skip to Main Content
28 de maio de 2020 | 09:46 pm

EUNÁPOLIS: TREINADOR DE FUTEBOL É PRESO POR ABUSO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Tempo de leitura: < 1 minuto

“Jota” foi preso com material que comprova abusos contra menores

O treinador de futebol Marisjotenes Pereira Damião, o Jota Pereira, de 54 anos, foi preso, na quinta-feira (13), em Eunápolis, por armazenamento de material pornográfico de crianças e adolescentes. Os agentes da Polícia Civil no município do extremo-sul cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do criminoso.

Jota Pereira já vinha sendo investigado há um ano por aliciamento de menores e abusos sexuais contra alunos e jogadores de futebol. Na residência, os policiais apreenderam o celular do criminoso, onde encontraram imagens dele abusando de um adolescente de 16 anos.

De acordo com o delegado Bernardo Marques Pacheco, Jota Pereira aproveitava-se da condição de professor e técnico de futebol para praticar os crimes. “Ele tinha uma boa reputação na cidade e atraia os jovens em troca de presentes, promessas de titularidades em clubes locais e indicações para times maiores”, acrescentou o delegado, que busca identificar outras vítimas do criminoso.

Jota Pereira está à disposição da Justiça e vai responder por crime de armazenamento de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

VEREADOR É PRESO ACUSADO DE ABUSO SEXUAL CONTRA DUAS CRIANÇAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Vereador de Riachão das Neves é preso por abuso sexual

Antônio Rodrigues dos Santos, conhecido como “Antônio de Ulisses”, teve seu mandado de prisão temporária cumprido, em Barreiras, na quarta-feira (15). Presidente da Câmara de Vereadores de Riachão das Neves, Antônio de Ulisses é acusado de ter abusado sexualmente de duas crianças.
Equipes da Delegacia de Polícia Civil de Riachão das Neves iniciaram as investigações após uma denúncia. De acordo com as informações coletadas, o vereador teria abusado das vítimas, de 9 e de 12 anos, enquanto dava aulas de informática, em uma associação. Além do abuso físico, Antônio também tirava fotografias das partes íntimas das crianças e as chantageava para evitar que fosse denunciado, segundo a investigação da Polícia Civil.
A equipe responsável pela investigação também realizou buscas em imóveis do vereador, onde foram apreendidos computadores, notebooks e um aparelho celular. O material será encaminhado para perícia, enquanto Antônio de Ulisses permanece custodiado no Complexo Policial de Barreiras.

ILHÉUS: EMPRESÁRIO É PRESO EM FLAGRANTE POR PEDOFILIA

Tempo de leitura: < 1 minuto
José Luís foi preso em flagrante neste sábado (Foto PC-BA).

José Luís foi preso em flagrante neste sábado (Foto PC-BA).

O microempresário José Luís Moura foi preso em flagrante por policiais civis, ontem (26), acusado de pedofilia. Dono de uma loja de informática em Ilhéus, José Luís estava apenas de cueca e com um menor de apenas 13 anos no momento da prisão, no estabelecimento, no centro da cidade.

De acordo com a polícia, José Luís é suspeito de cometer abusos sexuais contra crianças e adolescentes. Segundo o Blog do Gusmão, a mãe da vítima de 13 anos acionou a polícia após o filho lhe contar que um homem propôs um encontro misterioso.

Agentes da Civil montaram operação para acompanhar o adolescente e prender o até então suspeito. A polícia investiga a possibilidade do microempresário ter se relacionado criminosamente com outras vítimas. Foram encontradas imagens de crianças e adolescentes sem roupas no celular do acusado.

“FECHA AS PERNAS, MENINA”

Tempo de leitura: 2 minutos

FOTO ARTIGOS JULIO GOMESJulio Cezar Gomes | juliogomesartigos@gmail.com>

Para constatarmos esta avalanche de violência sexual contra crianças e adolescentes, não precisamos recorrer às estatísticas oficiais. Basta ligarmos o rádio, a TV ou acessarmos à internet, e todos os dias nos depararemos com casos similares.

