,68 ponto percentual em 12 meses, impactado, principalmente, pela inadimplência de habitação. Segundo o banco, o indicador ficou abaixo da média do mercado de 3,17%. A carteira habitacional apresentou inadimplência de 2,86% no primeiro trimestre de 2020, apresentando crescimento de 1,05 ponto percentual em 12 meses.

O banco informou que não houve alterações no processo de apuração da provisão, recursos reservados para o caso de inadimplência, “bem como a constituição de provisão prudencial, considerando as características das operações da Caixa que são concentradas em operações de longo prazo, com garantias reais e com mais de 90% das operações classificadas em níveis de riscos entre AA e C [os mais elevados]. A Caixa continuará acompanhando as operações de crédito em relação a evolução da pandemia de covid-19”.

As despesas com provisão atingiram R$ 2 bilhões no primeiro trimestre, redução de 28,8% em relação ao mesmo período do ano passado. O saldo de provisão correspondeu a 5% do total da carteira de crédito, semelhante aos níveis apresentados nos períodos anteriores.

NOS 20 ANOS DO SHOPPING JEQUITIBÁ, NETO APOSTA EM UNIÃO E ENCARA FUTURO COM OTIMISMO

Manoel Chaves Neto, diretor-geral do Shopping Jequitibá
Tempo de leitura: 4 minutos

O Shopping Jequitibá completa 20 anos nesta terça-feira (5). Iniciativa pioneira e visionária no sul da Bahia do empresário Helenilson Chaves, o maior centro de compras, lazer e serviços da região, segundo o diretor Manoel Chaves Neto, transformou a data em momento de reflexão sobre o futuro, que o encara com otimismo.

Nesta entrevista, Neto fala dos reflexos da pandemia da covid-19 na economia, na sociedade e os passos futuros – e o que é necessário – para uma reabertura do comércio. O diretor também fala de novos empreendimentos que vão se somar ao mix de atrações do empreendimento.

Como você resume estas duas décadas do Shopping Jequitibá?

Manoel Chaves Neto – Quero agradecer, agradecer e agradecer por hoje completarmos 20 anos de vida, de relação e de muito amor por Itabuna e todo sul da Bahia. Estas duas décadas passaram voando, ultrapassamos diversos obstáculos, vencemos dezenas de crises, chegamos até a ficar órfãos do nosso fundador e idealizador Helenilson Chaves. Entretanto, as raízes do Shopping Jequitibá são fortes, profundas e sólidas, proporcionando estarmos comemorando seus 20 anos, com empreendimento, completo, regional, dominante no sul da Bahia.

Fomos pegos de surpresa pela forma avassaladora da pandemia, fazendo com que mudássemos por completo nossas programações e atividades comemorativas para esta data. Ainda assim, continuaremos constantemente atentos, trabalhando duro, estudando e nos adaptando para manter o Shopping Jequitibá por muitas décadas como um equipamento único e de vanguarda para o novo normal.

Lia Chaves e o esposo e idealizador do Shopping, o empresário Helenilson Chaves

Hoje temos 46 dias do Decreto Municipal que culminou com o fechamento de todo comércio. Em relação ao Shopping Jequitibá, como está sendo este momento e quais os impactos?

Está sendo dificílimo, pois a pandemia da Covid-19 interrompeu, repentinamente, o ciclo operacional do Shopping Jequitibá e dos nossos lojistas. Por consequência, colocando todos numa fragilidade econômica e financeira de fluxo de caixa, entretanto, os reais impactos só saberemos no médio prazo.

 

Continuaremos constantemente atentos, trabalhando duro, estudando e nos adaptando para manter o Shopping Jequitibá por muitas décadas como um equipamento único e de vanguarda para o novo normal.

 

Qual geração de empregos do Shopping Jequitibá?

Juntamente com nossos lojistas, aproximadamente 1.300 empregos diretos.

Haverá demissões no Shopping Jequitibá?

Não iremos demitir nossos colaboradores, pois utilizaremos todos os benefícios do Governo Federal para segurar ao máximo todos os postos de trabalho existentes antes da Covid-19.

Já existem cerca de 80 shoppings centers abertos no Brasil. Quando serão abertas as portas do Shopping Jequitibá?

A abertura do Shopping Jequitibá está diretamente ligada ao prazo estipulado no decreto municipal em vigor. Entretanto, estamos conscientes que, para abrir o Jequitibá, necessariamente os hospitais da nossa cidade terão que estar minimamente estruturados para enfrentamento das futuras demandas que virão. Hoje esta situação carece da chegada de respiradores, pois só temos 10 leitos de UTI da Santa Casa.

