skip to Main Content
11 de maio de 2021 | 01:45 am

JEQUIÉ REGISTRA OCUPAÇÃO DE 100% DOS LEITOS DE UTI PARA COVID-19

Jequié registra taxa de 100% de ocupação de leitos de UTI || Foto Zenilton Meira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O morador da região de Jequié infectado com o novo coronavírus que precisar de um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) terá de esperar na fila. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a taxa de ocupação de leito para pacientes em estado grave segue em 100% nesta segunda-feira (15).

O município do sudoeste da Bahia conta com 29 leitos exclusivos de UTI para pacientes em estado grave. Desse total de vagas, 19 estão ocupadas, hoje, com moradores de Jequié. Os outros 10 leitos estão com moradores de outros municípios, segundo informou há pouco a SMS.

Jequié já ultrapassou a marca dos 10 mil casos de novo coronavírus. Desde o início da pandemia até hoje foram confirmados exatos 10.270 infectados pelo vírus, sendo que 8.483 estão recuperados, 1.574 casos ativos e 213 óbitos. Há 45 pessoas com os sintomas da doença esperando resultado do exame.

GOVERNO BAIANO DIZ QUE ECONOMIA REAL COM QUALIDADE DO GASTO ATINGE R$ 7,8 BILHÕES

Economia ao adotar política de qualidade do gasto na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Nos últimos seis anos, a Bahia obteve economia real de R$ 7,8 bilhões nas despesas com o custeio da administração como resultado da política de Qualidade do Gasto Público implantada em 2015,  logo no início da primeira gestão do governador Rui Costa.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), outro índice do sucesso da metodologia é o fato de que o valor efetivamente gasto nesta área permaneceu nos mesmos patamares, chegando a registrar pequena redução no comparativo entre 2018 e 2020.

O cálculo leva em conta a inflação do período e concentra-se nas despesas de custeio, ou seja, aquelas relacionadas aos gastos com a manutenção da administração estadual, a exemplo de água, energia e material de consumo. Estes valores não incluem os gastos com atividades finalísticas, como aquelas que, na área de Saúde, foram destinadas a combater os efeitos da pandemia do coronavírus.

O dinheiro economizado, de acordo com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, ajudou a preservar o equilíbrio das contas e a ampliar os investimentos. “Ao liberar recursos de custeio para investimento público, a qualidade do gasto é diretriz estratégica para a melhoria efetiva nos indicadores de áreas como saúde, educação, segurança e emprego e renda, metas prioritárias do governo baiano”, lembra o secretário. Além disso, acrescenta, “o Estado segue dispondo de recursos para o pleno funcionamento dos serviços públicos e a garantia da paz social”.

PANDEMIA

Entre 2015 e 2020, a Bahia somou R$ 14,8 bilhões em investimentos públicos, mantendo-se em segundo lugar no país neste quesito, atrás apenas de São Paulo e aplicando mais que o governo paulista em termos de proporção do orçamento. Um bom exemplo está na área de Saúde, na qual foram investidos R$ 1,7 bilhão entre 2015 e 2020, criando uma infraestrutura que mostrou-se fundamental para a bem sucedida estratégia de enfrentamento aos efeitos da pandemia do novo coronavírus a partir de março de 2020.

Leia Mais

PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO EM CURSOS TÉCNICOS DO IFBA TEM MUDANÇAS

Há vagas para o campus de Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Instituto Federal da Bahia (IFBA) informou que, por causa da pandemia do novo coronavírus, o processo seletivo para ingresso nos cursos técnicos neste ano terá mudanças. Uma delas é que será adotado o modelo de Análise de Histórico Escolar do candidato e, não haverá aplicação de prova presencial, como ocorreu em anos anteriores. As inscrições serão gratuitas.

Para os cursos de ensino médio integrado e Educação para Jovens e Adultos (EJA) a análise ocorrerá sobre as médias finais do ensino fundamental II. De acordo com o IFBA, para os cursos subsequentes serão analisadas as notas do histórico do ensino médio. O edital com todas as informações sobre o processo seletivo deste ano será publicado no próximo dia 15.

