skip to Main Content
10 de julho de 2020 | 10:21 am

SOLDADOS DA PM-BA ACUSADOS DE SEQUESTROS, ROUBOS E ABUSO SEXUAL SE ENTREGAM

Tempo de leitura: < 1 minuto

Três soldados lotados na 32ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Pojuca), que possuíam mandados de prisões, se entregaram, nesta terça-feira (7), informa a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Os agentes públicos, suspeitos de envolvimentos com sequestros e roubos, se apresentaram na Corregedoria-Geral da Secretaria da Segurança Pública, no bairro de Amaralina, com advogados.

Os soldados foram ouvidos, passaram por exames no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e, em seguida, foram encaminhados para o Batalhão de Choque, onde cumprirão prisões temporárias de 30 dias. O trio, em parceria com outros quatro militares da mesma unidade e um vigilante, é investigado por extorsões mediante sequestro, roubo, associação criminosa e abuso sexual.

O grupo passou a ser investigado depois de um assalto que aconteceu na cidade de Igaporã, no dia 9 de junho deste ano. Um imóvel foi invadido por homens fardados que diziam cumprir mandado judicial. Após subtraírem 5 mil reais, celulares e joias, os criminosos saíram e deixaram cair uma pistola calibre 40, pertencente a um soldado da 32ª CIPM (Pojuca). No mesmo dia o militar foi preso.

Equipes das Corregedorias Geral e da Polícia Militar seguem procurando o sétimo PM, integrante do grupo e com mandado de prisão em aberto, que não foi encontrado durante a operação e também não se apresentou.

NA BAHIA, OPERAÇÃO PRENDE 7 POLICIAIS MILITARES SUSPEITOS DE SEQUESTROS E ROUBOS

Operação prendeu 7 policiais militares suspeitos de crimes
Tempo de leitura: 2 minutos

Sete policiais militares (seis homens e uma mulher), das patentes de subtenente e soldado, investigados por extorsão mediante sequestro e roubo são alvos de uma operação, nesta segunda-feira (6). O grupo é lotado na 32ª Companhia Independente da PM (CIPM/Pojuca).

A Força Tarefa da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), que investiga grupos de extermínio, cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão nos municípios de Pojuca, Alagoinhas, Capim Grosso, Igaporã e Feira de Santana.

Cerca de 140 policiais militares e civis cumpriram as ordens judiciais expedidas pela Auditoria Militar de Salvador e pela comarca de Igaporã. Três PMs presos foram apresentados no Batalhão de Choque (BPChq) da PM, em Lauro de Freitas. No local, uma Base Móvel do Departamento de Polícia Técnica (DPT) realizou exames de corpo de delito nos capturados.

Os militares cumprirão as prisões temporárias de 30 dias no BPChq. Outros quatro soldados seguem sendo procurados pelas equipes. Além dos agentes públicos, um homem que atua como vigilante também foi alvo da operação. Ele foi capturado em Igaporã e apresentado na Delegacia Territorial (DT) de Guanambi.

COMO O ESQUEMA FOI REVELADO

O grupo passou a ser investigado depois de um roubo que aconteceu na cidade de Igaporã, no dia 9 de junho deste ano. Um imóvel foi invadido por homens fardados que diziam cumprir mandado judicial.

Após subtraírem R$ 5 mil, celulares e joias, os criminosos saíram e deixaram cair uma pistola calibre 40, pertencente a um soldado da 32ª CIPM (Pojuca). No mesmo dia o militar foi preso.

Leia Mais

PRESA DUPLA QUE APLICAVA GOLPE COM DINHEIRO FALSO EM VITÓRIA DA CONQUISTA

Polícia apreendeu celulares, objetos e R$ 4,4 mil falsos com dupla
Tempo de leitura: < 1 minuto

Equipes da 77ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) apreenderam, no sábado (14), a quantia de R$ 4.400,00 em cédulas falsas, com dois criminosos, no município de Vitória da Conquista, no sudoeste do Estado. De acordo com comandante da unidade, major Nivaldo Oliva, durante procedimento de abordagem a dupla estava com uma parte do valor, momento em que os policiais perceberam se tratar de dinheiro falsificado.

“Eles acabaram confessando às guarnições que tinham mais cédulas no hotel onde estavam hospedados”, disse o comandante da 77º CIPM. Ainda segundo o oficial, os criminosos compravam pequenos produtos em diferentes estabelecimentos comerciais para receberem o troco em cédulas verdadeiras. Com eles também foram encontrados alguns materiais adquiridos aplicando o golpe. A dupla e todo valor foram apresentados à Polícia Federal.