 

Estamos conscientes que, para abrir o Jequitibá, necessariamente os hospitais da nossa cidade terão que estar minimamente estruturados para enfrentamento das futuras demandas que virão.

 

Qual será o protocolo de abertura para o Shopping Jequitibá?

Neste período, nós adequamos o Shopping Jequitibá, com as normativas e protocolos listados pela OMS (Organização Mundial de Saúde), com objetivo de prevenir e dar segurança à saúde de todos que ali frequentam.

Shopping Jequitibá chega aos 20 anos de fundado

As lojas que estavam contratadas e com previsão de abertura serão concretizadas?

Nestes últimos 46 dias, tivemos várias evoluções na construção de lojas Vivara, Natura, ISE Grelhados e Restaurantes e Meu Chapa, além da reforma da Patroni. Em fase de análise final de projetos, temos a Barbearia e a Gráfica que ficarão na alameda de serviços.

 

Tivemos várias evoluções na construção de lojas Vivara, Natura, ISE Grelhados e Restaurantes e Meu Chapa, além da reforma da Patroni. Em fase de análise final de projetos, temos a Barbearia e a Gráfica que ficarão na alameda de serviços.

 

Quantas lojas do Shopping Jequitibá já fecharam as portas por causa dos efeitos da Covid-19?

A IPlace já apresentava desde 2019 o desejo de fechar por motivos de não descolar ponto de equilíbrio e, face a pandemia e consequentemente aumento do dólar, os produtos importados aumentariam de preço e possivelmente haveria retração de vendas.

Como está a relação da administração do Shopping com seus lojistas?

Nossa relação é de união, transparência e parceria reforçada, pois só sairemos desta crise unidos, com muito trabalho e criatividade.

Quais as perspectivas, novidades do Shopping Jequitibá?

Nossa perspectiva é mantermos o Shopping Jequitibá sempre atraente, aconchegante, seguro para receber bem cada vez mais nossos clientes. Além disto, vamos demandar esforços para criar novas alternativas de canais de vendas e distribuição para nossos lojistas.

SEBRAE OFERECE CONSULTORIA FINANCEIRA GRATUITA A EMPRESAS NO SUL DA BAHIA

Consultoria online é ofertada gratuitamente pelo Sebrae no sul da Bahia || Foto Divulgação/Sebrae
Tempo de leitura: 2 minutos

Os micro e pequenos empresários do sul da Bahia podem contar com assessoria financeira gratuita do Sebrae. A consultoria online Presença Financeira tem sido bastante procurada por empresários que buscam orientações em meio à crise gerada pela pandemia de covid-19, segundo o escritório do Sebrae em Ilhéus, que atende a região sul. O serviço já registrou mais de 200 agendamentos para consultoria financeira e digital.

Os atendimentos são feitos por um consultor especialista e um analista do Sebrae. Os clientes podem sanar dúvidas ou até mesmo aprender como melhorar a gestão de contas e equilibrar dívidas e tributos, além de entender se este é um momento propício para compras ou de focar no estoque.

A gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, destaca que os clientes atendidos com as soluções desenhadas pelo Sebrae Bahia, neste cenário de desafios ocasionados pela pandemia, “têm sinalizado uma grande percepção de valor e aplicabilidade das recomendações recebidas”.

– Diariamente, estamos atendendo as demandas espontâneas, mas também estamos em contato através de ligações e outros meios para saber como os nossos clientes estão, quais as dificuldades e, a partir de uma escuta empática e ativa, ofertamos a solução mais convergente com a necessidade apresentada – explica Claudiana Figueiredo.

Embora o momento seja de dificuldades, Fernanda Sepúlveda, proprietária da loja de moda fitness Body de Luxo, em Itabuna, considera que este é o momento para encarar as oportunidades e enxergar melhoria os negócios. “A consultoria me trouxe vários benefícios e informações que eu desconhecia e já fiquei com o meu ‘dever de casa’”, frisa a empresária que participou da consultoria Presença Financeira.

A receptividade dos empresários baianos tem sido positiva. “Isso mostra que estamos no caminho certo e ofertando o que é mais adequado para o momento. Entretanto, estamos atentos também às necessidades futuras no processo de recuperação desses empresários” aponta a gerente da Unidade de Atendimento Coletivo, Célia Fernandes.

Leia Mais
Back To Top