skip to Main Content
10 de julho de 2020 | 04:02 pm

NA BAHIA, 310 MUNICÍPIOS TÊM TRANSPORTE SUSPENSO ATÉ 6 DE JULHO; CONFIRA QUAIS

Bahia tem mais de 90% dos municípios sem transporte intermunicipal || Foto Reprodução
Tempo de leitura: 3 minutos

O transporte intermunicipal será suspenso em Chorrochó, Coribe, Elísio Medrado, Nova Itarana e Rodelas a partir deste domingo (28). A decisão, que foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (27), tem o objetivo de conter o avanço do coronavírus na população baiana.

Ficam proibidas nesses municípios a circulação, a saída e a chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans. Também continuam suspensas, até o dia 6 de julho, a circulação, a saída e a chegada de ônibus interestaduais ao território baiano.

O decreto ainda autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Tremedal, cidade com 14 dias ou mais sem novos casos de Covid-19. Confira os municípios afetados no “leia mais”.

LISTA DE MUNICÍPIOS

A Bahia possui 310 municípios com transporte suspenso. São eles: Abaíra, Abaré, Acajutiba, Adustina, Água Fria, Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Almadina, Amargosa, Amélia Rodrigues, América Dourada, Anagé, Andaraí, Andorinha, Anguera, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araci, Aramari, Aurelino Leal, Baianópolis, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra da Estiva, Barra do Choça, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Nova, Bom Jesus da Lapa, Boninal, Brejões, Brumado, Buerarema, Buritirama, Caatiba, Cabaceiras do Paraguaçu, Cachoeira, Caculé, Caém, Caetité, Cairu, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Canarana, Candeal, Candeias, Candiba, Cândido Soares, Cansanção, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Caravelas, Casa Nova, Castro Alves, Catolândia, Catu, Chorrochó, Cícero Dantas, Coaraci, Conceição da Feira, Conceição do Almeida, Conceição do Coité, Conceição do Jacuípe, Conde, Condeúba, Coração de Maria, Coribe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Elísio Medrado, Encruzilhada, Entre Rios, Esplanada, Euclides da Cunha, Eunápolis, Feira de Santana, Filadélfia, Floresta Azul, Formosa do Rio Preto, Gandu, Gentio do Ouro e Glória.

A restrição também inclui Gongogi, Governador Mangabeira, Guanambi, Guaratinga, Iaçu, Ibicaraí, Ibicoara, Ibicuí, Ibipitanga, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibotirama, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipecaetá, Ipiaú, Ipirá, Iraquara, Irará, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itaetê, Itagibá, Itaju do Colônia, Itajuípe, Itamaraju, Itambé, Itanhém, Itaparica, Itapé, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itapitanga, Itarantim, Itatim, Itororó, Ituberá, Jacobina, Jaguaquara, Jaguarari, Jaguaripe, Jandaíra, Jequié, Jeremoabo, Jitaúna, João Dourado, Juazeiro, Jussari, Lafaiete Coutinho, Laje, Lajedão, Lamarão, Lapão, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Madre de Deus, Maiquinique, Mairi, Malhada, Malhada de Pedras, Manoel Vitorino, Mansidão, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mascote, Mata de São João, Medeiros Neto, Miguel Calmon, Milagres, Mirante, Monte Santo, Morpará, Morro do Chapéu, Mortugaba, Mucuri, Mulungu do Morro, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém de São Francisco, Muritiba, Mutuípe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Canaã e Nova Ibiá.

