skip to Main Content
16 de abril de 2021 | 02:30 pm

ITABUNA: FERNANDO DECRETA AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS PARA R$ 3,70

Justiça extingue mandato de Fernando e manda dar posse ao vice-prefeito
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Fernando Gomes decretou novo reajuste da passagem de ônibus nesta quinta-feira (30). Com o reajuste de 15,5%, a passagem saltará de R$ 3,20 para R$ 3,70. A nova tarifa entrará em vigor em 1º de março.

O decreto do reajuste da passagem já foi publicado na edição eletrônica do Diário Oficial do Município, hoje. Há duas semanas, as empresas de ônibus apresentaram estudo da Fipe e pediam reajuste da passagem para até R$ 4,50.

Ainda conforme o decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes, a passagem de ônibus custará R$ 3,60 para quem paga por meio de cartão eletrônico. Neste caso, a compra é feita antecipadamente.

SÃO MIGUEL DE VOLTA

Há pouco, a frota de ônibus da São Miguel voltou a circular. A previsão é de que até as 19h o serviço de transporte público em Itabuna seja regularizado, após 10 dias de greve dos funcionários da São Miguel, que iniciaram a paralisação depois que a empresa não depositou a quinzena do dia 20 de agosto.

A empresa alegou, naquele dia, um suposto erro da agência bancária. Com o passar dos dias, os rodoviários perceberam que a São Miguel não havia feito o depósito e o erro bancário era desculpa para tentar desmobilizar os funcionários.

VEREADORES AMEAÇAM DERRUBAR AUMENTO DA PASSAGEM EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Vereadores ameaçam derrubar aumento da tarifa de ônibus em Itabuna

Desentendimentos entre vereadores e o prefeito Fernando Gomes podem resultar numa derrubada do decreto que aumenta a passagem de ônibus para R$ 3,30 em 8 de fevereiro. Nesta quinta, 12 vereadores decidiram pela convocação extraordinária para analisar o decreto do reajuste de R$ 2,85 para R$ 3,30. O aumento é bem superior à inflação do período. A autoconvocação será aberta na próxima segunda (5), às 14 horas, pelo presidente da Casa, Chico Reis (PSDB).
A Mesa Diretora da Câmara sustenta que, por força constitucional, “o Legislativo tem competência para sustar os atos normativos do Executivo que exorbitem do poder regulamentar”. Os parlamentares deverão analisar os critérios adotados pelo governo para conceder o aumento pedido pelas concessionárias. “Será apreciada, por exemplo, a inclusão de pneus e peças mecânicas na categoria fontes energéticas”, segundo informa nota da Câmara.
Caso não fique demonstrado o abuso de poder regulamentar, a Mesa Diretora deve propor projeto de decreto legislativo para suspender os efeitos do ato normativo municipal. A proposição tem que passar pelas comissões permanentes antes de ser votada pelo Plenário. Em dezembro, a Câmara repudiou o reajuste ao votar moção do vereador Enderson Guinho (PDT).

FRENTE ANUNCIA PROTESTOS CONTRA REAJUSTE DA PASSAGEM EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

Tarifa de ônibus passará a R$ 3,30 a partir de 8 de fevereiro || Foto Pimenta/Arquivo

Após criar frente contra o reajuste da passagem de ônibus em Itabuna, movimento integrado por estudantes secundaristas e universitários, trabalhadores e usuários do transporte anunciaram manifestação para a próxima terça (30), com saída da Praça Simão Fitermann, no São Caetano, a partir das 9h30min. A passagem custa R$ 2,85 e saltará para R$ 3,30 em 8 de fevereiro, conforme decreto assinado pelo prefeito Fernando Gomes.
Para os integrantes do movimento, não houve transparência nos critérios adotados pela prefeitura para autorizar o aumento. Antes de decretar reajuste de R$ 3,30, o município havia sinalizado que a tarifa justa seria R$ 3,00 (reveja aqui).
Antes, o Conselho Municipal de Transporte de Itabuna havia autorizado aumento para R$ 3,50. A frente de luta questiona, por exemplo, o voto dos representantes dos usuários e dos estudantes secundaristas a favor do reajuste de R$ 3,50.
As pressões contra o reajuste se intensificaram nos últimos dias e houve protesto dos estudantes e trabalhadores durante a Lavagem do Beco do Fuxico, na quinta (18). O movimento criou uma página no Facebook para as ações contra o reajuste. O endereço é www.facebook.com/contratarifa.itb. A promessa é de que os protestos contra o reajuste aumentem nos próximos dias anteriores ao aumento.

