skip to Main Content
27 de fevereiro de 2021 | 10:05 am

BAHIA: MORTES POR CAUSAS RESPIRATÓRIAS CRESCERAM 34% EM 2020

Aumento de óbitos é consequência da pandemia provocada pelo novo coronavírus
Tempo de leitura: 2 minutos

A pandemia causada pelo novo coronavírus aumentou em 34,6% os óbitos por doenças respiratórias na Bahia, que passaram de 20.862 para 28.096 na comparação entre 2019 e 2020. A Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) explodiu, registrando crescimento de 386%, seguida pelas de Causas Indeterminadas (19,6%).

Os dados do Portal da Transparência, plataforma administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil), mostram que as mortes registradas pelos Cartórios da Bahia em 2020 totalizaram 89.756.

O número de óbitos em 2020 pode aumentar ainda mais, assim como a variação da média anual, uma vez que os prazos para registros chegam a prever um intervalo de até 15 dias entre o falecimento e o lançamento da informação no Portal da Transparência. Além disso, alguns Estados brasileiros expandiram o prazo legal para registro de óbito em razão da situação de emergência causada pela COVID-19.

MORTES EM CASA DISPARAM

O receio de frequentar hospitais ou mesmo realizar tratamentos de rotina durante a pandemia, assim como a falta de leitos em momentos críticos da COVID-19 no Brasil, fez com que o número de mortes em domicílio disparasse no estado da Bahia quando se comparam os anos de 2019 e de 2020, registrando um aumento de 20,9%.

As mortes por Causas Respiratórias fora de hospitais cresceram 20,9%, sendo que novamente a SRAG foi a que registrou a maior variação, 86%. Também cresceram os óbitos por Septicemia (28%) e Causas Indeterminadas (72%). Os registros de óbitos, feitos com base nos atestados assinados pelos médicos, apontam que 428 baianos morreram de COVID-19 em suas casas.

Leia Mais

BAHIA REGISTRA 337,7 MIL RECUPERADOS DA COVID-19

Bahia tem 443.137 recuperados da doença
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia registrou 337.785 recuperados da covid-19 desde o início da pandemia da doença até esta sexta (30), informa a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Já o total de infectados chega a 352.700, com 7.315 casos ativos e 7.600 mortes causadas pelo novo coronavírus.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.423 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,4%) e 1.614 recuperados (+0,5%), além de 29 óbitos, estes registrados no período que vai de 10 de julho a 29 de outubro.

Os 352,7 mil casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (26,13%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes, até aqui, são Ibirataia (8.509,67), Almadina (6.588,58), Itabuna (6.538,23) Madre de Deus (6.452,38) e Aiquara (6.140,35).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 720.989 casos descartados e 85.761 em investigação até as 17 horas desta sexta-feira (30). Na Bahia, 28.927 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

As 7.600 mortes confirmadas pela Sesab ocorreram desde o início da pandemia e a Bahia apresenta letalidade de 2,15%. Dentre os óbitos, 55,96% ocorreram no sexo masculino e 44,04% no sexo feminino.

BAHIA ATINGE 340 MIL CASOS DE COVID-19, COM 7,4 MIL ÓBITOS E 326,4 MIL RECUPERADOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou total de 1.450 casos de covid-19 em toda a Bahia nas últimas 24 horas, além de 1.266 recuperados (curados) da doença no período. Hoje, também, a Bahia atingiu 340.665 casos confirmados de covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 326.400 já são considerados sem sintomas (curados) e 6.858 encontram-se ativos (em recuperação em casa ou internados).

Os casos confirmados ocorreram nos 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (26,59%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Ibirataia (7.987,20), Almadina (6.551,98), Itabuna (6.406,44), Madre de Deus (6.343,34)), Apuarema (6.002,73).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 691.022 casos descartados e 80.027 em investigação até as 17 horas desta quinta-feira (22). Na Bahia, 28.162 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 23 óbitos que ocorreram no período que vai do dia 15 até ontem (21). O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.407, representando uma letalidade de 2,17%. Dentre os óbitos, 55,99% ocorreram no sexo masculino e 44,01% no sexo feminino. Atualizado às 19h10min do dia 23.