Estão com restrição no transporte ainda Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Ourolândia, Paripiranga, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pedro Alexandre, Piatã, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piraí do Norte, Piripá, Planalto, Poções, Pojuca, Ponto Novo, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Quijingue, Quixabeira, Rafael Jambeiro, Retirolândia, Riachão das Neves, Riachão do Jacuípe, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Rio do Pires, Rio Real, Rodelas, Ruy Barbosa, Salinas da Margarida, Salvador, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Inês, Santa Luzia, Santa Teresinha, Santaluz, Santanópolis, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Santo Estevão, São Desidério, São Domingos, São Felipe, São Félix, São Francisco do Conde, São Gabriel, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São Sebastião do Passé, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Preta, Serrinha, Serrolândia, Simões Filho, Sítio do Quinto, Sobradinho, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanquinho, Taperoá, Tapiramutá, Teixeira de Freitas, Teodoro Sampaio, Teofilândia, Teolândia, Terra Nova, Tucano, Uauá, Ubaíra, Ubaitaba, Ubatã, Uibaí, Umburanas, Una, Urandi, Uruçuca, Utinga, Valença, Valente, Várzea da Roça, Várzea Nova, Varzedo, Vera Cruz, Vereda, Vitória da Conquista, Wenceslau Guimarães e Xique-Xique.

ITABUNA: DEFENSORIA PÚBLICA COBRA RETORNO DO TRANSPORTE COLETIVO

Defensoria cobra frota mínima de ônibus nas ruas de Itabuna
Tempo de leitura: 2 minutos

A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE-BA) solicitou o retorno parcial do serviço de transporte coletivo urbano em Itabuna. A solicitação foi feita à Secretaria de Segurança, Trânsito e Transporte (Sesttran), por meio de ofício. O município está sem ônibus desde o dia 22 de março, como forma de inibir maior avanço da covid-19.

A defensora pública Laís Santos Oliveira afirma que o transporte é um serviço essencial e não pode ser interrompido nem mesmo em situações de emergência. Laís Oliveira diz que a suspensão total do transporte coletivo não tem sido adotada em outras cidades brasileiras, sendo necessário ofertar pelo menos um percentual mínimo de ônibus para a população.

“Isto tem que ser feito, claro, observando todas as medidas de segurança das autoridades de saúde, distanciamento social e uso de material de proteção individual. O transporte não pode ser interrompido completamente, porque neste caso se inviabiliza outro direito, que é o da acessibilidade, principalmente para aqueles que são beneficiários da gratuidade no transporte público, como quem faz tratamento de saúde, pessoas com deficiência, dentre outros”, explica a defensora pública.

Um primeiro ofício já havia sido enviado pela Defensoria, o qual foi respondido no último dia 19 de junho, afirmando que – no momento – o retorno é inviável e que a suspensão foi feita com base na recomendação do órgão de vigilância sanitária local.

Por isso, no novo ofício enviado à Prefeitura de Itabuna, foi solicitado pela Defensoria que se indicasse qual foi essa recomendação, no que ela está baseada. Em contraponto a essa determinação, foi encaminhado pela Defensoria um estudo da Fundação Getúlio Vargas que demonstraria que o transporte público não pode ser interrompido durante a pandemia.

TRANSPORTE ALTERNATIVO

A total ausência de ônibus em Itabuna tem feito, segundo a defensora Laís Oliveira, que muitos assistidos da Defensoria que realizam tratamento de saúde contínuo, como fisioterapia e tratamento psiquiátrico, estejam sendo obrigados a procurar outras formas de se deslocar, porque seus tratamentos não podem parar.

“Algumas dessas pessoas são inclusive beneficiárias da gratuidade do transporte, têm passe livre. Mas durante a pandemia elas estão tendo que ter essa despesa por conta da suspensão do transporte”, declara Laís Oliveira.

Leia Mais

BAHIA PASSA A TER 115 MUNICÍPIOS COM TRANSPORTE SUSPENSO

Transporte público é suspenso em mais de 80% dos municípios baianos
Tempo de leitura: < 1 minuto

Itapé, Jacobina, Jitaúna e Tucano terão o transporte intermunicipal suspenso a partir de amanhã (8). A restrição envolve a circulação, saída e chegada de qualquer transporte coletivo intermunicipal, público e privado, rodoviário e hidroviário, nas modalidades regular, fretamento, complementar, alternativo e de vans.