No sul da Bahia, as vagas serão nos campi de Ilhéus e Ubaitaba, que deverão ofertar vagas para cursos como informática, edificações e segurança do trabalho. O período de inscrições será de 22 deste mês a 16 de abril, pela internet. O número de vagas para cada unidade será informado no edital no próximo dia 15.

BAHIA JÁ VACINOU 182 MIL PESSOAS CONTRA A COVID-19 E REGISTRA 10 MIL ÓBITOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Com 182.083 vacinados contra o coronavírus (Covid-19) até as 14 horas deste sábado (30), a Bahia é um dos estados do País com o maior número de imunizados. Neste final de semana (30 e 31) a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) está distribuindo 65 mil vacinas para atender a um público-alvo de aproximadamente 58 mil idosos com mais de 90 anos.

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 4.078 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,7%) e 3.560 recuperados (+0,6%). Dos 585.958 casos confirmados desde o início da pandemia, 563.176 já são considerados recuperados e 12.723 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (21,94%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (11.729,36), Itororó (10.033,36), Itabuna (9.185,69), Muniz Ferreira (9.135,00) e Conceição do Coité (8.935,33).

MAIS DE 10 MIL ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 38 óbitos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 10.059, representando uma letalidade de 1,72%. Dentre os óbitos, 56,58% ocorreram no sexo masculino e 43,42% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 54,97% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,66%, preta com 14,76%, amarela com 0,63%, indígena com 0,14% e não há informação em 9,84% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,85%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (74,11%).

BAHIA RECEBE MAIS DE 550 MIL DOSES DE VACINAS CONTRA A COVID-19

Bahia recebe mais de meio milhão de vacinas contra a covid-19 || Foto Mateus Pereira/GovBA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com nova remessa de 54,6 mil doses da Coronavac recebida no final da tarde dessa segunda (25), a Bahia atingiu 550.700 doses de imunizantes contra o novo coronavírus desde a semana passada. A terceira remessa chegou em um voo comercial no fim da tarde desta segunda-feira (25), no Aeroporto Internacional de Salvador.

A carga seguiu para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), em Simões Filho, para que possa ser distribuída para todos os municípios baianos. Esta nova leva faz parte do segundo pedido para uso emergencial da CoronaVac feito pelo Butantan à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A autorização foi dada pelo órgão federal na última sexta-feira (22).

MEIO MILHÃO DE VACINAS

A chegada deste novo lote ocorre exatamente uma semana após a primeira remessa de vacinas desembarcar na Bahia, com 376.600 doses da CoronaVac, no fim da noite da última segunda-feira (18).

Já a segunda leva de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde para imunizar baianos de Salvador e de todas as cidades do interior chegou na manhã deste domingo (24) e foi composta por 119.500 doses da vacina Oxford/Astrazeneca.

BAHIA REGISTRA 4.566 NOVOS CASOS DE COVID-19 EM 24 HORAS, COM 33 ÓBITOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou 4.566 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), com 3.695 recuperados. Dos 562.466 casos confirmados desde o início da pandemia, 541.416 já são considerados recuperados e 11.223 encontram-se ativos.

Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (11.461,60), Itororó (9.464,23), Muniz Ferreira (8.879,01), Itabuna (8.797,36) e Conceição do Coité (8.785,20).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 952.517casos descartados e 136.686 em investigação até as 17 horas deste sábado (23). Na Bahia, 39.169 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 33 óbitos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.827, representando uma letalidade de 1,75%. Dentre os óbitos, 56,54% ocorreram no sexo masculino e 43,46% no sexo feminino.