NAS ÚLTIMAS 24 HORAS, BAHIA REGISTRA 881 NOVOS CASOS DE COVID-19 E 26 ÓBITOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia confirmou 881 novos casos de covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 911 curados da doença (+0,3%) nas últimas 24 horas, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Dos 336.232 casos confirmados desde o início da pandemia, 322.177 já são considerados curados e 6.713 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (26,78%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (7.823,93), Almadina (6.551,98), Itabuna (6.357,66), Madre de Deus (6.329,11), Apuarema (5.920,87).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 682.417 casos descartados e 77.216 em investigação até as 17 horas desta segunda (19). Na Bahia, 27.874 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 26 óbitos que ocorreram no período de 22 de junho a 18 de outubro. O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 7.342, representando uma letalidade de 2,18%. Dentre os óbitos, 55,94% ocorreram no sexo masculino e 44,06% no sexo feminino.

ILHÉUS REGISTRA MAIS DUAS MORTES PROVOCADAS PELA COVID-19

Ilhéus registra mais duas mortes provocadas pela covid-19 || Foto José Nazal
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta segunda (28), Ilhéus confirmou mais duas mortes provocadas pelo novo coronavírus (Covid-19), conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). São 233 óbitos pela covid-19 desde o início da pandemia.

Conforme boletim dessa segunda, o município tem 6.817 casos confirmados da doença, 28 deles ocorridos nas 24 horas compreendidas entre o início da noite de domingo e igual período de ontem.

Ilhéus tem, ainda, 319 pacientes em isolamento, 56 deles internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Segundo a Sesau, há 473 pacientes com quadro suspeito da doença aguardando resultado do exame. Desde o início da pandemia, 21.910 casos suspeitos apresentaram resultado negativo (descartados).

BAHIA TEM MAIS DE 250 MIL CURADOS DA COVID-19, MAS 5.590 NÃO RESISTIRAM À DOENÇA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia confirmou 2.398 novos casos de covid-19 (novo coronavírus), 41 óbitos e 2.836 curados da doença. Dos 268.137 casos confirmados desde o início da pandemia, 253.145 já são considerados curados e 9.402 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 415 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (29,73%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (5.936,52), Almadina (5.838,21), Itabuna (5.052,46), Dário Meira (4.957,98), Salinas da Margarida (4.748,84).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 500.557 casos descartados e 87.144 em investigação até as 17 horas desta sexta-feira (4). Na Bahia, 23.823 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 41 óbitos que ocorreram em diversas datas, de 28 de maio até ontem (3). O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 5.590, representando uma letalidade de 2,08%. Dentre os óbitos, 55,92% ocorreram no sexo masculino e 44,08% no sexo feminino.

SESAB CONFIRMA 245 MIL CASOS DE COVID-19, COM 5,1 MIL MORTES

Foto Thomas Imophothek/Getty Images
Tempo de leitura: < 1 minuto

A média diária de novos casos de covid-19 na Bahia se mantém em crescimento, conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Nas últimas 24 horas, a Bahia confirmou  4.082 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,7%) e 3.970 curados (+1,8%). Os novos números foram divulgados neste final de tarde de quarta (26).

Dos 245.021 casos confirmados desde o início da pandemia, 228.006 já são considerados curados e 11.899 encontram-se ativos. O número total de mortos pela covid-19 no estado, até agora, chega a 5.116,  65 deles confirmados hoje, porém ocorridos em um período que vai de 27 de maio até ontem (25).