A medida foi publicada em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (7). O decreto também autoriza a retomada do transporte intermunicipal em Acajutiba, Ipirá e Serra Preta, cidades com 14 dias ou mais sem novos casos de covid-19.

No total, a Bahia possui 115 municípios com transporte suspenso. A lista inclui Abaíra, Água Fria, Alagoinhas, Almadina, Amélia Rodrigues, Aracatu, Arataca, Barra do Choça, Barro Preto, Buerarema, Caetanos, Caldeirão Grande, Camacã, Camaçari, Camamu, Campo Alegre de Lourdes, Canavieiras, Candeias, Castro Alves, Catu, Coaraci, Conceição do Coité, Cruz das Almas, Curaçá, Dário Meira, Dias D’Ávila, Eunápolis, Feira de Santana, Gandu, Governador Mangabeira, Guaratinga, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ibirataia, Ibotirama, Ilhéus, Ipiaú, Itaberaba, Itabuna, Itacaré, Itagibá, Itajuípe, Itamari, Itaparica, Itapetinga, Itatim, Ituberá, Jaguaquara, Jaguarari, Jequié, Juazeiro, Jussari e Jussiape.

Também estão com transporte suspenso as cidades de Laje, Lajedo do Tabocal, Lauro de Freitas, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Madre de Deus, Maracás, Maragogipe, Maraú, Mata de São João, Morpará, Mucugê, Nazaré, Nilo Peçanha, Nordestina, Nova Soure, Oliveira dos Brejinhos, Paramirim, Pau Brasil, Paulo Afonso, Pilão Arcado, Pojuca, Porto Seguro, Rafael Jambeiro, Remanso, Retirolândia, Ribeira do Pombal, Rio Real, Salvador, Santa Bárbara, Santa Cruz Cabrália, Santa Luzia, Santa Teresinha, Santaluz, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Felipe, São Francisco do Conde, São Gonçalo dos Campos, São José da Vitória, São Sebastião do Passé, Sátiro Dias, Saubara, Seabra, Serra do Ramalho, Serrinha, Simões Filho, Taperoá, Teixeira de Freitas, Ubaitaba, Ubatã, Una, Uruçuca, Valença, Valente, Várzea Nova, Vera Cruz e Vitória da Conquista.

ITABUNA: FERNANDO DECRETA AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS PARA R$ 3,70

Fernando diz que comércio abre, mas toque de recolher será mantido
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Fernando Gomes decretou novo reajuste da passagem de ônibus nesta quinta-feira (30). Com o reajuste de 15,5%, a passagem saltará de R$ 3,20 para R$ 3,70. A nova tarifa entrará em vigor no dia 1º de março.

O decreto do reajuste da passagem já foi publicado na edição eletrônica do Diário Oficial do Município. Há duas semanas, as empresas de ônibus apresentaram estudo da Fipe e pediam reajuste da passagem para até R$ 4,50.

Ainda conforme o decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes, a passagem de ônibus custará R$ 3,60 para quem paga por meio de cartão eletrônico. Neste caso, a compra é feita antecipadamente.

SÃO MIGUEL DE VOLTA

Há pouco, a frota de ônibus da São Miguel voltou a circular. A previsão é de que até as 19h o serviço de transporte público em Itabuna seja regularizado, após 10 dias de greve dos funcionários da São Miguel, que iniciaram a paralisação depois que a empresa não depositou a parte do salário referente à quinzena do dia 20.

A empresa alegou, naquele dia, um suposto erro da agência bancária. Com o passar dos dias, os rodoviários perceberam que a São Miguel não havia feito o depósito e o erro bancário era desculpa para tentar desmobilizar os funcionários.

ROTA, CIDADE SOL E BRASILEIRO RENOVAM FROTA COM AQUISIÇÃO DE 80 ÔNIBUS

Tempo de leitura: 2 minutos

Rota Transportes renova frota com aquisição de ônibus novos || Divulgação

Carletto: investimento, apesar das oscilações da economia

Cidade Sol, Expresso Brasileiro e Rota Transportes, empresas do Grupo Brasileiro, anunciaram a renovação de frota com a chegada de 80 ônibus novos neste final de ano. Os veículos vão operar linhas intermunicipais e interestaduais na Bahia, Sergipe, Alagoas, Paraíba e Minas Gerais.