Em relação ao quesito raça e cor, 55,05% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,48%, preta com 14,72%, amarela com 0,63%, indígena com 0,13% e não há informação em 9,98% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,70%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,89%)

ILHÉUS: DIRIGENTES DE ESCOLAS DO ENSINO INFANTIL RELATAM CRISE E PEDEM AJUDA

Presidente da Câmara de Ilhéus, Jerbson Moraes, dialoga com donos de escolas
Tempo de leitura: 2 minutos

A difícil sobrevivência em tempos de pandemia do Ensino Infantil nas escolas particulares em Ilhéus foi pauta de um encontro hoje (18) à tarde, na Câmara Municipal, entre dirigentes escolares e o presidente Jerbson Moraes. O grupo representa mais de 30 instituições educacionais privadas do município e assegura que 70% destas escolas – especialmente as de médio e pequeno portes – poderão fechar as portas por falta de aluno matriculado. Por causa da pandemia, as matrículas deste ano, segundo os dirigentes, caíram a quase zero se comparadas aos anos anteriores. “Não vamos resistir”, assegura o grupo.

Os dirigentes destacam ainda que os prejuízos não são unicamente financeiros. “São dos próprios alunos, de zero a cinco anos de idade, que estão em casa sem acompanhamento pedagógico, já que a formação remota não é possível para esta faixa etária e nem é recomendado pelo Conselho Municipal de Educação”, explica Eliana Lang, diretora do Colégio Ideal.

Os dirigentes das escolas particulares se dizem preparados para atender a todas as exigências da Organização Mundial da Saúde (OMS), para funcionar, com segurança, neste primeiro semestre, de forma híbrida (parte da turma em casa em aulas remotas e outra presencial, em sala de aula, em número reduzido).

DIÁLOGO NO LEGISLATIVO

“O que queremos e precisamos é ser ouvidos”, destaca a orientadora educacional, Jamile Barreto. Os dirigentes colocam à disposição das autoridades duas possibilidades de retorno. Em condições normais, uma sala de aula tem em média 15 alunos. A primeira proposta é reabrir com uma média de apenas sete crianças por sala.

A segunda possibilidade é oferecer às famílias grupos fixos em casa com aulas remotas para quem quiser, outros em sala de aula, se for esta a opção. Os dirigentes fizeram questão de destacar que a Câmara de Vereadores de Ilhéus foi a primeira instituição a aceitar o debate e o presidente Jerbson Moraes a ouvir o grupo.

Para Jerbson Moraes, a educação infantil precisa ser tratada de forma diferenciada, por sua importância na formação da criança. Ele defende a flexibilização, desde que haja total segurança, em razão do prejuízos que a falta de contato destas crianças com a escola pode proporcionar, com resultados que podem ser irreversíveis na formação do estudante. Ele assegurou ao grupo que a Câmara vai provocar este diálogo com as demais autoridades municipais, com o objetivo de encerrar o impasse.

Leia Mais

BAHIA ATINGE 537,7 MIL CASOS DE COVID-19 E 72% DE OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI

Hospital Costa do Cacau estava com 100% dos leitos de UTI Covid-19 com pacientes
Tempo de leitura: < 1 minuto

Mais de 3 mil novos casos de covid-19 foram registrados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) nas últimas 24 horas em toda a Bahia. Segundo a Sesab, foram 3.041 casos confirmados e, em igual período, 3.902 recuperados da doença até as 17 horas deste domingo (17).

Dos 537.772 casos confirmados desde o início da pandemia, 516.078 já são considerados recuperados e 12.056 encontram-se ativos (isolados ou internados). Desde março do ano passado, a covid-19 provocou 9.638, 32 deles somente nas últimas 24 horas.

Os mais de 537 mil casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,35%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (10.704,02), Muniz Ferreira (8.811,64), Conceição do Coité (8.617,07), Itabuna (8.426,86) e Itororó (8.424,10).

LEITOS DE UTI

A Bahia possui, hoje, mais de 1,2 mil pessoas internadas devido a complicações provocadas pela covid-19. Do total, 734 estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), o que representa 72% de ocupação dos leitos destinados aos pacientes com quadro grave. O sul da Bahia é a região do Estado que apresenta maior percentual de ocupação de leitos de UTI Covid-19, 92%, seguido por centro-norte (85%) e sudoeste (81%), conforme dados da Sesab.