Segundo a Sesab, os casos confirmados ocorreram em 415 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (30,75%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Almadina (5.618,59), Ibirataia (5.159,35), Dário Meira (4.808.59), Salinas da Margarida (4.589,26), Itabuna (4.584,40).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 453.265 casos descartados e 85.257 em investigação. Os números são relativos ao período das 17h de ontem (25) até as 17 horas de hoje. Na Bahia, 20.096 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

BAHIA ULTRAPASSA 5 MIL MORTES CAUSADAS PELA COVID-19

Número de mortes pela Covid-19 na Bahia passa de 5 mil || Imagem Engeplus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Mais 3.731 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,6%) e 4.095 curados (+1,9%), além de 70 óbitos, foram registrados na Bahia nas últimas 24 horas. Dos 240.939 casos confirmados desde o início da pandemia, 224.036 já são considerados curados e 11.852 encontram-se ativos. Infelizmente, 5.051 pessoas não resistiram às doença na Bahia, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

Os casos confirmados ocorreram em 414 dos 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (30,88%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (4.941,43), Dário Meira (4.547,15), Salinas da Margarida (4.257,36), Itapé (4.189,02) e Ibirataia (4.120,95).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 446.294 casos descartados e 85.077 em investigação até as 17 horas desta terça-feira (25).Na Bahia, 19.096 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 70 óbitos que ocorreram em diversas datas, conforme tabela abaixo. A existência de registros tardios e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19.

O número total de óbitos por Covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 5.051, representando uma letalidade de 2,10%. Dentre os óbitos, 56,31% ocorreram no sexo masculino e 43,69% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 51,89% corresponderam a parda, seguidos por branca com 15,80%, preta com 15,42%, amarela com 0,85%, indígena com 0,12% e não há informação em 15,92% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 75,98%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (77,49%).

BAHIA REGISTRA 237,2 MIL CASOS DE COVID-19, COM 219,9 MIL CURADOS E 4.981 ÓBITOS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 1.158 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,5%) e 1.433 curados (+0,7%), além de confirmar 76 óbitos, metade ocorrida em junho e julho, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Dos 237.208 casos confirmados desde o início da pandemia, 219.941 já são considerados curados e 12.286 encontram-se ativos. O total de mortos chega a 4.981.

Os mais de 237 mil casos confirmados ocorreram em 413 dos 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (31,49%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (4.941,43), Dário Meira (4.547,15), Salinas da Margarida (4.257,36), Itapé (4.189,02) e Ibirataia (4.120,95).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 440.173 casos descartados e 84.172 em investigação até as 17 horas desta segunda-feira (24). Na Bahia, 18.929 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

ÓBITOS

O boletim epidemiológico de hoje contabiliza 76 óbitos que ocorreram em diversas datas. Desde o início da pandemia até agora, são de 4.981 mortes causadas pela doença, representando uma letalidade de 2,10%. Dentre os óbitos, 56,05% ocorreram no sexo masculino e 43,95% no sexo feminino.

Em relação ao quesito raça e cor, 51,80% corresponderam a parda, seguidos por branca com 15,80%, preta com 15,34%, amarela com 0,84%, indígena com 0,12% e não há informação em 16,10% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 76,15%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (77,62%).

COVID-19: VILAS-BOAS DIZ QUE HÁ GRANDE SUBNOTIFICAÇÃO DE ÓBITOS NO INTERIOR E EM HOSPITAIS PRIVADOS

Fábio Vilas-Boas, secretário estadual de Saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, esclareceu hoje (21), em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, a alta nos óbitos apontados diariamente no boletim de coronavírus do estado. De acordo com ele, o número não representa um aumento recente nas mortes por Covid-19 .

“Nós, há cerca de três semanas, descobrimos que havia uma grande subnotificação de óbitos nos municípios de pequeno porte e também em hospitais privados. Desde lá nós estamos fazendo um enorme esforço, inclusive com empréstimos de funcionários do SAC que estavam em home office, para resolver esse problema”, explicou o secretário.

Ainda de acordo com Fábio, a Sesab entrou em contato com 417 secretarias municipais de Saúde baianas, incluindo Salvador, para que entrassem no sistema de notificação do Ministério da Saúde e concluíssem as investigações dos óbitos. “Uma morte por Covid-19, que é de interesse epidemiológico, é diferente de outros falecimentos, porque precisa de toda a checagem. Então ao longo dessas últimas três semanas a gente tem feito esse mutirão e isso deu resultado. Tanto que quando a gente vai olhar a data dos óbitos nos boletins, dá pra ver que não foram 74 somente ontem, porque 85% tem mais de uma semana e 50% tem mais de 15 dias. Esse rastro vai até quase dois meses atrás”, afirmou ele.