Para o diretor-executivo do Grupo Brasileiro, Paulo Carletto, a renovação responde ao compromisso mantido com as instituições governamentais e sociais, e com os clientes, de modo geral, de manter a qualidade dos serviços prestados. “Apesar das oscilações da economia e da concorrência desleal, temos envidado esforços para modernização da frota em favorecimento ao melhor conforto dos passageiros, na inovação tecnológica e melhoria no atendimento ao cliente”, afirma Carletto.

Os novos veículos adquiridos pelo Grupo Brasileiro têm chassis da Mercedes-Benz, com motores de baixa emissão de ruídos e poluentes, e são equipados com o freio motor auxiliar Top Brake conjugado com o sistema de freio motor convencional. Os ônibus rodoviários possuem ainda sistema antibloqueio de freios ABS, que mantém o veículo estável e em condições de dirigibilidade em situações críticas em frenagens.

WI-FI E TV

Os clientes que embarcam nos veículos da nova frota têm à sua disposição sinal wi-fi para internet e o sistema de entretenimento a bordo, Divertti, que permite acesso a filmes, séries e músicas diretamente do celular, tablet e notebook, e carregador de celular individual em todas as poltronas, que agregam mais conforto e conectividade aos passageiros.

MOVIMENTO CRIA ABAIXO-ASSINADO CONTRA REAJUSTE DA TARIFA DE ÔNIBUS EM ITABUNA

Tempo de leitura: 2 minutos

Tarifa deve saltar para R$ 3,50 em julho || Foto Arquivo

Movimento liderado por estudantes secundaristas e universitários de Itabuna criou um abaixo-assinado contra o reajuste de 16,67% da tarifa de ônibus em Itabuna. Hoje, a passagem custa R$ 3,00 e deverá saltar para R$ 3,50 até o final de julho, conforme acordo assinado entre empresários e o prefeito Fernando Gomes na Justiça do Trabalho, há duas semanas.

A Frente Contra o Aumento da Tarifa foi criada há cerca de dois anos e conseguiu manter a passagem em R$ 3,00, ano passado, quando as empresas cobravam reajuste para R$ 3,30. O movimento aponta deficiências no sistema de transporte público em Itabuna. “Chega de tarifa cara, ônibus cheios e passageiros amontoados”, justifica.

De acordo com a Frente, a frota de ônibus é insuficiente para atender Itabuna, os veículos não têm manutenção e os passageiros são penalizados com “frota velha e infraestrutura precária”. O movimento ainda sinaliza que exigirá o respeito às cláusulas contratuais da concessão as quais as empresas Viação Sorriso da Bahia e São Miguel estão submetidas, mas descumprem.

Conheça o abaixo-assinado aqui.

OUTRO LADO

As empresas de ônibus reclamam que estão há 14 meses sem reajuste de tarifa e o município enfrenta alto índice de gratuidade. Por dia, as duas empresas transportam cerca de 50 mil passageiros.

O último aumento ocorreu em abril do ano passado, por ordem judicial, quando a tarifa saiu de R$ 2,85 para R$ 3,00 (relembre aqui). Antes, movimento de estudantes e sindicatos conseguiu barrar o reajuste de R$ 2,85 para R$ 3,30.