 

BAHIA REGISTRA 5,8 MIL NOVOS CASOS DE COVID-19 EM 24 HORAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou, neste sábado (16), o segundo maior número de casos de covid-19 em apenas 24 horas. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), foram 5.832 pessoas com resultado positivo para infecção pelo vírus.

No período das últimas 24 horas, o número de recuperados da doença chegou a 3.987. O total de registros superou o contabilizado nesta sexta-feira (15), passando a ocupar o segundo dia com maior número de confirmações em 24 horas desde o início da pandemia.  O recorde do número de casos, dentro de um dia, ocorreu em 22 de julho, quando foram totalizados 6.401 casos.

Segundo a Sesab, o aumento expressivo do número de casos é reflexo, sobretudo, “das festas e aglomerações ocorridas no final do ano e da retomada das notificações por parte de alguns municípios que tiveram as equipes de vigilância reestruturadas devido às novas gestões”. Dos 534.371 casos confirmados desde o início da pandemia, 512.176 já são considerados recuperados e 12.589 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,5%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (10.671,37), Muniz Ferreira (8.811,64), Conceição do Coité (8.608,06), Itabuna (8.378,55) e Itororó (8.276,91).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 935.870 casos descartados e 131.045 em investigação até as 17 horas de hoje. Na Bahia, 38.561 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 31 óbitos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.606, representando uma letalidade de 1,80%. Dentre os óbitos, 56,56% ocorreram no sexo masculino e 43,44% no sexo feminino.

EM 24 HORAS, BAHIA REGISTRA MAIS 4.113 CASOS DE NOVO CORONAVÍRUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 4.113 casos de novo coronavírus. Do total de 523.068 infectados desde o início da pandemia, 505.398 são considerados recuperados e 8.127 encontram-se ativos.

Os casos confirmados de Covid-19 ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,35%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (10.586,47), Muniz Ferreira (8.690,38), Conceição do Coité (8.569,03), Itabuna (8.234,10) e Jucuruçu (8.174,45).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 927.920 casos descartados e 130.682 em investigação. Do total de casos confirmados na Bahia, 38.227 são profissionais da saúde.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 31 óbitos que ocorreram várias datas. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.543, o que representa uma letalidade de 1,82%. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,94%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,68%).

COVID-19: BAHIA REGISTRA 2,1 MIL NOVOS CASOS E 27 ÓBITOS EM 24H

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou, nas últimas 24 horas, 2.105 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%), 1.842 recuperados (+0,4%) e 27 óbitos, informa a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Dos 515.861 casos confirmados desde o início da pandemia, 499.577 já são considerados recuperados e 6.804 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,35%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram, até aqui, Ibirataia (10.553,81), Muniz Ferreira (8.663,43), Conceição do Coité (8.533,00), Jucuruçu (8.174,45) e Itabuna (8.152,97).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 904.662 casos descartados e 122.463 em investigação até as 17 horas desta terça-feira (12). Na Bahia, 37.811 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 27 óbitos. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.480, representando uma letalidade de 1,84%. Dentre os óbitos, 56,46% ocorreram no sexo masculino e 43,54% no sexo feminino.

EM 24 HORAS, BAHIA CONFIRMA 1.649 CASOS E 32 ÓBITOS DE COVID-19

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia confirmou 1.649 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%), 1.570 casos de recuperação da doença (+0,3%) e 32 óbitos nas últimas 24 horas, informou a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Dos 512.841 casos confirmados desde o início da pandemia, 496.542 já são considerados recuperados e 6.875 encontram-se ativos. A covid-19 causou 9.424 mortes apenas na Bahia.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,37%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram, até aqui, Ibirataia (10.514,63), Muniz Ferreira (8.636,49), Conceição do Coité (8.533,00), Jucuruçu (8.163,49) e Pintadas (8.096,20).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 902.102 casos descartados e 121.681 em investigação até as 17 horas deste domingo (10). Na Bahia, 37.642 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