ITABUNA: PASSAGEM DE ÔNIBUS CUSTARÁ R$ 2,85

Tempo de leitura: 2 minutos
Passagem custará R$ 2,85 a partir de 30 de dezembro (Foto Waldyr Gomes/Arquivo).

Passagem custará R$ 2,85 a partir de 30 de dezembro (Foto Waldyr Gomes/Arquivo).

A partir do dia 30 de dezembro, a tarifa de ônibus em Itabuna custará R$ 2,85. O aumento de 14% foi autorizado pelo prefeito Claudevane Leite por meio do decreto 11.919, publicado na edição eletrônica do Diário Oficial do Município, nesta noite de terça (29).

Na manhã de ontem (28), o PIMENTA já havia antecipado que a tarifa seria majorada (relembre aqui).

Até abril do ano passado, o usuário de transporte coletivo em Itabuna pagava R$ 2,20 de tarifa. Após período de congelamento, a passagem subiu para R$ 2,50, chegando agora a R$ 2,85.

CONTRAPARTIDA

Para a concessão do reajuste, as empresas São Miguel e a Porto Seguro, que substituirá a Expresso Cachoeira, terão que oferecer metade da frota com, no máximo, dois anos de uso e 50% com até oito anos. As vencedoras da concessão licitada neste ano terão que construir dois terminais de integração e, ainda, oferecer 100% dos veículos adaptados para pessoas com deficiência. Os veículos devem ter GPS.

O decreto não informa quando a Porto Seguro começará a explorar o lote de linhas vencidas na licitação no início deste semestre. O contrato foi assinado na semana passada. A empresa pertence a um grupo envolvido em denúncias de licitações combinadas em boa parte do Brasil, inclusive no município de Porto Seguro. Até aqui, não há denúncia de irregularidade relacionada ao processo licitatório em Itabuna.

 

ILHÉUS ENFRENTA PROTESTOS CONTRA AUMENTO DE PASSAGEM

Tempo de leitura: < 1 minuto
Estudantes bloquearam ponte do Pontal no final da manhã (Foto Gabriel Almeida/Blog do Gusmão).

Estudantes bloquearam ponte do Pontal (Foto Gabriel Almeida/Blog do Gusmão).

Estudantes secundaristas interditaram a Ponte do Pontal, em Ilhéus, nesta segunda-feira (2) em mais um protesto contra o aumento da tarifa de ônibus. A partir do próximo domingo (8), a passagem saltará de R$ 2,40 para R$ 2,60. A ponte foi liberada por volta das 12h.
O prefeito Jabes Ribeiro havia determinado o reajuste da passagem há quinze dias, quando anunciou que a nova tarifa passaria a vigorar no dia 1º. Após os protestos da última sexta (30), Jabes assinou decreto adiando o aumento para o próximo dia 8.
Os protestos da sexta-feira interditaram ruas na região do Malhado. Manifestantes também bloquearam, na parte da tarde, o acesso ao terminal urbano, no centro.
PRISÃO POLÍTICA?
Ao contrário da semana passada, o protesto de hoje resultou na detenção de, pelo menos, três estudantes, informa o Blog do Gusmão. Um dos detidos pela Polícia Militar é o estudante Igor Carmo, membro do Reúne Ilhéus. O comando da Polícia Militar não quis explicar o motivo da prisão de Igor, o que levanta suspeita de que a detenção tenha motivação política.
Há pouco mais de dois meses, Igor foi esfaqueado por um dos seguranças do prefeito Jabes Ribeiro,Fábio Barreto. O episódio ocorreu em 29 de março. À época, o prefeito foi acusado de dar fuga ao segurança. Jabes nem sua assessoria não se pronunciaram quando ao fato.

OPOSIÇÃO GARANTE VOTOS PARA ABRIR CEI DOS TRANSPORTES EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto
lukas paiva

Paiva: Câmara precisa dar resposta à sociedade

Recomenda-se calmante a alguns dos vereadores que integram a bancada do prefeito Jabes Ribeiro na Câmara de Ilhéus, já que nesta terça-feira, 3, será apresentado o documento que propõe a abertura da Comissão Especial de Inquérito (CEI) com   a missão de investigar possíveis irregularidades no sistema de transporte coletivo.

A expectativa é de que os sete vereadores que compõem o bloco de oposição votem a favor da instalação da CEI. Esse é exatamente o número de votos necessários para iniciar as investigações.