ILHÉUS TERÁ MAIS 10 ÔNIBUS COM INTERNET E AR-CONDICIONADO

Tempo de leitura: < 1 minuto

Novos ônibus com Wi-Fi devem entrar em circulação na próxima semana || Foto Reprodução

Na próxima semana, mais 10 ônibus com internet e ar-condicionado deverão ser integrados à frota de linhas urbanas e rurais de Ilhéus. Os veículos saíram da fábrica da Volvo, em Botucatu (SP), nesta semana, de acordo com a empresa São Miguel e a Prefeitura de Ilhéus.
São Miguel e Viametro receberam prazo de 60 dias, a partir de 30 de dezembro, para colocar os ônibus com ar-condicionado e internet gratuita em circulação. O prazo vence em 2 de março. Em janeiro, a Viametro já havia colocado em circulação 10 ônibus com ar e internet (WiFi).
Os veículos com ar e internet foram exigências do município para conceder reajuste de R$ 3,10 para R$ 3,50. Ao contrário de Itabuna, não houve reação popular ao reajuste.
CIDADE DE ILHÉUS
A marca São Miguel deixará de existir no município sul-baiano. A empresa mineira usará o nome fantasia “Cidade de Ilhéus”, conforme anunciado hoje.

TRANSPORTE PÚBLICO EM ITABUNA: A SERVIÇO DE QUE LÓGICA ESTÁ A CIDADE?

Tempo de leitura: 6 minutos

Davidson Brito | davidson_brito@yahoo.com.br
 

A surpresa mesmo, para alguns, existe quando a notícia de que o Conselho Municipal de Transporte, órgão representativo que é responsável por fiscalizar e nortear questões relativas ao transporte, assuma determinada posição sem levar em consideração elementos fundamentais para a tomada de uma decisão democrática, legal e transparente. Pior, ainda, é quando a prefeitura, que deveria ser a porta voz da maioria, vai justamente na contramão disso.

O colapso no transporte público deixou de ser uma ameaça há algum tempo e já é uma dura realidade para maioria da população itabunense. Ao passar dos anos, reclamações se acumulam e nada ou muito pouco tem acontecido. Certo mesmo tem sido ao início de cada novo ano a notícia do aumento na tarifa do transporte coletivo urbano e rural.
Não é preciso ser nenhum especialista para ver o óbvio: o transporte público em nossa cidade beira o caos. Tarifa cara, ônibus cheios e passageiros amontoados, desesperados para chegar ao trabalho ou em casa. Número de ônibus insuficientes e horas e horas a fio desperdiçadas diariamente nos pontos. Isso sem mencionar a sujeira acumulada nos veículos, além, é claro, do cotidiano desrespeito ao Estatuto do Idoso. E as principais vítimas, como não poderiam deixar de ser, são os trabalhadores e jovens da periferia que dependem do serviço e são obrigados a viver um inferno diário dentro dos coletivos.
Enquanto isso, o governo municipal de Fernando Gomes, por sua vez, insiste em fazer de conta que tal realidade não existe. E, quando fala sobre o assunto, foge dos reais problemas e tenta a todo custo criminalizar aqueles que buscam denunciar o atual estado do transporte. Longe de discutirem as reais causas para termos chegado a esse ponto, o governo parece tratar o assunto como mera obra do acaso, sem causas ou culpados. A população, por sua vez, é condicionada a se conformar e achar que esse problema não tem solução.
TRANSPORTE PÚBLICO, LÓGICA PRIVADA
Muitas pessoas em algum momento da vida se perguntaram: como o transporte é público se o serviço é restrito devido à cobrança da tarifa? A resposta para tal pergunta é muito simples e tem previsão legal no art. 175º da Constituição Federal, que incumbe ao Poder Público a prestação de serviços públicos, podendo ser de forma direta ou sob regime de permissão ou concessão, sempre através de licitação, como é o caso da situação do transporte em nossa cidade. E é justamente na maneira de como se dá essa concessão que começam nossos problemas.
As companhias públicas de transporte que existiam foram privatizadas nas últimas décadas. Esse processo seguiu o modus operandi das privatizações: primeiro, precariza-se o serviço para, então, passá-lo à iniciativa privada. Os resultados disso os usuários do serviço conhecem bem: tarifas mais caras, serviços piores e redução de direitos e salários dos funcionários.
A opção pelo transporte rodoviário em nosso país se deu devido à pressão e influência do setor privado, através das grandes multinacionais da indústria automobilística, como a Ford. A esse modelo, caro e ineficiente, imposto pelas multinacionais, soma-se o baixo investimento realizado pelos mais diferentes governos. Em Itabuna, a situação não é diferente, onde, segundo os dados do Portal da Transparência da Prefeitura, no ano de 2017 o município sequer chegou a investir o equivalente a 0,3% do PIB local.
Ao mesmo tempo, entregam a cada dia mais a cidade na mão do capital privado, deixando o controle total do serviço de transporte coletivo na mão das grandes empresas, verdadeiras máfias que, junto com os governos de plantão, assaltam o bolso da população e em troca oferecem um serviço precarizado, ineficaz e com tarifas em valores absurdos, que, diga-se de passagem, contam com o respaldo de todo o processo de licitação, que nos tempos atuais mais se parece com um grande acordo político contra o povo.