COM REGISTRO TARDIO, BAHIA TEM ALTA DE MORTES CAUSADAS PELA COVID-19; TOTAL CHEGA A 4.685

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em apenas 30 dias, a Bahia registrou total de 1.794 mortes causadas pelo novo coronavírus (Covid-19). A Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) informava 2.891 óbitos em decorrência da covid-19 no último dia 20 de julho. Nesta quinta, 20 de agosto, a Pasta informava que 4.685 pessoas perderam a luta contra a doença no estado.

Boa parte dos mais de 1,7 mil pacientes faleceram em outros meses – maio, junho ou julho, conforme registro da Sesab. O atraso nas confirmações, conforme o Estado, “e/ou acúmulo de casos deve-se a sobrecarga das equipes de investigação, pois há doenças de notificação compulsória para além da Covid-19. Outro motivo é o aprofundamento das investigações epidemiológicas por parte das vigilâncias municipais e estadual”, esclarece.

Nesta quinta (20), a Sesab confirma total de 74 óbitos, o maior desde o início da pandemia. Destas mortes, 42 ocorreram em agosto, 30 nos últimos 7 dias. As demais vítimas faleceram em 10 de maio (1 óbito), em junho (2 óbitos) e julho (29 óbitos).

228 MIL CASOS CONFIRMADOS

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 3.937 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,8%) e 3.377 altas de pacientes já considerados curados (+1,6%).

Dos 228.596 casos confirmados desde o início da pandemia, 208.932 já são considerados curados e 14.979 encontram-se ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 413 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (31,59%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Almadina (4.941,43), Dário Meira (4.547,15), Salinas da Margarida (4.257,36), Itapé (4.189,02) e Ibirataia (4.120,95).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 426.829 casos descartados e 86.582 em investigação até as 17 horas desta quinta-feira (20). Na Bahia, 18.564 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

BAHIA ULTRAPASSA MARCA DE 200 MIL RECUPERADOS DA COVID-19, MAS JÁ TEM 4.542 MORTES

Residente do Abrigo São Vicente está entre os mais de 200 mil curados da covid-19 na Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia confirmou 3.926 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +1,8%) e 2.976 curados (+1,5%) nas últimas 24 horas. No mesmo período, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) confirmou total de 67 óbitos ocorridos no período de 13 de junho até esta terça (18).

Dos 221.041 casos confirmados desde o início da pandemia, 202.157 já são considerados curados e 14.342 encontram-se ativos. A Bahia atingiu, hoje, a triste marca de 4.542 mortes provocadas pela covid-19, segundo a Sesab.

Os casos confirmados ocorreram em 413 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (31,77%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Almadina (4.941,43), Dário Meira (4.547,15), Salinas da Margarida (4.257,36), Itapé (4.189,02) e Ibirataia (4.120,95).

boletim epidemiológico contabiliza ainda 415.444 casos descartados e 84.674 em investigação até as 17 horas desta terça-feira (18). Na Bahia, 18.231 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui ou acesse o Business Intelligence.

Com 4.542 mortes pela covid-19 desde o início da pandemia – letalidade de 2,05%, a Bahia tem 55,92% das vítimas do sexo masculino e 44,08% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 50,88% corresponderam a parda, seguidos por branca com 15,43%, preta com 15,17%, amarela com 0,88%, indígena com 0,13% e não há informação em 17,50% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 76,13%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (78,11%).

EM ITABUNA, SOBE PARA 2.881 O NÚMERO DE CURADOS DA COVID-19

Itabuna registra 375 óbitos por Covid-19|| Foto Pedro Augusto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com critérios para rigorosos que os dos governos estadual e federal para classificar como curadas as vítimas do novo coronavírus (Covid-19), a Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna contabilizou, neste Domingo dos Pais (9), total de 2.881 pacientes recuperados da doença no município. Os dados foram divulgados há pouco. Até ontem, eram 2.857 curados da covid-19 em Itabuna.