Na quarta-feira, 28, uma discussão sobre a CEI terminou em pancadaria que envolveu o líder do governo, Alzimário Belmonte, o “Gurita” (PP). O irmão do vereador, identificado como “Bereta”, desferiu um soco no rosto de um militante do movimento Reúne Ilhéus, que defende a redução do preço da passagem de ônibus.

Para o vereador Lukas Paiva (PMN), o episódio gerou constrangimento para a Câmara e deixa a casa com o dever de dar uma satisfação à sociedade. “A Câmara precisa dar uma resposta positiva à população, e não a Jabes”, afirmou Paiva. O oposicionista disse ainda que a abertura da CEI não significa a condenação prévia das empresas de transporte coletivo.

 

REÚNE ILHÉUS COBRA PUNIÇÃO CONTRA A SÃO MIGUEL E ACUSA A VIAMETRO

Tempo de leitura: 2 minutos
Ônibus foram impedidos de sair durante manifestação na porta da Viametro (Foto RI).

Ônibus foram impedidos de sair durante manifestação na porta da Viametro (Foto RI).

Membros do movimento Reúne Ilhéus cobraram do prefeito Jabes Ribeiro punição, com base na Lei Orgânica do Município, contra a Viação São Miguel. O movimento montou barricadas na porta da garagem da Viametro, ontem (20), impedindo a circulação da frota da empresa, e a outra concessionária decidiu recolher os seus ônibus.

– O alcaide só não explica os motivos que levaram uma das empresas [a São Miguel] a recolher os ônibus mesmo não tendo nenhum tipo de manifesto na porta da empresa e nem fala em punição por conta desta medida.

A associação das empresas cita ataque a um ônibus da São Miguel como justificativa para ter recolhido a frota. O ataque teria ocorrido na Ponte Lomanto Júnior (Pontal), por volta das 4h30min de ontem (20). O movimento também acusa o prefeito de promover campanha para desgastá-lo.

A decisão de fazer a manifestação na garagem Viametro, ontem, ocorreu após análise dos balancetes da empresa. De acordo com o Reúne Ilhéus, a empresa do Grupo Rota Transportes obteve receita bruta de R$ 20.008.402,55 e líquida de R$ 18.667.843,77, quando descontados R$ 600.252,00 de ISS,  R$ 600.252,00 de Cofins e R$ 130.054,62 de PIS.

Para o movimento, o lucro da empresa contrasta com “o péssimo serviço oferecido”. E acusa a empresa de “exploração do trabalhador e do cidadão”. Com a desoneração de PIS e Cofins das empresas, promovida pelo Governo Federal, os manifestantes cobram redução da passagem em Ilhéus. Pelos cálculos do governo, tarifas podem ser reduzidas em até R$ 0,27 com a desoneração.

O Reúne Ilhéus sustenta que pressionará o legislativo a instalar Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar as duas empresas. O documento foi entregue ontem e possui “grande” número de “denúncias de profissionais e populares” que utilizam o sistema de transporte.

OCUPAÇÃO CONTINUA
O movimento também decidiu continuar acampado em frente ao Palácio Paranaguá, sede do governo municipal. A ocupação chega hoje ao 38º dia. Este também é o tempo que o prefeito Jabes Ribeiro não vai ao Palácio. Segundo afirmou numa entrevista a este blog, em julho, teme ser agredido fisicamente pelos manifestantes.

ACAMPAMENTO NO PALÁCIO

Tempo de leitura: < 1 minuto

acampados

Forçados pela justiça a desocupar o Palácio Paranaguá, sede do governo ilheense, manifestantes do movimento Reúne Ilhéus montaram acampamento em frente ao prédio. Eles pressionam o governo a determinar a redução da tarifa do transporte coletivo.

Na quarta-feira, 17, a juíza Carini Silva determinou a desocupação do palácio, sob pena de multa diária de R$ 2 mil. A Prefeitura alega ter solicitado informações sobre as planilhas de custos das empresas de ônibus e diz estar realizando licitação para contratar uma auditoria do serviço de transporte coletivo, a fim de verificar a possibilidade de redução da passagem.