Leia Mais

INCÊNDIO DESTRÓI MAIS DE 50 ÔNIBUS EM SALVADOR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Incêndio destruiu 58 ônibus de empresa em Salvador || Foto Mauro Akin Nassor/Correio24h

Um incêndio atingiu a garagem de ônibus do consórcio Salvador Norte, da empresa Integra, na madrugada desta segunda-feira (29). As chamas começaram em um coletivo e se alastraram para os outros veículos que estavam estacionados no pátio, que fica na Avenida Santiago de Compostela, na garagem da antiga empresa BTU, no Parque Bela Vista, Brotas. Mais de 50 veículos foram destruídos. O local fica próximo a um posto de gasolina.
Segundo informações do Centro Integrado de Comunicações (Cicom) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), uma testemunha ligou para polícia por volta de 0h20. As explosões assustaram moradores durante a madrugada. O Corpo de Bombeiros foi acionado e a situação só foi controlada por volta de 4h20min. Ainda não há informações sobre o que motivou o incêndio. O prejuízo é estimado em R$ 20 milhões. Confira íntegra no Correio24h.
Abaixo, confira vídeo.

ITABUNA: EMPRESAS DE ÔNIBUS INVESTEM R$ 9 MILHÕES EM RENOVAÇÃO DA FROTA

Tempo de leitura: 2 minutos
Nova Frota começa a circular nesta semana, segundo AETU (Foto Pedro Augusto).

Nova Frota começa a circular nesta semana, segundo AETU (Foto Pedro Augusto).

As empresas Sorriso da Bahia e São Miguel investiram aproximadamente R$ 9 milhões na renovação da frota do transporte coletivo de Itabuna. Até a próxima semana, 26 novos ônibus serão integrados ao sistema de transporte público do município.

Os veículos foram apresentados nesta terça (9), na Avenida Firmino Alves (Alameda da Juventude), centro de Itabuna, pelos diretores das duas empresas e o prefeito Fernando Gomes.

Parte dos ônibus começa a circular nesta quarta. “Até a próxima semana, toda a nova frota estará rodando”, disse ao PIMENTA o diretor operacional da Associação das Empresas de Transporte Urbano de Itabuna (AETU), Elvis Souza. O prazo será necessário para conclusão de emplacamento – veículos ainda não estavam emplacados – e instalação de equipamentos hoje usados em veículos que serão substituídos.

Frota do transporte público ganha novos ônibus (Foto Pimenta).

Frota do transporte público ganha novos ônibus (Foto Pimenta).

CONCESSÃO

De acordo com o diretor da AETU, São Miguel e Sorriso da Bahia passam a atender exigência do contrato de concessão com os 26 novos veículos. O contrato, assinado por sócios das empresas e o então prefeito Claudevane Leite em 22 de novembro do ano passado, determinou que metade da frota tenha, no máximo, dois anos de uso.

Todos os veículos cumprem exigência de acessibilidade a pessoas com deficiência. Modelos não possuem ar-condicionado, item citado como um dos ganhos com a concessão feita pelo Governo Vane.

 

Back To Top