Causa-me forte impressão o descuido de muitas mães de hoje em dia com a conduta de suas filhas ainda crianças, tanto nas classes mais populares como, até mesmo, nas mais abastadas e bem escolarizadas.

Na época em que era criança – nasci em 1965 – cresci ouvindo as mães advertindo suas filhas para que tivessem “modos” e “cuidado”. Uma das expressões mais ouvidas, quando as meninas se sentavam displicentemente, com as pernas abertas, mostrando em público a calcinha ou parte dela, era o famoso: “fecha as pernas, menina, e senta direito.”

Isso valia para ricos e pobres. Para negros e brancos. Para filhas de doutor ou de trabalhador rural. A preocupação das mães com o pudor e com não expor suas filhas permeava toda a sociedade.

Hoje, no Brasil, temos índices vergonhosos de violência sexual praticada contra crianças. Incorporou-se plenamente ao vocabulário cotidiano uma palavra antes quase desconhecida, que designa este tipo de crime: pedofilia.

Os números são alarmantes. Segundo o Mapa da Violência 2012 – Crianças e Adolescentes no Brasil, publicado pelo Centro Brasileiro de Estudos Latino Americanos, com base em registros do SINAN, foram atendidos, em 2011, um total de 10.425 crianças e adolescentes vítimas de violência sexual. A grande maioria do sexo feminino: 83,2%, sendo que a maior incidência de atendimentos registra-se na faixa de 10 a 14 anos.

Estes números não traduzem senão muito palidamente a realidade, que é muitíssimo pior, pois a criança ou adolescente simplesmente não dispõe, na imensa maioria das vezes, de meios para denunciar seu agressor, que quase sempre é um familiar com forte ascendência sobre ela, passando a sofrer a violência calada, por anos a fio.

Acrescente-se que, em muitos casos, após cometer o abuso ou a violência sexual, o criminoso, buscando não ser identificado, mata barbaramente a criança indefesa, trazendo-nos outra palavra bem pouco pronunciada em anos passados: infanticídio.

Para constatarmos esta avalanche de violência sexual contra crianças e adolescentes, não precisamos recorrer às estatísticas oficiais. Basta ligarmos o rádio, a TV ou acessarmos à internet, e todos os dias nos depararemos com casos similares.

No Brasil em que as leis são normalmente ineficazes para conter a prática de crimes, resta às famílias – sobretudo às mães – dar as orientações cabíveis quanto à conduta e manter a vigilância necessária em favor de suas filhas e filhos. E denunciar imediatamente qualquer fato suspeito.

Aqui, mais do que nunca, mais vale prevenir do que remediar.

Julio Cezar Gomes é professor, formado em História e Direito pela Uesc.

IGREJA CATÓLICA TERIA AFASTADO 400 PADRES SUSPEITOS DE PEDOFILIA

Tempo de leitura: 2 minutos

padre-pedofiloDa Agência Brasil/Lusa
O Vaticano disse hoje (18) que cerca de 400 padres foram afastados durante o pontificado do papa Bento XVI, devido às queixas de crianças abusadas sexualmente por clérigos. “Em 2012, foram cerca de 100, enquanto que em 2011 foram cerca de 300”, disse o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi.
No entanto, a organização Snap, que junta vítimas de abusos sexuais por parte de membros da Igreja, disse em comunicado que essas medidas disciplinares não são suficientes e que “o papa deve afastar também os clérigos que encobriram crimes sexuais”.
As revelações dos crimes sexuais cometidos por membros do clero e o encobrimento pelos seus bispos começaram na Irlanda e nos Estados Unidos há mais de uma década e têm abalado a Igreja Católica. Bento XVI, que renunciou o ano passado e foi substituído pelo papa Francisco, prometeu tolerância zero para os sacerdotes que cometeram os abusos e o Vaticano informou que recebeu milhares de relatos de abuso de dioceses locais.
Em uma ação inédita, uma delegação do Vaticano teve de dar, no início desta semana, respostas às Nações Unidas sobre o seu compromisso para acabar com os abusos sexuais de menores por padres diante da Comissão de Direitos da Criança, em Genebra.
O papa Francisco disse na quinta-feira (16) que os católicos devem sentir “vergonha” pelos escândalos, mas as associações que juntam as vítimas dizem que ainda há falta de transparência e que não foi feito o suficiente para denunciar os abusos à polícia. “As autoridades católicas devem ajudar a garantir que os clérigos que abusaram de crianças são acusados criminalmente”, relatou o Snap em comunicado.