OPERAÇÃO CARNAVAL TEM REDUÇÃO DO NÚMERO DE MORTES NAS RODOVIAS BAIANAS

Polícia Rodoviária realiza Blitz em rodovias durante o Carnaval || Foto Camila Souza/GovBA
Tempo de leitura: < 1 minuto
A Polícia Militar, por meio do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e das companhias independentes de policiamento rodoviário, concluiu a Operação Carnaval 2020 na noite de quarta-feira de cinzas (26) com o registro de redução do número de mortes nas estradas estaduais baianas.
No período foram registrados 33 acidentes, que envolveram quatro mortes, 13 pessoas feridas gravemente e 18 com ferimentos leves. Em relação ao ano passado, um acidente a mais foi registrado, já que em 2019 foram 32. Neste ano, houve uma morte a menos, pois, no ano passado, a PM registrou cinco mortes.
Ao todo, 13.879 pessoas e 9.194 veículos foram abordados. Como resultado das abordagens preventivas, a PM recolheu 46 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH), apreendeu 48 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV), extraiu 2.809 autos de infração e recuperou três veículos. Ainda na operação, 10 pessoas foram conduzidas, sete presas em flagrante e 84 veículos retidos.
A Polícia Militar autuou também 1.839 veículos por excesso de velocidade com utilização de radares portáteis e realizou 1.471 testes de alcoolemia, sendo 116 condutores flagrados dirigindo sob o efeito de bebida alcoólica.

GOVERNADOR ACIONA A PGE EM CASO DE AGRESSÃO DE IGOR KANNÁRIO CONTRA A PM

Rui Costa, presidente do consórcio, enviou carta ao embaixador chinês no Brasil
Tempo de leitura: < 1 minuto

O governador Rui Costa acionou a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para que o órgão adote as medidas legais cabíveis no caso envolvendo a agressão do cantor Igor Kannário contra a Polícia Militar. A PGE entrará com uma representação junto ao Ministério Público da Bahia a fim de que este adote, no âmbito de sua competência, ações que entender cabíveis em relação às declarações do cantor Igor Kannário na tarde de ontem (24).

No Circuito Osmar (Campo Grande), o também deputado federal agrediu e provocou publicamente a Polícia Militar da Bahia durante desfile em trio sem cordas patrocinado pela Prefeitura de Salvador. A decisão de acionar a PGE foi anunciada pelo governador em postagem feita em seu perfil oficial no Twitter, nesta terça-feira (25). Dentre as agressões, o cantor e deputado federal, de cima do trio, chamou efetivo da PM de “bunda mole”.

– É inaceitável o ato público de desrespeito e agressão contra a Polícia Militar da Bahia registrado ontem no Campo Grande. Acionei a Procuradoria Geral para que o Estado formalize uma representação junto ao Ministério Público da Bahia a respeito deste fato. Medidas cabíveis que estiverem no âmbito do MP precisam ser tomadas em respeito à PM e em defesa da honra de pais e mães de família que fazem parte da corporação – disse Rui na rede social.

A Procuradoria-Geral do Estado considera o fato gravíssimo, por atentar contra a ordem pública, no uso de um trio elétrico patrocinado pelo erário municipal. O órgão estadual também estuda a adoção de outras medidas em relação ao caso.

PM-BA DIVULGA RESULTADO DE SORTEIO PARA 3,3 MIL VAGAS EM COLÉGIOS E CRECHE

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Militar da Bahia divulgou, nesta segunda-feira (13), o resultado do sorteio eletrônico para admissão de alunos nas 15 unidades do Colégio da Polícia Militar (CPM) e da Creche da PM Nossa Senhora das Graças/CMEI para o ano letivo de 2020.

Confira o resultado aqui

A PMBA dispõe de 15 unidades do colégio em todo estado e 12.814 alunos. Além dos cinco colégios na capital (Dendezeiros, Luiz Tarquínio, Ribeira, Lobato e Cajazeiras), os CPMs estão distribuídos nas cidades de Teixeira de Freitas, Alagoinhas, Ilhéus, Itabuna, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Candeias, Juazeiro, Jequié e Barreiras.