EM NOTA, VANE DIZ QUE AUMENTO DE TARIFA 'NÃO TEM DATA PARA ACONTECER"

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Claudevane Leite emitiu nota de esclarecimento, há pouco, na qual não descarta o reajuste da passagem em Itabuna. A nota informa que “o reajuste na tarifa de ônibus está condicionado à melhoria dos serviços prestados” e “não tem data marcada para acontecer”.
Vane terá, pelo menos, até 3 de julho para se posicionar, oficialmente, quanto à sugestão do Conselho Municipal de Transportes de reajustar a tarifa de R$ 2,20 para R$ 2,50. É o prazo legal para o prefeito informar se concede ou não o reajuste de 13,64%.
A nota emitida pelo município informa que o prefeito ainda não se posicionou pela concessão de reajuste. No início do mês, Vane rejeitou a ideia de aumento para R$ 2,50 e dito que R$ 2,40 seria tarifa aceitável.
Antes de emitir nota de esclarecimento, o prefeito disse o seguinte: – As duas empresas colocaram em circulação cinco ônibus novos, cada, mas isso ainda é pouco. É preciso que a prestação de serviço melhore continuamente. A Secretaria de Transporte e Trânsito está fazendo a fiscalização e o acompanhamento das medidas tomadas pelas empresas, para que, efetivamente, as mudanças ocorram.  (Atualizada às 15h39min)
Confira a íntegra da nota de esclarecimento clicando no “leia mais”.

Leia Mais

"VEM PRA RUA": ITABUNA ANTECIPA MANIFESTAÇÃO

Tempo de leitura: < 1 minuto
(Foto Pimenta).

(Foto Pimenta).

Os estudantes que realizaram os dois primeiros protestos contra o reajuste da passagem em Itabuna decidiram antecipar a manifestação prevista para sexta (21). O ato contra o reajuste de R$ 2,20 para R$ 2,50 foi antecipado para a próxima quinta (20), às 14h30min, saindo da Praça Simão Fitermann, no São Caetano.
Os estudantes vão caminhar pela Avenida Princesa Isabel e darão uma parada em frente ao Centro Administrativo Firmino Alves, onde pretendem exigir do prefeito Claudevane Leite, no mínimo, a manutenção da tarifa de R$ 2,20 e mais qualidade no transporte público.
O serviço de ônibus é operado por duas empresas. Segundo relatório da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito, a frota é sucateada. O governo diz ter cobrado da São Miguel e da Expresso Rio Cachoeira mais investimentos na renovação da frota.

PROTESTOS EM ILHÉUS E ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Redes sociais foto pimenta

No protesto realizado em Itabuna na sexta, mobilização pelas redes sociais (Foto Pimenta).

Ilhéus também terá ato de apoio aos protestos realizados em São Paulo. Estudantes construíram a comunidade “Reúne Ilhéus” e, pelo menos, 460 pessoas estão confirmadas para participar de discussões relacionadas à qualidade do transporte público no município sul-baiano.

A programação do coletivo começa nesta segunda, às 14h, na praça do Teatro Municipal. Até o dia 20, estão sendo programadas atividades. Na quinta, a promessa é de ato público de apoio a proposta do passe livre e às manifestações em São Paulo.
As discussões na Bahia começaram por Itabuna, que promoveu o primeiro ato no dia 7 deste mês, quando cerca de 100 pessoas, entre estudantes e professores, foram às ruas da Avenida do Cinquentenário protestar contra a promessa de reajuste da passagem no município (de R$ 2,20  para R$ 2,50). Na última sexta, cerca de 200 participaram de novo movimento (relembre aqui).

AZEVEDO EMPURRA REAJUSTE DA PASSAGEM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em uma manobra política, o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), esquivou-se do reajuste da passagem de ônibus, cujo valor está em R$ 2,20 há mais de dois anos. Havia uma indicação do Conselho Municipal de Transportes (CMT) para que fosse concedido aumento de 9%, o que elevaria a tarifa para R$ 2,40, depois de as empresas terem solicitado que o preço fosse fixado em R$ 2,69. A recomendação do CMT foi levada ao prefeito pelo secretário de Transportes, Wesley Melo.

Se Azevedo tivesse vencido a eleição, era líquido e certo que concederia o reajuste, pois havia acordo nesse sentido com as empresas. Como perdeu, a opção foi por manter a tarifa congelada, o que fatalmente obrigará o sucessor, Vane do Renascer (PRB), a decretar o aumento em 2013.

É a esperteza “póstuma”…

REAÇÃO VIRTUAL CONTRA REAJUSTE DE PASSAGEM EM ILHÉUS

Tempo de leitura: < 1 minuto

O mês de janeiro é, tradicionalmente, momento de reajuste de tarifa de transporte coletivo e de pagamento de impostos. E a comunidade ilheense na internet começou a se manifestar contra suposto pedido das empresas de ônibus de reajuste da tarifa para R$ 2,80. Hoje custa R$2,20, assim como em Itabuna. Olha só a charge que rola no Facebook:

Charge de Fraklin Júnior publicada no Facebook.

Back To Top