PF INVESTIGA CASO DE PEDOFILIA EM IPIAÚ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Agentes da Polícia Federal apreenderam computadores e equipamentos em uma residência no município de Ipiaú, no sul da Bahia, hoje, 30. A casa pertence a um homem suspeito de seduzir menores por meio de redes sociais e salas de bate-papo na internet.
A polícia ainda trata o acusado de pedofilia como suspeito, mas dá detalhes da prática do pedófilo. O homem abordava as menores pela internet e em uma escola de Ipiaú. Caso as denúncias sejam comprovadas na investigação, o suspeito poderá pegar até sete anos de prisão por aliciamento de menores para atos libidinosos.

PROFESSOR FLAGRADO EM ATO OBSCENO DURANTE EXIBIÇÃO DE FILME INFANTIL

Tempo de leitura: < 1 minuto

Correio:

Um homem de 46 anos foi preso em flagrante enquanto se masturbava durante uma sessão de filme infantil na rede Cinemark, no Salvador Shopping, na noite deste domingo (21). De acordo com a titular da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), Ana Cricia Macedo, uma testemunha já havia denunciado o comportamento do acusado, um professor da rede estadual, na última quarta-feira (17).

“Durante a denúncia, a vítima afirmou ter presenciado o crime durante a sessão de um filme infantil no final de semana passado,” relata a delegada. “Nós entramos em contato com os funcionários do cinema, enviamos a descrição dele e pedimos que eles nos ligassem caso o homem retornasse, o que aconteceu neste domingo (21)”.

Leia mais

DIVULGADAS IMAGENS DE ABUSO DE TAXISTA CONTRA CRIANÇA EM ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A TV Cabrália/Record News divulgou trechos das imagens que revelam o taxista Antônio Souza Santos, 63, beijando a boca de uma criança de quatro anos, numa loja de conveniência. O taxista foi preso preventivamente, por ordem da juíza da 1ª Vara Crime, Antônia Marina Faleiros. As imagens foram captadas pelo sistema de segurança do posto onde funciona a loja de conveniência, próximo à estação rodoviária de Itabuna. “Tonho Taxista” foi preso ainda na sua residência, no centro da cidade.

PRESO TAXISTA QUE BEIJAVA CRIANÇA NA BOCA

Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia prendeu o taxista Antônio Souza Santos, o Tonho Taxista, flagrado beijando na boca de uma criança de quatro anos. As cenas de pedofilia foram captadas pelo sistema de TV da loja de conveniência dos pais da vítima. “Tonho” atua na praça da estação rodoviária de Itabuna e era conhecido da família da criança.

A prisão foi decretada pela juíza da 1ª Vara Crime, Antônia Marina Faleiros, após analisar pedido da polícia. O acusado foi preso em casa, na rua Quintino Bocaiuva, no centro de Itabuna. O taxista ameaça se matar.

ACUSADO DE PEDOFILIA, PROFESSOR VAI PRO XILINDRÓ

Tempo de leitura: < 1 minuto

O professor de Educação Física e Judô, Ruy Dias de Freitas, 51, foi preso sob acusação de pedofilia. A tia de uma das vítimas do professor o denunciou à polícia. Segundo o boletim da PM, foram encontrados diversos materiais de conteúdo pornográfico que confirmam a denúncia.

Duas das vítimas do professor confirmaram que Ruy dava presentes para seduzir as menores. Computadores e celulares com fotos de outras menores também serão submetidos à perícia. A prisão ocorreu no apartamento do professor, na Garcia, centro de Itabuna.

Ruy Dias é acusado de pedofilia (Foto Oziel Aragão/Xilindró).

Back To Top