POLICIAL TEVE CORPO MUTILADO ANTES DE SER MORTO POR TRAFICANTES EM SALVADOR

Tempo de leitura: 2 minutos

PM sofreu tortura e teve corpo mutilado antes de ser morto por traficantes

“O que fizeram com ele não se faz nem com um gado de abate”. A frase é de um amigo do policial militar Gustavo Gonzaga da Silva, 44 anos, assassinado na madrugada do sábado (9) por traficantes no bairro da Santa Cruz, em Salvador.
Gonzaga estava voltando para casa depois do trabalho e dava carona para um amigo de infância, identificado como “Jai”, quando foi abordado por três traficantes. Os autores do crime foram identificados como Choquito, Keka e Leno.
O PM foi torturado e teve o corpo mutilado antes de ser morto pelos criminosos, informa o Correio24h. Gonzaga ainda recebeu vários tiros na cabeça. “Eu nunca vi isso. Tem gente que tá há mais de 30 anos na polícia e nunca viu alguém ser morto dessa forma”, diz um colega do policial.
Os autores do crime chegaram a arrancar o coração da vítima e deixaram o órgão na região do Nordeste de Amaralina, em uma localidade conhecida como Boqueirão, a mais de 1 km onde Gonzaga foi morto.
‘Jai’, que estava com Gonzaga, teria fugido no momento do crime e ainda não apareceu para prestar depoimento. “Era uma grande amigo dele, a família toda conhece. Ele que tava junto. Ele tem que falar”, diz um familiar do policial.
“O cara sumiu. Abriu um buraco no chão e desapareceu”, reclama um amigo da vítima, que não aponta Jai como participante do crime, mas quer que ele preste depoimento. “Está tudo muito estranho”. Mesmo questionando o sumiço, amigos e policiais militares ouvidos pelo CORREIO acreditam que Jai não participou do crime.

Leia Mais

BAHIA CONVOCARÁ 2 MIL PMs DA RESERVA PARA FUNÇÕES DE RETAGUARDA

Tempo de leitura: < 1 minuto
Rui anuncia convocação de 2 mil PMs da reserva || Foto Carol Garcia/GovBA

Rui anuncia convocação de 2 mil PMs da reserva || Foto Carol Garcia/GovBA

O governo baiano anunciou, há pouco, que encaminhará à Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), ainda neste mês, projeto de lei criando uma remuneração especial para policiais da reserva – oficiais e soldados.

Segundo o governador Rui Costa, os profissionais da reserva serão convidados a retornar à ativa para exercer funções de retaguarda, a exemplo de monitoramento de câmeras de segurança, que exigem a presença de policiais 24 horas por dia, ao longo de sete dias na semana. “Com isso, vamos liberar quase dois mil policias de funções de retaguarda e da área administrativa, para atuar nas ruas”, afirmou.

Com os dois mil policiais e igual número de novos concursados da Polícia Militar, cujo concurso está em andamento, o governador afirmou que a Segurança Pública do Estado contará com o reforço de mais quatro mil policiais para atuar nas ruas das cidades baianas já no primeiro semestre de 2018.

VOANDO SOBRE RODAS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Esquadrão Águia PM-BA

MOLEZA? Policial militar treina em nova etapa do curso de escolta e segurança do Esquadrão Águia, da PM baiana. Foto Divulgação.

MAIS DE 141 MIL CANDIDATOS SE INSCREVEM NO CONCURSO DA PM-BA E CORPO DE BOMBEIROS

Tempo de leitura: 2 minutos
Concurso reserva 10% das vagas para Ilhéus e Itabuna.

Concurso reserva 10% das vagas para Ilhéus e Itabuna.

As inscrições para o concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar encerraram no dia 21 de junho. As duas mil vagas para o cargo de soldado da PM serão disputadas por 123.812 candidatos. Já para as 750 vagas de Bombeiro Militar foram inscritas 18.066 pessoas. No total, 141.878 candidatos vão participar do concurso da segurança pública de 2017.

Os maiores números de inscritos para soldado foram registrados nas cidades de Salvador, Juazeiro e Feira de Santana. Já para Bombeiro Militar, as cidades de Salvador, Feira de Santana e Itabuna tiveram a maior quantidade de inscritos. Em 2012, o concurso da PM teve 74.702 candidatos disputando duas mil vagas, e, em 2008, foram 84.041 pessoas para 3.200 vagas.

Uma vez habilitado para o curso de formação, seja da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros Militar, o candidato irá ingressar no quadro das corporações como aluno soldado. Quando tiver concluído o curso e, posteriormente, lotado na região de sua escolha, o soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar terão carga horária de 40 horas semanais.

O concurso contará com duas etapas, com provas objetivas e discursiva, previstas para o mês de agosto. Será apenas um dia de seleção, com duração de quatro horas e trinta minutos. O resultado obedecerá à ordem de classificação, seguindo a publicação das notas finais em ordem decrescente, observando cargo, região e sexo.

O edital de abertura de inscrições, elaborado conjuntamente pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb) e pelos Comandos Gerais da Polícia Militar da Bahia e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia, foi publicado dia 10 de maio. Com validade de um ano, prorrogável por igual período, o concurso será realizado pela Saeb e pelo IBFC, que na Bahia é responsável pelos concursos públicos da Embasa e Agerba

Back To Top