No total, o município tem 6.420 casos confirmados de covid-19, mas a SMS não informa quantos destes pacientes residem em Itabuna. Além dos 2.881 curados, existem 3.393 pacientes em recuperação, chamados de casos ativos e total de 146 óbitos. A SMS não registrou novos óbitos pela covid-19 nas últimas 24 horas.

Desde o início da pandemia da covid-19, o município teve 20.518 casos suspeitos notificados, dos quais 6.420 foram confirmados e 13.810 descartados. Há um total de 82 pacientes aguardando resultado do exame de covid-19.

Nas últimas horas, houve aumento de ocupação de leitos clínicos para tratamento de vítimas da covid-19. Dos 78, apenas 20 estão disponíveis. O dado mais preocupante é que, até o início desta noite, apenas um dos 33 leitos de UTI Covid-19 estava disponível. E não havia vaga em Unidade Semi-Intensiva.

BAHIA CONFIRMA MAIS DE 3 MIL CASOS DO NOVO CORONAVÍRUS EM 24 HORAS

Tempo de leitura: 7 minutos

A Bahia registrou alto número de novos casos de covid-19 para um final de semana desde o início da pandemia. São 3.002 casos de ontem para hoje (11), conforme a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), além de 53 óbitos e 1.210 curados no período, acendendo o alerta contra a doença. Agora, no acumulado, são 104.188 casos confirmados, dos quais 73.136 já são considerados curados, 2.436 óbitos confirmados e 28.616 casos ativos.

Os casos confirmados ocorreram em 397 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (41,72%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.586,18), Itajuípe (2.318,09), Ipiaú (1.900,90), Lauro de Freitas (1.701,27) e Itabuna (1.626,47).

O boletim epidemiológico contabiliza 104.188 casos confirmados, 204.428 casos descartados e 101.501 em investigação. Na Bahia, 11.188 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Todos os dados estão disponíveis no Painel Epidemiológico (bi.saude.ba.gov.br/transparencia/). Para acessar o boletim completo, clique aqui.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

Na Bahia, dos 2.378 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.535 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 65%. Dos 926 leitos exclusivos de UTI covid-19, 733 possuem pacientes internados, segundo a Sesab. A região extremo-sul possui a maior taxa de ocupação, com 100% dos leitos de UTI ocupados, seguida da região sul, com 84%.

ÓBITOS

A Secretaria da Saúde contabiliza 2.436 mortes pelo novo coronavírus. Do total, 53 óbitos foram registrados neste sábado. O histórico de saúde e o município de residência de cada uma das vítimas estão abaixo, no “leia mais”.

Leia Mais

BAHIA CHEGA A 63,2 MIL CURADOS DA COVID-19, MAS DOENÇA PROVOCA 2.216 MORTES

Mais de 63 mil pacientes, a exemplo de Arnaldo, estão curados
Tempo de leitura: 6 minutos

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 3.675 casos de Covid-19 (crescimento de +4,2%), 48 óbitos (+2,2%) e 3.428 curados (+5,7%), segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Dos 91.954 casos confirmados desde o início da pandemia, 63.207 já são considerados curados, 26.531 encontram-se ativos (em recuperação) e 2.216 tiveram óbito confirmado.

As confirmações ocorreram em 394 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (44,25%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram Gandu (2.293,00), Itajuípe (2.152,16), Ipiaú (1.796,26), Uruçuca (1.520,54) e Itabuna (1.496,56).

O boletim epidemiológico contabiliza 91.957 casos confirmados, 186.383 casos descartados e 90.571 em investigação até as 17h desta terça-feira (7). Na Bahia, 10.222 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Para acessar o boletim completo, clique aqui.

TAXA DE OCUPAÇÃO

Na Bahia, dos 2.312 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.486 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 64%. Dos 887 leitos exclusivos para o coronavírus, 717 possuem pacientes internados, compreendendo uma taxa de ocupação de 81%.

ÓBITOS

A Sesab contabiliza 2.216 mortes pelo novo coronavírus. Deste total, 48 óbitos foram confirmados hoje como tendo a covid-19 como causa. Abaixo, no “leia mais” confira o histórico de todas as vítimas.

Leia Mais
Back To Top