COVID-19: BAHIA TEM 6,8 MIL PACIENTES EM ISOLAMENTO OU INTERNADOS, DIZ SESAB

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registra, por quase uma semana, aumento do número de pacientes em isolamento domiciliar ou em internamento em decorrência da covid-19, os chamados casos ativos. No primeiro sábado do ano, dia 2, eram 5.090 casos ativos. Hoje (9), são 6.828, aponta a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Nas últimas 24 horas, o estado registrou 2.497 novos casos de infectados (taxa de crescimento de +0,5%) e 1.908 recuperados (+0,4%), além de 28 óbitos. Dos 511.192 casos confirmados desde o início da pandemia, 494.972 já são considerados recuperados e 9.392 não resistiram à doença, conforme a Sesab.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,42%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes são, até aqui, Ibirataia (10.462,38), Muniz Ferreira (8.623,01), Conceição do Coité (8.528,49), Jucuruçu (8.163,49) e Pintadas (8.096,20).

37,5 MIL PROFISSIONAIS DE SAÚDE ATINGIDOS

boletim epidemiológico contabiliza ainda 900.362 casos descartados e 123.370 em investigação até as 17 horas deste sábado (9). Na Bahia, 37.531 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

GOVERNO IGNOROU OFERTA DE 70 MILHÕES DE DOSES DE VACINA DA PFIZER PARA ENTREGA EM DEZEMBRO PASSADO

Vacina da Pfizer foi oferecida ao Brasil no ano passado || Foto Dado Ruvic/Reuters
Tempo de leitura: < 1 minuto

A empresa farmacêutica Pfizer revelou, na noite de ontem (7), que fez três propostas ao governo brasileiro para aquisição das vacinas contra o coronavírus a serem entregues a partir de dezembro de 2020, mas afirma que todas foram recusadas, informa o Metro1. Segundo a nota da companhia, a primeira oferta para a venda dos imunizantes foi realizada em agosto de 2020.

“Vale reforçar que a Pfizer encaminhou três propostas para o governo brasileiro, para uma possível aquisição de 70 milhões de doses de sua vacina, sendo que a primeira proposta foi encaminhada pela companhia em 15 de agosto de 2020 e considerava um quantitativo para entrega a partir de dezembro de 2020”, comunicou.

A Pfizer diz que não pode revelar mais informações, por conta de um acordo de confidencialidade assinado com o governo no dia 31 de julho do ano passado. A empresa, porém, afirmou que os termos da proposta direcionada ao Brasil são os mesmos de outros países, inclusive de alguns que já estão vacinando com a vacina elaborada pelo laboratório.

“Países como Estados Unidos, Japão, Israel, Canadá, Reino Unido, Austrália, México, Equador, Chile, Costa Rica, Colômbia e Panamá, assim como a União Europeia e outros países, garantiram um quantitativo de doses para dar início à imunização de suas populações, por meio de acordo que engloba as mesmas cláusulas apresentadas ao Brasil”, revela o comunicado.

A vacina da Pfizer ainda aguarda o registro definitivo junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

BAHIA REGISTRA QUASE 3 MIL NOVOS CASOS DE COVID-19 EM 24H

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou 2.980 novos casos de covid-19 no período das 17h de ontem (6) até igual horário desta quinta (7), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), quando 2.431 pessoas foram consideradas recuperadas da doença.

Hoje, o estado tem 505.918 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 490.725 estão recuperados (não têm mais sintomas da doença nem o vírus) e 5.860 estão em isolamento ou internados, os chamados casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,45%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (10.442,79), Muniz Ferreira (8.609,54), Conceição do Coité (8.517,98), Jucuruçu (8.152,53) e Pintadas (8.096,20).

O boletim epidemiológico contabiliza ainda 895.305 casos descartados e 123.275 em investigação até as 17 horas desta quinta. Na Bahia, 37.300 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 29 óbitos nesta quinta. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 9.333, representando uma letalidade de 1,84%. Dentre os óbitos, 56,49% ocorreram no sexo masculino e 43,51% no sexo feminino.

Back To Top